of 56 /56

500 Ditos Populares

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Volume I da série que é uma Coleção com 500 Ditos Populares falados a cada País que discrimina cada volume.

Text of 500 Ditos Populares

  • Coleo

    500 Ditos Populares para o Bolso

    500 Ditos Populares Brasileiros

    Ricardo Ribeiro

    1

  • 2

  • Ricardo Ribeiro

    Coleo 500 Ditos Populares para o Bolso

    500 Ditos Populares Brasileiros

    1 edio

    Balnero Cambori

    Editora Maria doCais

    2011

    3

  • RIBEIRO, Ricardo

    Coleo 500 Ditos Populares Para

    o Bolso. 500 Ditos Populares Brasileiros.

    Balnerio Cambori, SC. 2009. 1 edio.

    54 pginas.

    4

  • DITOS POPULARES

    Os Ditos Populares tambm so conhecidos como

    Provrbios. Ambas as palavras vm do latim. Dito vem do latin

    dictu significa adgio, prolquio, ditado, anexim, exemplo,

    refro, refrm ou rifo. E significar aquilo que se disse; o

    mencionado ou o referido. Provrbio vem do latim proverbiu,

    significa conceito, pensamento, mxima ou sentena de carter

    prtico e popular. uma expresso que se menciona ou se

    refere com palavras uma sentena, um mexerico, um enredo ou

    um dito daquilo que se disse ou quer dizer; comum a todo um

    grupo social expressa em forma sucinta e geralmente rica em

    imagens. Transmite a mesma mensagem de forma anloga, mas

    as vezes d um duplo sentido, que em tom de zombaria com

    uma forma onde a ambiguidade tambm usada como anedota,

    ou para vulgarizar algo ou uma situao corriqueira. Para

    algumas culturas dizer dito proferir obscenidade, como para

    os cidado do nordeste Brasileiro.

    Tambm chama-se de dito a uma pea teatral curta que

    tem como tema o desenvolvimento de um provrbio e em geral

    de um s ato. Dito tambm o nome de um jogo de salo, um

    jogo de adivinhao em que um participante se afasta enquanto

    os outros combinam em segredo o provrbio a adivinhar, e

    depois o participante afastado faz uma pergunta a cada

    companheiro, sendo que este deve encaixar na resposta a

    palavra do provrbio combinado em segredo. Muitas vezes, os

    participantes dramatizam o provrbio todo, ou partes, para que

    o companheiro descubra.

    5

  • Provrbios tambm um livro do Antigo Testamento

    repleto de expresses de sabedoria e conhecimento. tambm

    um dos livros que formam a terceira parte do cnon hebreu, os

    Hagiogrficos. Para os exegetas vem a ser um dos exemplos da

    literatura de maior sabedoria do Antigo Testamento. Como

    tradio, esta obra foi atribuda como forma a homenagear ao

    rei hebreu Salomo, cuja sabedoria era superior a de todos os

    filhos do Oriente e de todo o Egito (Re.,1;5,10). E esta

    tradio continua como um exemplo do antigo costume de

    homenagear personagens famosos, e com isso atrair o prestgio

    contido aos grandes nomes para as novas obras.

    O Provrbios vem a ser uma coleo de ditos morais,

    que foram escritos por diversas pessoas annimas em que se

    acredita que eram sbios que ensinavam valores morais e

    religiosos aos jovens judeus da classe alta. Acredita-se que a

    coleo integral tenha adquirido a forma atual durante o sculo

    V ou IV a.C.

