Despertando para leitura

  • View
    1.210

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Despertando para leitura

1. Curso: Tecnologia na Educao: Ensinando e Aprendendo com as TIC Titulo: Anlise de recurso educacionais, planejamento e execuo de aula com material digital Unidade: III Prtica Pedaggica e Mdias Digitais Atividade: II Plano de Aula Sub-Tema: Utilizando Mdia Digital - TV Escola Cursista: Kassandra Cruz Tutora: Marilda da Cruz Sales Vaz Data: 29/09/20010 2. Plano de Aula 3. Escola Estadual Ana Amorim Turno: Vespertino Disciplina: Lngua Portuguesa Turma: 4 ano do Ensino Fundamental Contedo: Literatura Infantil Aula: Despertando para leitura Durao: 50 min. 4. A importncia de se estudar literatura esta relacionada a estimular os alunos trabalhar textos narrativos e descritivo, enfocando alguns elementos do texto como identificar os personagens contos de fadas. Assim levando as crianas a se divertirem com reflexo, modernista e assimilao de valores aprendendo a escrever de forma criativa as suas prprias historias. A INPORTANCIA DESTA AULA 5. EIXO NORTEADOR Desenvolvimento da leitura, escrita Reconhecer no texto lido o valor expressivo dos sinais de pontuao; Identificar no texto escrito,com o apoio do professor, os recursos utilizados pelo autor; 6. COMPETNCIAS: Ser capaz de compreender e utilizar- se de diversos gneros textuais. Valorizar as diferentes manifestaes da linguagem. Perceber as diferentes dimenses da leitura: o dever de ler, a necessidade de ler e o prazer de ler. Compreender e utilizar os recursos do sistema lingsticos na pratica de escrita e produo de textos orais e escrita. Ampliando sua capacidade discursiva no uso pblico da linguagem. 7. HABILIDADES: Identificar informaes explicita nos textos; Inferir o sentido de uma palavra ou expresso; Reconhecer a unidade temtica nos textos; Utilizar letra maiscula no incio de frase, de nomes prprios e de ttulos; Escrever de uso freqente que apresentam irregularidades ortogrficas; 8. CONTEDO: A historia da chapeuzinho vermelho; OBJETIVOS: Criar receptividade para a leitura do texto; Ampliao do universo vivencial do aluno; Identificao e relao de personagens do texto; Oportunizar o aluno a expressar suas idias em publico; Auxiliando a desinibio e a autoconfiana; Vivenciar a linguagem oral e gestual; Desenvolvimento da capacidade de observar, imaginar e cria; Compreenso e interpretao da mensagem do texto; 9. ESTRATGIAS E RECURSOS DA AULA Apresentar para os alunos a historia da Chapeuzinho Vermelho no Data Show,assim aguando a curiosidade do aluno; Criar um texto coletivo ser iniciado por eles; Leitura em conjunto; Solicitar que cada aluno crie seu prprio historia; 10. RECURSOS: Data Show Laboratrio de Informtica http://www.contandohistoria.com AVALIAO: Os alunos sero avaliados de acordo com a participao nas atividades propostas de leitura e interpretao. 11. Chapeuzinho Vermelho 12. Era uma vez . . .uma menina que morava com sua me numa casinha, perto de um bosque . - Minha filha, v levar este doces para a vov. - Mas tome cuidado, no para pelo caminho, nem fale com nenhum estranho. - Est bem, mame. Chapeuzinho Vermelho era o seu nome porque sempre usava uma capa e chapu vermelhos. Um dia, sua me fez deliciosos doces e os colocou dentro de uma cestinha. 13. Ao atravessar o bosque, encontrou um lobo que lhe perguntou: -Aonde vai, menina?- Minha av est adoentada, vou levar estes doces para ela. - Oh! Coitada, disse o lobo. - Leve tambm estas flores. O lobo chegou primeiro casa da vov. Deu um mao de flores a Chapeuzinho Vermelho,que agradeceu e seguiu caminho. 14. Fingindo ser a netinha, bateu na porta e foi recebido. Entrou no quarto engoliu a vov, vestiu suas roupas e deitou em sua cama. 15. A menina entrou e, ao ver a vov deitada, exclamou: - Que orelhas e olhos grandes! E o lobo respondeu: - So para te ouvir e ver melhor. E essa boca enorme?- para te engolir melhor, gritou o lobo, pulando da cama para agarr-la. Em seguida, chegou Chapeuzinho Vermelho. 16. Mas a menina foi mais rpida, saltou pela janela e desapareceu na floresta. Logo adiante, encontrou um lenhador a quem pediu ajuda. O lenhador entrou na casa da vov e lutou muito com o lobo malvado. Abriu-lhe a barriga com o machado e salvou a vov que saiu de l assustada. 17. O susto tinha passado e os trs juntos, o lenhador, Chapeuzinho Vermelho e a vov comemoraram com uma festa aquela inesquecvel aventura.