of 12/12
STEPHEN JAY GOULD A FALSA MEDIDA DO HOMEM Dois estudos sobre o caráter simiesco dos indesejáveis

STEPHEN JAY GOULD. INFLUÊNCIA DA TEORIA DA EVOLUÇÃO DE DARWIN a) Recapitulação e neotonia b) Antropologia criminal STEPHEN JAY GOULD a) Teoria do equilíbrio

  • View
    128

  • Download
    9

Embed Size (px)

Text of STEPHEN JAY GOULD. INFLUÊNCIA DA TEORIA DA EVOLUÇÃO DE DARWIN a) Recapitulação e neotonia b)...

  • Slide 1
  • STEPHEN JAY GOULD
  • Slide 2
  • INFLUNCIA DA TEORIA DA EVOLUO DE DARWIN a) Recapitulao e neotonia b) Antropologia criminal STEPHEN JAY GOULD a) Teoria do equilbrio pontuado ou interrompido b) Combate s pseudocincias FIM DO SCULO XIX E INCIO DO SCULO XX a) Expanso da Revoluo Industrial: 2 fase b) Imperialismo Capitalista
  • Slide 3
  • ERNST HAECKEL (criacionista) final do sculo XIX: A ontogenia recapitula a filogenia: Durante seu crescimento, todo indivduo passa por uma srie de estgios que correspondem sequencialmente s diferentes formas adultas de seus antepassados. SIGMUND FREUD: - Tornou-se partidrio da Recapitulao - Impulso parricida ancestrais adultos A RECAPITULAO
  • Slide 4
  • Paleontlogo americano, criou 4 grupos de formas humanas inferiores, segundo esse critrio: 1. Raas no brancas 2. Todas as mulheres 3. Brancos do Sul da Europa 4. Classes inferiores dentro das raas superiores A RECAPITULAO SERVIU COMO TEORIA GERAL DO DETERMINISMO BIOLGICO COPE concentrou-se em elementos estticos: Negros raa indo europia Sinais universais de imaturidade: - Pouco desenvolvimento das panturrilhas - Arco achatado do nariz
  • Slide 5
  • D. G. BRINTON, ANTROPLOGO AMERICANO: O adulto que conserva traos fetais, infantis ou simiescos mais numerosos inquestionavelmente inferior ao indivduo que conseguiu desenvolver esses traos... LOUIS BOLK prope uma teoria contrria: A RETENO DA JUVENTUDE (NEOTENIA) EYSENCK DEFENDEU TRS ARGUMENTOS (NEOTENIA): Crianas negras tem desenvolvimento sensrio-motor mais veloz (o que significaria que ultrapassou mais rpido o estgio fetal) Aos trs anos de idade o QI mdio dos brancos supera o QI mdio dos negros desenvolvimento sensrio-motor X QI posterior
  • Slide 6
  • ANTROPOLOGIA CRIMINAL CESARE LOMBROSO: 1862-1876, mdico psiquiatra italiano - O homem delinqente: descreve a criao da Teoria da Criminalidade Inata e da Antropologia criminal (por intuio) TEORIA DA CRIMINALIDADE INATA : Teoria evolucionista especfica baseada em dados antropomtricos pregava o carter hereditrio do crime; TIPOS ATVICOS: criminosos possuam caracteres de ancestrais simiescos comportamento de macaco ou selvagens, considerado criminosos pela sociedade civilizada (criminoso nato)
  • Slide 7
  • - TAMANHO DO CREBRO: anmicas: -TRAOS SOCIAIS: a) Linguagem (grias) b) Tatuagem (insensibilidade dor)
  • Slide 8
  • ESTIGMAS ANATMICOS ESTIGMAS ANMICOS
  • Slide 9
  • Cinco tipos de criminosos: a) Criminoso nato b) Criminoso louco c) Criminoso de hbito ou profissional d) Criminoso de ocasio ou primrio e) Criminoso por paixo OBSERVAES NOS SEUS ESTUDOS: - Criminalidade inerente criana - Comportamento criminoso dos animais - Mudana de paradigma: do tipo atvico ao enfermo epilptico
  • Slide 10
  • Advocacia cientfica Contradies Confirmao teorias racistas Manovourier e Topinard: causas sociais do crime Tolsi: dificulta a transformao social Escola clssica X Positiva X Crtica Crime criao jurdica
  • Slide 11
  • Determinismo biolgico Seleo prvia e isolamento de indivduos Pena de Morte Pena como proteo social Princpio da indeterminao da sentena Estudo dos genes
  • Slide 12
  • Manipulao dos dados Manipulao dos argumentos Correlao no causal Produo do conhecimento x Legitimao cientfica