PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Tecnico/Regras%20PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais 4. DIAGRAMA UNIFILAR 4.1 CONSIDERAES GERAIS O diagrama unifilar um

  • View
    228

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Tecnico/Regras%20PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes...

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    4. DIAGRAMA UNIFILAR 4.1 CONSIDERAES GERAIS O diagrama unifilar um desenho que utilizando simbologia especfica, representa graficamente uma instalao eltrica, indicando, sobre a planta arquitetnica: os pontos de luz e as tomadas; a posio dos eletrodutos; a localizao dos quadros de distribuio; a diviso dos circuitos; o nmero e a caracterizao dos condutores dentro dos eletrodutos. Tanto aspectos do circuito eltrico como do caminhamento fsico da instalao so contemplados no diagrama unifilar. 4.2 CIRCUITO ELTRICO Quanto ao circuito eltrico, o diagrama unifilar deve indicar para cada carga (ponto de luz, tomada, ou aparelho especfico), os correspondentes elementos bsicos: fonte (ponto de suprimento ou quadro de distribuio); circuito parcial a que pertence; pontos de comando (interruptores e chaves associados); condutores associados. Para ilustrar esse conceitos, considera-se uma fonte (fase e neutro) e uma lmpada, que deve ser comandada por um interruptor, conforme mostrado na figura 4.1.

    23

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    F

    N

    1 2 3

    4

    Figura 4.1- Circuito Eltrico

    Nota-se que, embora a primeira vista o interruptor (1-2) poderia inserir-se no trecho do circuito Fase/Lmpada (entre os pontos F e 3) ou no circuito Neutro/Lmpada (entre os pontos N e 4), obrigatrio, por norma, inseri-lo no trecho que contm a fase (F). Isto ocorre para que se garanta maior segurana na manuteno da luminria, mantendo-a com o potencial do neutro, quando o interruptor estiver aberto. Caso se interrompesse o neutro, o potencial da lmpada seria sempre igual ao da fase, o que no conveniente. H uma nomenclatura prpria para os trs condutores que constituem os trs trechos do circuito: O condutor do trecho F/1, designado por condutor FASE ou

    simplesmente FASE e est sempre no potencial da fase (110V, 115V, 127V ou 220V);

    O condutor do trecho N/4, designado por condutor NEUTRO ou

    simplesmente NEUTRO, e est no potencial do neutro quando a lmpada est desligada e muito prximo dele quando a lmpada esta energizada.

    O condutor do trecho 2/3, designado por retorno e ora est no potencial

    do neutro quando a lmpada esta desligada, ora est no potencial da fase quando a lmpada estiver acesa.

    24

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    Nota-se que podem ocorrer situaes particulares em que circuitos so alimentados por duas fases, ao invs de uma fase e um neutro. Neste caso, esses dois trechos so designados por fase, e necessariamente h a interrupo de uma fase pelo interruptor. 4.3 CIRCUITO FSICO Fisicamente a fonte um quadro de distribuio, a lmpada est no teto de um certo ambiente, o interruptor deve ser localizado em uma parede desse ambiente e os condutores devem ser fixados em eletrodutos na parede e teto. O problema que se coloca : como isso feito e como se representa de maneira prtica e objetiva ? A figura 4.2 apresenta essa situao e uma soluo para o problema, atravs da utilizao de eletrodutos e caixas.

    Figura 4.2- Circuito fsico

    F N

    Os condutores so acondicionados em eletrodutos, cujo caminhamento respeita condicionantes fsicos e econmicos. O traado dos eletrodutos deve ser estudado de forma a minimizar as quantidades de material empregado, evitando-se interferncias com outras instalaes prediais e elementos estruturais da edificao. Deve-se tambm atentar aos problemas de execuo e de manuteno futuras, por exemplo evitando-se o excesso de eletrodutos e condutores em caixa de passagem, reduzindo os cruzamentos de condutores no interior de paredes e lajes, e posicionando as caixas em lugares de fcil acesso. Em captulo especfico, esta apostila trata de recomendaes e diretrizes que devem ser respeitadas na fase de execuo dessas instalaes. 25

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    4.4 SIMBOLOGIA Todos os elementos que compem o diagrama unifilar de uma instalaso eltrica so representados por simbologias especficas, determinadas pelas Normas Brasileiras. Alm dessa simbologia existem outras que, embora no sejam padronizadas por norma, tm uso corrente. A tabela 4.1 apresenta as principais simbologias utilizadas.

    Tabela 4.1 - Simbologia

    26

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    Particularmente, o circuito tratado no item anterior poderia ser representado pelo diagrama unifilar da figura 4.3.

    do Quadro dedistribuio

    100a 2

    2

    2

    SFigura 4.3- Diagrama Unifilar A caracterizao do diagrama unifilar no mbito do projeto consiste em representar o diagrama da figura 4.3 sobre a planta do projeto arquitetnico, como mostra a figura 4.4.

