Alteracao na producao de hormonio de crescimento e tireoide

  • View
    210

  • Download
    12

Embed Size (px)

Text of Alteracao na producao de hormonio de crescimento e tireoide

Alteracao na producao de hormonio de crescimento e Treoide.

ALTERAO NA PRODUO DE HORMNIO DE CRESCIMENTO E TIREIDEDiscentes: Docente: Florentino Uatala Dr. BeloLuisa Francisco

ALTERAO NA PRODUO DA HORMONA DE CRESCIMENTO.

A hormona de crescimento tambm chamada de hormnio somatotrfico ou somatotrofina uma pequena molcula de proteina que promove o crescimento de quase todos os tecidos do corpo que so capazes de crescer.

De uma forma geral, os hormnios so produzidos atravs de certos orgos denominados glndulas.

Quando as glndulas produzem um nmero maior ou menor de hormnios, provocam um mau funcionamento do orgnismo.No caso do hormnio de crescimento este fenmeno denomina-se alterao na produo de hormnio de crescimento, e isto causa diversas anormalidades, tais como:1.Pan-Hipopituitarismo2.Nanismo3.Acromegalia4.Gigantismo

1. PAN-HIPOPITUITARISMO

uma doena caracterizada pela reduo de secreo de todos os hormnios da hipfise anterior. Esta baixa secreo pode ser congnita (presente ao nascimento), ou pode ocorrer subitamente em qualquer momento da vida, resultando em um tumor hipofisrio que destroi a hipfise.

2. NANISMO uma doena relacionada com o pan-hipopituitarismo, ou seja, resulta na deficincia de secreo dos hormnios da hipfise anterior. Neste caso, a deficincia na secreo mais acentuada e ocorre durante a infncia. Uma criana com 10 anos de idade pode apresentar o desenvolvimento corporal de uma criana com 4 a 5 anos, e esta mesma pessoa aos 20 anos de idade pode apresentar o desenvolvimento corporal de uma criana com 7 a 10 anos.

Um individuo portador de nanismo no entra na puberdade e nunca secreta quantidades suficientes de hormnios gonadotrficos para desenvolver as funes sexuais adulta.

ACROMEGALIAE um tumor que ocorre depois da adolescncia, nesta condio, o paciente no pode crescer, mas, os ossos se tornam mais espessos e as partes moles continuam a crescer. O aumento acentuado nos ossos das mos, dos ps e nos ossos membranosos, incluindo o crnio, o nariz, as bossas na testa, os sulcos supra-orbitrios e a maxila inferior.

A testa inclina-se para a frente devido ao crescimento excessivo dos sulcos supra-orbitrios, o nariz chega a dobrar de tamanho, os ps aumentam e os sapatos chegam ao tamanho de 45m ou mais, os dedos apresentam um espaamento extremo, de modo que as mos atingem quase duas vezes o tamanho normal.

4. GIGANTISMOOcasionalmente, as clulas acidoflicas produtoras de hormnio de crescimento da hipfise se tornam excessivamente activas, ate que tumores acidoflicos ocorrem na glndula, como consequncia so produzidas grandes quantidades de hormnios do crescimento. Todos os tecidos do corpo crescem rapidamente, inclusive os ossos. Se a condio ocorre antes da adolescncia, antes que da fusso das epfises dos ossos longos ocorra, o tamanho aumenta de modo que a pessa se torna um gigante com ate 2,43 m de altura.

TRATAMENTO COM HORMNIOS DE CRESCIMENTO HUMANO

O hrmonio de crescimento humano pode ser sintetizado pelas bactrias ESCHERCHIA COLI, como resultado da aplicao bem sucedida da tecnologia do DNA.O hormnio do crescimento humano pode provar ser benfico em outros distrbios metablicos devido as suas mplas funes metablicas.

ALTERAO NA PRODUO DA HORMONA DA TIREIDEA tireide localisa-se abaixo da laringe e ocopa as regies lateral e anterior da traqueia. Esta glndula secreta dois hormnios principais, a TIROXINA e a TRIODOTIRONINA, habitualmente chamados de T4 e T3.

