Ed. 846 O Regional

  • View
    235

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Jornal O Regional é um semanário que circula na Região AMSULEP do PR com as principais notícias da semana.

Text of Ed. 846 O Regional

  • Sexta-feira, 26 de Outubro de 2012 Edio 846 - Ano XVII

    Circulao: Pin, Agudos do Sul, Tijucas do Sul, Mandirituba, Quitandinha, Campo do Tenente, Contenda, Lapa, Fazenda Rio Grande, Rio Negro, Pinhais e So Bento do Sul.

    O Jornal da Regio

    @o_regional

    redacao@oregionalpr.com.br

    facebook.com/oregionalpr

    Prefeituras promovem cortes para ajustar contas

    Gringo o primeiro reeleito em Tijucas

    Pela primeira vez na histria, Tijucas do Sul reelegeu um prefeito. Altair Gringo ter agora o desafio de impulsionar a cidade principalmente na questo de gerao de emprego e renda. PGINA 4

    No dia 31 de dezembro, os atuais prefeitos devem fechar as contas da gesto em dia, ou seja, sem dvidas. Muitos governantes esto enfrentando dificuldades e j anunciaram demisses e suspenso ou reduo de servios. Prefeituras da regio alegam queda de recursos, principalmente do FPM. PGINA 3

    Festa para comemorar o aniversrio de Campo do Tenente

    O municpio de Campo de Tenente vai comemorar seus 51 anos de emancipao poltico-administrativa com festa no prximo domingo e segunda-feira. Haver show com Chiquito e Bordoneio. PGINA 6

    Acidentes nas rodovias da regio provocam 7 mortesMais um triste registro nas estradas da regio. Dois acidentes resultaram em 7 mortes, um no municpio de Campo do Tenente e outro na divisa entre as cidades da Lapa e Antnio Olinto. PGINA 20

    Entrevista

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 26 de Outubro de 2012 2

    Jornal Semanal de Pin e Regio Insc. Municipal - 0308 / 2422

    Rua Manaus, 500 Centro PinParan - Cep 83860-000

    Jornalista Responsvel:Heros Fanini DRT/PR 05111redacao@oregionalpr.com.br www.oregionalpr.com.br

    Telefone/fax: 41 3632 1256

    Editora J. O Regional LtdaCNPJ-01.276.217/0001-91T. B. R. S.CNPJ-05.526.452/0001-25

    Alunos do jardim I do Centro Municipal de Educa-o Infantil Cmei Gotinhas do Saber, do bairro Avencal,

    Crianas conhecem produo de floresAlunos do Cmei Gotinhas do Saber, de Pin, aprenderam sobre o desenvolvimento das plantas

    Pin, estiveram na ltima semana visitando um canteiro de flores. Acompanhados da diretora Eliane Antonowsky

    e da professora Zeni da Cruz, eles visitaram o Cantinho das Flores, localizado no bairro.

    As crianas puderam vi-

    venciar de perto o desenvol-vimento das plantas, desde sua germinao at a fase do plantio definitivo. Segundo a diretora, foi uma experincia bastante significativa para os alunos, que tambm puderam conhecer um pouco sobre produo de mel nas colmeias de abelha existentes no local.

    A diretora e a professora destacam a receptividade da proprietria do Cantinho das Flores, Sueli Zeferino, pela ateno dispensada s crian-as e pela doao de mudas de flores para os canteiros do Cmei e para as prprias crianas. A turma do jardim desenvolve este ano projeto sobre sustentabilidade, que muito se fala, mas que s ter resultados sensibilizando nos-sas crianas desde pequenas com atitudes e bons exem-plos, completa a diretora.ALUNOS CONHECERAM AS instalaes do Cantinho das Flores na ltima semana

    Hora de tirar as placas

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 26 de Outubro de 2012 3

    Muitos prefeitos da regio suleste paranaense, assim como de todo o estado e do pas, esto prevendo dificul-dades para encerrar o ano com as contas em dia. O principal motivo da preocupao a queda nos repasses financei-ros feitos s prefeituras, em especial o Fundo de Partici-pao dos Municpios FPM.

    Prefeituras da regio da Amsulep alegam que comum uma diminuio do FPM entre maio e agosto, mas que neste ano o decl-nio foi mais acentuado. Em Pin, por exemplo, o pre-feito Gilberto Dranka vem tomando medidas como, entre outras, a reduo dos gastos com pessoal e ou-tros servios. O prefeito de Agudos do Sul, Antonio da Luz, tambm vem contendo gastos em vrios setores, principalmente em horas extras e funes gratificadas.

    Segundo o presidente da Associao dos Municpios do Paran AMP, Gabo Sa-maha, a reduo comumente ocorre nestes meses por ser o perodo em que o governo paga as restituies do Impos-to de Renda IR. Mas neste ano a queda foi maior e ele

    Prefeituras da regio enfrentam dificuldades com queda de repasses

    Recursos do FPM caram drasticamente. Preocupao dos prefeitos poder encerrar o mandato com as contas em ordem

    explica que entre os fatores principais est a reduo do Imposto sobre Produtos Industrializados IPI, entre outros. Este imposto um dos itens que compem o FPM.

    Gabo conta que a AMP vem solicitando ao governo federal a adoo de medidas compensatrias queda do IPI. Temos cumprido uma agenda de constante luta em defesa dos municpios e pedi-mos aes em carter emer-gencial para que as cidades no sejam penalizadas, pois, caso contrrio, as prefeituras tero graves problemas para fechar suas contas, j que o FPM a principal fonte de receita de 70% das prefeitu-ras do Paran, destaca.

    O assunto tambm esteve em pauta no Seminrio de Capacitao Novos Ges-tores 2013-2016, realizado nesta semana em Curitiba e que reuniu centenas de prefeitos eleitos e reeleitos, alm de vices e assessores. Paulo Ziulkoski, presidente da Confederao Nacional dos Municpios CNM, en-tidade promotora do evento, falou da sazonalidade do FPM e de outras dificuldades financeiras das prefeituras. QUEDA NO REPASSE foi tema de seminrio realizado com os novos gestores nesta semana em Curitiba

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 26 de Outubro de 2012

    Politicandoredacao@oregionalpr.com.br

    4

    Dentro da srie de entre-vistas que este semanrio vem realizando com os prefeitos eleitos no pleito de 7 de ou-tubro, o municpio abordado nesta segunda semana Tiju-cas do Sul. Gringo, atual pre-feito, foi reeleito para o cargo.

    Ao receber a equipe do jornal, ele ressaltou que essa foi a sua stima participao eleitoral. Gringo conta que em 1988 e 1992 ficou como suplente de vereador e que em 1996 e 2000 se elegeu para a cmara sendo o candi-dato mais votado em ambas

    Altair Gringo avalia e fala dos novos desafios

    Atual prefeito vai para o seu segundo mandato consecutivo. Ele tambm j foi duas vezes vereador

    O Regional Como ser a definio do secretariado? J h algum nome definido?

    Gringo Faremos uma avaliao de todos os secretrios que compem as secretarias e definiremos se haver ou no mudanas. Acredito que, se houver, sero poucas as substituies.

    O Regional A industrializao uma das grandes dificuldades do municpio. Como fazer para atrair indstrias para Tijucas?

    Gringo Neste mandato trabalhamos a oferta de empregos para empresas da regio atravs da Agncia do Trabalhador. Foram cerca de 800 pessoas que conseguiram se encaixar no mercado de trabalho. Tambm procuramos concluir e aprovar nosso plano diretor, que denomina as reas que podem receber empresas dentro do municpio. Agora a histria outra. Temos as reas e j temos contatos de empresrios que querem se instalar. Estamos na torcida para que eles escolham ficar em nossa cidade. Aumentaremos a oferta de emprego local e aumentaremos tambm a nossa arreca-dao, j que o dinheiro que nos vem do FPM muito pouco para o crescimento e para fazermos investimentos prprios.

    O Regional Tijucas do Sul essencialmente agrcola. O que fazer para fomentar o setor?

    Gringo O setor madeireiro tem nos ajudado, o potencial grande. O pinus tem gerado para ns uma ajuda no ICMS. Para a agricultura manteremos a contribuio dada pelo apoio tcnico, na distribuio do calcrio, da adubao verde e na ajuda tcni-ca tambm aos produtores de morango e cogumelo. Hoje temos dois tcnicos agrcolas e dois veterinrios que sero mantidos e reforados se necessrio. A parceria com a Emater ser ampliada ainda mais. As parcerias e buscas de recursos junto ao estado tambm sero alcanadas.

    O Regional Ainda no setor rural, a crise de empresas avcolas afetou esta rea no municpio. Como a prefeitura pode auxiliar para que os granjeiros no sejam prejudicados?

    Gringo Ns conversamos com inmeras empresas do setor. Inclusive a BigFrango sinalizou antes da crise que atenderia nossos produtores. Ns havamos at proposto a doao do terreno para que eles instalassem uma fbrica de rao na cidade, e assim ajudar nesta recuperao, mas eles ainda no nos responderam. O momento ainda crtico, mas no vamos desistir e vamos buscar novos parceiros.

    O Regional Em qu o municpio mais cresceu nos ltimos anos e em qu ele pode evoluir ainda mais na prxima gesto?

    Gringo Sem dvida o maior crescimento est no emprego. Muitos hoje esto trabalhando graas contribuio da Agncia do Trabalhador que incentivamos. No ramo de construo civil, as construes das casas populares tambm geraram muito emprego. Vendo isso, observamos que os investimentos em qualificao pro-fissional sero ampliados. Na sade municipalizamos o hospital, na educao ampliamos e disciplinamos os atendimentos. No setor rodovirio hoje temos mais de 90% das estradas em boas condies. Vamos continuar crescendo. Quero alavancar mais os empregos, dar incentivos nossa produo agrcola e manter o nosso apoio nas estradas. Na habitao j prevemos a construo de mais 140 casas do programa Minha Casa Minha Vida. E sem dvidas, claro, ficaremos na torcida para que os projetos que hoje temos cadastrados nas diversas secretarias do governo es-tadual e federal sejam aprovados e contemplem nosso municpio.

    as eleies. Sua primeira participao em candidatura majoritria foi como vice em 2004, quando acabou perdendo. Em 2008 foi eleito prefeito e agora conseguiu ser o primeiro reeleito para o cargo no municpio.

    Durante a entrevista, Gringo destacou princi-palmente o avano que o municpio teve na gerao de empregos. Queremos incentivar isso ainda mais, j que agora temos rea para receber empresas no munic-pio, enfatizou.

    GRINGO FOI O segundo entrevistado da srie com os eleitos

    Curitiba

    Pesquisa Datafolha divulgada na quarta-feira aponta que Gus-ta