    QDa 2100

    2

    1.5 mm2

    20 mm

    1.5 mm22

    S

    20 mm

    Figura 4.4 -Diagrama unifilar sobre planta

    27

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    4.5 TIPOS DE COMANDO Em uma instalao eltrica predial h vrios tipos de comandos que controlam os pontos de luz, destacando-se: comando simples; comando de vrios pontos de luz de um s ponto; comando de um ponto (ou mais pontos) de luz por 2 pontos; comando de um (ou mais pontos) de luz por mais de 2 pontos, os quais passam a ser descritos a seguir, supondo-se que a fonte constituda por uma fase e neutro: a) Comando Simples o comando mais utilizado, sendo composto por um interruptor simples que comanda um ponto de luz. O circuito e o diagrama unifilar correspondente so apresentados na figura 4.5.

    F

    N

    100a 2

    Sa

    Figura 4.5 - Comando simples b) Comando de Vrios Pontos de Luz por um s Ponto Empregam-se chaves interruptoras duplas ou triplas, inseridas em circuitos anlogos aos do item (a). A figura 4.6 apresenta, a ttulo ilustrativo, 3 pontos de luz de um salo comandados por apenas um ponto.

    28

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    Neutro

    Fase

    602 a

    602 b

    602 c

    Sabc

    Figura 4.6 - Comando de vrios pontos de luz por um s ponto

    c) Comando de Um Ponto de Luz a partir de Dois Pontos Este tipo de aplicao utiliza os interruptores paralelos, conforme ilustrado no circuito eltrico da figura 4.7.

    29

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    Neutro

    Fase

    100

    SpSp

    Figura 4.7 - Comando Paralelo Note que o circuito da figura 4.8, apesar de funcionar, no deve ser utilizado, uma vez que no respeita a norma, pois em certos estados dos interruptores, a lmpada permanece desligada submetida tenso de fase. Alm disso, a diferena de potencial nos terminais do interruptor, em determinadas situaes, igual d.d.p. fase/neutro, transgredindo as suas especificaes.

    30

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    Fase Neutro

    Figura 4.8 - Comando paralelo com ligao errada d) Comando com Um (ou mais) Pontos de Luz por 3 ou mais Pontos A utilizao conjugada de interruptores two ways e paralelos permite o comando de um ponto de luz por 3 ou mais pontos, conforme mostra a figura 4.9. Note que a medida que se insere mais um interruptor two ways nos circuitos dos retornos, obtm-se mais um ponto de comando.

    31

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    N

    F

    Sp Si SpSi

    T100 Si

    SiSp

    Sp

    Figura 4.9 - Comando por mais de 2 pontos

    32

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    5. PROJETO DE INSTALAES PREDIAIS 5.1 NORMAS E SMBOLOS A norma que rege as instalaes eltricas de baixa tenso, inclusive no aspecto dos projetos, a NBR 5410 - Instalaes Eltricas de Baixa Tenso. As recomendaes para nveis de iluminamento mnimos constam da NBR 5413 - Iluminao de Interiores. A simbologia empregada nos desenhos a padronizada pelas normas ABNT (NBR 5446, NBR 5553), sendo entretanto bastante difundido o uso de outros smbolos. 5.2 COMPOSIO DE UM PROJETO Um projeto de instalaes eltricas composto dos seguintes documentos: a) Desenhos Conjunto de plantas, esquemas e detalhes, contendo as indicaes necessrias para a compreenso geral do projeto, bem como a identificao, localizao e interconexo de todos os materiais e equipamentos eltricos. A escala usualmente utilizada nos desenhos de planta baixa de 1:50, e de 1:25 para os detalhes de instalao. Os esquemas eltricos e desenhos de prumadas no so, usualmente, realizados em escala. comum se utilizar o prprio desenho arquitetnico como matriz para as plantas das instalaes eltricas, contendo, porm, apenas as informaes estritamente necessrias (alvenarias, portas, caixilhos e pilares). interessante se dispor de um jogo de plantas dos desenhos de formas e armaes para consulta.

    33

  • PEA - Eletrotcnica Geral Instalaes Eltricas Prediais

    b) Memorial Descritivo Apresenta uma viso sucinta dos sistemas projetados, visando complementar os desenhos ou facilitar a sua compreenso. Deve incluir os critrios bsicos e normas que nortearam a sua concepo e justificativa de solues adotadas. c) Memria de Clculo Resumo de todos os clculos efetuados como os de iluminao, cargas instaladas, demandas e correntes, quedas de tenso e curto circuito. d) Especificaes Tcnicas dos Materiais Descrio dos materiais a serem empregados, fixando-se os requisitos mnimos quanto ao seu desempenho, qualidade da matria prima, processo de fabricao, acabamento, testes e ensaios. e) Especificaes Tcnicas dos Servios Instrues referentes montagem das instalaes, fixando as condies gerais para a execuo da obra e os cuidados necessrios para a aplicao dos materiais e equipamentos, alm de recomendaes sobre a sequncia dos servios. f)

Recommended

View more >