GABARITO DAS QUESTÕES DE MÚLTIPLA .ODONTOLOGIA Novembro / 2010 Prova de SINAES Sistema Nacional

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of GABARITO DAS QUESTÕES DE MÚLTIPLA .ODONTOLOGIA Novembro / 2010 Prova de SINAES Sistema Nacional

  • ITEM GABARITO

    1 C

    2 A

    3 C

    4 E

    5 E

    6 A

    7 D

    8 B

    9 DISCURSIVA

    10 DISCURSIVA

    11 A

    12 E

    13 A

    14 D

    15 E

    16 B

    17 E

    18 D

    19 E

    20 D

    21 C

    22 D

    23 C

    24 D

    25 A

    26 E

    27 B

    28 C

    29 C

    30 C

    31 B

    32 C

    33 A

    34 D

    35 B

    36 B

    37 E

    38 DISCURSIVA

    39 DISCURSIVA

    40 ANULADA

    GABARITO DAS QUESTES DE MLTIPLA ESCOLHA

    ODONTOLOGIA

  • ODONTOLOGIA

    Novembro / 2010

    Prova de

    SINAESSistema Nacional de Avaliao da Educao Superior

    2010EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    11

    LEIA COM ATENO AS INSTRUES ABAIXO.

    PartesNmero das

    questesPeso dasquestes

    Peso doscomponentes

    Formao Geral/Mltipla Escolha 1 a 8 60%

    Formao Geral/Discursivas 9 e 10 40%

    25%

    Componente Especfico/Mltipla Escolha 11 a 37 85%

    Componente Especfico/Discursivas 38 a 40 15%

    75%

    Questionrio de percepo da Prova 1 a 9 _ _

    Ministrioda Educao

    1 - Verifique se, alm deste caderno, voc recebeu o Caderno de Respostas, destinado transcrio

    das respostas das questes de mltipla escolha (objetivas), das questes discursivas e das

    respostas do questionrio de percepo da prova.

    2 - Confira se este caderno contm as questes de mltipla escolha (objetivas) e discursivas de

    formao geral e do componente especfico da rea, e as questes relativas sua percepo da

    prova, assim distribudas:

    3 - Verifique se a prova est completa e se o seu nome est correto no Caderno de Respostas. Caso

    contrrio, avise imediatamente um dos responsveis pela aplicao da prova. Voc deve assinar

    o Caderno de Respostas no espao prprio, com caneta esferogrfica de tinta preta.

    4 - Observe as instrues expressas no Caderno de Respostas sobre a marcao das respostas s

    questesde mltipla escolha (apenasuma respostaporquesto).

    5 - Use caneta esferogrfica de tinta preta tanto para marcar as respostas das questes objetivas

    quanto para escrever as respostas das questes discursivas.

    6 - No use calculadora; no se comunique com os demais estudantes nem troque de material com

    eles; no consulte material bibliogrfico, cadernos ou anotaes de qualquer espcie.

    7 - Voc ter quatro horas para responder s questes de mltipla escolha e discursivas e ao

    questionrio de percepo da prova.

    8 - Quando terminar, entregue aoAplicador ou Fiscal o seu Caderno de Respostas.

    9 - Ateno! Voc s poder levar este Caderno de Prova aps decorridas trs horas do incio

    do Exame.

  • ODONTOLOGIA2

    2010EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    QUESTO 1

    Painel da srie Retirantes, de Cndido Portinari. Disponvel em: . Acesso em: 24 ago. 2010.

    Morte e Vida Severina (trecho)

    s para sempre,

    livre do sol e da chuva,

    criando tuas savas.

    s para ti, no a meias,

    como antes em terra alheia.

    da qual, alm de senhor,

    Trabalhando nessa terra,

    tu sozinho tudo empreitas:

    que tambm te abriga e te veste:

    embora com o brim do Nordeste.

    tua derradeira camisa:

    te veste, como nunca em vida.

    e tua melhor camisa:

    te veste e ningum cobia.

    completo agora o teu fato:

    e pela primeira vez, sapato.

    Como s homem,

    fosses mulher, xale ou vu.

    Tua roupa melhor

    no se rasga nem se remenda.

    Tua roupa melhor

    como roupa feita medida.

    Joo Cabral de Melo Neto. Morte e Vida Severina. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.

    Analisando o painel de Portinari apresentado e o trecho destacado de Morte e Vida Severina, conclui-se que

    A ambos revelam o trabalho dos homens na terra, com destaque para os produtos que nela podem ser cultivados.

    B ambos mostram as possibilidades de desenvolvi-mento do homem que trabalha a terra, com desta-que para um dos personagens.

    C

    sucumbido pela seca, com a diferena de que a cena

    D o poema revela a esperana, por meio de versos livres, assim como a cena de Portinari traz uma perspectiva prspera de futuro, por meio do gesto.

