Casal arnolfini

  • View
    411

  • Download
    3

Embed Size (px)

Text of Casal arnolfini

  • Anlise da ObraCasal ArnolfiniAutor: Jan van EyckData:1434Tcnica: leo sobre tbuaDimenses: 82cm 60cmLocalizao: National Gallery, Londres

  • Os tamancos

  • Os tamancos espalhados pelo cho - eles vo descalos - representam o vnculo com o solo sagrado do lar e tambm so sinal de que se estava celebrando uma cerimnia religiosa. A posio dos sapatos tambm relevante: os de Giovanna, vermelhos, esto prximos cama; os de seu marido, mais prximos do mundo exterior. Naquele tempo se acreditava que pisar no cho descalo assegurava a fertilidade.

  • O Espelho

  • O espelho um dos melhores exemplos da minuciosidade microscpica alcanada por van Eyck (mede 5,5 centmetros e cada uma das cenas da paixo que o rodeiam mede 1,5cm), e enlaa com o seguinte assunto. Em torno do espelho, se mostram 10 das 14 estaes da Via Sacra (as paradas do caminho de Cristo at sua morte no Calvrio). Sua presena sugere que a interpretao do quadro deve ser crist e espiritual, alm de

  • testemunho legal do casamento, e recorda o sacrifcio que tm de suportar os esposos. Certamente estes pequenos espelhos convexos eram muito populares naquela poca; eram chamados bruxas, e eram usados para espantar a m sorte. Freqentemente se encontravam juntos das janelas e portas. Para que se saiba, esta a primeira vez em que se usa como recurso pictrico, a idia teve muito xito e foi imitada.

  • A assinatura do pintorPintor"Johannes van Eyck fuit hic 1434"

  • Os nicos que faltariam para completar a cerimnia do matrimnio, seriam o sacerdote e a testemunha, mas ambas as personagens aparecem refletidas no espelho, junto do casal: um clrigo e o prprio pintor, que atua como testemunha, e que, com sua assinatura, no s reclama a autoria do quadro como testifica a celebrao do sacramento: "Johannes van Eyck fuit hic 1434" (Jan van Eyck esteve aqui em 1434). O quadro seria, portanto, um documento matrimonial.

  • As mos do casal

  • Em primeiro lugar, a representao do casal, que antagnica e revela os diferentes papel que cumpre cada um no casamento. Atenta-se para o fato de se tratar duma sociedade de mais de 500 anos atrs, entre a Idade Mdia e a Idade Moderna: ele severo, bendiz ou, qui, jura (fides levata) - em qualquer caso, ostenta o poder moral da casa (potestas) - e segura com autoridade a mo de sua esposa (fides manualis), que inclina a cabea em

  • atitude submissa e pousa sua mo esquerda em seu avultado ventre, sinal inequvoco de sua gravidez (que no real), que seria sua culminncia como mulher.