Alfabetizao e Letramento Na Infancia

  • View
    35

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Alfabetizao e Letramento Na Infancia

Alfabetizao e Letramento na infncia

BOLETIM 09 JUNHO 2005

SUMRIO

PROPOSTA PEDAGGICA ALFABETIZAO E LETRAMENTO NA INFNCIA (A CRIANA DE SEIS ANOS NO ENSINO FUNDAMENTAL) ........................................................................................................................................................ 03Ceris Ribas da Silva

PGM 1

OS FUNDAMENTOS DA PRTICA DE ENSINO DA ALFABETIZAO E DO LETRAMENTO PARA AS CRIANAS DE SEIS ANOS .................................................................................................................. 07 A poltica de incluso de crianas de seis anos na escola e sua repercusso no ensino da leitura e da escritaCeris Ribas da Silva

PGM 2

CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NOS PROCESSOS DE ALFABETIZAO E LETRAMENTO DE CRIANAS DE SEIS ANOS ....................................................................................... 13 Crianas de seis anos no Ensino Fundamental: o que ensinar sobre a leitura e a escritaDelaine Cafieiro

PGM 3

INSTRUMENTOS DE AVALIAO DIAGNSTICO E PLANEJAMENTO ............................................ 20 A funo da avaliao diagnstica no planejamento das prticas de alfabetizao e letramentoCeris Ribas da Silva Maria Lucia Castanheira

PGM 4

FORMAS DE ORGANIZAO DO TRABALHO DE ALFABETIZAO E LETRAMENTO .............. 28Isabel Cristina Alves da Silva Frade

PGM 5

ALFABETIZAO E LEITURA LITERRIA .......................................................................................... 42 A leitura literria no processo de alfabetizao: a mediao do professorAparecida Paiva

ALFABETIZAO E LETRAMENTO NA INFNCIA.

2

PROPOSTA PEDAGGICA

Alfabetizao e Letramento na infncia (a criana de seis anos no Ensino Fundamental)Ceris Ribas da Silva 1

No ano de 2004, foi institudo o Ensino Fundamental de nove anos, determinando o atendimento da criana de seis anos nas sries iniciais dessa etapa da escolaridade bsica em diversos estados do pas. Este atendimento foi adotado como meta educacional nas polticas pblicas.

A antecipao da entrada das crianas na escola pblica exige a reviso do projeto pedaggico para o ensino nas sries iniciais, o que impe desafios aos profissionais da educao que atuam nas escolas, particularmente no que diz respeito aos processos de alfabetizao e letramento.

No contexto dessas mudanas, muitos professores, especialistas e gestores de escolas devem estar se perguntando: Que implicaes a entrada de crianas de seis anos na escola fundamental traz para a organizao dos processos de ensino da leitura e da escrita em sala de aula? Que capacidades devem ser desenvolvidas nesse primeiro ano da escolaridade? Deve-se ou no alfabetizar as crianas de seis anos? Em caso positivo, como organizar propostas de ensino que contribuam efetivamente para o desenvolvimento das capacidades lingsticas envolvidas no processo de aquisio da linguagem escrita?

Diante dessas interrogaes, uma primeira reflexo que precisa ser feita pelos profissionais das escolas a de que, com o ingresso de crianas de seis anos, o projeto pedaggico das escolas precisa ser re-elaborado, elegendo o problema da alfabetizao inicial como um dos eixos centrais dessa proposta. Isso significa que as redes de ensino e as escolas precisam definir quais so as capacidades mnimas a serem atingidas em diferentes momentos das sries iniciais, tendo como ponto de partida desse trabalho as classes de alunos de seis anos. Para tratar dessas temticas, os textos de SILVA e CAFIEIRO procuram abordar as questes que envolvem o projeto pedaggico das escolas e a organizao curricular das prticas de ensino. O texto de SILVA analisa como a entrada de crianas de seis anos na escola precisa ser interpretada, pelas polticas educacionais dos sistemas de ensino, como uma oportunidade para oferecer mais tempo e condies para que os alunos possam vencer as etapas necessrias aprendizagem da leitura e da escrita. Isso significa, objetivamente, repensar o projeto pedaggico das escolas, a estrutura do currculo, a organizao

ALFABETIZAO E LETRAMENTO NA INFNCIA.

3

dos tempos e espaos de aprendizagens. Procurando definir, no campo do ensino, essas questes, o texto de CAFIEIRO Crianas de seis anos no Ensino Fundamental: o que ensinar sobre a leitura e a escrita? apresenta os eixos considerados fundamentais para a organizao das prticas de alfabetizao e letramento (compreenso e valorizao da cultura escrita; apropriao do sistema de escrita; leitura; produo de textos; desenvolvimento da oralidade), oferecendo ao professor alfabetizador pontos para refletir sobre sua prtica pedaggica, em funo de metas e de atividades bem delimitadas.

