QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA.ppt

  • View
    290

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA.ppt

  • QUESTES DE MLTIPLA ESCOLHA

    TEXTOS PARA ANLISESARESP

    PROVA BRASILENEM

  • Seja Criativo: Fuja das Desculpas Manjadas

    Entrevista com teens, pais e psiclogos mostram que os adolescentes dizem sempre a mesma coisa quando voltam tarde de uma festa. Conhea seis desculpas entre as mais usadas. Uma sugesto: evite-as. Os pais no acreditam.

    Ns tivemos que ajudar uma senhora que estava passando muito mal. At o socorro chegar... A gente no podia deixar a pobre velhinha sozinha, no ? O pai do amigo que ia me trazer bateu o carro. Mas no se pre-ocupem, ningum se machucou!

    Cheguei um minuto depois do nibus ter partido. A tive de ficar horas esperando uma carona... Voc acredita que o meu relgio parou e eu nem percebi? Mas vocs disseram que hoje eu podia chegar tarde, no se lembram?

    Eu tentei avisar que ia me atrasar, mas o telefone daqui s dava ocupado!

    1) De acordo com o texto, os pais no acreditam em (A) adolescentes. (B) psiclogos. (C) pesquisas. (D) desculpas.

  • Minha Sombra De manh a minha sombra com meu papagaio e o meu macaco comeam a me arremedar. E quando eu saio a minha sombra vai comigo fazendo o que eu fao seguindo os meus passos.Depois meio-dia. E a minha sombra fica do tamaninho de quando eu era menino.Depois tardinha. E a minha sombra to comprida brinca de pernas de pau. Minha sombra, eu s queria ter o humor que voc tem, ter a sua meninice, ser igualzinho a voc. E de noite quando escrevo, fazer como voc faz, como eu fazia em criana: Minha sombra voc pe a sua mo por baixo da minha mo, vai cobrindo o rascunho dos meus poemas sem saber ler e escrever.

    Fonte:

    LIMA, Jorge de. Minha Sombra In: Obra Completa. 19. ed. Rio de Janeiro: Jos Aguillar Ltda., 1958.

    1. De acordo com o texto, a sombra imita o menino (A) de manh. (B) ao meio-dia. (C) tardinha. (D) noite.

  • Prezado Senhor,

    Somos alunos do Colgio Tom de Souza e temos interesse em assuntos relacionados a aspectos histricos de nosso pas, princi-palmente os relacionados ao cotidiano de nossa Histria, como era o dia a dia das pessoas, como eram as escolas, a relao entre pais e filhos etc. Vnhamos acompanhando regularmente os suplementos

    publicados por esse importante jornal. Mas agora no encontramos mais os artigos to interessantes. Por isso, resolvemos escrever-lhe e solicitar mais matrias a respeito.

    O tema de interesse dos alunos

    (A) cotidiano. (B) escola. (C) Histria do Brasil. (D) relao entre pais e filhos

  • O Sapo

    Era uma vez um lindo prncipe por quem todas as moas se apaixonavam. Por ele tambm se apaixonou a bruxa horrenda que o pediu em casamento. O prncipe nem ligou e a bruxa ficou muito brava. Se no vai casar comigo no vai se casar com ningum mais! Olhou fundo nos olhos dele e disse: Voc vai virar um sapo! Ao ouvir esta palavra o prncipe sentiu estremeo. Teve medo. Acreditou. E ele virou aquilo que a palavra feitio tinha dito. Sapo. Virou um sapo.

    ALVES, Rubem. A Alegria de Ensinar. Ars Potica, 1994.

    1. No trecho O prncipe NEM LIGOU e a bruxa ficou muito brava, a expresso destacada significa que

    (A) no deu ateno ao pedido de casamento. (B) no entendeu o pedido de casamento. (C) no respondeu bruxa. (D) no acreditou na bruxa.

  • Duas Almas

    tu, que vens de longe, tu, que vens cansada, entra, e sob este teto encontrars carinho: eu nunca fui amado, e vivo to sozinho, vives sozinha sempre, e nunca foste amada...

    A neve anda a branquear, lividamente, a estrada, e a minha alcova tem a tepidez de um ninho. Entra, ao menos at que as curvas do caminho se banhem no esplendor nascente da alvorada.

    E amanh, quando a luz do sol dourar, radiosa, essa estrada sem fim, deserta, imensa e nua, podes partir de novo, nmade formosa! J no serei to s, nem irs to sozinha. H de ficar comigo uma saudade tua... Hs de levar contigo uma saudade minha...

    Fonte:WAMOSY, Alceu. Livro dos Sonetos. L&PM.

    1. No verso e a minha alcova tem a tepidez de um ninho, a expresso sublinhada d sentido de um lugar

    (A) aconchegante. (B) belo. (C) brando. (D) elegante.

  • O Drama das Paixes Platnicas na Adolescncia

    Bruno foi aprovado por trs dos sentidos de Camila: viso, olfato e audio. Por isso, ela precisa conquist-lo de qualquer maneira. Matriculada na 8 srie, a garota est determinada a ganhar o gato do 3 ano do Ensino Mdio e, para isso, conta com os conselhos

    de Tati, uma especialista na arte da azarao. A tarefa no simples, pois o moo s tem olhos para Lcia justo a maior crnio da escola. E agora, o que fazer? Camila entra em dieta espartana e segue as leis da conquista elaboradas pela amiga.

    Fonte: Revista Escola, maro 2004, p. 63

    Pode-se deduzir do texto que Bruno

    A. chama a ateno das meninas. B. mestre na arte de conquistar. C. pode ser conquistado facilmente. D. tem muitos dotes intelectuais.

