23
HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA Aspectos sociais, culturais e tecnológicos

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA Aspectos sociais, culturais erickardo.com.br/tutoriais/HistFotog.pdf · •A luz é o princípio da fotografia •Tentativa do homem de tornar perene a realidade

  • Upload
    vandiep

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Citation preview

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Aspectos sociais,

culturais e

tecnológicos

• A luz é o princípio da fotografia

• Tentativa do homem de tornar perene a realidade

• Luz refletida nos objetos permite que os vejamos

• Quando a luz refletida atravessa um pequeno orifício de um ambiente escuro,

projeta a imagem existente do lado de fora no interior do ambiente: princípio da

câmera escura (obscura): esse princípio é o mesmo até hoje

• Para facilitar a compreensão, a história da fotografia será divida em duas

unidades básicas:

a) física (câmera escura e ótica);

b) química (materiais fotossensíveis)

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Elementos Físicos

•Os primeiros homens já deveriam ter experimentado o fenômeno da ótica

fotográfica.

• Aristóteles, cerca de 300 a.C, já havia detectado esse fenômeno ótico

• Um dos maiores cientistas da ótica de todos os tempos, Ibn al-Haitham

(10 séculos d.C), conhecido no ocidente como Alhazen, foi um dos

primeiros a estudar o comportamento dos raios luminosos. Muitos cientistas

futuros utilizaram os conhecimentos de Alhazen para estudos de imagens

• O físico holandês Reinerus Gemma Frisius construiu uma câmera

obscura para observar o eclipse solar sem colocar a visão em risco. Em

1544 ele publicou um livro com a experiência. Esse, aparentemente, é o

primeiro registro de uma câmera obscura de que se tem conhecimento.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

• Ilustração de Gemma Frisius data de 24 de janeiro de 1544 com a

inscrição: Solis Designium (Desenho do Sol)

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

• A câmera escura foi utilizada amplamente por pintores para produzirem

imagens mais realistas. Leonardo Da Vinci (século XVI) foi o primeiro a

descrever o funcionamento das câmeras escuras.

• Em 1588, o cientista italiano Giovanni Della Porta construiu uma

câmera escura e chamou os amigos para assistirem a experiência.

Os convidados ficaram em pânico e o cientista foi acusado de bruxaria.

Só escapou da fogueira porque fugiu do país.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

• Com o tempo a câmera escura ganhou o recurso das lentes e foi

utilizada por muitos pintores

• Representa o desejo do homem de cristalizar a realidade em um

suporte

• Renascimento: beleza e precisão, capturar a realidade por completo

• Ciência e razão

• Tipos de perspectivas

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Pietro Perugino (1481)

ajudou a levar a perspectiva para Roma com esse afresco.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIAO quarto escuro

A forma mais simples de câmera

escura é um quarto escuro com uma

abertura em uma das paredes, por

onde a imagem passa e reflete

invertida na parede oposta.

Câmera escura portátil

A lente focaliza a imagem que se

reflete em um espelho inclinado;

A figura se inverte lateralmente.

• Evolução da pintura e uso do fisionotraço

• Surgimento de uma burguesia

• Desejo por imagem deixa de ser uma exclusividade dos nobres

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Rembrandt - Um estudioso Vermeer - 1672 - A violonista

Elementos químicos

• O conhecimento sobre as alterações químicas dos elementos é tão antiga

quanto a idéia de humanidade

• Os chineses já haviam percebido que alguns elementos mudavam de cor

quanto ficavam ao ar livre (o papiro, por exemplo). A hipótese era que os

materiais sofriam ação do ar.

• Quando os primeiros cientistas utilizaram a câmera escura perceberam a

necessidade de gravar a imagem que aparecia.

• Em 1727, o alemão Johan Heinrich Schulze descobre a

fotossensibilidade dos sais de prata.

• Em 1802, os ingleses Thomas Wedgewood e Humphry Davy usaram

nitrato de prata para copiar gravuras, mas não encontrou elementos

químicos que impedissem o escurecimento da imagem depois do contato

com a luz

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Na mesma época o franco-brasileiro Hercules

Florence também desenvolveu pesquisas sobre a

fotossensibilidade dos sais de prata. Segundo o

pesquisador Boris Kossoy, foi Florence que primeiro

utilizou a palavra fotografia. Entretanto, como estava

no Brasil, suas descobertas caíram no esquecimento.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Já na França, Joseph Nicephore Niépce é

quem torna público o avanço na tentativa de

registrar imagem com cloreto de prata. Em

1822 ele consegue reproduzir uma gravura.

