Na velha vitrola, o disco da cantora francesa Francoise Hardy, interpretando a canção LAmitié.

  • Published on
    17-Apr-2015

  • View
    103

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • Slide 1
  • Slide 2
  • Na velha vitrola, o disco da cantora francesa Francoise Hardy, interpretando a cano LAmiti.
  • Slide 3
  • LAmiti, que em portugus significa a Amizade.
  • Slide 4
  • Ela gravou esta cano em 1965, tendo-se passado mais de 40 anos desde ento.
  • Slide 5
  • Mas isso no tem importncia, pois a arte diz respeito alma. E as coisas da alma desconhecem o que seja relgio ou calendrio.
  • Slide 6
  • O relgio da alma no tem ponteiros. A alma se deleita naquilo que infinito; no cu, no mar, na poesia...
  • Slide 7
  • no cu, no mar, na poesia... Os poetas recriam o mundo, reencantam a vida, inventam conexes novas, so seres do esprito... Leonardo Boff
  • Slide 8
  • Deus o maior dos poetas. Leonardo Boff A criao do mundo uma obra potica.
  • Slide 9
  • A poesia que h na ternura de uma me que segura no colo o filho recm-nascido.
  • Slide 10
  • Uma ternura que tem o poder de nos reconduzir simplicidade essencial da vida.
  • Slide 11
  • O nenezinho tem poder de nos fazer voltar ao essencial esquecido.
  • Slide 12
  • O nenezinho tem poder de nos fazer voltar ao essencial esquecido. Deus criana, Rubem Alves s a infncia divina, preciso que voltemos a ser crianas.
  • Slide 13
  • Criana no meio para se chegar ao adulto. Rubem Alves Criana fim, o lugar aonde todo adulto deve chegar.
  • Slide 14
  • Quarenta anos representam um sopro para a alma; Oitenta anos, uma leve brisa que passa...
  • Slide 15
  • Oitenta anos, uma leve brisa que passa... Aproveitar os nossos breves dias e noites para refletir sobre a nossa caminhada terrena.
  • Slide 16
  • A nossa fome de po e gua; a nossa fome de beleza e transcendncia.
  • Slide 17
  • A rota do cu passa pelo caminho da Terra...
  • Slide 18
  • O invisvel se manifesta pela sacramentalidade do visvel e do sensvel. Frei Betto
  • Slide 19
  • A felicidade reencontrarmos em ns a capacidade para amar,...
  • Slide 20
  • ...porque tudo o que fazemos sem amor tempo perdido, feito em m hora, uma infelicidade.
  • Slide 21
  • Enquanto tudo o que fazemos com amor Jean Yves-Leloup a eternidade reencontrada...
  • Slide 22
  • O belo aquilo que podemos ser...
  • Slide 23
  • E a esperana nada mais que a fidelidade a essa possibilidade Rubem Alves que dorme silenciosa em todos...
  • Slide 24
  • Formatao: um_peregrino @ hotmail.com Tema musical: LAmiti, Francoise Hardy
  • Slide 25
  • Os dias e as noites, e a arte de semear estrelas...
  • Slide 26
  • No sorriso de uma criana...
  • Slide 27
  • ...onde que comea o cu, e onde que termina a terra?...
  • Slide 28
  • Slide 29