94º Ed. Jornal Desenbahia

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição de nº 94 do Jornal Desenbahia.

Text of 94º Ed. Jornal Desenbahia

  • Reduo de juros incentiva novos investimentosA Desenbahia reduziu as taxas de juros e ampliou prazos de suas principais linhas de financiamento ao empresariado baiano.

    O objetivo incentivar e impulsionar no-vos projetos de investimentos nos setores industriais, no comrcio e servios. Para

    investimento fixo como construo, am-pliao ou compra de mquinas e equi-pamentos, as micro e pequenas empresas

    baianas agora contam com taxas a partir de 4,5% ao ano (antes os custos eram de 7%). Os prazos para pagamento chegam

    a 12 anos, com at trs anos de carncia.

    (veja os detalhes no quadro abaixo).

    As condies tambm valem para o finan-ciamento de taxas de franquias, no caso

    de implantao de empreendimentos aqui

    na Bahia. Para empresas de grande porte,

    localizadas no semirido, os juros caram

    de 8% ao ano para 5,5%. Atravs da linha

    de crdito PRODESE SADE, hospitais

    e clnicas em todo o estado tambm sero

    beneficiados com a reduo dos custos, fa-cilitando a ampliao e modernizao de

    suas estruturas fsicas para atendimento

    populao.Os empresrios do setor rural

    foram contemplados com ampliao do

    limite de financiamento de R$ 5 milhes

    para R$ 10 milhes. A agricultura baiana

    poder contar com novas colheitadeiras,

    tratores ou sistemas de irrigao financia-dos a taxas reduzidas, a partir de 3,5 % ao ano (mais detalhes na pgina 4).

    O Diretor da Desenbahia, Jos Ricardo

    Santos, explica que o aumento da oferta

    de crdito, com taxas de juros atrativas, um forte incentivo para a elevao da pro-dutividade das empresas. A obteno de

    financiamento permite que o empresrio

    execute seu plano de investimento, o que

    possibilita, por exemplo, a adoo de no-vas tecnologias que elevem sua capacida-de de produo. O crdito da Desenbahia

    fundamental para a expanso de novos

    negcios, explicou.

    Ano 11 - N94 / Janeiro de 2013

    Desenbahia reduz taxas para impulsionar projetos de ampliao e modernizao das empresas baianas

  • Jornal Desenbahia Ano 11 - N94 / Janeiro de 2013

    Expediente / Informativo editado pela Gerncia de Comunicao e Marketing (GCM) da Desenbahia faleconosco@desenbahia.ba.gov.br www.desenbahia.ba.gov.br Telefone: 71 3103-1061 Ouvidoria: 0800 284 0011Presidente: Aristteles Alves de Menezes Jnior. Diretores: Jos Ricardo Santos, Vitor Lopes e Marcelo Sampaio Oliveira. Presidente do Conselho de Administrao: Luiz Alberto Petitinga. Gerente de Comunicao: Oldack Miranda Apoio: Aline Oliveira, Janete Paim, Leornardo Santos e Olvia Maciel. Edio: Luciano Atade (Jornalista - 11766 DRT). Programao Visual: Welson Costa. Impresso: Soofset. Tiragem: 15 mil exemplares. A Desenbahia filiada Associao Brasileira de Instituies Financeiras de Desenvolvimento (ABDE).

    Em 2012, as liberaes da Desenbahia atin-giram nova marca histrica: R$561 mi-lhes, o que corresponde a um aumento de

    aproximadamente 55% no volume de ope-raes em relao ao ano anterior. Foram

    18.211 operaes de crdito que contribu-ram para criao ou manuteno de cerca

    de 28 mil postos de trabalho.

    Do total de liberaes, R$ 239,9 milhes fo-ram disponibilizados para o interior do es-tado, representando um incremento de 65,9

    % em relao ao ano de 2011. O Fundo de

    Desenvolvimento Social e Econmico da

    Bahia (FUNDESE) permaneceu como fon-te principal de liberao de recursos para

    as operaes da Desenbahia ao propiciar cobertura para 73,2% do total.

    De 2010 a 2012, a Desenbahia dobrou sua

    carteira de crdito, como destaca o presi-dente Aristteles Menezes. Os nmeros

    aqui apresentados demonstram que est

    sendo feito um grande trabalho. Agradece-mos o empenho e dedicao dos emprega-dos e parceiros institucionais e ressaltamos a necessidade de aperfeioamento contnuo,

    bem como dos nossos processos na busca de resultados ainda melhores. Iremos avan-ar nos aspectos operacionais e tecnolgi-cos, para oferecer mais agilidade na anlise

    dos processos, destaca. O fortalecimento

    do apoio s prefeituras outro aspecto rele-vante para a Desenbahia. As liberaes para

    os municpios atingiram no ano de 2012 o

    montante de R$ 45,5 milhes.

    Em 2012, o microcrdito contou com

    25.885 operaes de financiamento no va-lor total de R$ 57,83 milhes. Do montante

    geral, R$ 32,09 milhes foram realizados

    atravs de operaes de financiamento di-reto aos empreendedores, por meio dos 167

    postos de atendimento do programa Credi-bahia. Os repasses efetuados s instituies

    operadoras de microcrdito na Bahia foram responsveis pela aplicao de R$ 25,74

    milhes que beneficiaram mais de 11.500

    empreendedores do Estado.

    Liberaes alcanam marca histrica: R$ 561 milhes Desenbahia fecha 2012 com aumento de 55% em suas operaes de financiamento ao empresariado

    MAIS NMEROS 2012

    EVOLUO - DESENBAHIA

    74,9milhesfoi o volume de crdito para as micros, pequenas e mdias empresas

    65,9%de incremento das liberaes definanciamento para o interior

    28.161 postos de trabalho criados ou mantidos com o apoio do crdito da Desenbahia.

    Comrcio e Servio 67%R$378 milhes

    Indstria 13,9%R$78,2 milhes

    Rural 9,7%R$54,6 milhes

    Prefeituras 8,9%R$50 milhes

    2012 POR SETORES

  • Jornal Desenbahia Ano 11 - N94 / Janeiro de 2013

    A Desenbahia completou 2012 com um

    novo recorde, elevando em mais de 50% o

    volume total de liberaes de financiamen-to ao empresariado baiano (veja nmeros

    completos na pgina 2). A meta de longo

    prazo dobrar a carteira de crdito, com trabalho e empenho da Diretoria de Neg-cios e seu novo diretor Vitor Lopes. Para

    ele, a Agncia de Fomento ir expandir sua

    atuao atravs da participao em grandes

    projetos estruturantes em andamento no es-tado e tambm com adoo de novas tec-nologias para oferecer mais velocidade no processo de concesso de financiamento.

    Desta maneira, poderemos contribuir cada

    vez mais para o desenvolvimento econmi-co com incluso social, que o projeto do

    governo Jaques Wagner. Leia abaixo os

    principais trechos da entrevista.

    Nestes ltimos anos, quais foram as prin-cipais aes e produtos desenvolvidos pela Desenbahia?Existe aqui um portflio de linhas de crdito

    que j atende bem aos empresrios baianos.

    A ideia estar permanentemente em pro-cesso de aprimoramento. A economia est

    mudando e necessrio que esse portflio

    esteja adequado a essa nova dinmica. Al-gumas linhas j esto adequadas s novas

    prticas de mercado. Ser mais agressivo

    exige que se prospectem demandas, enten-der o cenrio, e pensar sempre frente. A

    meta desta Diretoria de Negcios estrei-tar os laos com o governo estadual e suas secretarias, para trazer novos negcios para a instituio e assim estar alinhada ao Pla-nejamento Estratgico do Estado. A ao

    comercial da Desenbahia ganha destaque

    com a criao da Gerncia Comercial, mais

    agressiva e proativa, para estar prospectan-do negcios na capital, regio metropolita-na e, principalmente, no interior do estado.

    O que diferencia a Desenbahia das ou-tras instituies financeira?

    A Desenbahia uma Agncia de Fomen-to e como tal conta com uma composio

    de funding que a permite ter taxas de juros

    Crdito para impulsionar novos negcios na BahiaNovo Diretor de Negcios afirma que a Desenbahia expandir oferta de crdito com novos projetos e tecnologia

    atraentes e condies de crdito bem com-petitivas diante das praticadas pelo mercado.

    Outro fator interessante que por ser uma

    instituio financeira estatal, a Desenbahia

    tem toda sua governana sediada em um mesmo lugar, com deciso local, o que torna

    todo o processo mais gil. Nossa tendncia

    em breve ter esse processo ainda mais r-pido, j que uma das metas do Planejamento

    Estratgico da Desenbahia promover a di-namizao tecnolgica da Agncia, com isso

    objetivamos otimizar ainda mais o processo de concesso de crdito.

    Qual o papel da Desenbahia no atual contexto econmico da Bahia?H grandes projetos de investimento em

    andamento em nosso estado. Neste contex-to, a Desenbahia tem duas formas de atua-

    o: uma como financiadora das empresas

    que esto se instalando nos novos setores

    econmicos; a segunda, oferecendo todo o

    trabalho de engenharia financeira atravs

    da Superintendncia de Estruturao de

    Projetos. So duas formas importantes e

    distintas de atuao, mas ao mesmo tempo

    complementares. A Agncia expandir suas

    operaes de forma mais agressiva, buscando os diversos segmentos que esto se desenvol-vendo no atual cenrio econmico baiano,

    onde se tem grandes investimentos de pro-jetos em reas como: naval, energia elica,

    minerao. Poderemos contribuir para o xito

    desses projetos.

    Como o cliente da Desenbahia ir perce-ber as transformaes previstas no Plane-jamento Estratgico?O foco no cliente uma das metas do Plano

    Estratgico. Com isso, objetivamos estar

    trabalhando com o cliente para melhorar e dinamizar o atendimento da Desenbahia para que assim possamos encurtar o mxi-mo possvel os prazos, acelerar os proces-sos e melhorar a qualidade do atendimento

    ao cliente.

    ENTREVISTA VITOR LOPES

    Iremos acelerar o processo de concesso

    de crdito para os empresrios

    Luci

    ano

    Ata

    de

    / GC

    M

  • Jornal Desenbahia Ano 11 - N94 / Janeiro de 2013

    A Assembleia Geral da Associao Brasileira de Instituies Financeiras de Desenvolvimento (ABDE), realizada em dezembro teve como destaque a eleio de novos membros de sua Diretoria. O presidente da Desenbahia, Aristteles