Tecnologia Em Automacao Industrial

  • View
    34

  • Download
    3

Embed Size (px)

Text of Tecnologia Em Automacao Industrial

  • 201EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    1

    Ministrioda Educao

    SINAESSistema Nacional de Avaliao da Educao Superior

    1 - Verifique se, alm deste caderno, voc recebeu o Caderno de Respostas, destinado transcrio das respostas das questes de mltipla escolha (objetivas), das questes discursivas e do questionrio de percepo da prova.

    2 - Confira se este caderno contm as questes de mltipla escolha (objetivas) e discursivas de formao geral e do componente especfico da rea, e as questes relativas sua percepo da prova, assim distribudas:

    3 - Verifique se a prova est completa e se o seu nome est correto no Caderno de Respostas. Caso contrrio, avise imediatamente um dos responsveis pela aplicao da prova. Voc deve assinar o Caderno de Respostas no espao prprio, com caneta esferogrfica de tinta preta.

    4 - Observe as instrues expressas no Caderno de Respostas sobre a marcao das respostas s questes de mltipla escolha (apenas uma resposta por questo).

    5 - Use caneta esferogrfica de tinta preta tanto para marcar as respostas das questes objetivas quanto para escrever as respostas das questes discursivas.

    6 - No use calculadora; no se comunique com os demais estudantes nem troque material com eles; no consulte material bibliogrfico, cadernos ou anotaes de qualquer espcie.

    7 - Voc ter quatro horas para responder s questes de mltipla escolha e discursivas e ao questionrio de percepo da prova.

    8 - Quando terminar, entregue ao Aplicador ou Fiscal o seu Caderno de Respostas.

    9 - Ateno! Voc s poder levar este Caderno de Prova aps decorridas trs horas do incio do Exame.

    LEIA COM ATENO AS INSTRUES ABAIXO.

    TECNOLOGIA EMAUTOMAO INDUSTRIAL

    26Novembro / 2011

    Partes Nmero das questes Peso dasquestesPeso dos

    componentes

    Formao Geral/Objetivas 1 a 8 60%25%

    Formao Geral/Discursivas Discursiva 1 e Discursiva 2 40%

    Componente Especfico/Objetivas 9 a 35 85%75%

    Componente Especfico/Discursivas Discursiva 3 a Discursiva 5 15%

    Questionrio de percepo da Prova 1 a 9 - -

    *A2620111*

  • TECNOLOGIA EM AUTOMAO INDUSTRIAL

    2011EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    2

    QUESTO 1

    Retrato de uma princesa desconhecida

    Para que ela tivesse um pescoo to finoPara que os seus pulsos tivessem um quebrar de caulePara que os seus olhos fossem to frontais e limposPara que a sua espinha fosse to direitaE ela usasse a cabea to erguidaCom uma to simples claridade sobre a testaForam necessrias sucessivas geraes de escravosDe corpo dobrado e grossas mos pacientesServindo sucessivas geraes de prncipesAinda um pouco toscos e grosseirosvidos cruis e fraudulentosFoi um imenso desperdiar de gentePara que ela fosse aquela perfeioSolitria exilada sem destino

    ANDRESEN, S. M. B. Dual. Lisboa: Caminho, 2004. p. 73.No poema, a autora sugere que

    A os prncipes e as princesas so naturalmente belos.B os prncipes generosos cultivavam a beleza da princesa.C a beleza da princesa desperdiada pela miscigenao racial.D o trabalho compulsrio de escravos proporcionou privilgios aos prncipes.E o exlio e a solido so os responsveis pela manuteno do corpo esbelto da princesa.

    QUESTO 2

    Excluso digital um conceito que diz respeito s extensas camadas sociais que ficaram margem do fenmeno da sociedade da informao e da extenso das redes digitais. O problema da excluso digital se apresenta como um dos maiores desafios dos dias de hoje, com implicaes diretas e indiretas sobre os mais variados aspectos da sociedade contempornea.Nessa nova sociedade, o conhecimento essencial para aumentar a produtividade e a competio global. fundamental para a inveno, para a inovao e para a gerao de riqueza. As tecnologias de informao e comunicao (TICs) proveem uma fundao para a construo e aplicao do conhecimento nos setores pblicos e privados. nesse contexto que se aplica o termo excluso digital, referente falta de acesso s vantagens e aos benefcios trazidos por essas novas tecnologias, por motivos sociais, econmicos, polticos ou culturais.

    Considerando as ideias do texto acima, avalie as afirmaes a seguir.

    I. Um mapeamento da excluso digital no Brasil permite aos gestores de polticas pblicas escolherem o pblico-alvo de possveis aes de incluso digital.

    II. O uso das TICs pode cumprir um papel social, ao prover informaes queles que tiveram esse direito negado ou negligenciado e, portanto, permitir maiores graus de mobilidade social e econmica.

    III. O direito informao diferencia-se dos direitos sociais, uma vez que esses esto focados nas relaes entre os indivduos e, aqueles, na relao entre o indivduo e o conhecimento.

