Click here to load reader

Revista Mundo Equestre Luxo - número 69

  • View
    224

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Mundo Equestre Luxo. Bem-estar para cavalo e cavaleiro.

Text of Revista Mundo Equestre Luxo - número 69

  • luigibaricelli

    editorial

    ViaGeM PreMiUM

    a bela eextica

    cUbaMonzon

    o brasil aPs o torneio athina

    onassis

    3,00 R$ 14,90

    entreVistao caValeiro francs

    KeVin staUt

    Ano VI | Nmero 69 - 2014

    #69

  • ABOVE AND BEYOND

    ABOVE AND BEYOND

    ABOVE AND BEYOND

    ABOVE AND BEYOND

  • ABOVE AND BEYOND

    ABOVE AND BEYOND

    ABOVE AND BEYOND

    ABOVE AND BEYOND

  • 4 | Mundo EquEstrE - luxo

    Mundo EquEstrE luxo

    editor

    Afonso Westphal

    diretoria executiva

    Manuela Merico

    assistente de redao

    Lucas Panek

    reviso

    Lays Coutinho

    arte e diagramao

    Editora Bemamostra

    departamento comercial

    Manuela Merico - [email protected]

    Mileny Merico - [email protected]

    +55 (41) 3203-1960 / (41) 8534-1492

    endereo para contato

    Rua Visconde do Rio Branco, n 1630 - 705.

    Bairro: Centro - Cidade: Curitiba - PR / Brasil - CEP: 80420-210 - Todos os direitos reservados.Edio mensal - artigos assinados no representam necessariamente a opinio da revista.

    colaBoraoIvan Camargo - Lus Fernando Monzon

    Manuelle Berger - Raphael Macek - Sarah Westphal

    mala direta para:Clube Hpico de Santo AmaroSociedade Hpica de BrasliaSociedade Hpica ParanaenseSociedade Hpica Catarinense

    Sociedade Hpica Porto Alegrense Sociedade Hpica de Ribeiro Preto

    Criadores Brasileiro de Hipismo

    assine a revista mundo equestre luxo:Ligue para (41) 3203-1960 ou acesse o site: www.mundoequestre.com.br/assine

    onde comprar?Livrarias Laselva (Aeroportos), Livrarias Cultura e Livrarias da Vila - Shopping Iguatemi JK (SP) e Ptio Batel (CWB).

    Lojas especializadas: Em So Paulo: maison du cavalier: Rua Quintana, 206 So Paulo Brooklin (dentro da Sociedade Hpica Paulista) / salto

    e sela: Av. Santo Amaro, 1775 So Paulo Vila Nova Conceio / cia do cavalo: Rua Visconde de Taunay, 809 So Paulo Vila Cruzeiro / selaria villaa: Rua Pero Leo, 161 So Paulo Pinheiros.

    No Rio de Janeiro (RJ): maison du cavalier: Rua: Borges Medeiros, 2448 Rio de Janeiro Lagoa / No Paran (PR): selaria santa rosa: Av. Victor Ferreira do Amaral, 2299 Curitiba Tarum (dentro do Jockey Club) / No Rio Grande do Sul (RS): selaria santa rosa: Rua: Cel. Claudino, 10 casa12 Porto Alegre Cristal (dentro do Jockey Club) ecuyer: Av. Juca Batista, 4931 Porto

    Alegre (dentro da Sociedade Hpica Porto Alegrense) / Em Santa Catarina (SC): cia do cavalo: Rodovia SC 401, 4677 Florianpo-lis Saco Grande II (dentro da Sociedade Hpica Catarinense) / agro agropecuria: Rua Blumenau, 126 Brusque.

    capa

    Ator: Luigi Baricelli - Cavalo: Emilio Van, Proprietrio: Fernando Schilis.

    Foto: Raphael Macek - Stylist: Arno Jnior - Beauty: Renata Martinz.

    Luigi Baricelli veste - blazer: Etiqueta Negra, camisa, gravata e cala: Ricardo Almeida.

  • monty RobeRtsDispensando maiores introdues, o lendrio Encantador de Cavalos norte-americano traz aos leitores dicas preciosas sobre o comportamento equino e como podemos nos relacionar me-lhor com nossos cavalos.

    manuelle beRgeREmpresria e diretora da revista virtual Terapia do Luxo, Manu Berger traz aos leitores da Mundo Equestre novidades e ten-dncias do mundo da moda atravs da seo Terapia do Luxo.

    ivan camaRgoO cavaleiro e treinador internacional Ivan Camargo reside, atual-mente, em Cascais - Portugal. Ivan foi treinador da equipe Olm-pica do Chile e, em 2013, estava a frente do time da Colmbia como treinador.

    colaboradores:

    6 | Mundo EquEstrE - luxo

    lus feRnando monzonJuiz de prova, narrador e comentarista de Hipismo do SporTV, Monzon uma das vozes mais conhecidas e respeitadas do cenrio hpico. Em sua coluna, o profissional convida os atletas e dirigentes a refletir sobre alguns pontos essenciais para o crescimento do esporte no Brasil.

    Raphael macekFotgrafo responsvel pelo editorial de moda desta edio, Raphael Macek mundialmente reconhecido por obter imagens nicas, re-pletas de expresso e sentimento. Recentemente, Raphael lanou no Brasil seu livro: Equine Beauty, disponvel em mais de 20 pases.

  • caro leitor,

    Acredito que uma das riquezas mais perenes e valiosas que

    temos no mundo seja a informao. Atravs dela, culturas se

    desenvolvem, mtodos so otimizados e vidas ganham mais sentido e

    alegrias. Todos os meses, buscamos coletar o melhor do mundo do

    cavalo para ilustrar as pginas desta revista, a fim de contribuir

    para que sua vida seja ainda mais completa e prazerosa.

    Como en t rev i s t ado do ms , t emos a hon -

    ra de ap re sen ta r o top cava l e i ro f r ancs

    Kev in S tau t . Em en t rev i s t a exc lu s i va pa ra a

    re v i s t a Mundo Eques t re Luxo , o s imp t i co

    cava l e i ro reve l a que no segue uma ro t i -

    na de t re inos f i x a t en ta pe rcebe r a cada

    d i a qua l a neces s idade de cada cava lo e ,

    a s s im , de sempenha r t re inos sob med ida

    pa ra cada an ima l . Pa ra o s cava l e i ro s ma i s

    j o vens , Kev in de i xa uma mensagem bas tan -

    te i n te re s san te sob re o suces so no e spo r te :

    Lembrem-se de ap rove i t a r o momento , de

    como monta r bom e cu r t i r cada m inu to em

    c ima de seu cava lo .

    Na seo Saiba Mais, conf i ra uma divert i -

    da matr ia sobre os gostos pecul iares comuns

    aos prat icantes de equitao. Se voc no

    monta, mas tem amigos que fazem Hipismo,

    a matr ia pode ser t ima para novas ideias e

    como melhor sua re lao com eles. Se voc

    monta, conf i ra os c inco tpicos e veja se voc

    tambm pode ser considerado um autnt ico

    horse lover.

    Em sua coluna mensal , o exper iente tre i -

    nador de cavalos Monty Roberts responde al-

    gumas das perguntas mais f requentes sobre

    comportamento equino. Nesta edio, o En-

    cantador de cavalos explora como podemos

    tornar a v ida dos cavalos de hpica, que v ivem

    em baias, mais d ivert ida e saudvel , a lm de

    outras questes sobre colocao de mantas

    em cavalos novos e o uso de cordas.

    Emoes, d iverso, informaes e conheci-

    mento. Bem-vindo a mais uma edio da rev is-

    ta Mundo Equestre Luxo.

    Editor

    c a r ta d o e d i to r

    8 | Mundo EquEstrE - luxo

    Em 2014, desfrute de contedos exclusivos em seu tablet ou smartphone. Agora, a Mundo

    Equestre Luxo conta com interatividade em seu aplicativo online. Baixe gratuitamente o app

    e tenha acesso a fotos, vdeos e links que engrandecem ainda mais as principais matrias da

    Revista. Verifique em seu aplicativo online as pginas com este cone e aproveite da tecnologia

    e inovao da revista de cavalos com maior nmero de downloads da Amrica do Sul.

  • EDITORIAS

    18

    42

    52

    Entrevista

    Monty Roberts

    Highlights

    O top cavaleiro francs Kevin Staut compartilha parte de sua experi-ncia junto aos cavalos e comenta sobre sua viagem filantrpica ao Camboja.

    O Encantador de cavalos Monty Roberts responde perguntas sobre alguns objetos e como eles podem auxiliar na vida dos seus cavalos, tornando-a mais divertida e saudvel.

    10 | Mundo EquEstrE - luxo

    Conhea um pouco mais sobre o consagrado cavaleiro francs Simon Delestre. O ginete acumula vitrias dentro e fora de seu pas, e suas funes ultrapassam os limites das pistas - sendo responsvel pelo de-senvolvimento de novos produtos equestres para a grife Herms.

