Portifolio ed2

  • View
    209

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of Portifolio ed2

  • Livros

    A Ed Design nasceu em 2001. Experincia no desenvolvimento de projetos de design editorial e publicidade, com olhar diferenciado para a comunicao de produtos e servios das empresas.

    Ed design

    Flvia Guimares Diretora de Criao e Arte

  • Livros

    Vale Carajs

  • Livros

    Joo Rosa

  • Livros

    Festas de Minas

  • Livros

    Mercado Central

  • Livros

    Trens de Minas

  • Livros

    Marcus Nascimento

    Carlos Eduardo CostaGuia UAI

    Biografia Jos Costa Aggeo Simes

    Raquel Romano

    Rodolfo Magalhes

  • Revistas

    PUC MinasPUC Minas Cimentos Liz New Holland

  • Revistas

    CSNPitgoras UnimedCigr-BrasilSesi

  • Relatrios

    Cimentos Liz

  • Relatrios

    Vale VSE

  • Relatrios

    V&M do BRASIL

    Grupo Vallourec

    Relatrio de Sustentabilidade

    2011

    19

    Rel

    atr

    io d

    e S

    uste

    ntab

    ilida

    de 2

    011

    V

    & M

    do

    BR

    AS

    IL

    As

    empr

    esas

    V &

    M d

    o B

    RA

    SIL

    2.1, 2.2, 2.3, 2.4, 2.5, 2.6, 2.9

    19

    A V & M do BRASIL (VMB) lder, no pas, na produo de tubos de ao sem costura, fabricados a partir de matria-prima e energia fornecidas pelas subsidirias V & M MINERAO (VMMN) e V & M FLORESTAL (VMFL). Integramos o grupo francs Vallourec, presente em mais de 20 pases e com capacidade de produo instalada de trs milhes de toneladas de tubos por ano.

    Quem somosAs empresas

    V & M do BRASILAs empresasV & M do BRASILAs empresasAs empresasAs empresasV & M do BRASILV & M do BRASILV & M do BRASILAs empresasV & M do BRASIL

    Yara Tupynamb Cena I - A chegada e o descarregamento do carvo que ir alimentar os fornos (detalhe) Carvo e sangunea sobre papel especial prensado de passepartourt

    Bodas de safi ra O ano de 2011 marcou os 45 anos de histria e conquistas da Fundao Sidertube. Criada em 1966, como entidade fi lantrpica de prestao de benefcios e assistncia recreativa aos empregados e familiares da ento Companhia Siderrgica Mannesmann, a Fundao tem mais de 26 mil benefi cirios, entre empregados, estagirios, dependentes e aposentados. Alm de manter uma srie de programas nas reas social, cultural, de promoo da sade, lazer e esportes, ela administra os planos mdico e odontolgico, contratados junto a operadoras de plano de sade, o servio de alimentao industrial da Lavor, gerencia o seguro de vida, aes de treinamento e desenvolvimento de pessoas. Alm disso, conduz a restaurao do antigo Cine Brasil, hoje V & M BRASIL Centro de Cultura, em Belo Horizonte, em parceria com a VMB, via Lei Federal de Incentivo Cultura.

    6968

    Rel

    atr

    io d

    e S

    uste

    ntab

    ilida

    de 2

    011

    V

    & M

    do

    BR

    AS

    IL

    Mer

    cado

    Rel

    atr

    io d

    e S

    uste

    ntab

    ilida

    de 2

    011

    V

    & M

    do

    BR

    AS

    IL

    Mer

    cado

    EN27, PR1

    Por que inovar?

    Inovar para garantir a sustentabilidade do negcio, por meio da oferta ao cliente de solues, assegurando o aumento de nossa competitividade. Em 2011, demos um importante passo para alcanar esse objetivo: assinamos o contrato de construo do Vallourec Research Rio de Janeiro (VRRJ), que integrar o Parque Tecnolgico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundo, junto com outras organizaes nacionais e internacionais. O VRRJ ser um centro de pesquisas relevante sobre o pr-sal e de capacitao acadmica e profissional. A previso iniciar as operaes no segundo semestre de 2012.

    Com investimentos anuais que podem chegar a R$ 3 milhes, o centro estabelecer um dilogo com a comunidade cientfica nacional, alm de desenvolver estudos no s de tubos para petrleo e energia, mas tambm para fins estruturais, indstria automobilstica, robtica e tecnologia ambiental. A presena da VMB representa ainda maior proximidade do cliente e da cadeia produtiva. A expectativa de que o Parque Tecnolgico, quando estiver em plena operao, prevista para o final de 2014, torne-se o maior complexo de pesquisas do mundo voltado para o setor petrolfero.