    A maioria dos provrbios so transmitidos de forma

    oral, muitos so arraigados no folclore e assim transmitidos

    trans-geracionalmente. H para alguns ditos mais de uma

    maneira de pronuncia-los ou redigi-los, sofrendo pequenas

    alteraes de uma regio ou de um grupo social para outro, ou

    mesmo de um livro a outro, mas sempre mantem-se o mesmo

    sentido, como o dito popular: esse atravessa o mar com um

    punhado de acar na mo e chega ao outro lado com o

    punhado na mo; ou esse atravessa o mar com um punhado

    de acar na mo e chega ao outro lado com o a mo seca.; ou

    mesmo ento esse atravessa o mar com um punhado de

    acar na mo e chega do outro lado com acar ainda na

    mo. s vezes, pode ser pronunciado de modo encurtado, pois

    6

  • assim mesmo, transmite o sentido. Ainda usando como

    exemplo o dito acima, teremos: esse atravessa o mar com um

    punhado de acar na mo. E em todos as pronncias conota-

    se o mesmo sentido, chamando a pessoa a quem este dito se

    refere de sovina, velhaco, po-duro ou avaro que significa

    aquele que excessivamente apegado ao dinheiro. E nesse

    mesmo dito, percebesse ainda que em sua formao est

    contida a expresso o mo fechada, que de mesmo modo, se

    utiliza para chamar algum de avarento. Esclarecendo como se

    originou.

    Um dito nasce da necessidade de expor ou passar de

    forma anloga, uma concluso, uma sabedoria ou

    conhecimento sobre coisas ou fatos que acontecem a si ou aos

    seus semelhantes, muitas das vezes sobre situaes que os

    envolvem. O estudo dos ditos mostrou que os provrbios

    normalmente nascem de situaes comuns aos seres humanos,

    carregados de ensinamentos ou mesmo sendo uma piada,

    vulgarizando algo ou uma situao, todos giram em tono da

    existncia humana, no mnimo correlato. Para fixar o

    nascimento de um dito popular, o pensamento deve ser falado

    por um grupo de pessoas que assimilem o enredo e transmitam

    para outros indivduos que, por sua vez, continuem a

    populariza-lo. Depois, de popular, pode ser imortalizado em

    um livro.

    Pode acontecer de um dito ter sua origem em mais de

    uma nao, pois, se encontra na raa humana peculiaridades

    em lidar com as coisas comuns, assim um mesmo dito pode

    surgir em mais de uma nao, pois uma situao corriqueira

    que acontece aqui tambm acontece l, sendo este o ponto de

    onde provem um dito, ocorre de se criar ditos iguais ou muito

    7

  • semelhante em mais de um local ou nao, onde o seu

    significado idntico. Dentre os 500 ditos deste volume h

    alguns que tambm so proferidos em outros pases e podem

    ter sua origem comum as duas ou mais naes.

    Um exemplo do por qu do estudo feito aos Ditos

    Populares chegar a esta concluso a expresso Na duvida

    no, pois, em vrios continentes, as pessoas pensam e

    transmitem a ideia de conduta adequada para alguma situao

    duvidosa e perigosa, na qual o dito transmite esta conduta de

    carcter instintivo que conduz a pessoa informada a levar em

    conta no tonar certas decises precipitadas, quando no se tem

    certeza, se faz-lo favorvel, pois fazendo-o pode incidir em

    prejuzo. Ento na duvida no. Assim, toma-se por regra que

    se voc tiver duvida no deve fazer.

    Propriamente esta expresso voc j deve ter ouvido, ou

    mesmo mencionado ou transmitido, e talvez tenha em mente

    que ele de origem da sua localidade, estado ou nao. Ou que

    era sua me, seu pai ou amigo quem achava isto. Pois esta

    expresso o tipo de pensamento, ideia ou concluso a que

    muitos chegam, ou que nasce, em quase todos os lugares ou

    povos no mundo. Sendo assim, sua origem diversa; e o mais

    correto e sensato dizer que nasceu tanto numa regio como

    noutras. Assim, este pensamento comum tanto brasileiro

    como de outras naes.

    Outra constante interessante observada no estudo dos

    ditos populares foi encontrar pessoas pronunciando ditos

    populares de forma errada mas, mesmo assim, trocando

    palavras, no afetavam a sua essncia ou significado,

    transmitindo o conhecimento. Como exemplo; um senhor

    8

  • brasileiro morador da regio do planalto catarinense, que,

    quando observava algum perdido ou atrapalhado dizia ao

    filho, em tom de brincadeira: Este esta mais perdido que serie

    de tiroteio e o menino reproduzia o dito da mesma forma

    errada, mas compreendia o significado - que aquele estava

    muito perdido ou atrapalhado. O menino achava que havia uma

    relao entre sries de tiroteio e de pessoas atrapalhadas ou

    perdidas. Explicando-lhe o dito correto, este est mais

    perdido que sego em tiroteio o menino at riu e exclamou: ah

    bom. Eu as vezes at pensei, 'o que teria haver srie de tiroteio

    com gente perdida'. Pronunciavam o dito errado porem a

    inteno do dito permanecia intocada, e a pessoa entendia o

    significado e a transmitia para outras, que no o corrigiro,

    entendiam o significado.

