MODELO DE PROVA: PROVA E VESTIBULAR 2017/ .nome, RG, opção do curso e modelo de prova. 2. Verifique

  • View
    228

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of MODELO DE PROVA: PROVA E VESTIBULAR 2017/ .nome, RG, opção do curso e modelo de prova. 2....

VESTIBULAR 2017/1

CADERNO DE QUESTES

MODELO DE PROVA: PROVA E

ATENO!Esta folha poder ser levada pelo candidato a partir das 13 horas.

0102030405060708091011121314151617181920

2122232425262728293031323334353637383940

4142434445464748495051525354555657585960

6162636465666768697071727374757677787980

Informaes para Matrculas ESPM Vestibular 2017/1

A classificao ser divulgada no dia 27 de junho de 2016, s 14h, no site da Instituio: www.espm.br/vestibular-sp. Os candidatos devero se orientar sempre pelo acesso restrito no site da ESPM. No ser di-vulgada listagem no site. No sero permitidas matrculas dos candidatos que no conseguirem comprovar a concluso do ensino mdio no ato da matrcula. O candidato que ainda no atingiu a maioridade (18 anos) dever comparecer acompanhado do seu responsvel legal (pai, me ou tutor) para a assinatura do contra-to. Os candidatos que forem maiores e no puderem comparecer para a efetivao da matrcula podero ser representados por terceiros, mediante procurao especfica, com firma reconhecida em cartrio.

A matrcula dever ser agendada no site, conforme tabela a seguir:

chamada divulgao agendamento boleto matrcula horrio1a 28/11/2016, s 15h 28/11/2016, a partir das 15h 2/12/2016 29 e 30/11 e 1

e 2/12/2016das 9h s 18h

2a 5/12/2016, s 19h 5/12/2016, a partir das 19h 7/12/2016 6 e 7/12/2016 das 9h s 18h

3a 9/12/2016, s 16h 9/12/2016, a partir das 16h 13/12/2016 12 e 13/12/2016 das 9h s 18h

confirmao de matrcula

18 a 20/1/2017 17/1/2017, a partir das 12h 18, 19 e 20/1/2017

das 9h s 18h

O candidato dever escolher o dia e o horrio, conforme a disponibilidade de atendimento, bem como realizar os seguintes procedimentos no site:

Impresso do check-list de documentos; Impresso do contrato de prestao de servios educacionais; Impresso do comprovante de matrcula; Impresso do boleto bancrio; Providenciar o pagamento do boleto de matrcula.

Documentos para a matrcula

Uma foto 3x4 atual e o original de cada documento abaixo:

Cdula de Identidade ou RNE, caso seja estrangeiro; Certificado de concluso do ensino mdio ou equivalente*; Histrico escolar do ensino mdio ou equivalente; Certido de nascimento ou casamento, se for o caso; CPF prprio; Ttulo de Eleitor; Comprovante de alistamento militar e/ou dispensa;

Comprovante de residncia (conta atual de luz, gua, gs ou telefone fixo).

*De acordo com a Secretaria da Educao do Estado de So Paulo, estudantes que concluram o ensino mdio no exterior necessitam fazer a equivalncia de estudos. Para mais informaes, consulte o site da Secretaria da Educao do Estado de So Paulo: www.educacao.sp.gov.br.

As matrculas de estudantes que concluram o ensino mdio no exterior somente sero efetivadas mediante uma declarao de equivalncia expedida por Delegacia de Ensino ou Secretaria de Educao no Brasil.

O candidato munido de todos os documentos e com o boleto de novembro (matrcula) quitado deve se apresentar no dia e horrio agendados e realizar a sua matrcula.

A matrcula do estudante ser efetivada com a entrega de todos os documentos e da quitao da primeira parcela referente a 2017/1.

A ESPM tambm poder oferecer vagas remanescentes nos demais cursos da unidade de So Paulo, ainda que o candidato no tenha feito a escolha. Do mesmo modo, os candidatos podero se matricular em vagas remanescentes das unidades do Rio de Janeiro e Porto Alegre, respeitando-se os critrios de classificao, de acordo com o curso.

Coordenao do Vestibular e MatrculaESPM novembro-2016

PROVA

Escola Superior de Propaganda e Marketing

VESTIBULAR 2017 1 3

LEIA COM ATENO AS INSTRUES ABAIXO:

1. Verifique se os dados impressos nas folhas esto corretos, com nome, RG, opo do curso e modelo de prova.

2. Verifique se este caderno de prova contm dois temas para Redao e um total de 80 questes, assim distribudas:

Portugus de 01 a 20

Matemtica de 21 a 40

Ingls de 41 a 50

Humanidades e Cultura Geral Contempornea de 51 a 80

3. Caso falte alguma folha, solicite imediatamente ao fiscal de sala um outro caderno completo. No sero aceitas reclamaes pos-teriores.

4. No ser permitida qualquer espcie de consulta, nem uso de calculadora.

5. Para cada questo existe apenas UMA resposta certa; a marcao de mais de uma letra implicar anulao dessa questo.

6. A resposta deve ser marcada na folha de respostas (leitura ptica).7. A folha da capa o seu rascunho; seu preenchimento opcional.8. Administre o seu tempo! O tempo total de prova de 5 (cinco)

horas. Este perodo inclui a redao e preenchimento da folha de respostas. No haver tempo extra para preenchimento de nenhu-ma das folhas de respostas.

