Jornal dos Bairros 10 Outubro 2013

  • View
    216

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal dos Bairros 10 Outubro 2013

Text of Jornal dos Bairros 10 Outubro 2013

  • ITAJA NAVEGANTES BALNERIO CAMBORI | 11 DE OUTUBRO DE 2013 | ANO XII | N 671

    Volvo Ocean Race: Organizadores divulgam novidades para a prxima edio

    Troco Bondoso ser doado Rede Feminina de Combate ao Cncer

    Univali firma parceria com universidade do Canad

    PGINA 4 PGINA 7

    PGINA 8

    REGATAS

    Jacques Vabre: Cidade de Itaja apresentada imprensa europeia

    PGINA 7

  • Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 671 - 11 de OUTUBRO de 2013| Ano XII | Pgina 2

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 671 - 11 de OUTUBRO de 2013 | Ano XII | Pgina 3

    O Jornal do Bairros uma publicao da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Jorge Mattos, 15 Centro Itaja SC.Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv | Twitter: @jornalbairros

    Diretor: Carlos Bittencourt | direcao@bteditora.com.brColaboradores: Marcelo Nunes, Neide Uriarte e Hlio RebelloJornalistas:Leonardo Thom - DRT SC 04607 JPRenara Almeida DRT SC04030 JPDiagramao: Solange Alves | solange@bteditora.com.brDepartamento Comercial: (47) 3344.8600Circulao: Itaja, Balnerio Cambori, Navegantes e regio.Fale conosco: Sugesto de temas, opinies ou dvidas:

    direcao@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tvO Jornal dos Bairros no se responsabiliza pelos artigos assinados pelos seus colaboradores ou de matrias oriundas de assessorias de imprensa de rgos oficiais ou empresas particulares.

    Jornal filiado Associao dos Jornais do Interior de Santa CatarinaRua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro, Florianpolis, CEP 88.015-090Fone (48) 3029.7001 - e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br

    EXPEDIENTE

    REBELO & ZENDRONADVOGADOS

    Rua Dr. Pedro Ferreira, 155, sala 1502 15 andar - Centro - Itaja

    Fone: (47) 3398.1165 | (47) 9923.7503

    O HBITO DEMOCRTICO DA PRESTAO DE CONTAS

    As tecnologias da informao e da comunicao se tornaram, nos dias de hoje, instrumentos essenciais de apoio construo da democracia participativa, pois permitem ao cidado tomar conhecimento de situaes antes ocultas, participar e gerar espaos de participa-o, de dilogo e de reflexo social.

    A cidadania bem informada uma das fortes ba-ses para uma democracia dinmica, na qual as pessoas possam construir uma memria coletiva, com a busca constante e permanente da informao, com anlise e divulgao dos dados observados, criando-se assim um crculo virtuoso de participao e sadia construo do espao pblico.

    O conceito de prestao de contas, para quem guarda as lies da sociologia e da histria, pode ser encontrado na teoria da superioridade democrtica da representatividade de John Locke. Esta teoria se baseia na noo de que somente possvel a prestao de con-tas, quando h uma perfeita distino entre governantes e governados, uma vez que nos sistemas de democracia representativa o povo transfere o poder de deciso aos governantes, existindo a necessidade de haver mecanis-mos que obriguem os governantes a prestar contas do que fazem.

    A transparncia e o franco acesso informao so a base de uma efetiva prestao de contas. Informa-o e transparncia geram uma cultura de prestao de contas e consolidam a legitimidade dos que nos gover-nam, pois criam um clima harmonioso de confiana e reciprocidade entre governos e sociedade.

    Todos concordam que, quanto mais somos obser-vados, melhor nos comportamos. assim com crian-as e com adultos. por isso que devemos desenvolver uma cidadania fiscal slida, competente e honesta, que assuma o papel e a responsabilidade de monitorar as aes do governo e de exigir que as autoridades pres-tem contas de seus atos. Esse comportamento refora a representatividade e fortalece os vnculos que, neces-sariamente, devem existir entre governo e sociedade. Educar as pessoas para esse entendimento papel fun-damental dos Observatrios Sociais em todo o Brasil.

    claro que isto ressalta, cada vez mais, a necessi-dade de que a gesto pblica seja transparente e hones-ta, pois, muitas vezes a prestao de contas se transfor-ma em ato mecnico e formal, quando deveria ser uma atitude proativa e um sadio hbito democrtico.

    importante que as organizaes polticas adotem a transparncia como regra de agir, pois isto contribuir para a formao de quadros e de futuros governantes mais transparentes, com prticas de prestao de con-tas e formas de agir mais inclusivas para a cidadania. O cidado, por sua vez, deve ser capaz de identificar seus governantes, saber quem quem, conhecer suas competncias e de exigir deles prestaes de contas reais e efetivas, para que as responsabilidades no se dissolvam como a fumaa, por no se saber quem so os responsveis.

    O desafio da participao e da conscincia cidad constante e permanente.

    Jonas Tadeu NunesObservatrio Social de Itaja

    A Cmara de Vereadores de Itaja re-alizou na tarde de quarta-feira (9) o plantio de mudas para neutralizao do gs carbnico (CO2) emitido em 2012. A ao reuniu vereadores, servidores da Casa e crianas que participam de proje-tos ambientais do Viveiro Fazenda Nativa. O plantio foi realizado s margens do rio Itaja-Mirim, no bairro Itaipava.