    Esses esforos na criao de tecnologia so fundamentais, pois nunca se explorou petrleo como ser feito na camada do pr-sal, com condies adversas, como alta presso de CO

    2,

    por exemplo, que demandam estudos sobre o comportamento das estruturas tubulares em relao a corroses, segurana, ao aquecimento, entre outros. As raras solues que existem no mercado hoje so de alto custo, importadas e pouco disponveis.

    Durante o ano, os projetos em andamento no Vallourec Research Belo Horizonte prosseguiram. Um dos destaques foi uma tese de doutorado, que permitiu identificar oportunidades de economia de energia eltrica na Usina e traar um planejamento de longo prazo para melhor aproveitamento.

    Exemplos de projetos em andamento

    Aumento da produtividade da madeira e melhor aproveitamento do carvo, o que contribui para a reduo da emisso de gases na carbonizao, possibilitando obteno de crditos de carbono, por meio de projetos de MDL.

    Aplicao de chip eletrnico de identificao nos tubos da indstria de petrleo e gs, para futuro acompanhamento da vida til e destinao final, em fase de prottipo.

    Tubos de alto nquel para uso em baixas temperaturas, em fase final de testes.

    Por ter uma atuao sustentvel, a V & M do BRASIL leva em considerao o desenvolvimento econmico e social que o Projeto Pr-Sal trar para o Brasil, uma vez que a extrao do recurso energtico em territrio nacional vai evitar a importao e gerar emprego e formao para a populao. Do ponto de vista ambiental, alm da reduo do nmero de abertura de pequenos poos espalhados pelo pas, o avano tecnolgico permitir que o impacto seja atenuado, na medida em que a atividade realizada prev, por exemplo, a reinjeo de CO2 que, em vez de ser liberado na atmosfera e contribuir com o efeito estufa, retornar para a camada do pr-sal.

    71

    Rel

    atr

    io d

    e S

    uste

    ntab

    ilida

    de 2

    011

    V

    & M

    do

    BR

    AS

    IL

    Mei

    o A

    mbi

    ente

    Gastos Ambientais (R$)

    tipo VMB VMMN VMFL

    2011 2010 2009 2011 2010 2009 2011 2010 2009

    Disposio, 10.964.633 3.780.478 5.009.461,76 2.161.908 713.344 1.455.445,93 838.084 38.072 143.694

    tratamento,

    mitigao

    Preveno e 4.335.153 1.870.086 1.336.841,15 1.074.943 2.244.641 838.660,93 6.932.170 5.220.558 4.732.635

    gesto

    ambiental

    Total 15.299.786 5.650.564 6.346.302,91 3.236.851 2.957.985 2.294.106,86 7.770.254 5.258.630 4.876.329

    EN30Brigitte Blaha A Borboleta e o Mamo (detalhe) leo sobre tela

    O compromisso com o uso racional dos recursos e com a preservao do meio ambiente est presente no dia a dia das empresas V & M do BRASIL e abrange desde os princpios que guiam nossos negcios at as aes da rotina operacional, alm de representar nossa responsabilidade em relao ao futuro.

    Entre os dez desafi os listados em 2010, quatro referem-se diretamente a questes ambientais, que continuaram recebendo a devida ateno em 2011. Novos projetos para crditos de carbono colaboram para a reduo das emisses de gases de efeito estufa (GEE) nas atividades do Grupo no Brasil; o desenvolvimento da gesto de resduos e coprodutos promete avanos nessa rea; e mantivemos as aes de gesto e preservao ambiental e uso racional da gua.

    Em 2011, as empresas V & M do BRASIL investiram R$ 26,3 milhes em cuidados, gesto e preveno ambiental.

    Comoagimos

    Em que investimos

    Mudana do climaResduos e coprodutos Preservao ambientalUso racional da gua

    Meio Ambiente Nosso presente e nosso futuroMeio Ambiente Nosso presente e nosso futuroMeio Ambiente Meio Ambiente Meio Ambiente Nosso presente e nosso futuroNosso presente e nosso futuroNosso presente e nosso futuroMeio Ambiente Nosso presente e nosso futuro

    nossas basespara o desenvolvimento sustentvel

    nossas basespara o desenvolvimento sustentvel

    nossas basespara o desenvolvimento sustentvel

  • Livros

    Contato:flavia.editorial@gmail.com

    31 9137.8803