CCcam Em Linux Server

  • View
    409

  • Download
    17

Embed Size (px)

Text of CCcam Em Linux Server

CCcam (e no s) em Ubuntu 9.04 Linux Server

Manual elaborado por Yur-ptMSN: yur_pt@yahoo.com

Este manual destina-se aos utilizadores de Dreambox (ou receptor equivalente), que por alguma razo querem dar utilidade a um PC mais antigo, poupando assim a Dreambox e melhorando o desempenho da CCcam. Vo ser abordados os seguintes pontos:

- Ubuntu 9.04 Linux Server - CCcam - Crontab - Samba - NFS - Multiboot

Para a instalao do Ubuntu 9.04 Server Edition ser necessrio um PC com pelo menos 192 Mb de RAM e 1 Gb de espao em disco, ou seja, partida qualquer mquina antiga ir servir. A escolha de Linux Server em vez de Desktop deve-se ao facto de ser muito menos exigente em requisitos de hardware e tambm bastante mais seguro. (No esquecer de ligar o cabo de rede entre o server e o router antes de iniciar a instalao)

Nota: Qualquer comentrio que contribua para a melhoria deste manual ou para o tornar mais explcito, ser benvindo.

Instalao do Ubuntu 9.04 Linux Server

Iniciar o PC com o CD de instalao.

Tecla F2 - Escolha da Lngua

Tecla F3 Escolha do teclado

Tecla F4 Instalar um Sistema Mnimo

Instalar Servidor Ubuntu

Nome para o sistema

Definies de Fuso Horrio

Particionamento e Formatao do Disco

Dados do Utilizador

Escolha do software a instalar

Aqui vamos escolher: - Basic Ubuntu Server - OpenSSH Server - Samba File Server

Se tudo correu bem, quando o sistema arrancar a imagem que se ver ser esta. Agora fazemos login com o utilizador criado durante a instalao.

A prxima tarefa ser atribuir uma password ao ROOT do sistema usando o comando sudo passwd. Primeiro digita-se a password do utilizador criado inicialmente e depois a password pretendida. Agora vamos fazer login como ROOT. Para isso digita-se o comando su e a password do ROOT.

O editor de texto VIM

Como vamos precisar de usar o editor de texto VIM, aqui ficam os comandos que vamos utilizar: a ESC :q :q! :x Passa ao modo de edio. Sai do modo de edio e passa linha de comando do editor. Sai do editor VIM sem gravar (caso nada tenha sido alterado). Sai do editor VIM sem gravar as alteraes efectuadas. Sai do editor e grava as alteraes. Portanto, estando no modo de edio (aps teclar a), para sair e gravar necessrio teclar ESC :x (Enter)

Definir um IP esttico (Fixo)

O prximo passo ser definir um IP esttico. Vamos abrir o editor de texto VIM e definir o IP usando o comando vim /etc/network/interfaces

(Para editar, tecla-se em a) Agora altera-se o texto de modo a ficar como na imagem. Em address coloca-se o IP pretendido. A netmask geralmente fica como est. Em gateway coloca-se o IP do nosso router. (Para sair e gravar, tecla-se ESC :x (Enter))

Depois disto vamos fazer reboot ao sistema usando exactamente esse comando.

Instalao da CCcam

Neste momento podemos desligar do nosso server o teclado (h que ter em conta que temos que alterar a BIOS para que no d erro por falta de teclado) e o monitor, pois no vamos precisar deles. Em vez disso podemos usar o programa PuTTY que se encontra aqui: http://tartarus.org/~simon/putty-snapshots/x86/putty.exe e aceder ao nosso server a partir de qualquer computador que se encontre na nossa rede domstica. Vamos ento abrir o programa PuTTY:

Em Host Name digitamos o IP do nosso server e clicamos em Open e obtemos o login no server como se tivessemos l ligado um teclado. Fazemos login como ROOT. Sempre que quisermos sair do PuTTY basta fechar a janela ou escrever exit.

Agora vamos instalar o proftpd digitando o comando apt-get install proftpd

Respondemos Y

Escolhemos a opo Modo Solitrio

Criamos a pasta /var/etc com mkdir /var/etc e damos permisses pasta /usr/local/bin com chmod 777 /usr/local/bin

Agora precisamos de copiar para a pasta /usr/local/bin o ficheiro CCcam.x86. Isto pode fazer-se de vrias maneiras, mas talvez a mais fcil para quem no esteja muito habituado a Linux, seja usar um programa de FTP. Com o mesmo programa copiamos tambm o ficheiro CCcam.cfg para a pasta /var/etc.

Para que a CCcam se inicie automaticamente quando se liga ou reinicia o server, temos que alterar o ficheiro rc.local com o comando vim /etc/rc.local. Depois inserimos a linha /usr/local/bin/CCcam.x86 de forma a que o ficheiro fique como na figura ao lado.

Neste momento podemos iniciar a CCcam manualmente digitando /usr/local/bin/CCcam.x86

Podemos verificar o seu funcionamento digitando o comando top. Para sair, CTRL + C . Neste momento temos o nosso server a correr CCcam.