9. O candidato s poder ausentar-se da sala de prova aps 02 (duas) horas contadas do incio da aplicao.

10. Quando terminar, entregue tudo aos fiscais de sua sala: a folha de redao, a folha de respostas (leitura ptica) preenchida e o caderno de questes.

11. O candidato no poder levar o rascunho da redao ou qualquer outro material de rascunho, exceto a capa do caderno de ques-tes.

12 As questes sero divulgadas posteriormente no site da ESPM: www.espm.br

Direitos autorais reservados. Proibida a reproduo, ainda que parcial, sem autorizao prvia

VESTIBULAR 2017/1

MODELO DE PROVA: PROVA E

PROVA

Escola Superior de Propaganda e Marketing

VESTIBULAR 2017 1 4

REDAO

Escolha um dos temas acima e desenvolva uma dissertao com o mnimo de 20 linhas e o mximo de 30 linhas, considerando-se letra de tamanho regular.

Assinale o tema escolhido (1 ou 2) nos quadradinhos correspondentes (prxima pgina).

D um ttulo sugestivo e criativo sua redao.

Defenda ou refute as ideias apresentadas atravs de uma dissertao integrada, coeren-te, organizada e estruturada. Fundamente suas ideias com argumentos, sem sair do tema. Aderncia ao tema um dos itens de avaliao.

Importante: No h uma resposta ou alternativa certa ou errada a ser encontrada. No vamos julgar suas opinies, mas sua capacidade de anlise e argumentao.

TEMA 1

Os desafios das mltiplas janelas

Estudo realizado pela Universidade de Toronto, no Canad, e pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) sugere que adolescentes que se ocupam de mltiplas tarefas tecnolgicas ao mesmo tempo podem ter um pior desempenho escolar, maior dificuldade de memria e mais impul-sividade. Essa gerao tem uma maneira muito peculiar de lidar com as novas tecnologias e com a construo da informao. Porm, se os jovens tm maior dificuldade em focar em um nico objeto, como uma aula ou uma prova de Matemtica ou Ingls, eles ganham em agilidade e capacidade de integrao ao executar mtiplas tarefas ao mesmo tempo.

(Jairo Bouer - O Estado de S.Paulo 22 /5/2016)

PROPOSTA: Com base nas informaes do texto e em outras de seu conhecimento sobre o assunto, elabore um texto dissertativo que apresente consideraes sobre a seguinte questo:

Alm dos ganhos e desafios de mltiplas tarefas tecnolgicas simultneas no desempenho escolar, como podemos pens-las no mbito das relaes pessoais e profissionais ?

TEMA 2

Relaes afetivas na contemporaneidade

De todas as relaes afetivas que podem nos unir a outros seres humanos (o amor, a famlia, a caridade, a fraternidade, a comunidade poltica, a solidariedade, etc), a amizade a mais modesta e a mais estvel, pois ela a nica que deve ser necessariamente recproca. Ela , portanto, a que traz a promessa de maior longevidade.

(Francis Wolf filsofo francs - Folha de S. Paulo, 16/08/16)

PROPOSTA: Com base nas informaes dos textos e em outras de seu conhecimento sobre o assunto, elabore um texto dissertativo que apresente consideraes sobre a seguinte questo:

Como a amizade poderia resistir num tempo tambm pautado pelo imediatismoe pelo efmero?

PROVA

Escola Superior de Propaganda e Marketing

VESTIBULAR 2017 1 5

REDAO

FOLHA DE REDAO(MXIMO DE 30 LINHAS)

Ttulo:

Tema: 1 2

PROVA

Escola Superior de Propaganda e Marketing

VESTIBULAR 2017 1 6

PORTUGUS

Texto para as questes de 1 a 4:

A situao favorvel, do ponto de vista das oportunidades de trabalho, que existia na regio cafeeira, valeu aos antigos escra-vos liberados salrios relativamente eleva-dos. Com efeito, tudo indica que na regio do caf a abolio provocou efetivamente uma redistribuio da renda em favor da mo-de-obra. Sem embargo, essa melhora na remunerao real do trabalho parece haver tido efeitos antes negativos que po-sitivos sobre a utilizao dos fatores. (...) O homem formado desse sistema social est totalmente desaparelhado para responder aos estmulos econmicos. Quase no pos-suindo hbitos de vida familiar, a ideia de acumulao de riqueza lhe praticamen-te estranha. Demais, seu rudimentar de-senvolvimento mental limita extremamen-te suas necessidades. Sendo o trabalho para o escravo uma maldio e o cio o bem inalcanvel, a elevao de seu sal-rio acima de suas necessidades que esto definidas pelo nvel de subsistncia de um escravo determina de imediato um for-te preferncia pelo cio. Dessa forma, uma das consequncias diretas da abolio, nas regies em mais rpido desenvolvimento, foi reduzir-se o grau de utilizao da fora de trabalho.

(Celso Furtado, Formao Econmica do Brasil)

Questo 01

Segundo o autor:

a) A situao favorvel fez o negro, uma vez ocupado fora do regime escravocrata, preferir o cio.

b) A preferncia pelo cio deriva diretamen-te da condio de trabalhador assalariado em pas latino-americano.

c) O repertrio de necessidade do escravo era limitado