of 39 /39
Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Embed Size (px)

Citation preview

Page 1: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Page 2: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

1) Os Estados Unidos são os maiores produtores, consumidores e exportadores de milho.

2) A China está na segunda posição na produção e no consumo.

3) Na terceira posição, em ambos os itens, fica a União Europeia.

4) Brasil quarto em produção e consumo e terceiro em exportação.

5) A Argentina é a segunda exportadora e sexta produtora.

Os percentuais exportados são mais baixos que noutros produtos: * os Estados Unidos exportam 15% da produção;** a Argentina, é exceção, 67%.

Os maiores importadores são o Japão, Coreia do Sul e México

Page 3: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

A produção aumenta 2,9%, o consumo 1,8% e a exportação 0,7%.De 2005/06 até a safra de 2010/11:• os EUA aumentaram sua produção em 27%, • a China em 16% e;• o Brasil em 2%.• mas os três tiveram oscilações nos anos intermediários

Page 4: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

PARA REFLETIR:

1. EUA – MERCADO INTERNO - METANOL DE MILHO E CRISE DO PETRÓLEO (ALTA DE PREÇO)

2. CHINA – MERCADO INTERNO – CARNES3. BRASIL – MERCADO INTERNO – PARTE EXPORTADA EM

FORMA DE CARNES4. ARGENTINA – MARCADO EXTERNO5. ESPANHA – DEMANDA INTERNA – MAIOR CONSUMIDOR

PER CAPITA DE CARNE SUÍNA6. MÉXICO – DEMANDA INTERNA – FORTE CONSUMO

HUMANO

POUCOS IMPORTADORES DE MILHO - 10,8% DA PRODUÇÃO MUNDIAL É EXPORTADA

Page 5: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Como são as respostas?

Page 6: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Como são as respostas?

2007/2008 – queda dos estoques mundiais

Page 7: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Respostas nos EUA

Page 8: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Respostas nos EUAAo contrário dos estoques mundiais, os EUA têm diminuído os de 50 milhões ton, em 2005/06, p/ 33 milhões em 2010/ 11. * Suas exportações oscilaram* Sua produção e seu consumo aumentaram

CASO METANOL – “ETANOL” DE MILHO

Page 9: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Distribuição da produção no Brasil

Page 10: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Comportamento do mercado no Brasil

Page 11: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Comportamento do mercado no Brasil

Page 12: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Acompanhamento mensal CONAB

A REDUÇÃO PRODUÇÃO DE MILHO É LOCALIZADA NO RS e SC

Page 13: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

DETALHAMENTOS POR ESTADO E REGIÃO

Page 14: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Conjunto das culturas de grãos Sul Brasil

atualizada em março 2012

AUMENTO DA ÁREA CULTIVADA (em 1,2 milhões de hectares)REDUÇÃO DE RENDIMENTOS EM 19,8% (- 755 kg/ha) REDUÇÃO DE SAFRA EM 18,8% (- 12,7 milhões ton)

Page 15: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Santa Catarina 105 sacas /hectare

Page 16: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Milho no Sul Brasilatualizada em março 2012

Só milho – atualização em março de 2012AUMENTO DA ÁREA CULTIVADA (em 11%)REDUÇÃO DE RENDIMENTOS EM 27,4% REDUÇÃO DE SAFRA EM 19,4%

Page 17: Produto fortemente ligado aos mercados internos!
Page 18: Produto fortemente ligado aos mercados internos!
Page 19: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Custos de produção – “baixa” tecnologia – baixo insumo externo

Page 20: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Custos de produção – “baixa” tecnologia – baixo insumo externo - continuação...CUSTOS FIXOS (CF)         246,86

1 - Manutenção de benfeitorias (galpão de 30m) (1% de VN)/área média/2 2,91 2 - Depreciação (galpão de 30m) (VN-VS)/25/área média/2 10,46

3 - Impostos e taxas terra de segunda (0.5% de VT)/2 21,52 4 - Remuneração do capital fixo

.Benfeitorias (galpão de 30m) 6% de (VN+VS)/2/área média/2 9,59 5 - Mão-de-obra fixa Administrador 8% de CV 73,30 6 - Remuneração da terra terra de segunda (3% de VT)/2 129,09 CUSTOS TOTAIS (CV + CF)         1163,08

DADOS PARA ANALISECusto variável R$ /sc 60 kg 12,22 Custo fixo R$ /sc 60 kg 3,29 Custo total R$ /sc 60 kg 15,51            

Outros compomentes do custo Produção sc 60 kg 75,00

Preço de mercado R$ / sc 60 kg 15,44Receita bruta R$ 1.158,00Financiamento (100% do VD) R$ 854,65Capital de giro (itens 5 e 6 do CV) R$ 17,09Galpão rústico valor novo R$ / 30m2 2.325,00Galpão rústico valor de sucata R$ / 30m2 232,50Valor da terra de segunda   R$ / ha 8.606,17    

NOTAÇÕES: CV - custo variável VN - valor novo CF - custo fixo VS - valor de sucata VT - valor da terra RB- receita bruta VD -valor do desembolso (itens 1+2+3+4)        