Crontab

Dado que o server vai ficar ligado 24 horas por dia, e a CCcam utiliza muito a memria RAM e vai ficando menos estvel ou eficiente, podemos parametrizar o sistema para reiniciar a CCcam a uma determinada hora e ao mesmo tempo, actualizar a CCcam.cfg. Assim ficamos com um processo automtico de actualizao da CCcam.cfg, evitando assim estar a fazer restarts constantes, sempre que alteramos este ficheiro. Ou seja, desta forma, vamos actualizando a CCcam.cfg sempre que queremos, mas a mesma s entra no sistema hora determinada. Para que isto seja fcil de usar, vamos precisar de instalar o Samba, que ser explicado mais frente. Vamos ento criar um script com o nome cccam.sh para execuo deste processo. Podemos colocar o script na pasta /var/etc (ficar na mesma pasta onde se encontra a CCcam.cfg). Usamos o comando vim /var/etc/cccam.sh e adicionamos o texto conforme a imagem ao lado.

Para que o processo de reiniciar a CCcam se execute a uma hora determinada temos que usar o comando crontab e. Aqui vamos inserir uma linha de forma a que o texto fique como se mostra na figura ao lado.

Esta linha significa que aos 0 minutos, 4 horas (neste caso, s 04:00 AM) ser executado o script cccam.sh. Neste momento apenas fazemos o restart CCcam. Ainda no estamos a abordar a actualizao automtica da CCcam.cfg (isso ser explicado a seguir).

Samba

Para no termos que aceder ao server com o PuTTY para actualizar a CCcam.cfg, pois no nada cmodo alterar o ficheiro com o VIM, podemos faz-lo pelo Windows usando o Bloco de Notas ou algo idntico. O Samba pode ser configurado para que se possa aceder a uma ou vrias pastas do server pelo Windows Explorer. Vamos ento partilhar uma pasta do server para que tenhamos acesso a ela pelo Windows. Vamos criar por exemplo a pasta dreambox com mkdir /dreambox e dar permisses de acesso pasta com chmod 777 /dreambox

Agora temos que editar o ficheiro smb.conf. Vamos manter o ficheiro original e criar um novo usando os comandos na imagem abaixo.

De seguida, com o comando vim smb.conf criamos um novo smb.conf de forma a que fique como se mostra ao lado. Em workgroup colocamos o nome da rede Windows. A pasta dreambox ir aparecer identificada com o nome pasta_linux.

Agora fazemos restart ao Samba com o comando /etc/init.d/samba restart

Depois disto, se abrirmos o Windows Explorer, podemos verificar que j aparece a referida pasta em Os meus locais na rede. Agora j podemos colocar nesta pasta o ficheiro CCcam.cfg que vamos alterar sempre que quisermos.

Para que o ficheiro fique activo automaticamente s 04:00 AM, basta alterar o script cccam.sh conforme a imagem ao lado, usando o comando vim /var/etc/cccam.sh

Alm do ficheiro CCcam.cfg podemos tambm aproveitar o espao em disco disponvel no server para guardar qualquer tipo de ficheiros.

NFS

A Dreambox pode reproduzir MP3 e MPG. Vamos ver como fazer isso a partir do server.

Como j temos o Samba a funcionar, criamos uma pasta (usando o Windows Explorer) em Os meus locais na rede, dentro da pasta pasta_linux com o nome media. Ao mesmo tempo colocamos dentro da pasta media uma msica em MP3 (s para testar).

Para instalar o NFS digitamos apt-get install nfs-kernel-server. Depois editamos o ficheiro exports com vim /etc/exports. A vamos acrescentar a seguinte linha: /dreambox/media *(rw,sync,no_root_squash)

Agora iniciamos o NFS com /etc/init.d/nfs-kernel-server start

De seguida adicionamos o ponto de montagem na Dreambox (as imagens abaixo podem variar consoante a imagem utilizada).

Se no existir este directrio na imagem usada na Dreambox, pode utilizar-se outro.

Neste momento, se acedermos opo da imagem ao lado, j nos aparece a msica MP3 na pasta /var/mnt/hdd ou noutra que tenhamos definido.

Multiboot

A Dreambox 500 no tem memria suficiente para ter mais que uma imagem, mas podemos aproveitar o facto de termos um server sempre ligado para colocarmos as imagens em Multiboot. Ateno que nem todas as imagens so compatveis com Multiboot, mas no h nada como testar. Neste teste foi instalada na Dreambox a imagem Gemini Project 4.6.0 for DM500 e no server foi instalada a Nabilosat DM500 DarkStar II. Para esta instalao foi utilizado o programa FlashWizard PRO. O primeiro passo ser criar uma pasta no server com respectivas permisses, para as imagens em Multiboot.

Criamos a pasta multiboot com o comando mkdir /multiboot e depois chmod 777 /multiboot

Agora abrimos o FlashWizard Pro e instalamos conforme a imagem seguinte , tendo em conta que a imagem instalada em NFS e no HDD. Em PC Export coloca-se o directrio que crimos no server /multiboot.