Em 1826 ele faz a primeira fotografia, que

obtém após oito horas de exposição.

Em 1826 Niépce faz a primeira fotografia, que obtém após oito horas de exposição.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Niépce conseguiu fazer a

primeira fotografia durável da

história expondo uma chapa

sensibilizada com asfalto e

exposta durante oito horas.

Como fixador ele usou um

ácido com urina.

Depois alguma evolução, Daguerre apresenta o seu invento em 1839.

Como era difícil garantir o ineditismo da descoberta – em vários lugares do mundo

as pesquisas caminhavam para a gravação da imagem “in natura” – o parlamento

francês indenizou o inventor com uma pensão vitalícia e tornou o processo

fotográfico de domínio público.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Em 1829, Niépce se associa ao gravurista Louis

Jacques Mandé Daguerre, que procurava um meio

mais rápido de fazer suas gravuras.

Depois da morte de Niépce em 1833, Daguerre

segue com as pesquisas e aperfeiçoa o método.

Esta é a imagem que Daguerre considerava seu primeiro daguerreótipo bem-sucedido.

Câmera utilizada por Daguerre

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIAO procedimento recebeu o nome de Daguerreotipia.

O retrato era

particularmente difícil

de executar devido ao

fato que os tempos de

exposição eram muito

longos (em excesso de

30 a 45 minutos).

O processo da Daguerreotipia consistia no uso de uma chapa de cobre

sensibilizada por uma fina camada de prata preparada numa câmara especial

contendo iodo em estado gasoso.

O iodo combinava-se com a prata para formar iodeto de prata, um material

fotossensível. A imagem latente resultante depois da exposição era

posteriormente revelada com vapor de mercúrio aquecido por uma chama

embaixo da chapa.

Os resultados eram imagens muito nítidas e até hoje quem tem a oportunidade

de ver uma Daguerreotipia se surpreende com a qualidade das imagens.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Paralelamente o inglês

William Henry Fox Talbot

desenvolveu um processo com papel molhado

com cloreto de prata.

Ele anunciou seu invento em 1839 e deu o

nome de Talbotipia.

Talbot foi o primeiro a utilizar um negativo de papel do qual era possível tirar

cópias positivas por contato. Foi esta a grande contribuição de Talbot, pois foi o

seu processo que possibilitou a fotografia em série. A maior desvantagem do

processo de Talbot porém era que o seu negativo de papel não permitia cópias

com a mesma qualidade dos Daguerreotipos.

Um fotógrafo e seu laboratório móvel

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Louis Jacques Mande Daguerre,

Boulevard du Temple, Paris,

daguerreótipo, 1838

Alfred Stieglitz, O Terminal, New York,

fotografia, 1892

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

• O mundo estava em transformação.

A Revolução Industrial e a emergência de uma classe média com desejo

por imagens foram determinantes para o surgimento da fotografia. A

sociedade estava pronta para receber as imagens automáticas.

• Arte e Fotografia: estranhas companheiras.

• Fim do século XIX e início do século XX viu surgirem artistas que

desejavam inserir a fotografia no universo das artes: os pictorialistas.

• Apenas no final do século XX a fotografia consegue o status de arte,

com a realização de exposições nos principais museus do mundo.

• No aspecto tecnológico, a fotografia evoluiu muito rapidamente.

Em poucos anos o tempo de exposição passou de algumas horas a

minutos, o que permitiu a captura de imagens em movimento.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA• Em 1888, George Eastman lançou a Kodak n° 1 com o seguinte slogan:

“Você aperta o botão, nós fazemos o resto”.

A câmera KODAK

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

Fotos típicas das primeiras câmeras Kodak, que caracterizavam-se por seu formato de janela redondo

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

1924, a lendária Leica

A câmera era extremamente compacta, com velocidade fixa em 1/40 seg. e de

mecânica simples e impecável.

Alguns dos grandes nomes pioneiros da fotografia:

• Nadar

• Roger Fenton

• Carleton E. Watkins

• Lewis Carroll

• Julia Margaret Cameron

• Edwearde Muybridge

• Alfred Stieglitz

• Marc Ferrez

• Augusto Malta

• Peter Henry Emerson

• Eugéne Atget

• Alvin Langdon Coburn

• Baron Gayne de Meyer

• Edward Jean Steichen

• August Sander

• Jaques Henri Lartigue

• Edward Weston

• Paul Strand

• Lazlo Moholy-Nagy

• Man Ray

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA

• UFES – Prof. Fábio Goveia

• FAAP – Prof. F i l ipe Sal les

• USJT – Prof. Ricardo Seyssel

• Thomaz. W.M. Harrel l

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA