C‚MARA MUNICIPAL DE PAR DE MINAS C A D E R N O D E .As provas para todos os cargos ter£o dura§£o

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of C‚MARA MUNICIPAL DE PAR DE MINAS C A D E R N O D E .As provas para todos os cargos ter£o...

CMARA MUNICIPAL DE PAR DE MINAS

C A D E R N O D E P R O V A S

CADERNO

4 CARGO:

TCNICO EM INFORMTICA

PROVAS:

LNGUA PORTUGUESA

MATEMTICA / RACIOCNIO LGICO

LEGISLAO MUNICIPAL

CONHECIMENTOS ESPECFICOS

Leia, atentamente, as instrues gerais que se encontram no verso desta capa.

C O N C U R SO P B L I CO

E d i t a l 0 0 1 / 2 0 1 7

2

INSTRUES GERAIS:

1. Este caderno de provas contm um total de 40 (quarenta) questes obje-

tivas, sendo 10 de Lngua Portuguesa, 7 de Matemtica/Raciocnio Lgico,

8 de Legislao Municipal e 15 de Conhecimentos Especficos. Confira-o.

2. As provas para todos os cargos tero durao de, no mnimo, 1 (uma)

hora e, no mximo, de 4 (quatro) horas, includo o tempo destinado

transcrio de suas respostas no gabarito oficial e do texto definitivo da

Redao na folha prpria.

3. Respondidas as questes, voc dever passar o gabarito para a sua folha

de respostas, usando caneta esferogrfica azul ou preta.

4. Em nenhuma hiptese haver substituio da Folha de Respostas por erro

do candidato.

5. Este caderno dever ser devolvido ao fiscal, juntamente, com a folha de

respostas e o texto definitivo de sua Redao, devidamente preenchidos

e assinados.

6. Por motivo de segurana, os candidatos somente podero ausentar-se do

recinto de realizao das provas objetivas decorrida 1 (uma) hora do incio

de aplicao das mesmas.

7. Voc pode transcrever suas respostas na ltima folha deste caderno e a

mesma poder ser destacada.

8. A FUMARC divulgar as questes e os gabaritos das Provas Objetivas de

Mltipla Escolha no endereo eletrnico , no 2 (se-

gundo) dia til subsequente realizao das provas.

9. A comisso organizadora da FUMARC Concursos lhe deseja uma boa prova.

http://www.fumarc.com.br/

3

Prezado(a) candidato(a): Coloque seu nmero de inscrio e nome no quadro abaixo:

N de Inscrio Nome

ASSINALE A RESPOSTA CORRETA.

PROVA DE LNGUA PORTUGUESA

RAPIDINHO

Todos nos beneficiamos e nos orgulhamos das conquistas da vida mo-

derna, especialmente da crescente velocidade com que fazemos as coisas acon-

tecerem. Mudanas que antigamente levavam sculos para se efetivarem agora

podem ser realizadas em poucos anos, s vezes em poucos meses. Quando no

em poucas semanas, ou at em poucos dias. Nas sociedades tradicionais, as nor-

mas de conduta, as leis, os costumes, o modo de se vestir, os estilos artsticos

tinham uma extraordinria capacidade de perdurar. Tudo se modificava, claro,

mas sempre muito devagar. [...]

Na utilizao dos meios de comunicao, os mensageiros foram substitu-

dos pelo telgrafo eltrico, que cedeu lugar ao telgrafo sem fio, ao telefone,

televiso, ao fax, ao e-mail e s maravilhas da eletrnica contempornea. No

somos bobos, tratamos de aproveitar as possibilidades criadas por todos os novos

recursos tecnolgicos. Para que perder tempo? Se podemos fazer depressa o que

os nossos antepassados s conseguiam fazer devagar, por que no haveramos

4 de acelerar nossas aes? Um dos expoentes do esprito pragmtico da moderni-

dade, o americano Benjamin Franklin, j ensinava no sculo XVIII: Tempo di-

nheiro, time is money.[...]

Dedicamo-nos, ento, a uma frentica corrida contra os ponteiros do rel-

gio. Para sermos eficientes, competitivos, apressamos cada vez mais nossos mo-

vimentos. Samos de casa correndo para o trabalho, somos cobrados para dar

conta correndo de nossas tarefas e habituados corrida alimentamo-nos s

pressas (ah, a chamada fast food!), para depois voltarmos, correndo, para casa.

[...]

Impem-se, contudo, algumas perguntas: nas condies em que somos

mais ou menos obrigados a viver, no estaremos, de qualquer maneira, pagando

um preo altssimo, mesmo se formos bons corredores e nos mostrarmos aptos

para vencer? Os ritmos que nos so impostos e que aguam algumas das nossas

faculdades no resultam, ao mesmo tempo, num empobrecimento de alguns as-

pectos importantes da nossa sensibilidade e da nossa inteligncia? A necessidade

de assimilar com urgncia as informaes essenciais para a ao imediata no

acarreta uma grave incapacidade de digerir conhecimentos sutis e complexos,

cheios de caroos e mediaes que, embora caream de serventia direta, so im-

prescindveis ao aprofundamento da minha compreenso da condio humana?

Uma reflexo que se sabe condenada a desenvolver-se num exguo prazo prede-

terminado no ser, inevitavelmente, superficial? O pensamento que se formula

rapidinho no tende a ser sempre meio oco? (Leandro Konder. In: O Globo,

29/08/96)

https://pt.linkedin.com/pulse/%C3%A0-luz-do-fil%C3%B3sofo-karine-gomes-moura

QUESTO 01

Sobre a constituio do texto, CORRETO afirmar que

(A) em alguns trechos, h interlocuo entre locutor e leitor.

(B) nele predomina a linguagem oral.

(C) o 1 pargrafo apresenta a ideia que ser desenvolvida ao longo do texto.

(D) o uso da 3 pessoa do singular predominante.

https://pt.linkedin.com/pulse/%C3%A0-luz-do-fil%C3%B3sofo-karine-gomes-moura

5

QUESTO 02

Todos os sentimentos abaixo esto presentes no texto, EXCETO:

(A) reflexo

(B) sarcasmo

(C) sensatez

(D) veracidade

QUESTO 03

So consequncias de Tempo dinheiro, EXCETO:

(A) A crescente velocidade com que fazemos as coisas acontecerem s nos traz

benefcios.

(B) Alimentamo-nos s pressas (ah, a chamada fast food!), para depois voltarmos,

correndo, para casa.

(C) Os ritmos que nos so impostos resultam, ao mesmo tempo, num empobreci-

mento de alguns aspectos importantes da nossa sensibilidade e da nossa in-

teligncia.

(D) Para sermos eficientes, competitivos, apressamos cada vez mais nossos mo-

vimentos.

QUESTO 04

Os termos destacados tm natureza adverbial, EXCETO:

(A) Mudanas que antigamente levavam sculos para se efetivarem [...].

(B) O pensamento que se formula rapidinho no tende a ser sempre meio oco?

(C) Quando no em poucas semanas, ou at em poucos dias.

(D) Um dos expoentes do esprito pragmtico da modernidade, o americano

Benjamin Franklin, j ensinava no sculo XVIII [...].

6

QUESTO 05

Todas as constataes abaixo podem ser feitas com base no texto, EXCETO:

(A) Ao acelerarmos nossas aes, conforme o pensamento de Benjamim Franklin,

tornamo-nos eficientes, competitivos, apressamos cada vez mais nossos mo-

vimentos, pagando um preo altssimo.

(B) Ao assimilarmos com urgncia as informaes essenciais para uma ao ime-

diata, deixamos de assimilar conhecimentos sutis e complexos que so im-

prescindveis ao aprofundamento da compreenso da nossa condio hu-

mana.

(C) Ao formularmos um pensamento rapidamente, a tendncia que ele seja mais

superficial.

(D) Ao refletirmos sobre um assunto num prazo curto e pr-determinado, a ten-

dncia de esta reflexo ser, inevitavelmente, superficial.

QUESTO 06

Com relao s regras de colocao do pronome oblquo, a posio do pronome

facultativa em:

(A) Dedicamo-nos, ento, a uma frentica corrida contra os ponteiros do relgio.

(B) Os ritmos que nos so impostos e que aguam algumas das nossas faculda-

des [...].

(C) Todos nos beneficiamos e nos orgulhamos das conquistas da vida moderna

[...].

(D) Uma reflexo que se sabe condenada a desenvolver-se num exguo prazo

predeterminado [...].

QUESTO 07

A concordncia nominal est CORRETA em:

(A) necessrio a ateno de todos para a leitura do texto.

(B) Ela tomou decises o mais sensatas possveis.

(C) Somente aps bastantes ameaas, ele arrumou o quarto.

(D) Quando a moa terminou de arrumar as malas, j era meio-dia e meio.

7

QUESTO 08

Analise as seguintes frases, observando o emprego dos sinais de pontuao:

I. O candidato impaciente espera o momento da prova.

II. O candidato, impaciente, espera o momento da prova.

III. O candidato, impaciente espera, o momento da prova.

IV. Impaciente, o candidato espera o momento da prova.

V. O candidato espera impaciente, o momento da prova.

As frases esto corretamente pontuadas apenas em:

(A) I, II e IV.

(B) I, III e IV.

(C) II e V.

(D) III e IV.

QUESTO 09

Leia o trecho abaixo, completando as lacunas corretamente:

Criptografia limita'

Questionado pelo TechTudo, o WhatsApp disse que trabalha de forma diligente

para reduzir o nmero de mensagens de spam no aplicativo. Porm, possvel que as

equipes no tenham acesso ao contedo da mensagem em razo da criptografia de ponta

___ ponta aplicada ao mensageiro e adotada em abril de 2016. "Nossas aes ficam de

certa maneira limitadas", informou ___ equipe de segurana do WhatsApp ___ redao.

Um contedo similar ao da nota enviada encontrado na pgina "Fique seguro no What-

sApp". Saiba como agir ao receber correntes, links maliciosos e falsas promessas de cu-

pons que podem ser golpes. Disponvel em: https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2017/09/golpes-de-wha