A alterao na produo da hormona da tireide causa vrias doenas, tais como:1.Hipertireoidismo2.Adenoma Tireoideano3.Exoftalmia4.Hipotireoidismo

1. HIPERTIREOIDISMO

De uma forma geral, bcio txico, tireotoxicose, a doena de graves, apresentam-se como sendo as causas do hipertireoidismo, Na maioria dos pacientes com hipertireoidismo, o tamanho da tireide aumenta de duas a trs vezes acima do normal. Estudos de captao de Iodo radioativo, indicam que algumas das glndulas hiperplsicas secretam hormnios tireoideano em taxa de 5 a 15 vezes mais que o normal.

O hipertireoidismo e de serta forma, causado por anticorpos que surgem do desenvolvimento de auto-imunidade contra o tecido tireoideano. Nessas condies, presumi-se que, em algum momento da histria clnica da pessa, foi liberado um excesso de antgenos pelas clulas tireoideanas que resultou na formao de anticorpos contra a prpria tireide.

SINTOMAS DE HIPERTIREOIDISMO Os sintomas de hipertireoidismo so: um estado de excitablidade, intolerncia ao calor, perda de pesso ligeira, nervosismo, fadiga estrema acompanhada de insnia e tremor nas mos. EXAMES DIAGNOSTICOS PARA O HIPERTIREOIDISMO O exame diagnostico mais precisso a medio directa da concentrao da tiroxina livre e as vezes a triodotironina no plasma, usando procedimentos de radioimunoenso apropriado.

FISIOLOGIA DO TRATAMENTO DO HIPERTIREOIDISMOO tramtamento mais directo para o hipertireoidismo a remoo cirrgica da maior parte da tireide.Outro mecanismo consiste no tratamento da tireide. Neste caso so administrado ao paciente cinco milicuries de Iodo radioactivo, cuja condico reavaliada vrias semanas depois. Se o paciente ainda apresentar hipertireoidismo, doses adicionais so administradas ate que o estado normal da tireide seja atingida.

2. ADENOMA TIREOIDEANAO adenoma tireoideano um caso particular do hipertreoidismo que em alguns momentos resulta de um tumor, que se desenvolve no tecido tireoideano e secreta uma grande quantidade de hormnio tireoideano. Esta patologia diferente da forma mais comum de hipertireoidismo, pois, no esta associado a evidencias de doenas auto-imune.O hormnio tireoideano do adenoma suprime a produo de TSH pela hipfise.

3.HEXOFTALMIAA maior parte das pessas com hipertireoidismo desenvolvem algum gro de protruso dos glbulos oculares, conforme demostrado na figura abaixo. Esta condio chamada de exoftalmia.A hexoftalmia ocorre em cerca de um tero dos pacientes com hipertireoidismo e a condio as vezes se torna to grave que a profuso do globo ocular provoca um estiramento do nervo ptico suficiente para causar danos a viso. Com mais frequncia, os olhos so lesados porque as plpebras no so fechadas completamente quando a pessa pisca os olhos ou dorme. Como resultado, as superficies epiteliais dos olhos tornam-se ressecadas, irritadas e, frequentimente infectadas, resultando em ulcerao da crnea.A exoftalmia geralmente regride com o tratamento contra o hipertireoidismo.

2.HIPOTIREOIDISMOOs efeitos do hipotireoidismo, so oposto ao hipertireoidismo, mas alguns mecanismos fisiolgicos so especificas dessa patologia. A tireide de pacientes com hipotireoidismo apresenta uma tireoidite auto- imune, ao qual significa inflamao da tireide. Isto causa deteriorao progressiva, resultando em diminuio ou ausncia da secresso do hormnio tireoideano. Muitos outos tipos de hipotireoidismo pode ocorrer, associados ao aumento da glndula, chamado de Bcio.

MEXIDEMAO mexidema desenvolve-se no paciente com ausncia quase total da funo de hormnio tireoideano. Nesses casos h uma flacidez sob os olhos e o inchao da face, causado pala produo excessiva do cido hialurnico e sulfato de condroitina. como ilustra a figura abaixo.

EXAMES DIAGNSTICOS NO HIPOTIREOIDISMOOs exames j descritos para o diagnstico do hipertireoidismo apresentam recursos opostos no hipotireoidismo. A consentrao sanguinea de tiroxina livre e baixa. Taxa metablica basal varia entre 30 a 50 de TSH pela hipfise anterior.TRATAMENTO DO HIPOTIREOIDISMOO tratamento do hipotireoidismo consiste na administrao de comprimidos que contem tiroxina.

OBRIGADO PELA ATENO DISPENADA. DVIDAS?

DVIDAS????