    Mundo EquEstrE luxonMEro 69 . ano vI

    18

  • Mundo EquEstrE luxonMEro 69 . ano vI

    EDITORIAS

    14

    30

    46

    Terapia do luxo

    Editorial de moda

    Destinos premium

    Tendncias, novidades, artigos luxuosos. Confira a lista de alguns dos produtos mais comentados e desejados do ms.

    Confira as imagens do ator Luigi Baricelli - convidado especial para protagonizar o editorial de moda desta edio, captado pelo fotgrafo Raphael Macek, em ensaio realizado na bela Sociedade Hpica Paulista.

    Trazemos a voc um pouco das belezas e cultura de Cuba, tradicional destino dos aficionados por charutos, que recebe milhares de turistas todos os anos.

    46.

    12 | Mundo EquEstrE - luxo

    an_dudalina_equestre.indd 1 22/01/14 16:27

    14.

  • an_dudalina_equestre.indd 1 22/01/14 16:27

  • gElo?

    Eau DE bEnTlEy

    J pensou em servir gelo em grande estilo? A Vagabond House, em sua linha de produtos originais e bem pensa-dos, oferece um balde para gelos diferenciado. Com al-as de estribos e ornamentos que remetem ao universo equestre, o item um excelente presente para amantes de cavalos. U$ 330.

    A artista plstica Michaella Janse van Vuuren, especialista em projetos em 3D, desenvolveu uma marionete de cava-lo alado que rene tecnologia e arte em um nico objeto. Com inmeros detalhes e partes articuladas, a obra, que pode ser usada na decorao de ambientes, produzida em poliamido. vendida, a preo sob consulta, no site www.nomili.co.za

    A Lalique, fabricante francesa de perfumes, criou uma fragrncia masculina que une toques amadei-rados finos com o cheiro caracterstico de bancos de couro. Criado em parceria com a montadora britnica Bentley Motors, o produto requintado foi fabricado para uma edio limitada, custando 3 mil libras (aproximadamente 9 mil reais).

    A revista Mundo Equestre Luxo traz, a cada edio, uma coluna men-sal assinada por Manu Berger com sugestes de artigos de luxo, moda e decorao associados a temtica equestre. Para mais dicas e produtos, acesse: www.terapiadoluxo.com.br

    14 | Mundo EquEstrE - luxo

    terapia

    do luxo

    flying HoRsE

  • swaRovski sTallion

    cRisTal

    Historicamente, Louis Roederer foi a primeira fbrica de pres-tige criada na Frana. Fundada em 1776, a maison criou, 100 anos mais tarde, o clebre Champagne Cristal, a pedido do Tsar Alexandre II da Rssia, que reinou de 1855 a 1881. Alexandre II era um apaixonado pelos champagnes Roederer. A bebida en-garrafada em flaces do mais puro cristal: o Cristal de Baccarat. Da o nome que o consagrou. Uma joia de exceo que acabou se tornando tradicional nas recepes da corte imperial russa. A Champagne Cristal Roederer elaborada a partir de 55% Pinot Noir e 45% Chardonnay. Sua colorao dourada e brilhante. Es-puma branca e evanescente. Apresenta bouquet pronunciado de extraordinria elegncia. Exala amndoa e flores brancas. Sabor seco, elegante e harmnico com aristocrtico fundo de amndoa tostada.

    O objeto de decorao incrvel assinado pela designer Ste-fanie Nederegger um magnfico garanho com olhos de topzio e crina e cauda de cristal fosco unfaceted. U$ 445

    15Mundo EquEstrE - luxo |

    by HERMsFeita de algodo e malha preta, a proteo de orelha da Herms impede a entrada de insetos e reduz o rudo para no atrapalhar o desempenho do cavalo. Com o mono-grama Clou de Selle, o acessrio, de 210 dlares, deixa o animal encantador.

  • 16 | Mundo EquEstrE - luxo

  • 17Mundo EquEstrE - luxo |

    pRaDaNo dia 8 de janeiro de 2014 a Prada inaugurou sua segunda loja em Florena, Itlia, em um famoso prdio localizado na Via Roma. Com trs andares, a loja traz as linhas femi-nina e masculina da marca, com acessrios e ready-to-wear. Durante o coquetel para celebrar a ocasio, a marca anunciou uma parceria com o FAI Fondo Ambiente Italiano, para apoiar a restaurao da obra A ltima Ceia de Giorgio Vasari, que foi seriamente danificada em 1966.

  • 18

    Kevin Staut

    e n t r e v i s taTexto: Revista Mundo Equestre - Foto: Stephano Grasso - GCT

    Kevin Staut

  • Kevin Staut19

    Conhecido por suas rpidas pistas, o cavaleiro francs um dos melhores do mundo, figurando em 24 lugar no Ranking de 2013 do GCT. Exemplo dentro e fora das pistas, recente-mente, kevin viajou para o Camboja, onde visitou escolas carentes. Em entrevista exclusiva para a revista Mundo

    Equestre Luxo, o atleta comenta sobre a viagem e as con-quistas que mais marcaram sua carreira.

    Como voc comeou a montar?Comecei a montar quando eu tinha cerca de

    nove anos. Eu passava meus fins de semana em

    uma propriedade da famlia, na Normandia (noro-

    este da Frana), com cavalos ao meu redor, e me

    sentia muito atrado por eles. Meu primeiro cavalo

    foi um inesquecvel pnei chamado Sauvageon.

    Voc no veio de uma famlia envolvida com cavalos. Como isso influenciou a sua carrei-ra?

    Eu no comecei a montar muito cedo, j que

    no vim de uma famlia envolvida com cavalos.

    Por isso, eu tive que trabalhar muito para com-

    pensar essa certa falta de experincia. Isso me

    ajudou a lutar sempre mais e mais. Comecei a me

    envolver nesse mundo com dez anos, relativamen-

    te tarde em comparao com outros cavaleiros

    profissionais.

    Como voc descreve a sua experincia com cavalos?

    Eu amo eles. Eu realmente gosto da sensao

    de montar e gosto muito, tambm, de participar

    de competies. uma das melhores partes da

    minha vida.

    Como a sua rotina de treinamento?No sigo regras na minha rotina. Eu tento es-

    cutar o que meus cavalos tm a dizer a cada dia,

    e os treino de acordo com o que percebo disso.

    Qual foi a vitria mais memorvel em sua carreira?

    Tem duas que considero importante. A primeira

    foi durante um campeonato europeu, o primeiro

    grande evento que participei na categoria Snior.

    Foi em Windsor, em 2009, com Kraque Boom. Nos

    consagramos como campees europeus na com-

    petio individual, e verdade que o primeiro

    grande ttulo como esse algo importante na car-

    reira de um cavaleiro. Outra vitria foi nos Jogos

    Equestres Mundiais, em Lexington, 2010. Ganha-

    mos uma brilhante medalha de prata com o time

    francs, e foi uma aventura extraordinria junto

    com todos os meus colegas: Penelope Leprevost,

    Patrice Delaveau, Olivier Guillon e Marie Pellegrin

    na reserva. Foi realmente uma experincia nica,

    algo inesquecvel.

    Voc fica nervoso antes de realizar um per-curso?

    Normalmente, no. Mas sempre cumpro um

    ritual antes de realizar qualquer pista: dou trs

    tapinhas em cada lado do pescoo do cavalo. J

    um sinal. Todos os meus cavalos j se acostuma-

    ram com isso, e eles sabem que, quando fao isso,

    estamos prestes a comear! (risos)

    rapide comme le vent

    e n t r e v i s ta

    Kevin Staut

  • 20 | Mundo EquEstrE - luxo

    Quais cavaleiros voc mais admira atualmente?Eu admiro muito a nova gerao de cavaleiros

    britnicos, como Ben Maher e Scott Brash, porque

    eles fazem parecer que tudo muito fcil. Para esses

    cavaleiros, os dias bons no so diferentes dos dias

    ruins, eles no se estressam e vivem levemente.

    Qual cavalo ou foi mais importante para voc e porque?

    Silvana o melhor cavalo que eu j tive at agora,

    mas tambm tenho uma ligao forte com Kraque

    Boom e Zeta.

    Qual foi o problema mais difcil que voc teve que superar para se tornar um bom cavaleiro?

    Foi um pouco difcil encontrar cavalos bons, e pro-

    prietrios ou patrocinadores para mant-los. Mas ago-

    ra j consegui passar por isso sem grandes problemas.

    Recentemente, voc fez uma viagem para o Camboja. Voc pode nos contar um pouco sobre essa experincia?

    Eu repensei toda a minha vida durante essa viagem.