    IV. O maior problema de acesso digital no Brasil est na deficitria tecnologia existente em territrio nacional, muito aqum da disponvel na maior parte dos pases do primeiro mundo.

    correto apenas o que se afirma em

    A I e II.B II e IV.C III e IV.D I, II e III.E I, III e IV.

    FORMAO GERAL

    *A2620112*

  • TECNOLOGIA EM AUTOMAO INDUSTRIAL

    2011EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    3

    QUESTO 3

    A cibercultura pode ser vista como herdeira legtima

    (embora distante) do projeto progressista dos filsofos

    do sculo XVII. De fato, ela valoriza a participao das

    pessoas em comunidades de debate e argumentao.

    Na linha reta das morais da igualdade, ela incentiva uma

    forma de reciprocidade essencial nas relaes humanas.

    Desenvolveu-se a partir de uma prtica assdua de trocas

    de informaes e conhecimentos, coisa que os filsofos

    do Iluminismo viam como principal motor do progresso.

    (...) A cibercultura no seria ps-moderna, mas estaria

    inserida perfeitamente na continuidade dos ideais

    revolucionrios e republicanos de liberdade, igualdade e

    fraternidade. A diferena apenas que, na cibercultura,

    esses valores se encarnam em dispositivos tcnicos

    concretos. Na era das mdias eletrnicas, a igualdade se

    concretiza na possibilidade de cada um transmitir a todos;

    a liberdade toma forma nos softwares de codificao e no

    acesso a mltiplas comunidades virtuais, atravessando

    fronteiras, enquanto a fraternidade, finalmente, se traduz

    em interconexo mundial.LEVY, P. Revoluo virtual. Folha de S. Paulo.

    Caderno Mais, 16 ago. 1998, p.3 (adaptado).

    O desenvolvimento de redes de relacionamento por meio

    de computadores e a expanso da Internet abriram novas

    perspectivas para a cultura, a comunicao e a educao.

    De acordo com as ideias do texto acima, a cibercultura

    A representa uma modalidade de cultura ps-moderna

    de liberdade de comunicao e ao.

    B constituiu negao dos valores progressistas

    defendidos pelos filsofos do Iluminismo.

    C banalizou a cincia ao disseminar o conhecimento nas

    redes sociais.

    D valorizou o isolamento dos indivduos pela produo

    de softwares de codificao.

    E incorpora valores do Iluminismo ao favorecer o

    compartilhamento de informaes e conhecimentos.

    QUESTO 4

    Com o advento da Repblica, a discusso sobre a questo

    educacional torna-se pauta significativa nas esferas dos

    Poderes Executivo e Legislativo, tanto no mbito Federal

    quanto no Estadual. J na Primeira Repblica, a expanso

    da demanda social se propaga com o movimento da escola-

    novista; no perodo getulista, encontram-se as reformas

    de Francisco Campos e Gustavo Capanema; no momento

    de crtica e balano do ps-1946, ocorre a promulgao

    da primeira Lei de Diretrizes e Bases da Educao

    Nacional, em 1961. somente com a Constituio de

    1988, no entanto, que os brasileiros tm assegurada a

    educao de forma universal, como um direito de todos,

    tendo em vista o pleno desenvolvimento da pessoa no que

    se refere a sua preparao para o exerccio da cidadania

    e sua qualificao para o trabalho. O artigo 208 do texto

    constitucional prev como dever do Estado a oferta da

    educao tanto a crianas como queles que no tiveram

    acesso ao ensino em idade prpria escolarizao cabida.

    Nesse contexto, avalie as seguintes asseres e a relao

    proposta entre elas.

    A relao entre educao e cidadania se estabelece na

    busca da universalizao da educao como uma das

    condies necessrias para a consolidao da democracia

    no Brasil.

    PORQUE

    Por meio da atuao de seus representantes nos Poderes Executivos e Legislativo, no decorrer do sculo XX, passou a ser garantido no Brasil o direito de acesso educao, inclusive aos jovens e adultos que j estavam fora da idade escolar.

    A respeito dessas asseres, assinale a opo correta.

    A As duas so proposies verdadeiras, e a segunda uma justificativa correta da primeira.

    B As duas so proposies verdadeiras, mas a segunda no uma justificativa correta da primeira.

    C A primeira uma proposio verdadeira, e a segunda, falsa.

    D A primeira uma proposio falsa, e a segunda, verdadeira.

    E Tanto a primeira quanto a segunda asseres so proposies falsas.

    *A2620113*

  • TECNOLOGIA EM AUTOMAO INDUSTRIAL

    2011EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

    4

    QUESTO 5

    Desmatamento na Amaznia Legal. Disponvel em: . Acesso em: 20 ago. 2011.

    O ritmo de desmatamento na Amaznia Legal diminuiu no ms de junho de 2011, segundo levantamento feito pela organizao ambiental brasileira Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amaznia). O relatrio elaborado pela ONG, a partir de imagens de satlite, apontou desmatamento de 99 km no bioma em junho de 2011, uma reduo de 42% no comparativo com junho de 2010. No acumulado entre agosto de 2010 e junho de 2011, o desmatamento foi de 1 534 km, aumen