Outro aspecto importante na re-elaborao dos projetos pedaggicos das escolas a definio de instrumentos compartilhados para diagnosticar e avaliar os alunos e o trabalho que realizado. O texto de SILVA e CASTANHEIRA faz uma reflexo de como importante a escola definir quais so os patamares mnimos de aprendizagem numa srie ou ciclo, bem como a necessidade de se estabelecerem formas de diagnstico dos conhecimentos adquiridos pelas crianas, para que o professor possa orientar a definio desses patamares, alm de desenvolver processos de interveno que assegurem o avano das aprendizagens dos alunos.

Finalmente, h que se pensar em metodologias de ensino que articulem a alfabetizao e o letramento dos alunos. Isso porque os procedimentos metodolgicos precisam assegurar resultados positivos para a aprendizagem das crianas, sempre considerando as especificidades do desenvolvimento infantil nessa faixa etria. Nessa perspectiva, a questo metodolgica passa a ter um peso importante nas prticas de alfabetizao, no sentido de se buscar um equilbrio entre as diferentes perspectivas terico-metodolgicas que informam o processo de aquisio da leitura e da escrita, articuladas aos conhecimentos e capacidades que se pretende ensinar. Essas questes so abordadas nos textos de FRADE e PAIVA. A primeira autora procura apresentar alguns indicadores para a organizao do trabalho de alfabetizao e letramento com crianas de seis anos. O texto aponta para a necessidade de se criar contextos significativos, trabalhando com temas de interesse e com o amplo mundo da escrita, que desafia as crianas a lidar com a diversidade de textos que elas j conhecem e outros que precisam conhecer, sem perder de vista os contedos propostos. O texto de PAIVA tambm aborda a questo metodolgica do letramento, problematizando a escolarizao da literatura e as relaes possveis entre a literatura e o leitor criana ou o leitor em formao. A autora ir defender que possvel, desde o incio da formao escolar, fazer um trabalho que respeite a relao artstica que o texto literrio pede ao leitor.

ALFABETIZAO E LETRAMENTO NA INFNCIA.

4

com o objetivo de refletir sobre essas questes que foi organizada esta srie de cinco programas para o programa Salto para o Futuro/TV Escola.

Temas que sero debatidos na srie Alfabetizao e letramento na infncia, que ser apresentada no programa Salto para o Futuro/TV Escola, de 6 a 10 de junho de 2005:

PGM 1 - Os fundamentos da prtica de ensino da alfabetizao e do letramento para as crianas de seis anos

As polticas de incluso das crianas de seis anos no Ensino Fundamental. As relaes entre a Educao Infantil e o Ensino Fundamental. Os conceitos de alfabetizao e letramento. A alfabetizao na Educao Infantil e no Ensino Fundamental que inclui a criana de seis anos: devese alfabetizar as crianas nessa idade? Quais so as implicaes metodolgicas das polticas de ampliao do Ensino Fundamental? Esses temas vo estar em discusso no primeiro programa desta srie.

PGM 2 - Conhecimentos e capacidades envolvidos nos processos de alfabetizao e letramento de crianas de seis anos

No segundo programa da srie, pretende-se abordar as capacidades lingsticas que devem ser ensinadas aos alunos em processo inicial de aprendizagem da leitura e da escrita: a compreenso e a valorizao da cultura escrita, a apropriao do sistema de escrita, a leitura, a produo de textos e o desenvolvimento da oralidade. As capacidades lingsticas e a educao integral da criana.

PGM 3 - Instrumentos de avaliao diagnstica e planejamento

O planejamento do processo de alfabetizao e letramento, a partir da elaborao e da realizao de uma avaliao diagnstica dos conhecimentos lingsticos j adquiridos pelos alunos de seis anos. Como articular a alfabetizao, o letramento e a educao integral da criana? Essas questes nortearo os debates no terceiro programa da srie.

ALFABETIZAO E LETRAMENTO NA INFNCIA.

5

PGM 4 Formas de organizao do trabalho de alfabetizao e letramento

O quarto programa visa debater a organizao de atividades de alfabetizao e letramento, considerando o contexto de significao e temas de interesses dos alunos: jogos e desafios, unidades com temticas do universo infantil, rotinas no cotidiano, espaos de leitura e de escrita e uso do livro didtico.

PGM 5 Alfabetizao e leitura literria

Os usos e apropriaes do texto literrio para crianas em processo de alfabetizao: as dimenses formativas da leitura literria e as contribuies ao processo de letramento. Estes so os temas em discusso no quinto e ltimo programa. Referncias bibliogrficas CEALE SEE-MG. Orientaes para a organizao do Ciclo Inicial de Alfabetizao. Caderno 2. Belo Horizonte, 2004. CEALE SEE-MG. Orientaes para a organizao do Ciclo Inicial de Alfabetizao. Caderno 3. Belo Horizonte, 2004. CEALE SEE-MG. A avaliao diagnstica na Alfabetizao. Caderno 5. Belo Horizonte, 2005. SILVA, Ceris S. R. & Monteiro, Sara M. Aspectos metodolgicos: procedimentos de ensino. In: Coleo Veredas, mdulo 5, v. 2, SEE-MG, Belo Horizonte, 2004.

Nota 1 Professora da Faculdade de Educao da UFMG; Pesquisadora do Centro de Alfabetizao, Leit