  • Ma do amorIngredientes quilo de acar2 colheres (ch) de vinagre1 colher (ch) de anilina vermelha4 mas lavadas e enxutas

    Modo de preparo

    Misture todos os ingredientes e faa uma calda grossa. Pegue as mas, espete em palitos de sorvete e mergulhe na calda. Ponha no tabuleiro e deixe esfriar.

    Fonte: Ma do amor. Disponvel em Acesso em: 10.nov.2008

    Podemos afirmar que o texto uma receita porque(A) ensina a combinar os produtos e o jeito de enfeitar cada um deles(B) indica a quantidade de ingredientes e o modo de preparar um prato(C) mostra o tabuleiro e informa o tempo que leva para esfriar(D) sugere o acompanhamento e a bebida adequada para servir.

  • As Amaznias

    Esse tapete de florestas com rios azuis que os astronautas viram a Amaznia. Ela cobre mais da metade do territrio brasileiro. Quem viaja pela regio no cansa de admirar as belezas da maior floresta tropical do mundo. No incio era assim: gua e cu. mata que no tem mais fim. Mata contnua, com rvores muito altas,cortada pelo Amazonas, o maior rio do planeta. So mais de mil rios desaguando no Amazonas. gua que no acaba mais.

    Fonte: SALDANHA, P. As Amaznias. Rio de Janeiro: Ediouro, 1995.

    O texto trata (A) da importncia econmica do rio Amazonas.

    (B) das caractersticas da regio Amaznica. (C) de um roteiro turstico da regio do Amazonas.

    (D) do levantamento da vegetao amaznica.

    2. A frase que contm uma opinio (A) cobre mais da metade do territrio brasileiro (l. 2). (B) no cansa de admirar as belezas da maior floresta (l. 3). (C) ...maior floresta tropical do mundo (l. -3-4). (D) Mata contnua [...] cortada pelo Amazonas (l. 5-6).

  • Leia o texto e responda questo.

    Entre os bichos da floresta, espalhou-se a notcia de que haveria uma festa no Cu. Porm, s foram convidados os animais que voam.

    Um sapo muito malandro, que vivia no brejo, l no meio da floresta, ficou com muita vontade de participar do evento. Resolveu que iria de qualquer jeito, e saiu espalhando para todos, que tambm fora convidado. Depois de muito pensar, o sapo formulou um plano. Horas antes da festa, procurou o urubu. Conversaram muito, e se divertiram com as piadas que o sapo contava. _Voc vai mesmo, amigo sapo? - perguntou o urubu, meio desconfiado. _ Claro, no perderia essa festa por nada. - disse o sapo j em retirada.- At amanh! Porm, em vez de sair, o sapo deu uma volta, pulou a janela da casa do urubu e vendo a viola dele em cima da cama, resolveu esconder-se dentro dela. Chegada a hora da festa,o urubu pegou a sua viola, amarrou-a em seu pescoo e voou em direo ao cu.

    As aves ficaram muito surpresas ao verem o sapo danando e pulando no cu.

  • Estava quase amanhecendo, quando o sapo resolveu que era hora de se preparar para a "carona" com o urubu. Saiu sem que ningum percebesse, e entrou na viola do urubu, que estava encostada num cantinho do salo. O Urubu pegou sua viola e voou em direo floresta. Voava tranqilo, quando no meio do caminho sentiu algo se mexer dentro da viola. Espiou dentro do instrumento e avistou o sapo dormindo, todo encolhido, parecia uma bola.

    _ Ah! Que sapo folgado! Foi assim que voc foi festa no Cu? Sem pedir, sem avisar e ainda me fez de bobo!

    E l do alto, ele virou sua viola at que o sapo despencou direto para o cho. Nossa Senhora, viu o que aconteceu e salvou o bichinho. Mas nas suas costas ficou a marca da queda; uma poro de remendos. por isso que os sapos possuem uns desenhos estranhos nas costas, uma homenagem de Deus a este sapinho atrevido, mas de bom corao.

    Fonte: ANGELOTTI, Christiane. A festa no cu. Disponvel em: http://qdivertido.com.br/verconto.php?codigo13

  • 2) A narrativa vai apresentando vrios episdios, sendo o primeiro deles

    A.a descoberta do urubuB. a queda do sapo(C) o convite para a festa(D) o plano do sapo

    1.No texto, os pontos de exclamao e interrogao do enunciado __Ah! Que sapo folgado! Foi assim que voc foi festa no cu? Sem pedir, sem avisar e ainda me fez de bobo! destaca

    (A) a alegria do urubu (B) a revolta do urubu(C) o cuidado do urubu (D) o desprezo do urubu

  • Leia o texto e responda s questes.

    DICAS VALIOSAS PARA USAR O MSN SEM PROBLEMAS

    Conversar com desconhecidos perigoso. Na internet, voc encontra todo tipo de pessoa e pode esbarrar com algum mal-intencionado.Se no confiar na pessoa do outro lado do monitor, no d informaes pessoais sobre voc, como seus horrios, seu telefone ou endereo.

    Mentir sobre a sua idade no legal. Se voc tem 12 anos e diz ter 18 pode se envolver num papo inadequado para a sua faixa etria.

    No envie fotos suas pelo MSN. Voc nunca sabe onde sua imagem pode parar no labirinto infinito da internet.Confie a seus pais se participar de uma conversa estranha. Voc s conquistar a confiana deles para usar o programa de mensagens na base da honestidade.No fique muito tempo no MSN