    Todas as pessoas l so realmente felizes sem muitos re-

    cursos, enquanto aqui as pessoas reclamam muito, sem

    perceber a sorte que tem. Fui atravs de uma organiza-

    o que trabalha para melhorar a educao, sade, nu-

    trio e higiene dessas comunidades menos favorecidas,

    e foi muito recompensador.

    Quais so sua expectativas para os Jogos Eques-tres Mundias na Normandia, em 2014?

    Essa competio significa muito para mim. A

    organizao desse evento extraordinria. Eu amo

    a regio da Normandia, frequentei a escola l. Me

    mudei para ganhar experincia, e s voltei recente-

    mente. Espero que eu e todos os atletas franceses

    obtenhamos sucesso. Eu, pessoalmente, espero vol-

    tar para casa com pelo menos uma ou duas meda-

    lhas!

    Voc tem algum conselho para os cavaleiros e amazonas que esto comeando agora?

    Continue sempre a ter foco no prazer do esporte,

    ao invs de apenas querer uma boa performance. Isso

    essencial para se tornar um cavaleiro ou amazona de

    sucesso. Aproveite seu cavalo e o esporte. Lembre-se

    de se divertir.

    e n t r e v i s ta

    Foto: Ian Miller

  • 21Mundo EquEstrE - luxo |

    Nunca se esquea de que cavalos no so mquinas.

    Eles so animais e tm dias bons e ruins, assim como os humanos, Pius

    Schwizer.

    Mantenha o foco no pra-

    zer de praticar o esporte, ao in-

    vs de apenas querer uma boa

    performance. Isso essencial

    para se tornar um cavaleiro ou

    amazona de sucesso, Kevin

    Staut.

    e n t r e v i s ta

    Foto: Stephano Grasso - GCT

  • e q u e s t r i a n a r t s

    A histria de Z Vasconcellos com a arte co-

    mea logo no incio de sua infncia, na cidade de

    Guaxup, Minas Gerais. Desde pequeno, o artista j

    apresentava um gosto particular pelos desenhos e,

    por volta dos treze anos de idade, durante uma aula

    em sua escola, comeou a esculpir em giz branco

    escolar. Logo, o interesse dos amigos e dos profes-

    sores incentivou o jovem arteso a prosseguir com

    suas faanhas, o que em poucos meses culminou

    na conquista do prmio de uma competio escolar

    estadual de arte, obtendo a melhor nota pela criati-

    vidade de sua obra e material utilizado (giz escolar).

    Com o passar dos anos, os materiais ficaram um

    pouco mais desafiadores. Migrei para esculturas

    em argila, participando de feiras de artesanato e sa-

    les de arte. Em Paris, aps uma estadia l por cer-

    ca de um ano, foi onde surgiu a inspirao e a ne-

    cessidade de fazer obras maiores. Foi atravs desta

    vontade que ocorreu a ideia de usar ferro de sucata

    como matria prima principal, afirma Z.

    A arte da renovao

    Captando seu principal material de trabalho em

    ferros-velhos, atravs de suas obras, Z convida os

    espectadores a uma nova viso sobre o conceito de

    lixo, comprovando que o que tido como descart-

    vel para alguns pode ser de grande serventia para

    pessoas que tm outro ponto de vista, onde tudo

    pode ser aproveitado.

    Minha arte transforma materiais rgidos, duros

    e conceitualmente inteis em obras de arte com le-

    veza e movimento, conclui o artista.

    De natureza autodidata, Z aprendeu sua arte

    simplesmente colocando a mo na massa. Eu

    no sabia soldar quando comecei. Comprei uma

    mquina de solda e sucata, e foi assim que aprendi:

    praticando.

    Exposies

    Participando de eventos por todo o Brasil, no

    incio seu trabalho era especialmente relacionado a

    animais equinos e bovinos. Hpicas, leiles, jockeys

    e rodeios eram seus principais eventos. Hoje, o ar-

    tista participa de sales de arte (medalha de prata

    no salo de Belas Artes de Piracicaba 2013) j com

    convites para exposies na Europa. Em abril desse

    ano, Z apresentar suas obras em uma exposio

    em Hagen, na Alemanha.

    motivado pela paixo e talento, conhea a histria e as obras de Z Vasconcellos, artista brasileiro que est a ponto de conquis-

    tar o mercado europeu.

    23

    cavalos

    de ferro

  • e q u e s t r i a n a r t s

    SEuS pRIMEIRoS TRabalhoS EM GIz, aRGIla, ETC., bEM CoMo aS ESCulTuRaS MaIS RECEnTES EM METal, podEM SER apRECIadoS EM SEu SITE: www.zEvaSConCElloS.CoM.bR.

    Para a artista, os cavalos so verdadeiros presentes da natureza, enviados para aprimorar o desenvolvimento e o bem-estar dos seres humanos.

    24 | Mundo EquEstrE - luxo

  • Cavalos como inspirao

    Contando com a maioria de suas peas

    ligadas ao tema equestre, Z no esconde

    sua predileo pelos cavalos. Considero a

    anatomia dos cavalos perfeita. Esses ani-

    mais so admirados por todos pela sua im-

    ponncia, suavidade e fora. Como sempre

    digo, alguns gostam de gatos, outros de

    ces, mas todos admiram o cavalo. A di-

    ferena de raas e posturas, a utilidade e

    a personalidade de cada animal me fazem

    perceber quanto vasto e rico este univer-

    so equestre.

    O trabalho mais recente do artista foi

    uma escultura que teve como inspirao o

    cavalo da raa Campolina a pea est na

    cidade de Entre Rios (MG) e vem gerando

    grande repercusso para o autor. Mesmo

    produzindo peas sobre outros temas, for-

    mas e composies, a maior afinidade do

    artista est em produzir esculturas eques-

    tres, pois relata conseguir um maior nvel

    de inspirao e perfeio nos detalhes.

    Em 2013, Z produziu a escultura de So

    Jorge, tendo o santo guerreiro como inspira-

    o. A escultura em tamanho real reproduz

    a imagem de So Jorge com seu cavalo e o

    drago e desperta a ateno pela riqueza de

    detalhes e leveza que transmite, mesmo sen-

    do produzida a partir de metais (inox). Depois

    de ser exposta no Rio de Janeiro, a pea foi

    para o clube Corinthians (Parque So Jorge),

    onde ficar exposta at final do ms de fe-

    vereiro. A inteno que a obra pertena ao

    novo estdio (Arena Corinthians).

    Origem do nome

    No incio de sua carreira, o artista assinava

    suas peas como Z Guaxup, fazendo refe-

    rncia sua cidade Natal. No perodo em que

    residiu na Frana, o acento agudo de seu ape-

    lido Z tomou outro tom, sendo pronunciado

    com o som de Z. Retornando ao Brasil, o es-

    cultor comeou a assinar suas obras como Z

    Vasconcellos - incluindo seu sobrenome em

    homenagem ao falecido pai.

    Z posa ao lado de uma de suas mais belas esculturas. Obra: So Jorge e o Drago.

    25Mundo EquEstrE - luxo |

  • Produtora de um dos grandes sonhos de con-

    sumo da populao mundial masculina, a Ferrari

    uma das mais desejadas marcas de carros do mun-

    do. Pilotar o carro vermelho com a logomarca do

    cavalo empinando um privilgio de poucos.

    A histria da criao da empresa, fundada por

    Enzo Ferrari, comeou com uma dupla tragdia. Em

    1916, o pai e o irmo do jovem morrem vtimas de

    uma epidemia de gripe que assolou a Itlia, foran-

    do-o a largar os estudos e ir em busca de um traba-

    lho que o sustentasse. Enzo era apaixonado por car-

    ros, e mal sabia ele que, alm de viver seu sonho por

    toda a sua vida, viria a despertar tal paixo no mundo

    inteiro e influenciar toda a indstria automobilstica.

    Anos antes, seu pai havia lhe apresentado s

    corridas de carro. O filho, fascinado, no tardou a

    desenvolver as habilidades de direo e comeou a

    trabalhar como test driver. O passo seguinte foi se

    tornar piloto. Com a ajuda da tambm italiana Alfa

    Romeo, Enzo se destacou entre os pilotos e atingiu

    resultados positivos, como o segundo lugar em Targa

    Florio em 1920, o que viria a ser o incio de uma par-

    ceria de cerca de 20 anos entre Ferrari e Alfa Romeo.

    A Scuderia Ferrari s foi fundada, efetivamente,

    em 1929. A criao da marca gerou uma atividade

    abundante no universo automobilstico, o que re-

    sultou na criao de grandes equipes da Frmula 1.

    Vale lembrar que a escuderia continuaria vinculada

    Alfa Romeo por mais alguns anos.

    Em 1939, finalmente, a marca se desvincula e

    constri sua sede em Modena. Porm, em razo dos

    bombardeios da II Guerra Mundial, a fbrica e a equi-

    pe foram transferidas, em 1943, para Maranello, ci-

    dade nos arredores, onde permanecem at hoje.

    A qualidade da marca era notria, e no tar-

    dou muito para que, em 1952, a Ferrari se tornasse

    campe do mundo pela primeira vez na frmula 1.

    Graas a Ascari, piloto reconhecido por sua quali-

    dade tcnica e genialidade, e aos carros competi-

    tivos fabricados pela empresa, o feito foi repetido

    no ano seguinte. Desde ento, a companhia vem

    construindo carros estrategicamente desenvolvidos

    para ultrapassar as expectativas dos amantes do au-

    tomobilismo.

    smBolo cavallino rampante

    Ao vencer uma corrida no circuito de Savio, na ci-

    dade de Ravenna, Enzo conhece o Conde e a Condes-

    sa Barraca. Atravs do lao criado, ela o convida a usar

    o emblema do cavalo rampante que seu filho utilizava

    em seu avio, como mascote em seus carros, o que

    certamente veio a servir como um smbolo de sorte.

    O filho em questo era o famoso piloto de caa

    italiano da Primeira Guerra Mundial, Francesco Bar-

    raca. Ele usava o emblema em seus avies porque,

    alm de seu esquadro ter sido inscrito em um regi-

    me da cavalaria, ele era tambm considerado o me-

    lhor cavaleiro do esquadro. O piloto foi morto du-

    rante a guerra. Enzo no poderia recusar tal pedido,

    e adotou o emblema como smbolo de seus carros.

    26

    A marca automobilstica mais conceituada do mundo deve sua trajetria de sucesso genialidade de seu fundador

    Enzo Ferrari.

    inconfundvel

    scuderia

    26 | Mundo EquEstrE - luxo

    s o u v e n i r

  • 27Mundo EquEstrE - luxo |

    s o u v e n i r

  • conquistas do Fundador

    Enzo se mostrou um homem frente do seu tem-

    po. Foram inmeros os ttulos, medalhas e menes

    honrosas que recebeu por seus feitos com a Ferrari.

    Pela Universidade de Bologna, recebeu um cer-

    tificado honorrio em Engenharia Mecnica. J a

    Universidade de Modena, entregou-lhe um diplo-

    ma honorrio por seus conhecimentos em Fsica.

    Ttulos de cavaleiro foram muitos, dentre eles re-

    cebeu o de Cavaleiro de Lavoro, por seus servios

    indstria italiana e por despontar a Itlia no cenrio

    internacional. Foi presenteado, ainda, com o Prmio

    Hammarskjld pelas Naes Unidas, venceu o Colum-

    bus Prize, e recebeu a medalha de ouro de Cultura

    e Arte italiana.

    museu da Ferrari

    O Museu da Ferrari prova de que a marca fez

    histria. L, relquias do tempo de criao e despon-

    te da empresa so expostas para os aficionados em

    carros. A estrutura, de trs andares, est localizada

    em Maranello, prxima a fbrica.

    Em homenagem ao seu grande fundador, uma

    rplica do escritrio de Enzo Ferrari em Trento Tries-

    te foi montada junto a suas fotos, notas e bilhetes.

    Um simulador proporciona, para quem tem o sonho

    de dirigir uma Ferrari, as emoes de se pilotar o

    carro.

    Salas de exibio, anfiteatros e um cinema re-

    contam os marcos das mquinas e homens que

    construram a empresa. H tambm uma rplica, em

    tamanho real, de um boxe de corrida, com todos

    os equipamentos, e da Pista de Fiorano, juntamente

    com a casa onde j viveu o prprio Enzo, Michael

    Schummacher e Felipe Massa.

    parque temtico

    No existe palavra para descrever a grandiosida-

    de do parque temtico da Ferrari. Uma parceria da

    Scuderia com empresrios bilionrios de Abu Dhabi

    2828 | Mundo EquEstrE - luxo

    s o u v e n i r

    As lojas da Herms esto distribudas pelas principais cidades do mundo. Seus produtos, como a Herms Cavale, podem ser encontrados na nica filial brasileira, no Shopping Cidade

    Jardim, em So Paulo.

  • resultou no Ferrari World, inaugurado em 2010.

    As atraes variam de montanhas russas como

    a Frmula Rossa, mais rpida do mundo, a simula-

    dores de corrida e at um circuito automobilstico

    completo. Para as crianas e adolescentes, a diver-

    so fica por conta da corrida de carrinhos, do pas-

    seio Junior GT, assim como do Gforce, brinquedo

    que arremessa os jovens a uma altura de 62 metros.

    Sua estrutura monumental abriga, ainda, uma

    loja oficial com os artigos de luxo da marca e res-

    taurantes finos de sabores italianos requintados.

    monumento de Bronze

    Em homenagem ao fundador, Enzo Ferrari, um

    monumento de bronze esculpido pelo artista suo

    Franco Carloni foi colocado no Enzo Ferrari Park,

    prximo prefeitura de Maranello. Neste ano com-

    pleta-se 26 anos da morte de Enzo, criador desta

    que uma das maiores companhias automobilsticas

    do mundo.

    Cultivando sua paixo por carros desde a infncia, Enzo revolucionou a indstria automobilstica, apresentando ao mundo um novo padro de qualidade para veculos de alta performance.

    O design outro ponto forte da marca italiana, que mantm a vanguarda das linhas e formas de seus automveis, servindo de referncia para montadoras de todo o mundo.

    29Mundo EquEstrE - luxo |

  • e d i to r i a l

  • 31Mundo EquEstrE - luxo | 31Mundo EquEstrE - luxo |

    BlazEr: EtIquEta nEGra,CaMIsa: rICardo alMEIda,Gravata: rICardo alMEIda,Cala: rICardo alMEIda. -----------------------------------Cavalo: EMIlIo van,proprIEtrIo: FErnando sCHIlIs

    - luigi baRicElli -Com 26 anos de carreira artstica, o multifacetado Luigi Baricelli traz em sua bagagem nada menos que 75 trabalhos - entre atuaes em novelas, apresentaes de programas de televiso, filmes e teatro.

    Motivado pela superao e novos desafios, Luigi conquistou os especta-dores brasileiros e, apesar do sucesso, manteve sua simplicidade, sim-

    patia e contagiante bom-humor.

  • 3232 | Mundo EquEstrE - luxo

  • 33Mundo EquEstrE - luxo |

    BlazEr: rICardo alMEIda,CaMIsa: rICardo alMEIda,

    Gravata: rICardo alMEIda.--------------------------------------

    Cavalo: aMadEus,proprIEtrIo: Eduardo spInola.

  • 34 | Mundo EquEstrE - luxo

    Aproveitando a bela tarde de sol, durante a sesso fotogrfica na Sociedade Hpica Paulista, o ator paulistano pediu para montar um dos cavalos. Acho esses animais realmente incrveis, revela Luigi Baricelli.

  • 35Mundo EquEstrE - luxo |

    BlazEr: rICardo alMEIda,CaMIsa: rICardo alMEIda,

    Gravata: rICardo alMEIda,CulotE: CavallErIa tosCana.

    -------------------------------------- Cavalo: aMadEus,

    proprIEtrIo: Eduardo spInola.

  • 36 | Mundo EquEstrE - luxo

    vEstIdo: BoB,joIas: MoMussk.------------------------------------------------Cavalo: ContICa,raa: HolstEInEr,proprIEtrIa: luCIana CaMarGo E FranoIsE CtE.

    BlazEr: EtIquEta nEGra,CaMIsa: EtIquEta nEGra,

    Gravata: EtIquEta nEGra,CulotE: CavallErIa tosCana

    -------------------------------------- Cavalo: CartHaGEna,

    proprIEtrIo: paulo MontEIro.

  • 37Mundo EquEstrE - luxo |

    ator: luIGI BarICEllI - Foto: rapHaEl MaCEk StYliSt: aRno JnioR - agradecimento: tatIanE zEI-tunlIan, paulo MontEIro, saraH dIna arroYo E andrEa CrIstIanE.

    BlazEr: rICardo alMEIda,CaMIsa: rICardo alMEIda,

    Gravata: rICardo alMEIda,Cala: rICardo alMEIda.

    -------------------------------------- Cavalo: EMIlIo van,

    proprIEtrIo: FErnando sCHIlIs.

  • 3838 | Mundo EquEstrE - luxo

  • s a i b a m a i s

    1) ViVer na HpicaNo importa o que acontea, a atleta sempre tenta passar o maior nme-

    ro de horas dentro do clube. Seja montando, observando outros cavaleiros,

    escovando seu cavalo ou apenas curtindo a atmosfera do esporte, no existe

    melhor lugar no mundo do que bem prximo ao seu parceiro de quatro

    patas.

    Essa vontade de acompanhar tudo de perto traz benefcios tanto para

    os cavalos, que contam com o olhar sempre atento do dono para garantir

    sua sade e bem-estar, quanto para os cavaleiros, que conseguem tambm

    aprender pela observao e experincia de outros atletas, alm de constru-

    rem grandes amizades que levam para a vida toda.