Page 21: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Custos de produção – “alta” tecnologia – alto insumo externoCARACTERIZAÇÃO DO SISTEMA PRODUTIVO

Novembro 2010

Área média da lavoura [ha] 40 Rendimento [kg/ha] 9.600 Alta Utilização de Tecnologia

Componentes Especificação Unidade referência Quantidade Valor unitário

(R$)Valor total

(R$)CUSTOS VARIÁVEIS (CV) 2.030,79 1 - Insumos         1.154,40

Sementes milho híbrido simples Mil sementes 71,5 3,54 253,11 Calcário a granel 3 tonelada a cada 3 anos t 1,0 77,77 77,77 Adubo base NPK kg 400,0 0,95 378,00 Adubo de cobertura Uréia kg 350,0 0,80 280,00 Dessecante Glifosato CS l 3,0 12,13 36,39 Herbicida Atrazina / Simazina SC l 6,0 9,30 55,78 Inseticida - tratamento de semente Thiodicarb 300 SC l 0,3 122,87 30,72

Thiametoxan 700 PD g 60,0 0,42 25,23 Inseticida - parte aérea Lambdacyhalothrin SE l 0,15 50,11 7,52

Permetrin 384 CE l 0,15 40,50 6,08 Espalhante adesivo Óleo mineral l 0,50 7,62 3,81

2 - Mão-de-obra         30,14 Distribuição de calcário (1/3) dia-homem 0,10 37,67 3,77 Tratamento de semente dia-homem 0,05 37,67 1,88 Aplicação de dessecante dia-homem 0,10 37,67 3,77 Plantio / adubação dia-homem 0,20 37,67 7,53 Adubação de cobertura dia-homem 0,05 37,67 1,88 Aplicação herbicida dia-homem 0,10 37,67 3,77 Colheita/transp. int. dia-homem 0,20 37,67 7,53

3 - Serviços Mecânicos       541,34 Conservação de solo (trator+arado) hora-trator 0,40 50,81 20,33 Subsolagem (1/3) (trator+subsolador) hora-trator 0,83 48,99 40,66 Distribuição de calcário (1/3) (trator+dist. calcário) hora-trator 0,25 61,99 15,50 Aplicação de dessecante (trator+pulverizador) hora-trator 0,40 59,87 23,95 Plantio / adubação (trator+ plantadeira) hora-trator 1,00 77,31 77,31 Aplicação de herbicida (trator+pulverizador) hora-trator 0,40 59,87 23,95 Aplicação de inseticida (trator+pulverizador) hora-trator 0,40 59,87 23,95 Adubação de cobertura (trator+dist. uréia) hora-trator 0,30 47,36 14,21 Transporte interno (trator+carreta) hora-trator 0,50 48,24 24,12 Colheita mecânica (automotriz média) hora-colh 1,20 231,15 277,38

4 - Despesas Gerais   1.0% de (1)+(2)+(3)   17,26 5 - Assistência técnica   2% de (1)+(2)+(3)+(4)   34,86 6 - Seguro da produção (PROAGRO)   2,9% de (1)+(2)+(3)+(4)   50,55 7 - Custos Financeiros (8 meses)         80,11

Juro s/ financiamento 6,75% ao ano 0,045 62,75 Juro s/ capital giro 6% ao ano 0,040 17,36

8 - Despesas de comercialização         122,13 Transporte externo 20 km sc 160 0,39 62,40 Previdência social 2.3% da RB RB 2,30% 2.596,80 59,73

Page 22: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Custos de produção – “alta” tecnologia – alto insumo externoCUSTOS FIXOS (CF)         441,74 1 - Manutenção de benfeitorias (galpão de 50m) (galpão de 50m) (1% de VN)/área média/2 0,51 2 - Depreciação (galpão de 50m) (VN-VS)/25/área média/2 1,83 3 - Impostos e taxas terra de primeira (0.5% de VT)/2 39,32 4 - Remuneração do capital fixo 6% de (VN+VS)/2/área média/2

Benfeitorias (galpão de 50m) 1,68 5 - Mão-de-obra fixa Administrador 8% de CV 162,46 6 - Remuneração da terra terra de primeira (3% de VT)/2 235,94 CUSTOS TOTAIS (CV + CF)         2.472,53 DADOS PARA ANALISE

Custo variável R$ /sc 60 kg 12,69 Custo fixo R$ /sc 60 kg 2,76 Custo total   R$ /sc 60 kg     15,45

Outros compomentes do custo Produção sc 60 kg 160 Preço de mercado R$ / sc 60 kg 16,23 Receita bruta R$ 2596,80 Financiamento (80% do VD) R$ 1394,51 Capital de giro (20% do VD + itens 5 e 6 do CV) R$ 434,04 Galpão rústico valor novo R$ / 50m2 4062,50 Galpão rústico valor de sucata R$ / 50m2 406,25 Valor da terra de primeira   R$ / ha     15729,38

NOTAÇÕES: CV - custo variável VN - valor novo CF - custo fixo VS - valor de sucata VT - valor da terra RB- receita bruta VD -valor do desembolso (itens 1+2+3+4)        

Page 23: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

COMPOSIÇÃO DO MILHOANATOMIA DO GRÃO DE MILHO E

SUAS PARTES.

