Jornal O Correio - ed 818

  • View
    221

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

Text of Jornal O Correio - ed 818

  • LAGUNA/SC - ANO XVII - EDIO 818 - LAGUNA/SC 11/02/2012 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANALO Senhor meu pastor, nada me faltar

    3646-5123 / 9129-5395

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da SilvaCRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor Tcnico

    Mauro Srgio Fernandes da SilvaCRM 8789 - Pediatra

    Agora em novo endereo px. a Colnia de Pescadores Sala de Vacinas

    Proteja-se: J recebemos vacina contra a gripe

    Inaugurado posto de sade do Canto da LagoaAgora os moradores da loca-lidade do Canto da Lagoa ecomunidades vizinhas, comoSanta Marta Pequena e Cam-po Verde tero uma unidadede sade mais prxima.Foi inaugurada pela secret-ria de Sade, Tanara Cidadede Souza, nesta sexta-feira,dia 10, mais um posto de sa-de para atender a populao.Lderes comunitrios e os se-cretrios do PlanejamentoUrbano, Jefferson Crippa; se-cretrio de Obras, JosDelfino; secretrio de Admi-nistrao, Luiz Rezende; se-cretrio do Desenvolvimento

    Econmico, Natanael Wisintainer; secretrio adjunto da Sa-de, Wagner Zoppelaro e o vereador Airton Bento Machadoestavam presentes.A equipe contar com uma enfermeira, mdica, tcnica emenfermagem e agentes de sade.

    Operao: "Pr Carnaval"A Guarnio Especialde Polcia Militar deLaguna, Sul do Esta-do, vem realizando opera-es policiais em bares, bo-ates e bairros onde soregistrados os maiores ndi-ces de ocorrncias nesseslocais; barreiras esto sen-do montadas e em diversospontos da cidade com abor-dagem e revista de veculose pessoas. Neste dia 10, foi intensifica-do ainda mais as aes an-tecedendo o carnaval. Aoperao Pr Carnaval foiresultado de uma parceriaentre as polcias Militar e Ci-vil, Ministrio Pblico e PoderJudicirio do municpio de La-guna, buscando trabalharpreventivamente agindo nascausas dos problemas desegurana que interferem nocarnaval da cidade. A opera-o Pr Carnaval envolveupoliciais militares do Pelotode Patrulhamento Ttico PPT de Laguna, Imbituba eTubaro, alm da Agncia deInteligncia (AI) deLaguna, policiais militares doCanil 9 Batalho de PolciaMilitar (BPM) de Cricima eagentes da Polcia Civil da re-gio.Por volta das 06h15min foidesencadeada a operaopara cumprir os mandadosde busca e apreenso nosbairros da Esperana e Ma-galhes. Nas aes, foramcumpridos quatro Mandadosde Busca e Apreenso. Nomandado referente resi-

    dncia de um dos suspeitos,no bairro Magalhes, forampresos quatro masculinos porporte de droga. Na oportuni-dade foram apreendidos R$810,00 (oitocentos e dez re-ais) em espcie, um cachimbopara uso de crack, uma buchade substncia semelhante maconha e uma faca com res-qucio de maconha.Em cumprimento aum Mandado na residncia lo-calizada no bairro Esperana,foram detidos trs masculinostambm suspeitos de trficode droga. Foram apreendidos48 petecas de substncia se-

    melhante cocana e R$480,00 (quatrocentos e oiten-ta reais) em espcie.O Comandante da GuarnioEspecial de Laguna, Ten CelFlvio Knabben, destaca queas aes esto sendo plane-jadas, dentro de um plano es-tratgico para garantir a tran-qilidade dos Lagunenses e tu-ristas neste carnaval, e os re-sultados obtidos fazem partede uma execuo estratgicae tcnica do policiamento pre-ventivo, bem como da atuaoprofissional e dedicao detodo o efetivo empregado,conclui o oficial.

    Informa aberturade processo seletivo

    rea/RequisitoSERVIOS GERAIS: Habilidadena limpeza de ambientes internose externos

    Cidade Inscries einformaes

    REMUNERAO R$ 789,00BENEFCIOS: Assiduidade+Valetransporte+Insalubridade+AuxlioFarmcia+Plano de Sade Unimed(colaborador e dependentes)Assistncia odontolgica gratuita;Previdncia complementar PREVISCSeguro de Vida; Desconto nas atividadesdo SESC.Carga Horria: 44HS semanais

    Acompanhe os processos seletivos dos SESC/SC atravs do sitewww.sesc-sc.com.br - cone Banco de Talentos

    LAGUNA Comparecer com Currculo a RuaTenente Bessa, 211 - CentroAt 24/02/2012

  • O CORREIO P. 02

    O PODERO PODERO PODERO PODERO PODERDA PALAVRADA PALAVRADA PALAVRADA PALAVRADA PALAVRA

    Advocacia & Assessoria

    Dr. Victor Baio PereiraDr. Victor Baio PereiraDr. Victor Baio PereiraDr. Victor Baio PereiraDr. Victor Baio PereiraOAB/SC 15.896

    Causas cveis: aes possessrias,indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882 LAGUNA/SC

    Atanazio Lameiraatanaziolameira@brturbo.com.br

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - CentroFone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores.Circulao quartas e aos sbados :

    Laguna, Capivari de Baixo, Tubaro, Garopaba,Imbituba, Paulo Lopes, Imaru e Jaguaruna.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.nethp:http://www.ocorreio.net

    Este jornal filiado:

    Reinventando o Profissional

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 11/02/2012

    O relato abaixo no um privilgio do suldo Brasil, presenciei muita coisa pareci-da em outras cidades e inclusive capitaisque iro receber turistas na Copa do Mundo de2014. importante avaliar a condio de receptorda sua cidade e atentar que os estrangeiros iroat a sua loja comprar e se no houver entendi-mento, se perder oportunidade de faturar.