    Foram plantadas 225 mudas, 182 delas referentes emisso de CO2 com o consumo de combustvel, papel e energia eltrica pela Cmara em 2012. De acordo com o coordenador ambiental do Viveiro, Alex Rocha, foram selecionadas cerca de 30 espcies diferentes, todas nativas, como a Figueira Branca, Baguau, Tucaneira, Canela e Ip, entre outas.

    O presidente da Cmara, vereador Osvaldo Gern (PP), agradeceu os servidores e as crianas pela parceria: Esta ao de hoje um grande passo, es-pecialmente para as crianas. Para que elas aprendam a cuidar do meio ambiente ainda melhor do que a nossa gerao, afirmou o presidente que lembrou ainda, que a Cmara de Itaja foi a primeira do pas a desenvolver a neu-tralizao de CO2. Esta foi a quarta edio do programa.

    Por fim, o presidente afirmou que tratar com os de-mais vereadores uma maneira de tornar obrigatria a neu-tralizao para todos os rgos pblicos municipais.

    As crianas que realizaram o plantio so alunas da Comisso Bem Estar do Menor de Itaja (Combemi), da Es-cola Bsica Judith Duarte Oliveira (Itaipava) e voluntrias do Viveiro Fazenda Nativa. Aps o plantio, o senhor Moi-ss Joo Vieira, proprietrio da Olaria Verde Vale no acesso de onde foi realizado o plantio - e seus funcionrios ofereceram, de forma voluntria, um lanche para as crian-as que participaram do projeto.

    Como feito o clculopara neutralizaoA quantidade de rvores calculada a partir das to-

    neladas de gs carbnico emitida. O Instituto Brasil Am-biental (IBRA), Oscip responsvel pelo clculo, utiliza como metodologia o Greenhouse Gas Protocol (GHG) e leva em considerao apenas a utilizao direta de fontes de energia.

    Para cada tonelada de CO2 emitido, so necessrias 6,6 mudas mais um adicional de 100%. Como a Cmara de Itaja emitiu 13,82 toneladas entre janeiro e dezembro do ano passado, deveria plantar 182 mudas.

    A coordenadora do Viveiro, Lucimara Pimentel Gu-zatti, explica que qualquer pessoa ou empresa pode fazer a compensao de CO2. Para informaes sobre as mudas e o calculo, basta entrar em contato com o Viveiro no telefo-ne: (47) 3346-1721, o site o http://www.itajaimaisverde.com.br .

    Participe do almoo Quitutes Caseiros Vov Carola e Associao de Amparo s Pessoas com Cncer, que ser realizado no Refgio V Joo e V Cia. O evento ser no dia 27, a partir das 11h, com um delicioso Buffet e acompanhamento de sobremesas. Reservas pelo telefone (47) 3348-0669 ou (47) 3349-9234.

    Nos adicione no Facebook:www.facebook.com/quitutes.caseirowww.facebook.com/restaurante.vovocarolawww.facebook.com/vovcarolaE-mail: vovocarola@yahoo.com.br

    Cmara realiza plantio de rvores para neutralizar Gs Carbnico

    Almoo em prol da Associao de Amparo s Pessoas

    com Cncer

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 671 - 11 de OUTUBRO de 2013| Ano XII | Pgina 4

    O Balco da Cidadania da Cmara de Vereadores de Itaja, responsvel pela emisso de documentos e outros servi-os para a comunidade, realizou 1.341 atendimentos em setembro. Em relao ao ms de agosto, houve um aumento de mais de 81% no nmero de pessoas atendidas.

    A emisso de Carteiras de Identi-dade, iniciada em setembro, foi o fator principal para este crescimento. Somente no primeiro ms, 295 Carteiras de Iden-tidade foram emitidas pelo Balco da Ci-dadania.

    Em mdia, atualmente so realiza-dos 80 atendimentos por dia, de segunda a sexta-feira. O diretor do Balco, Luiz

    Ricardo Rosa, conta que um dos objeti-vos de oferecer a Identidade na Cmara foi descentralizar este servio oferecido pelo Estado.

    O Balco da Cidadania foi criado em 2009 e alm de carteiras de identi-dade, so emitidas carteiras de trabalho, solicitao de certides de nascimento, casamento e bito, atendimento jurdico e encaminhamento para programas so-ciais e empregos. No local ainda funcio-na a Central de Documentos Perdidos.

    O atendimento realizado no tr-reo da sede do Legislativo, na Avenida Vereador Abraho Joo Francisco, 3825. O horrio de funcionamento das 8h s 19h, sem fechar para o almoo.

    Quatro dias dedicados apurada tcnica da improvisao, este o Im-proshow Encontro de improviso, um estilo de teatro onde os atores no se ba-seiam na dramaturgia. O desafio inter-pretar algo que no foi previamente es-crito ou pensando. Na programao do evento estiveram grupos de Itaja, Curiti-ba, So Paulo e at da Colmbia.

    O encerramento ser nesta sexta-feira (11), no Teatro Municipal onde o grupo de Itaja Boca Apimentada assume o comando do palco. Os rapazes apre-sentam a pea Impromenta, um show de humor que promete divertir o pbli-co. O trabalho mistura stand up comedy, esquetes e improvisao.

    Preos e HorriosA apresentao comea s 20 horas