Page 24: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

PERCENTAGEM DO CONSTITUINTE TOTAL INDICADO NAS ESTRUTURAS FÍSICAS ESPECÍFICAS DO GRÃO

DE MILHO.

Page 25: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

TIPOS DE MILHO E AS RELATIVAS PROPORÇÕES

DO ENDOSPERMA FARINÁCEO E VÍTREO.

Page 26: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

MINERAIS EXISTENTES NO MILHOOs minerais, que somam de 3 a 6%, estão concentrados no gérmen (78%), embora estejam também presentes na camada de aleurona, a última camada do endosperma.

O mineral encontrado em maior abundância no milho é o fósforo (0,3 ppm), presente na forma de fitatos de potássio e magnésio.

Enxofre ocorre no grão em quantidades significantes, embora na forma orgânica, como parte dos aminoácidos sulfurados.

Outros minerais estão também presentes no milho em quantidades menores, sendo os mais importantes: cloro, cálcio, sódio, iodo, ferro, zinco, manganês, cobre, selênio, crômio, cobalto e cádimo.

Page 27: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

USOS DO MILHO 1. O milho é insumo para a produção de uma

centena de produtos, porém, na cadeia produtiva de suínos e aves, é consumido aproximadamente 70% do milho produzido no mundo e entre 70 e 80% do milho produzido no Brasil.

2. Existem previsões de que a demanda mundial de carnes continue crescendo e estimativas apontam um consumo superior a 110 milhões de toneladas de carne suína e quase 70 milhões de toneladas de carne de frango, até o ano de 2015 (Embrapa, 2011).

Page 28: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

PRINCIPAIS PAÍSES PRODUTORES DE CARNE SUÍNA - 2001-2005 – FONTE: AGRIDATA

Page 29: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

CUSTOS DA CARNE SUÍNA O custo de produção de carne suína: Na China (US$ 1,32/kg vivo); No Brasil (US$ 0,62/kg vivo); Na União Européia (US$ 1,10/kg vivo) e; Estados Unidos (US$0,77/kgvivo)

Page 30: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

ANIMAIS POR KM2 Os números de animais por km2, que são: De 50,6 na China; De 36,8 na União Européia; De 10,2 nos Estados Unidos

são substancialmente maiores que os 4,5 animais por km2 no Brasil – mas concentrada – Oeste SC

Page 31: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

PRINCIPAIS PAÍSES PRODUTORES DE CARNE DE AVES. 2001-2005.

Page 32: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Consumo de milho por segmento. Milhões de t.

Evolução das exportações brasileiras de carnes. Em toneladas

Page 33: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Mesmo para o consumo humano, o milho necessita de

alguma transformação. À exceção do consumo quando os grãos estão em

estado leitoso, ou “verde”, os grãos secos não podem ser consumidos diretamente pelos seres humanos

Consumo humano de milho

Page 34: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

O MILHO PODE SER INDUSTRIALIZADO ATRAVÉS DOS PROCESSOS DE MOAGEM

ÚMIDA E SECA Moagem seca é a mais utilizada no Brasil.

Desse processo resultam subprodutos como a farinha de milho, o fubá, a quirera, farelos, óleo e farinha integral desengordurada.

Envolve escalas menores de produção e menor investimento industrial.

O processamento industrial do milho rende, em média, 5% do seu peso na forma de óleo.

Page 35: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

MOAGEM ÚMIDA

Através do processo de moagem úmida, o principal subproduto obtido é o amido, cujo nome do produto foi praticamente substituído pela designação comercial de Maizena.

Page 36: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Os múltiplos usos do Milho - Fonte: EMBRAPA, 2005

Page 37: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Os múltiplos usos do Milho – continuação ...

Page 38: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

Acetato de etila – como solvente de outras substânciasÁcido ascórbico – vitamina CÁcido cítrico – intensificador de sabor e conservanteÁcido fumárico – como acidificanteÁcido sórbico – conservante de vinhos, produtos lácteos, alimentos do mar e carnesAlfa tocoferol – vitamina ECelulose – estabiliza texturasDiglicéridos – manter a textura como a das margarinasEstearato de cálcio – estabiliza texturasFibersol-2 – aumenta o conteúdo de fibra dos alimentosFrutose – adoçanteGlúten – estabiliza textura de gelados e do ketchupGoma Xantana – aumenta a viscosidade dos alimentosLactato de etila – utilizado como solvente, ou seja dissolver outras substânciasMaltodextrina – hidrato de carbono altamente energéticoPolidextrose – aumentar o conteúdo de fibraSacarina – adoçante, proibido em alguns paísesSacarose – açúcarSorbitol - adoçanteVinagre branco – utilizado em picklesXarope de milho rico em frutose – adoçanteXilitol – adoçanteZeína – corante

As substâncias isoladas do milho:

Page 39: Produto fortemente ligado aos mercados internos!

MUITO OBRIGADO!!!