    DespreparoSou gacho e o fato ocorreu em uma viagem atrabalho no Rio Grande do Sul, em uma cidadepor demais conhecida e rota dos argentinos quevm para o litoral gacho e principalmente para ocatarinense, onde fazem uma espcie de paradaobrigatria, hospedando-se, consumindo no comr-cio local e shoppings, enfim, tudo o que um turistafaz em qualquer cidade do mundo. No hotel emque me hospedei, os recepcionistas eram educa-dos, bem humorados, encantavam os clientes efalavam o espanhol mantendo comunicao ade-quada e compreensvel. J no espao reservadopara o caf da manh e restaurante, os atendentesno estavam preparados, tinham dificuldades deresponder aos hspedes argentinos, pois no fa-lam nem um bom portunhol, gerando desconforto

    e irritao de alguns clientes dohotel.

    Quem deve falar outro idioma?

    Mais despreparoIsso mostra que devemos preparar toda a equipepara bem atender qualquer perfil de cliente, nestecaso argentino. Sobrava sempre para a recepoprocurar se comunicar com os hermanos e tradu-zir para os atendentes internos. Um cliente pediuum txi, o recepcionista fez tudo certinho, o taxistasofreu para entender e fez o cliente sofrer maisainda. Fui almoar em um dos shoppings da cidadee l presenciei tudo de novo, o pessoal do restau-rante simplesmente no conseguia explicar umacoisa ou outra. Bah! Como falamos aqui no RioGrande do Sul, at quando?

    A arte de elogiar

    Poucas pessoas tm coragem de elogiar. raro algum ficar alegre - satisfeito com osucesso alheio. Existe uma ponta de cime epergunta-se, em voz baixa, por que no co-migo? Infelizmente uma boa parte da socieda-de, no se conforma, com a felicidade dos ou-tros. No entende o poder do elogio vivendonum egocentrismo beirando a loucura.

    O medo de perder x pobreza de esprito

    O medo de perder o dinheiro faz o ho-mem no dormir deixar a famlia de lado. Faz-se de conta que pobre, que passa dificulda-de, temendo que algum lhe procure, para pe-dir alguma coisa. Atrapalha o sono. Chega-sea dormir no cho para no estragar o colchonovo. Ningum pode entrar na sala, pois o ta-pete enche de poeira e depois d um trabalhopara limpar. Vive-se reclamando da sorte es-condendo a riqueza, que na verdade no fazqualquer diferena, pois a vida em si, eivadade incerteza, ganncia e pobreza de esprito.

    Uma dose de utopia

    O mundo melhor com pessoas interes-santes. Pouco dinheiro, muita poesia. Um mun-do com mais amor no corao. Um mundoonde as pessoas possam ser livres, com seuspensamentos, e alcance a felicidade. Um mun-do onde a natureza seja preservada. Um mun-do que o respeito pelo ser humano seja umaprtica diria. Um mundo alicerado no amorao prximo. Um mundo cheio de compaixo.E uma dose macia de Utopia.

    Mata-se por dinheiro

    O que o dinheiro capaz de fazer comuma pessoa? O que assistimos so atos insanospraticados por algumas pessoas no af de con-seguir mais poder e dinheiro. No se preservanada quando est em jogo o dinheiro. Mata-se, fere-se e no se poupa nem a me.

    O outro no existe

    As aventuras e desventuras de um ho-mem que procura acertar o passo diante de umasociedade indiferente, onde os valores virarammodismo. No h cortesia, nem cordialida-de. Ningum quer saber do sofrimento do ou-tro. O importante sou eu. Se estou bem o queimporta. O resto no problema meu.

    Hora docafezinho

    Paulo Srgio Silva

    A Unisul encerra neste sbado o horrio especial de ve-ro. A partir do dia 13 de fevereiro, segunda-feria, a Unisulretoma suas atividades normais, com funcionamento nostrs perodos.Segunda-feira, 13 de fevereiro, tambm iniciam as aulasde todas as sries no Colgio Dehon.

    A Secretaria de Desenvolvimento Regional de Laguna, pormeio da gerencia de Sade, contabiliza uma boa quantida-de de cirurgias eletivas j realizadas nos hospitais deImbituba e Laguna. Segundo o gerente de Sade, LuizFelipe Remor, a oportunidade que os pacientes do Sistemanico de Sade (SUS) esto tendo para curar suas enfer-midades de suma importncia. O governo catarinenseest disponibilizando aos catarinenses oportunidades desarem das filas de espera de pequenas cirurgias. Temoscomo meta realizar 500 cirurgias no hospital de Imbituba e580 em Laguna, informa Felipe.No hospital Senhor Bom Jesus dos Passos, de Laguna,foram realizadas at o dia 8 de fevereiro 99 cirurgias e estoprogramad