    E -tos da natureza, como sol, chuva, insetos, e, por isso, mantm uma relao de oposio com a cena de Portinari.

    FORMAO GERAL

  • ODONTOLOGIA 3

    2010EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    QUESTO 2

    Dom Walmor Oliveira de Azevedo.Disponvel em:. Acesso em: 30 ago. 2010.

    A charge acima representa um grupo de cidados pensando e agindo de modo diferenciado, frente a uma deciso cujo caminho exige um percurso tico. Considerando a imagem e as ideias que ela transmite,

    I. A tica no se impe imperativamente nem

    que escolher por si mesmo os seus valores e ideias, isto , praticar a autotica.

    II.por suas aes e pelo seu modo de agir na sociedade.

    III. A tica pode se reduzir ao poltico, do mesmo modo que o poltico pode se reduzir tica, em

    IV. A tica prescinde de condies histricas e sociais, pois no homem que se situa a deciso tica, quando ele escolhe os seus valores e as

    V.compreenso do mundo, na perspectiva do fortalecimento dos valores pessoais.

    A I e II.B I e V.C II e IV.D III e IV.E III e V.

    QUESTO 3De agosto de 2008 a janeiro de 2009, o

    desmatamento na Amaznia Legal concentrou-se em

    parte do desmatamento (cerca de 80%) aconteceu em

    restante do desmatamento ocorreu em assentamentos promovidos pelo INCRA, conforme a poltica de Reforma

    indgenas (7%).

    Disponvel em: . Acesso em: 26 ago. 2010. (com adaptaes).

    o problema do desmatamento na Amaznia Legal

    A nos grupos engajados na poltica de proteo ambiental, pois eles no aprofundaram o debate

    B

    que ocupavam mais do que a comunidade dos assentados pelo INCRA.

    C

    que desmataram mais, pois muitos ainda no esto

    D nas unidades de conservao, que costumam burlar

    realizado pelos assentados pelo INCRA.E nos assentamentos regulamentados pelo INCRA,

    nos quais o desmatamento foi maior que o realizado

    REA LIVRE

  • ODONTOLOGIA4

    2010EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    QUESTO 4Conquistar um diploma de curso superior no

    garante s mulheres a equiparao salarial com os homens, como mostra o estudo Mulher no mercado de trabalho: perguntas e respostas, divulgado pelo

    nesta segunda-feira, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher.

    Segundo o trabalho, embasado na Pesquisa Mensal de Emprego de 2009, nos diversos grupamentos de atividade econmica, a escolaridade de nvel superior no aproxima os rendimentos recebidos por homens

    No caso do comrcio, por exemplo, a diferena de

    anos ou mais de estudo de R$ 616,80 a mais para os homens. Quando a comparao feita para o nvel

    Disponvel em: . Acesso em: 19 out. 2010 (com adaptaes).

    Considerando o tema abordado acima, analise as

    I.

    no mundo do trabalho e da busca por uma

    das representaes de gnero.

    II. Conhecer direitos e deveres, no local de trabalho

    alterao dos padres de insero das mulheres no mercado de trabalho.

    III. No Brasil, a desigualdade social das minorias

    circunscrita pelas relaes econmicas, mas

    IV. Desde a aprovao da Constituio de 1988, tem havido incremento dos movimentos gerados no mbito da sociedade para diminuir ou minimizar a violncia e o preconceito contra a mulher, a criana, o idoso e o negro.

    A I e II.B II e IV.C III e IV.D I, II e III.E I, III e IV.

    QUESTO 5

    Philippe Rekacewicz (Le Monde Diplomatique). Organizao Mundial da Sade, 2006. Disponvel em: .

    Acesso em: 28 ago. 2010.

    Considerando o mapa apresentado, analise as

    I. A globalizao fenmeno que ocorre de maneira desigual entre os pases, e o progresso social independe dos avanos econmicos.

    II. Existe relao direta entre o crescimento da ocupao humana e o maior acesso ao

    III. Brasil, Rssia, ndia e China, pases pertencentes ao bloco dos emergentes, possuem percentual da populao com acesso ao saneamento

    IV.em geral, em pases desenvolvidos.

    V. Para se analisar o ndice de desenvolvimento humano (IDH) de um pas, deve-se diagnosticar

    PIB per capita, a sade e a educao.

    A I e II.B I e III.C II e V.D III e IV.E IV e V.

  • ODONTOLOGIA

    2010EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    QUESTO 6Levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo e publicado em 11 de abril de 2009, com base em dados de 2008, revela que o ndice de homicdios por 100 mil habitantes no Brasil varia de 10,6 a 66,2. O levantamento inclui dados

    superiores a 10 assassinatos por 100 mil habitantes so consideradas zonas epidmicas de homicdios.

    Disponvel em: