Ed. 984 O Regional

  • View
    225

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Jornal O Regional é um semanário que circula na Região AMSULEP do PR com as principais notícias da semana.

Text of Ed. 984 O Regional

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 31 de Julho de 2015 1

    O Jornal da RegioEdio 984 - Ano XX Sexta-feira, 31 de Julho de 2015

    Circulao: Pin, Curitiba, Agudos do Sul, Tijucas do Sul, Mandirituba, Quitandinha, Campo do Tenente, Lapa, Contenda, Fazenda Rio Grande, Rio Negro, Pinhais e So Bento do Sul

    O ttulo da chamada remete a uma campanha que foi premiada no pas e retrata uma triste realidade, uso de vagas preferenciais por quem no tem esse direito. Na regio, o Detran reforou a sinalizao e a polcia poder multar quem desrespeitar a lei. Idosos e pessoas com deficincia devem se cadastrar para emisso da licena. PGINA 3

    A cidade de Pin j vive o clima de festa e neste fim de semana milhares de pessoas devem prestigiar as atraes programadas no parque municipal de eventos. A programao se estendeu por toda a semana. PGINAS 6, 7 e 25

    Festa do Produtor deve atrair milharesno fim de semana

    @o_regionalwww.oregionalpr.com.br facebook.com/oregionalpr

    Com investimentos de R$ 1,4 milho, a prefeita da Lapa, Leila Klenk, inaugurou na ltima semana um novo Centro Municipal de Educao Infantil (Cmei). o maior do municpio e importante concretizao no atendimento a vagas de creche. PGINA 12

    Lapa ganha novo Cmei

    Essa vaga no sua nem por um minuto

    A prefeitura de Tijucas do Sul lanou na ltima semana, em parceria com o Sebrae, a Sala do Empreendedor. Inteno incentivar a formalizao de autnomos e orientar acesso ao micro-crdito. PGINA 11

    Tijucas lana sala do empreendedor

    Populao precisa respeitar vagas exclusivas aos idosos e s pessoas que possuem deficincias fsicas. Sinalizao recebeu investimentos

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 31 de Julho de 2015 2

    Editorial: Redao

    O Brasil vive uma crise institucional e uma infinida-de de casos de corrupo. So atos negativos que vo desde o uso indevido de dinheiro de merenda escolar numa pequena cidade de poucas centenas de habitantes, at o desvio de bilhes de reais de instituies pblicas do governo federal. Nos jornais, diariamente, h todo tipo de denncia sobre crime contra o dinheiro pblico.

    Inacreditavelmente, o Brasil um dos pases onde mais se cobra impostos. A carga tributria condena empresas e trabalhadores. Os governos arrecadam, multiplicam gastos, e ainda corrompem. Entre tantas riquezas e belas histrias de superao, naufragamos na ganncia de poucos em detrimento ao direito da maioria.

    Recentemente, o presidente da Ordem dos Advo-gados do Brasil, Marcus Vinicius, declarou que a cor-rupo uma chaga que drena os recursos pblicos que poderiam ser investidos na garantia dos direitos fundamentais. A endmica apropriao privada dos

    Corrupo sem fimrecursos pblicos, em todos os nveis de governo, um obstculo ao pleno desenvolvimento do Brasil como na-o moderna. A corrupo a negao da Repblica.

    No cabe OAB pedir a condenao ou a absol-vio de acusados, nem comentar casos submetidos apreciao judicial. Mas tem o dever institucional de declarar que o povo brasileiro exige a investigao minuciosa de todos os fatos, bem como a respon-sabilizao civil, administrativa e criminal dos autores dos delitos apurados.

    Segundo ele, o Brasil necessita de uma urgente reforma poltica democrtica e republicana. O atual sis-tema eleitoral torna as eleies brasileiras carssimas. O financiamento de campanhas por empresas priva-das cria uma sobreposio venenosa entre poltica e interesses empresariais, e precisa ser urgentemente extirpado das eleies.

    Enfim, cada vez mais o pas precisa dos seus cida-dos do bem e da conscientizao do que queremos para o futuro das nossas futuras geraes.

    J esto sendo trabalha-dos os preparativos para a realizao da 8 Cavalga-da da Independncia, que acontecer no dia 7 de se-tembro, em Quitandinha. O evento considerado tradi-cional, sendo que na edio do ano passado reuniu mais de 600 cavaleiros de diver-sas cidades da regio e dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

    Neste ano, a programa-o ter incio s 8 horas, com o caf da manh na cancha do Patro Candio, no centro da cidade. Logo aps, haver a recepo da imagem de Nossa Senhora Aparecida. J s 10 horas, ter incio a cavalgada de

    Quitandinha prepara nova edio da Cavalgada da IndependnciaEvento dever reunir

    centenas de cavaleiros no dia 7 de setembro

    cerca de 15 quilmetros at a cancha do Patro Tito Ri-bas, na localidade de Cerro

    Verde, onde ser servido almoo aos participantes.

    Outras informaes sobre

    o evento podem ser obtidas pelos telefones (41) 3623 1242 ou 3623 1231.

    CAVALGADA REALIZADA NO ano passado contabilizou mais de 600 participantes

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 31 de Julho de 2015 3

    Em muitas cidades da regio, esto devidamente sinalizadas vagas preferen-ciais de estacionamento. Isto foi um dos resultados de um projeto de sinalizao execu-tado pelo Departamento de Trnsito do Paran (Detran/PR) nos ltimos meses, em parceria com prefeituras, em algumas cidades do suleste paranaense, que contemplou idosos e portadores de neces-sidades especiais em locais para estacionar.

    Porm, para que eles pos-sam usufruir deste benefcio

    Novas vagas preferenciais na regio exigem ateno e respeito

    Cidades da regio receberam projetos de sinalizao, que contemplam idosos e portadores de necessidades especiais em locais para estacionar. Mas eles devem ter carto especfico

    que lhes de direito, preciso que os demais motoristas res-peitem as vagas. Infelizmente, ainda observado alguns casos de desrespeito a isto na regio. Portador de necessida-de especial, Lourival Mendes da Silva, de Agudos do Sul, que possui carto para estacio-nar, j enfrentou dificuldades. Vrias vezes j vi estas vagas no sendo respeitadas aqui na cidade, reclama.

    O Sargento Toledo, da Polcia Militar de Tijucas do Sul, explica que a questo regulamentada por resoluo

    do Conselho Nacional de Trnsito (Contran). Segundo ele, aps fase de adaptao na cidade, quem desrespeitar estar sujeito a sanes. A partir de janeiro de 2016, a infrao passar de leve para grave, com cinco pontos na carteira e multa de R$ 127,69.

    Por outro lado, preciso que os beneficiados providen-ciem a credencial que identifi-ca os veculos que transportam idosos ou deficientes. O docu-mento emitido pelos rgos locais de trnsito e, nas cidades onde no houver, no Ciretran ou Detran mais prximo.

    Em Pin, por exemplo, a prefeitura auxilia nos formu-lrios e no encaminhamen-to da documentao para a Ciretran de Rio Negro. Na Lapa tambm h uma sede da Ciretran. Para evitar multas, a carteirinha deve ser deixada no painel do veculo em local visvel. Em estacionamentos de estabelecimentos privados tambm preciso respeito. LOURIVAL DA SILVA possui a credencial e pede que as vagas sejam respeitadas

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 31 de Julho de 2015 4

    Na ltima tera-feira, dia 28, foi comemorado o dia nacional do agricultor. Na regio, o setor agrcola considerado um dos princi-pais pilares da economia e em alguns municpios ocupa

    Dia do Agricultor: reconhecimento a luta e dedicao do homem do campo

    Relembrado nesta semana, agricultor convive com os desafios na luta diria de trabalho e das crises econmicasmais da metade da rea terri-torial. A agricultura tambm evoluiu bastante nos ltimos anos com novos implementos e tecnologias, mas enfrenta seguidamente crises severas que necessitam criatividade

    do homem do campo.Morador de Tijucas do

    Sul h sete anos, o agricultor Rendaki e sua famlia vieram de So Jos dos Pinhais e investiram na plantao de repolho, brcolis e soja. O

    conhecimento do mercado fundamental em qualquer profisso e na agricultura ela no diferente. Temos que estar sempre informados para novas tendncias, alm de tecnologias que aumentem

    e tambm barateiem a pro-duo, destacou Rendaki, que conta com uma rea de 18 alqueires de plantao na localidade de Demanda.

    Outro cultivo bastante praticado na regio a fumi-cultura. Em Pin, onde esta a principal atividade da economia rural, um dos que se dedicam produo do tabaco Edmilson Tschoke. Ele est na agricultura desde muito

    jovem e, mesmo tendo outras opes, escolheu permanecer no campo. um trabalho que exige dedicao, enfrentando sol, chuva e as dificuldades do dia-a-dia, mas quem gosta do que faz encara os desafios com naturalidade, completa. Assim como estes, so muitos os exemplos de agricultores que merecem o reconheci-mento pela importncia do seu trabalho.

    RENDAKI SE DEDICA produo de repolho, h sete anos, em sua propriedade em Tijucas do Sul PIENENSE EDMILSON ATUA na cultura do tabaco

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 31 de Julho de 2015 5

    A Lapa possuiu mais de 3 mil quilmetros de estradas rurais, as quais so utilizadas diariamente para o transporte

    Lapa desenvolve projeto de lei para melhorias das estradas rurais

    Projeto estabelece a contratao de pessoas para realizar servios bsicos que ajudam na manuteno das estradasescolar e para o escoamento da produo agrcola. E assim como em todos os municpios da regio, a prefeitura lapeana

    encontra dificuldades para a manuteno da malha viria.

    Com isso, o poder pbli-co vem trabalhando na elabo-

    rao de aes que auxiliem neste essencial trabalho. Para tanto, a prefeitura encami-nhou cmara de vereadores o projeto de lei que implemen-ta o programa Mais Estradas Rurais. Atravs desta inicia-tiva, ser criado cargo pblico de conservador de estradas de rodagem, o qual ser pre-enchido atravs de concurso pblico a ser realizado at o final deste ano, alm de outros ajustes.

    Neste projeto, esto inclu-sos benefcios como maior cuidado com o sistema de drenagem das estradas rurais, conservao das vias e cor-reo da eroso dos leitos. A proposta tambm estabelece responsabilidades aos pro-prietrios de imveis vizinhos s estradas, como permitir a

    utilizao de alguma parte do terreno para escoamento