    2) comprar apetrecHos para o esporteOutro modelo de capacete, uma sela de lanamento, uma barrigueira

    nova ou simplesmente um bottom para sua casaca. Quando se fala em dese-

    jos de consumo de uma amazona, o esporte vem sempre em primeiro lugar.

    Agradar algum que ama cavalos est longe de ser uma tarefa difcil: no

    final de semana, leve-o na melhor selaria de sua cidade e prepare-se para

    ser eleita a pessoa mais legal do universo. Para subir no conceito ainda mais,

    Alm de uma paixo evidente pelos cavalos,

    quem pratica esportes equestres tem tambm

    algumas preferncias que so quase unani-

    midade entre as amazonas do mundo inteiro.

    Confira, a seguir, cinco atitudes que fazem a

    alegria de qualquer horse lover.

    dicas para

    agradar uma autntica

    horse-lover5

    39Mundo EquEstrE - luxo |

  • em sua prxima viagem juntos Europa, lembre-se de

    colocar no itinerrio uma visita s selarias de l. sa-

    tisfao na certa!

    3) ler sobre o temaDevido amplitude do universo equestre, que en-

    volve desde questes veterinrias at os badalados

    eventos internacionais, para quem curte o esporte, in-

    formaes, dicas e novidades nunca so demais.

    Livros, revistas, aplicativos tudo vlido para am-

    pliar o repertrio do cavaleiro ou amazona. Quando

    for presentear algum apaixonado por cavalos, esco-

    lha um livro, uma revista ou simplesmente um carto

    postal do tema. Ele vai adorar!

    4) subir ao pdioO que motiva a maioria dos atletas no o prmio

    ou o status de ser campeo, eles se tornaram cavalei-

    ros simplesmente porque amam esses animais. A dedi-

    cao desses atletas vai alm da disciplina exigida por

    muitos outros esportes, tendo em vista que treinam no

    mnimo trs vezes por semana e participam de compe-

    ties de duas a trs vezes por ms.

    As conquistas, muitas vezes decididas por fraes

    de segundos, so a soma da paixo pelo esporte, da

    determinao de seus treinos e da constante vontade

    de superao. Para muitos, vencer apenas um deta-

    lhe, um gosto a mais, mas que d um sabor especial

    para qualquer final de semana.

    5) receber elogios sobre seus ca-Valos

    Tem coisa melhor do que ser elogiado? Para quem

    ama esses animais, tem sim. Melhor do ganhar um

    elogio, escutar um comentrio positivo sobre seu

    cavalo. medida que evolumos no esporte, nos tor-

    namos cada vez mais fs dos nossos cavalos e pas-

    samos a admir-los em diversos sentidos: a beleza,

    a velocidade, o temperamento, a parceria. Quando

    uma amazona escuta algum dizer: Nossa, como

    sua gua est linda! isso equivale a um dia perfeito,

    muitos sorrisos e um: Ah, eu concordo.

    s a i b a m a i s

    4040 | Mundo EquEstrE - luxo

  • s a i b a m a i s

    Fei tV on tHe go - Com este aplicativo voc pode acessar de seu celular vdeos recentes e as notcias dos principais concursos de todo o mundo realizados pela

    Federao Equestre Internacional - FEI.

    reVista mundo equestre luxo - Todos os meses a revista Mundo Equestre Luxo publica gratuitamente a edio do ms em seu aplicativo, a fim de levar o

    melhor contedo para os quatro cantos do mundo, podendo acess-lo quando quiser e

    onde voc estiver. O melhor contedo equestre em suas mos!

    my Horse - O jogo mais famoso relacionado a cavalos, em que voc participa de competies, cuida de seu cavalo e vai ganhando moedas que podem comprar acess-

    rios e novos animais.

    HorseWorld 3d - Cavalos, estbulos, celeiros. Quem gosta da ideia de cui-dar de um cavalo virtual, tambm poder se divertir com este jogo realista com grficos

    em 3D. Certifique-se que h alimentos frescos para o seu animal e no se esquea de

    acarici-lo!

    caValos cantores um jogo onde voc poder criar o seu prprio coro de cavalos cantores, cada um com sua voz exclusiva e caractersticas prprias. Uma

    animao muito fofa em que voc pode criar sua cano, cantada por cavalos.

    little pony Fazenda Indicado para crianas, este jogo muito fofo e colorido! Perfeito para se divertir com pneis mgicos e unicrnios que participam de

    uma aventura em uma bela fazenda.

    Selecionamos os aplicativos equestres mais popula-

    res para que voc possa curtir seu assunto favorito,

    tambm em seu tablet ou celular, confira:

    os melhores apps

    equestres

  • Monty Roberts afirma que entender sobre equipamentos impor-

    tante para no machucar os animais ou prejudicar seu desempenho.

    Confira abaixo, algumas dicas que o Encantador de cavalos ofere-

    ce sobre materiais como corda, manta e at brinquedos equestres.

    meu cavalo fica entediado no estbulo. como pos-

    so resolver isso? H algum brinquedo para cavalos

    que possa ficar no estbulo muitas horas por dia?

    H muitos brinquedos disponveis para voc hoje em

    dia. Quando eu visito as pistas de corrida por todo o

    mundo, entro em contato com cavalos que frequente-

    mente ficam em estbulos cerca de 23 horas por dia.

    Obviamente, esses cavalos tm mais vcios de estbulos

    do que outros.

    Redes de feno so muito usadas para encorajar o

    cavalo a pastar atravs do dia e da noite. Essas redes

    de feno devem ser penduradas do lado de fora da aber-

    tura da porta, e os cavalos podem esticar a cabea para

    fora da baia. importante no deixar que a rede possa

    ser alcanada com as patas dianteiras do animal. A rede

    de feno deve ser mantida alta o suficiente para impedir

    que o cavalo emaranhe seus cascos. Eu defendo que os

    cavalos devem ser alimentados com a cabea baixa, j

    que sua anatomia feita para funcionar assim. Redes

    de feno, porm, impedem essa possibilidade, o que no

    me deixa to entusiasmado sobre o seu uso. Eu apenas

    recomendaria o seu uso se elas forem muito eficientes

    para aliviar o tdio, em casos especficos.

    Muitos outros objetos so usados no esforo para

    entreter o cavalo durante as longas horas no estbulo.

    Bolas com correntes so frequentemente vistas nos est-

    bulos de cavalos de corrida. s vezes, um cavalo tem trs

    ou quatro delas penduradas em diferentes lugares, para

    que ele possa as balanar com o nariz, brincando com

    elas. Grandes bolas de praia correndo soltas pela baia

    animam alguns cavalos.

    E h aqueles cavalos que preferem amigos animais.

    Cabras e ovelhas so os animais mais usados como par-

    ceiros de baia. Eu j vi at um papagaio vivendo em uma

    gaiola do lado de fora da porta da baia. O cavalo ficava

    terrivelmente infeliz quando o papagaio no estava ali,

    e certamente o considerava um valoroso antdoto para o

    tdio de seu estbulo.

    Msica e at mesmo tratadores que ficam por perto

    do cavalo - tudo isso pode fazer uma grande diferen-

    a para a tranquilidade desses animais. ntido que um

    cavalo que est confortvel com seus arredores come

    e compete melhor do que um cavalo que vive ansioso.

    Observe seus cavalos de perto e tente perceber suas ne-

    cessidades.

    meu cavalo se recusa a aceitar uma manta. eu j le-

    vei coices vrias vezes e minhas mos j se queima-

    monty

    responde

    m o n t y r o b e r t s

    4242 | Mundo EquEstrE - luxo

  • ram porque ele foge de mim quando tento colocar

    uma manta sobre seu corpo. ele j puxou para trs

    e arrebentou a corda vrias vezes. o que eu posso

    fazer?

    Esse problema existe no mundo todo. Eu tenho cer-

    teza que muitos donos de cavalos enfrentam esse com-

    portamento que voc descreveu sem procurar por ajuda.

    Estou contente que voc procurou resolver o problema

    de seu cavalo, j que isso vai ajudar muitos outros pro-

    prietrios.

    Obviamente, eu mesmo j presenciei comportamen-

    tos assustadores de cavalos quando tentei, pela primeira

    vez, colocar uma manta sobre eles. Lembro-me bem do

    An Act, que comprei em Kentucky e transportei para a

    Califrnia. Lembro-me do momento quando tentei colo-

    car equipamentos nele pela primeira vez desde que ele

    chegou Flag Is Up Farms. Ele estava na baia, e quando

    ele explodiu com a viso da manta se aproximando,

    eu realmente pensei que ia ser morto.

    Antes de chegar ao cerne da questo, devo deixar

    claro que recomendo que nunca se coloque a primei-

    ra manta de um cavalo quando ele estiver amarrado.