    A importncia do dito popular muito maior do que

    divertimento, sim, um modo prtico e divertido de ratificar e

    transmitir conhecimentos, de moral, tica, bons costumes e

    sabedoria que de forma anloga resume conceitos, muitas

    vezes usando ambiguidade para satirizar e chamar mais a

    ateno, sempre com muita inteligncia.

    Os ditos populares no so conhecimentos restritos

    somente a uma nao ou a um povo e sim bens valiosos da

    sabedoria popular que pertencem a raa humana.

    9

  • 10

  • 500 Ditos Populares Brasileiros

    A

    A arte imita a vida e a vida imita a arte.

    A assombrao sabe pra quem aparece.

    A boca de uma mulher nunca tira frias.

    A casa de um homem o seu castelo.

    A distncia mais longa entre a cabea e o corao.

    A emenda ficou pior que o soneto.

    A esperana a ltima que morre.

    A ignorncia vizinha da maldade.

    A imaginao mais importante que o conhecimento.

    A inteligncia invisvel para quem no tem nenhuma.

    A inveja a maior inimiga de quem tem sorte.

    A inveja conseqncia da incapacidade.

    A felicidade a melhor vingana.

    11

  • A fome o melhor tempero.

    A gato pintado no se confia a guarda do assado.

    A lngua o chicote da bunda.

    A mais alta das torres comea no solo.

    A melhor maneira de ser feliz contribuir para a felicidade

    dos outros.

    A mesma chave que abre as portas do cu abre as portas do

    inferno.

    A morte nada mais do que o fim da vida.

    noite todos os gatos so pardos.

    A ocasio faz o ladro.

    A pressa inimiga da perfeio.

    A preguia a me da misria.

    A primeira impresso a que fica.

    A unio faz a fora.

    A nica certeza que temos na vida a morte.

    A verdade a melhor camuflagem. Ningum acredita nela.

    A viagem mais rpida, quando se tem boa companhia.

    12

  • A vida no se resume a festivais.

    A vingana doce, mas os frutos so amargos.

    A vingana um prato que se come cru.

    A vingana vem a cavalo.

    A voz do povo a voz de Deus.

    Acho a liberdade mais importante do que o po.

    Afogou as mgoas.

    Agora que Ins morta.

    guas passadas no movem moinhos.

    Amanh outro dia.

    Amarre sua cabra que meu bode est solta.

    Amigo dinheiro no bolso.

    Amigo gato, companheiro carrapato.

    Ano novo, vida nova.

    Antes o Rei da bosta a que o bosta de um Rei.

    Antes s do que mal acompanhado.

    13

  • Antes tarde do que nunca.

    Antes uma andorinha na mo do que duas voando.

    Antes uma punheta bem batida do que uma foda mal dada.

    Aonde vai a corda vai a caamba.

    Aprenda todas as regras e transgrida algumas.

    Aproveite a sorte enquanto ela est a seu favor.

    Aproveita o que diz o velho e valer por dois o conselho.

    Aquela que matou o guarda.

    Aquele a quem muito foi dado, muito lhe ser exigido.

    Aquele que s pensa em trabalho torna-se maante.

    Aqui quem menos corre, voa.

    Aqui se faz aqui se paga.

    As aparncias enganam.

    As mentiras mais cruis costumam ser ditas em silncio.

    As mulheres so como gua das melhores fontes que brotam

    as melhores.

    As necessidades unem, as opinies separam.

    14

  • As paredes tm ouvidos.

    As porcelanas mais resistentes so as que vo ao forno mais

    vezes.

    At mesmo os ignorantes se passam por gnios quando esto

    calados.

    Atrs de um grande homem sempre h uma grande mulher.

    Atravessa-se o rio onde mais raso.

    Azar no jogo sorte no amor.

    15

  • BBaiano no nasce estria.

    Beleza sem virtude rosa sem cheiro.

    Bem feito melhor do que bem explicado.

    Bem ou mau, mas fale de mim.

    Besteira pouca bobagem.

    Bezerro manso mama na me dele e na dos outros.

    Boas aes logo so punidas.

    Bobeou agente pimba.

    Boca fechada no entra mosca.

    Bom cachorro merece osso.

    Bom saber calar, at o tempo de falar.

    Bota a mo na massa.

    Botar em pratos limpos.

    16

  • CCabea vazia oficina do diabo.

    Cachorro mordido por cobra at de lingia tem medo.

    Cada cabea uma sentena.

    Cada coisa a seu tempo.

    Cada macaco no seu galho.

    Cada qual estende a perna at onde tem coberta.

    Cada um por si e Deus por todos.

    Caiu na rea pnalti.

    Cana na fazenda d pinga; pinga na cidade d cana.

    Cansou mais que cavalo na sanga.

    Co que ladra no morde.

    Carro velho s d duas alegrias, uma quando compra outra

    quando vende.

    Casa de alemo, cozinha de italiano e vida de brasileiro.

    Casa de ferreiro espeto de pau.

    Casa onde falta po, todos brigam e ningum tem razo.

    17

  • Cautela e caldo de galinha, no faz mal a ningum... exceto a

    galinha.

    Cautela nunca demais.

    Cavalo amarrado tambm pasta.

    Cavalo dado no se olha os dentes.

    Cavalo de cachaceiro conhece o caminho do boteco.

    Chorou lgrimas de crocodilo.

    Chumbo trocado no di.

    Chuva lava trato.

    Com amigos como voc, quem precisa de inimigos.

    Como o cuspe e o escarro.

    Como ser chato no se aprende, se nasce.

    Como trem ingls, pode atrasar, mas sempre chega.

    Conhece-se o marinheiro, no meio da tempestade.

    Conselho se fosse bom no era de graa.

    Copo de cerveja de msico no tem colarinho.

    Corao de me sempre cabe mais um.

    18

  • Crianas e mulheres por primeiro.

    Cu de bbado no tem dono.

    Cuidado com o velho do saco.

    Cumprimentar os outros com o chapu alheio.

    Custe o que custar.

    Cutucou a ona com vara curta.

    19

  • DD mais problema que um caminho de macaco.

    D de dez a zero.

    Dar a mo palmatria.

    Dar o dito pelo no dito.

    De graa nada funciona, at em relgio tem que se dar corda.

    De gro em gro a galinha enche o papo.

    De mdico e louco todo mundo tem um pouco.

    De moeda em moeda se faz uma fortuna.

    De tosto por tosto chega-se ao milho.

    Deixe o mar pegar fogo pra gente comer peixe frito.

    Dentro de voc existe um gnio, desperte-o!

    Depois da tempestade sempre vm a bonana.

    Depois dessa no precisa falar mais nada.

    Desgraa pouco bobagem.

    Dessa at Deus duvida.

    20

  • Devagar se chega ao longe.

    Deu com os burros na gua.

    Deus ajuda quem cedo madruga.

    Deus cochila, mas no dorme.

    Deus cura e o mdico manda a conta.

    Deus d e deus toma.

    Deus d o frio conforme o cobertor.

    Deus escreve certo por linhas tortas.

    Deus tem mais para dar que o diabo para tirar.

    Dia de muito, vspera de pouco.

    Dias melhores viro.

    Dinheiro no trs felicidade.

    Do boi s se perde o berro.

    Do tempo em que se amarrava cachorro com lingia.

    Dormiu o sono dos justos.

    21

  • E a realidade nua e crua.

    aqui que o couro come e ningum sabe.

    como cavalo manso que s serve para ir missa.

    dando que se recebe.

    dito e feito.

    dos carecas que elas gostam mais.

    farinha do mesmo saco.

    igual a casamento, comea no paraso e termina na

    consolao.

    inocente at que se prove o contrrio.

    melhor no cutucar a ona com vara curta.

    melhor prevenir do que remediar.

    melhor ter perdido um grande amor do que nunca ter

    amado.

    na necessidade que se conhece o amigo.

    o fim da picada.

    22

  • o pulo do gato.

    preciso subir de novo no cavalo.

    prefervel cantar desafinado que chorar no tom certo.

    s a ponta do iceberg.

    tudo ou nada.

    Eleies na terra tempo de guerra.

    Em boca de quem no presta, quem bom no tem valia.

    Em boca fechada no entra mosca.

    Em briga de marido e mulher, ningum mete a colher.

    Em casa de ferreiro, espeto de pau.

    Em dia de Vitria ningum fica cansado.

    Em poltica tudo possvel.

    Em riu que tem piranha, jacar nada de costas.

    Em terra onde no h carne, urubu frango.

    Enquanto tu buscas o doce, j comi o melado.

    Ensinando padre a rezar missa.

    23

  • Entre a cruz e a caldeirinha.

    Entrou com a bola e tudo.

    Escreveu e no leu, o pau comeu.

    Esperando a banda passar.

    Espinha no nariz amor feliz.

    Esta com uma pulga atrs da orelha.

    Esse atravessa o mar com um punhado de acar na mo e

    chega do outro lado com acar na mo.

    Eu tenho um santo o que me falta o feriado

    24

  • FFaz das tripas ao corao.

    Falou no diabo apareceu o rabo.

    Falou pouco e disse tudo.

    F em Deus e p na tbua.

    Fecha-se uma porta abre-se uma janela.

    Feito com a prata da casa.

    Felicidade de pobre dura pouca.

    Feliz como uma criana.

    Feliz era Ado que no tinha sogra e nem caminho.

    Fevereiro tem 28 dias. o ms que as mulheres falam

    menos.

    Fez fama deitou na cama.

    Fez o gol que Pel no fez.

    Fez um negcio da China.

    Fica o dito pelo no dito.

    25

  • Fica os dedos vo-se os anis.

    Fica pra l de Bagd.

    Fico aqui comprando bobo e vendendo pasmado.

    Filho de peixe peixinho .

    Foge como o diabo foge da cruz.

    Foi o boi com a corda toda.

    26

  • GGato escaldado tem medo de gua fria.

    Gato que usa luva no pega ratos.

    Galinha e costela, unha nela.

    Ganhars o po com o suor do seu rosto.

    Gente ruim como dor de dente: quanto mais se presta

    ateno nela, mais incomoda.

    Gosto, cor e amor no se discute.

    27

  • HH sempre um chinelinho velho para um pezinho doente.

    Hoje o amanh que tanto nos preocupava ontem.

    Homem que casa com mulher farreia tem sempre um dinheiro

    pra feira.

    28

  • IIsso conversa pra boi dormir.

    29

  • J

    J que ta no inferno no custa abraar o diabo.

    J que o amor cego, o importante apalpar.

    Jacar muito tempo parado vira bolsa de madame.

    Jogar verde pra colher maduro.

    Jogo de campeonato, bola pro mato.

    Jogo coisa do diabo.

    Julga-se pelas aes e no pela conta no banco.

    Juntou a fome com a vontade de comer.

    30

  • LL onde Judas perdeu as botas.

    L onde o vento fez a curva.

    Ladro endinheirado, no morre enforcado.

    Ladro que rouba ladro tem cem anos de perdo.

    Levou a vida na flauta.

    Loucura breve, longo o arrependimento.

    31

  • MMacaco bom no mete a mo em cumbuca.

    Macaco velho no pe a mo em cumbuca.

    Macho no come mel, chupa abelha.

    Me a que cria.

    Mais amassado que tomate em fim de feira.

    Mais comprida que esperana de pobre.

    Mais bonita que mulher de msico.

    Mais gasto que sapato de carteiro.

    Mais perdido do que filho de puta em Dia dos Pais.

    Mais perdido do que sego em tiroteio.

    Mais perdido do que surdo em bingo.

    Mais perdido do que cachorro em mudana.

    Mais quebrado que arroz de terceira.

    Mais srio que cachorro em canoa.

    Mais vale um gosto que um vintm.

    32

  • Malandro o gato que nasce de bigode.

    Manda quem pode obedece quem tem juzo.

    Mantenha seus amigos por perto e seus inimigos mais perto

    ainda.

    Matou dois coelhos com uma cajadada s.

    Melhor que dar o peixe ensinar a pescar.

    Melhor prevenir do que remediar.

    Mente como um caador.

    Mentir para si mesmo a pior mentira.

    Mentira tem perna curta.

    Mesma coisa um caminho cheio de Japons.

    Mestre no quem sempre ensina, mas tambm quem

    aprende.

    Meteu a boca no trombone.

    Minha av foi pega a cachorro.

    Morrer sem ver vov.

    Morreu, antes ele do que eu.

    33

  • Morro abaixo todo santo ajuda.

    Muito ajuda quem no atrapalha.

    Mulher, cachaa e bolacha, em todo lugar se acha.

    Mulher como esta igual a melancia, no s um que come.

    Mulher como filme, s se revela no escuro.

    Mulher no volante perigo constante.

    34

  • NNa guerra nem sempre a verdade deve ser dita.

    Na natureza nada se perde tudo se transforma.

    Na paz se negocia, na trgua se espera, e na guerra guerra.

    Na vida assim: uns armam o circo, outros batem palma.

    Nada como um dia aps o outro.

    Nada impossvel, at que algum duvide e prove o

    contrrio.

    Nada est no intelecto que no tenha passado antes pelos

    sentidos.

    No adianta chorar o leite derramado.

    No adianta fazer ccegas em defunto.

    No conte com o ovo antes da galinha.

    No da pra abraar o mundo com as pernas.

    No deixe para amanh o que voc pode resolver hoje.

    No nem um bicho de sete cabeas.

    No existe mulher feia existe mulher descuidada.

    35

  • No existe mulher feia, voc que bebeu pouco.

    No fede nem cheira.

    No h juiz mais justo e mais severo do que o Tempo.

    No h legado to rico quanto a honestidade.

    No h mal que dure cem anos.

    No h mdico para o medo.

    No h domingo sem missa e segunda sem preguia.

    No queira ser bravo, quando basta ser inteligente.

    No quero meu nome em bocas de Matildes.

    No quero saber se mulher velha no jantou.

    No se conversa de corda em casa de enforcado.

    No se julga um livro pela capa.

    No se troca amor velho por amor novo.

    No ter tempo nem para se coar.

    Negcios so negcios, amizade parte.

    Negro de alma branca.

    36

  • Nem que a vaca tussa.

    Nem s de po vive o homem.

    Nem tanto ao cu nem tanto a terra.

    Nem tanto terra nem tanto ao mar.

    Nesta vida nada to certo quanto a morte e os impostos.

    Ningum profeta na sua prpria terra.

    Ningum to pobre que no possa dar e to rico que no

    possa receber.

    No final tudo d certo.

    No fritar dos ovos.

    37

  • OO apressado, come cru.

    O amor cego.

    O amor um crime que no pode ser realizado sem

    cmplice.

    O azar sempre vem de trs.

    O bbado bebe por que quer, o alcolatra bebe por que

    precisa.

    O bem que fizermos hoje, ser nossa alegria amanh.

    O co o melhor amigo do homem.

    O descontentamento o primeiro passo na evoluo de um

    homem ou de uma nao.

    O dinheiro compra po, mas no compra gratido.

    O dinheiro fala mais alto.

    O diabo tanto quis concertar o olho do filho que acabou

    furando.

    O fregus que manda.

    O fregus tem sempre a razo.

    38

  • O futuro a deus pertence.

    O gato comeu a lngua.

    O grande trunfo da vitria saber esperar por ela.

    O invejoso emagrece s de ver a gordura alheia.

    O jogo s termina quando o juiz apita.

    O maior engole o menor.

    O olho do dono que engorda o boi.

    O pnis endurece e o crebro amolece.

    O pior cego o que no quer ver.

    O prevenido morreu de velho.

    O primeiro cliente do dia encrenca.

    O que bonito para ser visto.

    O que no mata engorda.

    O que no nos mata s nos fortalece.

    O que no se tem dentro de casa, acha-se fora.

    O que o diabo tira Deus d em dobro.

    39

  • O que os olhos no vem o corao no sente.

    O que seria do verde se todos s gostassem do amarelo.

    O que vale a inteno.

    O seguro morreu de velho.

    O silncio um amigo que no trai nunca.

    O ltimo a chegar mulher do Padre.

    O nico coiote bom o coiote morto.

    O universo est escrito em linguagem matemtica.

    Os miserveis no tem outro remdio a no ser a esperana.

    Onde h muitas bundas faltam bancos.

    Onde passa um boi passa uma boiada.

    Onde tem o amor tem o perdo.

    Os mais velhos primeiro.

    Os melhores navegantes so aqueles forjados pelas piores

    tempestades.

    Ou oito ou oitenta.

    40

  • PPai quem cria.

    Pai fazendeiro, filho doutor, neto pescador.

    Panela velha que faz comida boa.

    Po de pobre sempre cai com a parte da manteiga virada para

    baixo.

    Para morrer, basta estar vivo.

    Para quem no sabe aonde vai no h ventos favorveis.

    Para saber mandar preciso saber fazer.

    Para um bom entendedor meia palavra basta.

    Passarinho que madruga o que pega mais minhoca.

    Passarinho que voa com morcego amanhece de cabea para

    baixo.

    Pau para toda a obra.

    Pau que nasce torto morre torto.

    Pedir faz bem para a alma.

    Pedra que muito rola no cria limo.

    41

  • Pense enquanto no souber executar.

    Perdoa o seu inimigo. Mas no o confunda com um amigo.

    Perigoso como revlver na mo de macaco.

    Pescador que dorme no pega peixe.

    Pimenta no rabo dos outros refresco.

    Pobre como cachimbo, nasceu pra levar fumo.

    Por falta de um grito vai-se embora uma boiada.

    Por cima flores e renda por baixo Deus que nos defenda.

    Pra bom entendedor, piscada de olho mandado.

    Prevenir o melhor remdio.

    42

  • QQuando a cabea no pensa o corpo padece.

    Quando a carroa anda que as melancias se ajeitam.

    Quando a esmola demais o santo desconfia.

    Quando a galinha boa o pinto cresce.

    Quando algum evolui, evolui tudo que est a sua volta.

    Quando falar cuida para que suas palavras sejam melhores

    que o silncio.

    Quanto maior a nau, maior a tormenta.

    Quanto maior o homem maior a queda.

    Quando o estudante est pronto o mestre aparece.

    Quando o machado entrou na floresta, as rvores disseram: o

    cabo dos nossos!

    Quando o gato sai o rato faz a festa.

    Quando um no quer, dois no brigam.

    Quem ama o feio bonito lhe parece.

    Quem aposta come bosta.

    43

  • Quem cala consente.

    Quem caminha em direo da luz, no tem tempo de observar

    o que se passa nas trevas.

    Quem casa no pensa, quem pensa no casa.

    Quem casa quer casa.

    Quem cedo madruga, no pega nibus lotado.

    Quem chega sedo bebe gua da fonte.

    Quem com o ferro fere com o ferro ser ferido.

    Quem conta com a panela alheia, arrisca-se a ficar sem ceia.

    Quem de casa sempre aparece.

    Quem escuta atrs da porta ouve o que no quer.

    Quem espera sempre alcana.

    Quem fala de mais d bom dia a cavalo.

    Quem fala dos seus fala de si.

    Quem morre descansa.

    Quem muito escolhe acaba sendo escolhido.

    Quem muito quer nada consegue.

    44

  • Quem muito quer saber, pouco tem a fazer.

    Quem muito trabalha no tem tempo de ganhar dinheiro.

    Quem nasce para cangalha nunca chega a ser cela.

    Quem nasce para caramujo nunca ser scargo.

    Quem no arrisca no petisca.

    Quem no visto no lembrado.

    Quem no erra no aprende.

    Quem no faz sacrifcios, no alcana benefcios.

    Quem no tem co caa com gato.

    Quem no tem co no gasta com veterinrio.

    Quem no tem competncia no se estabelece.

    Quem nunca comeu melado na primeira vez se lambuza.

    Quem nunca sonha acaba ficando louco.

    Quem pode mais chora menos.

    Quem primeiro sentiu por baixo saiu.

    Quem quer agradar a todos acaba no agradando a ningum.

    45

  • Quem ri por ltimo, ri melhor.

    Quem tm boca vai a Roma.

    Quem tm hemorridas e dinheiro nunca diz que tem.

    Quem tm pressa, posa.

    Quem tem telhado de vidro no atira pedra no vizinho.

    Quem tudo quer nada consegue.

    46

  • RReaja com inteligencia mesmo a um tratamento no

    inteligente.