    Tambm verdade que nunca devemos amarrar um ca-

    valo para colocar manta se tiver alguma chance de dar

    problema. Se voc perceber que o animal tem medo de

    mantas, ento nunca coloque uma manta at que ele

    supere esse medo.

    Minha recomendao que voc use todos os pro-

    cedimentos que eu recomendo para cavalos assustados.

    Isso inclui o Join-Up, o treinamento com a Dually Halter

    (cabeada desenvolvida por Monty), sacolas plsticas

    em um basto e mesmo uma grande lona. Quando voc

    estiver proficiente em aplicar meus conceitos em cava-

    los assustados, ento eu aconselho voc a repetir esses

    procedimentos at que seja possvel cobrir o cavalo com

    uma lona sem que ele se apavore.

    43

    m o n t y r o b e r t s

    43Mundo EquEstrE luxo |

  • Durante minhas demonstraes, frequentemente eu

    acho possvel chegar a um ponto em que posso cobrir o

    cavalo com uma lona de trs metros quadrados. Posso,

    normalmente, conduzir o cavalo ao redor do picadeiro,

    fazendo com que a lona se mova tambm, sem grandes

    problemas. No necessrio completar isso em menos

    de meia hora, mas sugiro que algum mais familiariza-

    do com treinamento de cavalos consiga realizar isso em

    duas ou trs sesses de meia hora.

    Muitas vezes, quando sugiro isso para proprietrios,

    eles respondem que isso no funcionou com eles. Com

    uma discusso mais aprofundada, descobri que os mto-

    dos que eles usam tm muita pouca semelhana com os

    que eu sugiro. Eu s posso ser responsvel pelos mto-

    dos que funcionam comigo, e eles esto disponveis, mas

    os mtodos devem ser aprendidos muito bem e aplica-

    dos diligentemente.

    A Dually Halter deve ser usada para educar o ca-

    valo para cooperar ao invs de resistir. Esse processo

    demonstrado no DVD que vem junto com a Dually. Em

    relao ao uso das sacolas plsticas, elas devem ser apre-

    sentadas ao cavalo de forma que ele aprenda a relaxar, o

    que faz as sacolas irem embora. Isso deve ser repetido

    at que vrias sacolas sejam fixadas na ponta de uma

    haste de madeira e movimentadas ao redor do cavalo,

    encostando-se ao seu corpo e pernas e mesmo entre as

    pernas traseiras.

    Quando o cavalo em questo permitir que as sacolas

    plsticas passem por toda a sua volta e toquem em todo

    o seu corpo, ento voc pode passar para a lona. Ela

    pode ser esfregada no cavalo, no incio, e mesmo esten-

    dida no cho para que o cavalo ande por cima. A Dually

    Halter vai ajudar muito com a cooperao durante esse

    processo. Nesse ponto, voc pode comear a colocar a

    4444 | Mundo EquEstrE - luxo

  • lona sobre o cavalo, primeiro enrolada, para reduzir os

    estmulos, e depois aberta e lanada sobre o cavalo, da

    mesma maneira que voc faria com uma manta.

    por favor, me conte sobre suas cordas. qual o com-

    primento delas? do que elas so feitas e porque

    voc as recomenda?

    Minhas cordas so muito importantes para mim. Elas

    me ajudam com o treinamento dos cavalos, mas eu as de-

    senvolvi para que elas sejam seguras para as minhas mos.

    Antes de 1996, eu comprava cordas comerciais que esta-

    vam disponveis em lojas.

    Em Dallas, Texas, em 1996, eu passei por uma situao

    em que um cavalo ficou muito assustado por causa de um

    som alto na minha audincia. Ele saiu correndo pelo redon-

    del movido pelo medo. Eu estava segurando uma dessas

    cordas finas e leves quando ela deu uma volta ao redor do

    meu mindinho. O cavalo atingiu o fim da corda com uma

    sacudida feroz. Ento ele parou, e eu me aproximei dele.

    Enquanto eu andava at o cavalo, reparei que havia

    sangue nas minhas calas. Eu olhei para baixo e vi a ponta

    do meu mindinho da mo esquerda pendurada por um fio

    de pele. Eu anunciei que, se houvesse um mdico na pla-

    teia, gostaria que ele viesse falar comigo quando eu aca-

    basse de trabalhar com aquele cavalo.

    Coloquei a ponta do meu mindinho entre outros dois

    dedos, fiz o cavaleiro subir no cavalo e terminei de traba-

    lhar com aquele animal. Logo em seguida, encontrei um

    mdico e, depois de alguma discusso, ele concordou em

    amarrar com uma fita adesiva o dedo no lugar para que

    eu pudesse ajudar o prximo e ltimo cavalo, e depois eu

    iria direto para um hospital para ver se o dedo poderia ser

    costurado de volta no lugar.

    Ele era um cirurgio de mos. Voc pode imaginar a

    sorte que foi ter um cirurgio de mos na plateia em um

    momento desses? Eu marquei um horrio, ele costurou a

    ponta do dedo de volta ao lugar, e est ali at hoje. No

    nada para se gabar, eu admito no tem nenhuma sensi-

    bilidade e nem unha, mas pelo menos ainda uma parte

    de mim.

    Imediatamente depois do evento, fui caar pelo

    mundo materiais ideais para desenvolver uma corda per-

    feita. Minhas cordas tm 30 ps de comprimento (pouco

    mais de 9 metros), e os ltimos 90 centmetros so um pou-

    co mais pesados, com o dobro de grossura. Isso as torna

    mais fcil de lanar. Elas so cobertas por uma combinao

    macia de material e recheadas com algodo para evitar que

    deem ns ou voltas.

    Essas cordas vm em pares e cada uma tem um grampo

    de metal. Eu as uso por anos sem que precisem ser substi-

    tudas, e no sofri machucados nas mos desde que criei

    esse design de cordas descrito.

    4545Mundo EquEstrE luxo |

  • d e s t i n o s p r e m i u m

    4646 | Mundo EquEstrE - luxo

  • Durante quase uma semana, a capita l cuba-

    na recebe v is i tantes de mais de 70 pases com

    um objet ivo em comum: apreciar as melhores

    bitolas do mundo e conhecer os lanamentos

    especia is que a Habanos S.A. prepara a cada

    ano.

    Os atrat ivos de Havana so inmeros. Alm

    de sua paisagem histr ica, repleta de constru-

    es e automveis ant igos, poss ve l encontrar

    a cada esquina as tradic ionais Casas del Haba-

    no, onde o apreciador pode adquir i r e degus-

    tar uma var iedade incr ve l de charutos a preos

    realmente atrat ivos. Alguns habanos, como so

    car inhosamente chamados pelos af ic ionados,

    chegam a custar 10% do valor prat icado no

    Bras i l .

    A melhor poca para o apreciador v is i tar Ha-

    vana , sem dvida, durante o cobiado Fest iva l

    Internacional del Habano. A prxima edio, de

    nmero XVI, ser real izada entre os dias 24 e

    28 de fevereiro de 2014, e contar com novida-

    des importantes de marcas como Hoyo de Mon-

    terrey, Tr in idad, H. Upmann, Cohiba e Partags.

    Essas novidades so apresentadas pela Ha-

    banos S.A. nos diversos jantares organizados

    para o Fest iva l , real izados com muita e legncia

    e conforto, o que torna essa v iagem uma expe-

    r incia nica.

    Alm dos jantares, so real izadas tambm

    vis i tas s Fbr icas de Habanos H. Upmann e

    La Corona, onde se pode observar os torcedo-

    res confeccionando os charutos, e tambm as

    plantaes de tabaco em Vuelta Abajo, P inar

    del R io, regio exuberante onde o v is i tante co-

    nhece todo o processo de produo, desde a

    plantao da semente at a secagem, matura-

    o e envio das folhas de tabaco s Fbr icas de

    Habanos.

    Algumas agncias de v iagem tem se espe-

    c ia l izado em preparar pacotes exc lus ivos para

    os part ic ipantes do Fest iva l . Aqui no Bras i l , a

    Mistra l Operadora de Tur ismo e a agncia Ava-

    lon Viagens Premium prepararam um pacote es-

    pecia l que promete agradar aos mais ex igentes.

    Segundo o scio propr ietr io da Avalon, Rafael

    Kir ly, o Fest iva l confere c idade de Havana

    um cl ima especia l de degustao entre amigos,

    descanso e muitas baforadas.

    Belezas de varadero

    Local izados a 140 qui lmetros da capita l

    Havana, os v inte e dois qui lmetros de are ias

    brancas e sol quente durante todo o ano fazem

    de Varadero o sonho de quem deseja tranqui-

    l idade e sossego. Suas guas calmas e cr ista l i -

    nas so consideradas umas das mais c laras do

    mundo.

    Fugindo um pouco do conceito socia l i s ta

    Para o apreciador de um bom charuto, todos os caminhos le-vam a Havana. Se o ditado histrico j soa diferente para o

    aficionado, na poca do Festival Internacional del Habano ele ganha uma conotao especial.

    charutos, praias e costumes

    cubanos

    47Mundo EquEstrE - luxo |

  • que paira pelo pas , Varadero tem opes de en-

    tretenimento, compras e a l ta gastronomia. Alm

    das atraes mar t imas, o local conta com shop-

    pings centers, parques e hotis de pr imeira l inha

    que ut i l izam o conveniente s istema al l inc lus ive.

    noite, vr ias opes de restaurantes com msica

    ao v ivo tornam sua estada a inda mais divert ida e

    completa na c idade, h vr ios estabelec imentos

    que f icam abertos 24 horas por dia.

    A c idade tem por volta de 18 mi l habitantes,

    mas recebe, por ano, uma mdia de 500 mi l tur is-

    tas. De natureza a legre e espontnea, os cubanos

    locais tornam a v iagem ainda mais agradvel . Va-

    radero um dest ino excelente para quem aprecia

    um bom descanso e o paradis aco mar car ibenho.

    curiosidades

    Cuba o lar de mais de 11 mi lhes de pessoas,

    sendo a nao- i lha mais populosa de todo o Car i -

    be. Por incr ve l que parea, o basebal l o esporte

    mais prat icado no pas , sendo considerado paixo

    nacional .

    O pas apresenta ndices de desenvolv imento

    bastante impress ionantes, como a taxa de a l fabe-

    t izao de 99,8%, uma taxa de mortal idade infan-

    t i l infer ior at mesmo de a lguns pases desen-

    volv idos e uma expectat iva de v ida mdia de 78

    anos. Em 2006, Cuba foi a nica nao no mundo

    que recebeu a def in io da WWF de desenvolv i -

    mento sustentvel ; tendo uma pegada ecolgica

    (ecological footpr int ) de menos de 1,8 hectares

    per capita e um ndice de Desenvolv imento Huma-

    no de mais de 0,8 em 2007.

    Pol i t icamente, Cuba o nico pas socia l i s ta

    das Amricas na atual idade, despertando ainda

    mais a cur ios idade dos v ia jantes. Atualmente, o

    tur ismo representa uma important ss ima parcela

    de seu P IB.

    A cidade de Varadero um dos principais pontos tursticos de Cuba. Por ano, mais de 500 mil visitantes usufruem das guas calmas e cristalinas deste balnerio.

    d e s t i n o s p r e m i u m

    48 | Mundo EquEstrE - luxo

  • Com influncias espanholas e africanas, a cultura cubana demonstra-se rica e vasta. Visitar o pas e poder observar in loco estes

    costumes um dos mais interesssantes atrativos da famosa ilha socialista.

    49Mundo EquEstrE - luxo |

  • rFos de onassis

    m o n z o n

  • rFos de onassis

    Houve pouqussimas manifestaes diante

    de tanta perda, em meu ver. O principal even-

    to da modalidade Salto, com aparies memo-

    rveis do Adestramento, se perdia e, creio que

    atnitos, os brasileiros se calaram diante do

    anunciado retrocesso histrico. A sensao foi e

    ainda de tristeza, quase angstia.

    Em 2007 e 2008 as edies realizadas na

    Sociedade Hpica Paulista foram marcos de exce-

    lncia e deram luz abissal distncia que separa-

    va o hipismo de alta performance internacional

    do brasileiro. As apresentaes nas principais

    provas mostraram o quanto era necessrio ca-

    minhar para atingir aquele nvel. Muitos (alguns

    sem nem mesmo perceber) foram sacudidos

    pela verdade, muitos se resignaram, uns pou-

    cos comearam a trabalhar. Os quatro anos de

    disputa na Sociedade Hpica Brasileira foram a

    mostra de que h quem valorize o evento, o ofe-

    recimento de apoio e incentivo foram claros en-

    tre os scios e os amantes do espetculo, da arte

    da equitao, lotaram arquibancadas, mesas,

    frisas e o espao promocional. A mdia entendeu

    o acontecimento e deu-lhe ares de mega evento

    internacional e de interesse pblico. A cidade e a

    comunidade hpica se beneficiaram.

    Quando a dois meses apenas do incio do

    evento que marcaria sua ida para Deodoro,

    na pista onde foi disputado o Pan Rio 2007,

    o AOHS foi cancelado, ou adiado como disse-

    ram alguns. Faltou uma manifestao de apoio

    e muitas de repdio ao duro golpe que todos

    soframos, faltou unio, faltou vontade polti-

    ca e viso estratgica. Algo pairou no ar como

    uma nuvem de tempestade, os partcipes mais

    diretos tiveram de se retirar da batalha para re-

    avaliar foras e estratgias, mas a bem da ver-

    dade, nunca lhes faltou a vontade e o despren-

    dimento de lutar pela realizao. Quatro meses

    aps o anncio, em 8 de dezembro de 2013, o

    brilhante jornalista Sanny Bertoldo, de O Globo,

    anunciou a ida do evento, brasileiro nato e de

    opo, para Saint Tropez, Frana. Incrivelmente

    o evento se vendeu em menos de duas semanas,

    sem a necessidade de grande aporte financeiro

    prprio de Doda e Athina, o que acontecia em

    todas as edies brasileiras do evento. Incrvel?

    Claro que no...

    lvaro portou-se como um entrevistado

    ponderado e preparado, como de costume,

    mas visivelmente decepcionado e triste. No

    cabe aqui apontar nossas falhas e desprepa-

    ro, de todos ns envolvidos e interessados,

    menos ainda tentar discernir o que verdade

    do que foi a verso oficial. O que cabe la-

    mentar o ocaso de um pice do nosso espor-

    te, cabe aprender com esta derrota, agrade-

    cer o legado inegvel do maior evento hpico

    que presenciamos em terras sul americanas

    e aplaudir o Doda e a Athina, reverencian-

    do toda a equipe guerreira que por seis anos

    elevou o nome dos clubes, dos estados e do

    Brasil.

    Somos todos rfos de Onassis, somos to-

    dos muito melhores do que j fomos, em seu

    legado. Forte abrao, Monzon.

    51Mundo EquEstrE - luxo |

    EM 2013, APS SEIS AnOS dE SuCESSO E

    PIOnEIRISMO, VIVEMOS A SEnSAO dE VOLTAR

    AO PASSAdO, dE PERdER ALGO bRILHAnTEMEnTE

    COnquISTAdO.

    aps muitas tentativas

    e tratativas com o poder

    pblico, com os empresrios

    brasileiros e com os dirigen-

    tes de nosso esporte, doda,

    o duas vezes medalhista

    olmpico por equipes lvaro

    affonso de miranda neto,

    decidiu por no realizar o

    athina onassis Horse show

    no Brasil.

  • Rodeado por cavalos desde criana, foi inevitvel

    que o jovem Simon desenvolvesse uma paixo pelo

    hipismo. Nascido em uma famlia de amantes dos ca-

    valos, o pai de Simon, Marcel Delestre, ex-cavaleiro

    internacional e tem sido a maior influncia na carrei-

    ra do francs. Na infncia, Simon participou de vrias

    competies juniores e cita a sua primeira medalha

    Pony Gold como o momento mais memorvel de

    sua carreira.

    O cavaleiro rene um impressionante recorde de

    apresentaes. Citando algumas delas: em 2000,

    quando tinha apenas 19 anos, sua equipe conquis-

    tou a vitria no Campeonato Continental em Har-

    tpury; o cavaleiro tambm obteve muitas vitrias

    em um dos circuitos mais disputados do mundo, o

    Global Champions Tour; ficou em 16 lugar na final

    da Copa do Mundo em Leipzig (2011) com sua bela

    montaria Couletto. Ainda em 2011, foi classificado

    como o nmero 10 do mundo no ranking FEI Ro-

    lex, permitindo-lhe participar da Final Top Ten IJRC

    de Paris. Simon tambm obteve o dcimo lugar na

    Copa do Mundo em Stuttgart, e a quarta posio

    em Zurique. O cavaleiro ainda se qualificou para os

    Jogos Olmpicos de Londres 2012, terminando em

    19 nos saltos individuais e em 12 com a equipe

    francesa.

    Simon DeleStre

    H i G H l i G H t s

  • 53Mundo EquEstrE - luxo |

  • 54 | Mundo EquEstrE - luxo

    i va n c a m a r G o

    comunicao

    Este um dos principais conceitos que

    passo aos cavaleiros que treinam comigo.

    Aprenda a conversar com seu cavalo. Essa

    conversa que, obviamente, no oral,

    a base para o sucesso do conjunto. A comu-

    nicao entre cavalo e cavaleiro d-se pelo

    corpo, pelo toque, pelo equilbrio. As zonas

    de contato entre o cavaleiro e sua montaria

    so os canais de comunicao. A comunica-

    o eficaz clara e objetiva. Ela muitas ve-

    zes to sutil aos olhos dos espectadores que

    parece que nada est acontecendo, mas, ali

    est sendo travado um lindo dilogo.

    O corpo do cavaleiro deve estar relaxa-

    do, ele tem que sentar-se vontade sobre a

    sela, as suas articulaes devem trabalhar e

    acompanhar delicadamente os movimentos

    do cavalo. As mos do cavaleiro devem se-

    gurar as rdeas com a mesma presso e for-

    a que seguramos na mo de um namorado

    (a). Ningum caminha de mos dadas com

    os cotovelos rijos, com a mo dura ou muito

    mole. A boca do seu cavalo a mo do seu

    namorado (a), deve haver contato constan-

    te, firme, mas, sem trancos ou puxes.

    As pernas do cavaleiro devem sempre to-

    car o cavalo, devem estar posicionadas bem

    abaixo do corpo para melhor equilbrio e de-

    vem trabalhar independentes do restante do

    seu corpo. No preciso mexer as mos ou

    colocar o dorso para frente, quando se quer

    dar mais presso s pernas.

    Da mesma forma que transmitem os co-

    mandos, as ajudas (isto : nossas mos,

    pernas e assento) tambm recebem as infor-

    maes do nosso companheiro de trabalho.

    por a que percebemos se ele precisa de

    mais incentivo, de mais calma, e entende-

    mos o que devemos trabalhar mais para nos-

    sa comunicao melhorar.

    A capacidade de se comunicar bem com

    seu cavalo consequncia de um bom tra-

    balho de plano, o trabalho do dia a dia. a

    que voc deve ensin-lo a obedecer a suas

    ordens e voc aprende a ouvi-lo.

    Para os iniciantes, sugiro que trabalhem

    diariamente a variao de velocidade nas an-

    daduras. Comece com o passo, procure um

    passo vivo. Trabalhe tambm o trote, inter-

    cale suavemente entre o trote curto, mdio

    e alongado. O galope reunido e tambm um

    galope bastante alargado.

    As transies de velocidade devem ser

    feitas de forma suave, mas firme; sem bruta-

    lidade, mas com controle. Ser um progres-

    so contnuo, a cada dia seu cavalo entende-

    r melhor suas ordens. A preciso durante o

    percurso depende deste bom entendimento.

    Com pacincia e persistncia voc chegar

    l, boa sorte!

    J dizia o velho guerrei-

    ro: quem no se comunica

    se trumbica. apesar de o

    saudoso chacrinha no ter

    sido cavaleiro, ele foi ex-

    mio comunicador e, assim

    como na vida, na relao

    com o cavalo, a comunica-

    o fundamental.

  • 55Mundo EquEstrE - luxo | Mundo EquEstrE - luxo |

  • convenincia para atletas

    guia 4 pataslistamos abaixo os contatos de alguns dos instrutores e veterinrios

    mais influentes do brasil, que podem auxili-lo em sua rotina com os

    cavalos, assessorias para compra de animais e treinamentos em

    outras cidades.

    fbio sartiwww.fabiosarti.com.brfone: (11) 9 8133 0190Sociedade Hpica Paulistaso paulo - sp

    [email protected]: (31) 9208 1006 Centro de Trein.Top TeamBelo Horizonte - mg

    [email protected]: (31) 8871 3963Centro de Treinamento Top TeamBelo Horizonte - mg

    srgio Marins

    felipe Morgan

    [email protected]: (19) 9135 9124Sociedade Hpica de Campinascampinas - sp

    [email protected] fone: (61) 7815 8277Sociedade Hpica de BrasliaBraslia - dF

    tiago de CaMargo

    alonso tarifa

    [email protected]: (54) 8146 7833Centro Hpico e Haras MDpasso Fundo - rs

    [email protected].com.br fone: (51) 9641 7755Hpica Sta. Tereza (Viamo), Haras Sto. Cristo (Nova Hartz) - rs

    mdico [email protected]: (41) 9974 2888Sociedade Hpica Paranaensecuritiba - pr

    Cristovo dellagerisi

    Ciro abel

    valdir tonin

    [email protected]: (47) 9122 7534 / 84*78758Centro Equestre LemeJoinville - sc

    [email protected]: (11) 7816 3747Especializado em Cavalos NovosCentro Hpico CAPI - sp

    mdico [email protected] fone: (47) 9985 4372Clnica e Cirurgia Equinasanta catarina

    franCisCo luiz viana

    luiz Carlos n. stetner

    joo luiz dos santos

    loureno [email protected]: (19) 7819 0246 / 96*94039Centro Hpico Loro & Manhanilimeira - sp

    Cesar alMeida

    fernando Costa

    [email protected]: 92*176181Residencial Guancan cotia - sp

    [email protected]: (11) 7892 9887 / 7892 9885Hp. Morumbi - wfhorse.com.brcotia - sp

    [email protected]: (71) 9202 0337 / 96*4684Equus Clube do Cavalolauro de Freitas - Ba

    andr giovanini

    [email protected] fone: (44) 9911 7999Clube Hpico de Maringmaring - pr

    [email protected]: (11) 7870 0760Hpica Nashvillepiracaia - sp

    mdico [email protected]: (11) 9 8444 1222Clube Hpico de Santo Amaroso paulo - sp

    Miro

    esdra raMos pereira

    prisCila azevedo

    c o n v e n i n c i a

    5656 | Mundo EquEstrE - luxo

  • 57575757

    Anncio

  • 58585858585858

    where to buy?

    guia 4 patas

    [email protected]: (11) 5641 4604Visconde de Taunay, 809so paulo - sp

    selaria santa rosa

    equipe MarCon road house grill

    Maison du Cavalier Cia do Cavalo

    eCuyersalto e sela

    Ma parCour ltda

    www.selariasantarosa.com.brfone: (41) 3266 7831Vitor F. do Amaral -Jockey Clubcuritiba - pr

    [email protected]: (51) 3311 1256 / 9333 1556Av. Juca Batista, 4931porto alegre - rs

    www.saltoesela.com.brfone: (11) 5533 2990Av. Santo Amaro, 1775so paulo - sp

    www.maisonducavalier.com.brf: (11) 5505 0900 / (21) 2535 8946Soc.Hpica Paulista e Brasileiraso paulo / rio de Janeiro

    Endereos e telefones dos principais servios que voc, seu ha-ras ou seu cavalo podem precisar.

    www.roadhousegrill.com.brf: (61) 3321 8535 / 3034 8535Braslia SCES Braslia - dF

    lab. anlises C. taruM

    Maquinas de tosquiar ferraduras brasil

    ranCho iMprio

    www.elantrade.com.brf:(19) 3233-5370Distribuidor Autorizado Ostercampinas - sp

    www.ferradurasbrasil.com.brf: (15) 3302 3717 / 4141 1594Av. Antonio S. Saladino,1826sorocaba - sp

    [email protected]: (19) 9771 3949contato: Marcelo Messiasso paulo - sp

    [email protected]: (41) 9987 5588 / 7815 2567www.maparcour.com.brcuritiba-pr

    horse truCk transporte

    C. hpiCo e doMa Mh

    [email protected]: (11) 7782 2505 | 88*119376www.horsetruck.com.brso paulo - sp

    [email protected]: (16) 3917-2557 / 99*75058 Selas e Acessrios - Aulas e Clnicasribeiro preto - sp

    [email protected](41)7818.6620 / 7819.8247 / 3392. 9207www.centrohipicoedomamh.com.brcampo largo - pr

    [email protected]: (41) 3366 7616 / 9974 4955Vitor F. do Amaral - Jockey Club curitiba - pr

    selarias no brasil

    58 | Mundo EquEstrE - luxo

    www.forcalivrehipismo.com.brfone: (43) 3341 8484Rua Jos Garcia Domingues,143londrina - pr

    [email protected]: (51) 9965 8889Beco do Schneider porto alegre - rs

    fora livre

    by ranna

    [email protected]: (11) 9 7212 4467Rod. Jan Antonin Bata km 79 - Canedospiracaia - sp

    manegedasaraucarias.com.brfone: (41) 9987 5588Estrada da Fazendinha, km 6 araucria - pr

    hpiCa nashville

    Manege das arauCrias

    C.t. top teaM

    C. equestre Cantagalo

    www.topteamfg.com.brf: (31) 9208 1006 / 8871 3963Jardins de Petrpolis / MG030 nova lima - mg

    fone: (48) 9139 5230 www.centroequestrecantagalo.comRua Francisca Ins da Costa, 342Florianpolis - sc

    agro agropeCuriaSelaria e medicamentoswww.agroagropecuaria.com.brfone: (47) 3351.4261Brusque - sc

  • 59595959

    lab. anlises C. taruM