    Recordar viver.

    Ri por ltimo quem ri melhor.

    Rico ri a toa.

    47

  • SSanto de casa no faz milagre.

    Se cair, do cho no passa.

    Se conselho fosse bom no se dava, vendia.

    Se faz de porco vesgo pra comer em dois coxos.

    Se faz de bobo pra comer do doce.

    Se forte na adversidade; modesto na prosperidade.

    Se meu fusca fala-se.

    Se no se estragar na castrao.

    Se no se pode falar bem de uma pessoa melhor que no se

    diga nada.

    Se no se pode falar bem de uma pessoa melhor que no se

    diga nada.

    Se no pode venc-los, junte-se a eles.

    Se queres queres se no queres diz .

    Seja dono da sua boca, para no ser escravo de suas palavras!

    S feio quem quer.

    48

  • S no erra quem no faz nada.

    S no ta morto quem peleia.

    S tu e a torcida do Flamengo.

    Sogra no parente castigo.

    Sogra rica e porca gorda, s do lucro quando morrem.

    Sol e chuva casamento de viva, chuva e sol casamento de

    espanhol.

    Solteiro, livre e desimpedido.

    Suspende o veterinrio que o porco deu sinal de vida.

    49

  • Tristeza no paga dvida.

    Tudo em seu tempo.

    Tudo o que de mais faz mal.

    Tudo que sobe desce.

    Tudo que vem tem volta.

    Tudo tem sua hora.

    Tudo tem um preo.

    51

  • TTa na ponta da lngua.

    Ta puxando brasa para o seu assado.

    Tacou lenha na fogueira.

    Tem medo, mas no tem respeito.

    Tem que matar um leo todo dia.

    Tem que ver para crer.

    Tempo das vacas gordas.

    Tempo das vacas magras.

    Time que est vencendo no se meche.

    Tiro dado, bugio deitado.

    Toda brincadeira tem um fundo de verdade.

    Todo bbado tem uma histria para contar.

    Todo cuidado pouco.

    Todos os caminhos levam a Roma.

    Tristeza de uns, alegria de outros.

    50

  • UUm chato nunca perde o seu tempo, perde sempre o dos

    outros.

    Um dia a casa cai.

    Um homem prevenido vale por dois.

    Um homem prudente vale mais que dois valentes.

    Um por todos e todos por um.

    Um problema bem colocado esta meio resolvido.

    Um raio no cai duas vezes no mesmo lugar.

    Um retrato vale mais que mil palavras.

    Uma andorinha sozinha no faz vero.

    Uma vela nada perde, com sua chama, se acende outra que

    est apagada.

    Urubu na guerra galinha.

    52

  • VVale tudo na guerra e no amor.

    Vamos dividir o po.

    Vai chover canivete.

    Vai chover de cachorro beber gua de p.

    Vai ver se estou na esquina.

    Vassoura nova varre bem.

    Vende at casa pegando fogo.

    Vi com esses olhos que a terra h de comer.

    Vinho quanto mais velho melhor.

    Visitas sempre do prazer. Se no na chegada, ao menos na

    sada.

    Vitamina C e cama.

    Vivendo e aprendendo.

    Viver de graa mais barato.

    Voc o que voc come.

    53

  • Voc o que voc pensa.

    Voc o que voc vive.

    Vontade como prostituta, na hora que vem d e passa.

    ...

    54

  • Pgina 1Pgina 2Pgina 3Pgina 4Pgina 5Pgina 6Pgina 7Pgina 8Pgina 9Pgina 10Pgina 11Pgina 12Pgina 13Pgina 14Pgina 15Pgina 16Pgina 17Pgina 18Pgina 19Pgina 20Pgina 21Pgina 22Pgina 23Pgina 24Pgina 25Pgina 26Pgina 27Pgina 28Pgina 29Pgina 30Pgina 31Pgina 32Pgina 33Pgina 34Pgina 35Pgina 36Pgina 37Pgina 38Pgina 39Pgina 40Pgina 41Pgina 42Pgina 43Pgina 44Pgina 45Pgina 46Pgina 47Pgina 48Pgina 49Pgina 50Pgina 51Pgina 52Pgina 53Pgina 54Pgina 55Pgina 56