of 17 /17
Um trabalho de: Gabriel Carvalho Caseiro (nº 7)

A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Versão atualizada, com o acréscimo de conteúdo sobre a escravidão na América Latina e algumas pequenas modificações.Gabriel Caravlho Caseiro

Citation preview

Page 1: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Um trabalho de:

Gabriel Carvalho Caseiro (nº 7)

Page 2: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

O Povoamento da AméricaA Primeira Colonização

Existem várias teorias sobre os primeiros povoamentos da América.

Uma das teorias defende que, durante a última glaciação

(aproximadamente 40.000 anos atrás), existia uma ponte de terra no

Estreito de Bering (1), e outra, que a América foi colonizada por mar por

tribos polinésias (aproximadamente 6.000 anos antes da teoria

anterior) (2).

Page 3: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

A América Pré-Colombiana

Quando os europeus chegaram ao Novo

Mundo, uma grande população ameríndia

vivia espalhada pelo continente americano.

Os povos Pré-Colombianos ou Ameríndios

tiveram processo diferenciados de

estruturação de suas sociedades. Em 1492,

quando Colombo aportou na América,

existiam ali pelo menos três grandes

sociedades: Maias, Incas e Astecas.

De uma maneira geral, essas civilizações

possuíam formas de organização política,

econômica, social e religiosa comum,

ressaltando-se suas peculiaridades.

Constituíam-se em Impérios Teocráticos, em

que a pessoa do Imperador possuía caráter

divino. A religião era politeísta e os deuses

estavam ligados às forças da natureza e aos

animais.

Page 4: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Mapa dos

principais povos

pré-colombianos da

América do sul

Page 5: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Mapa dos principais povos pré-colombianos da América do

Norte e da Mesoamérica

A Mesoamérica é uma região

que engloba os atuais territórios

do México, Guatemala, Belize,

El Salvador, Honduras e Costa

Rica.

Page 6: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

As principais civilizações

pré-colombianas

A civilização Maia, muito provavelmente, foi uma das mais antiga

das civilizações pré-colombianas (aprox. 200a.C.), embora jamais

tenha atingido o nível urbano e imperial dos Astecas e Incas. Os

maias ocuparam a região das florestas tropicais das atuais

Guatemala, Honduras e Península de Yucatán (sul do atual

México), entre os séculos III d.C e IX d.C. No campo intelectual,

historiadores chegaram a comparar os maias aos gregos, em

termos de importância cultural.

A Civilização

Maia

Os astecas estabeleceram-se onde hoje é a Cidade do México,

em meados do século XIV, quando foi fundada a capital de todo

o império, chamada de Tenochtitlán. A civilização expandiu-se

até o meio do território mexicano ao norte, e ao sul chegou a

fazer fronteira com os Maias. O império durou até o século XVI,

quando a chegada do conquistador Hernán Cortés e centenas

de soldados espanhóis dizimaram grande parte da população a

partir de 1519.

A Civilização

Asteca

Page 7: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Os maias foram os maiores construtores de pirâmides do

mundo antigo. Cada cidade e aldeia maia tinha sua própria

pirâmide. As pirâmides eram usadas para cerimônias religiosas e

para o estudo dos astros.

(Foto: Chichén Itzá, pirâmide de Kukulcán).

Tenochtitlán era a capital do império asteca, fundada em 1325

numa ilha do lago Texcoco, onde hoje é o México central. Era

uma cidade de cerca de 250 mil habitantes com belíssimos

monumentos, jardins, palácios, templos e mercados. À época da

conquista era maior que qualquer outra cidade americana, e na

Europa somente Roma, Paris, Veneza e Constantinopla eram

maiores.

Glifos maias em estuque no museu de Palenque, México.

Imagens como

fonte

Page 8: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

As principais civilizações

pré-colombianas+ Imagens como fonte

A Civilização Inca

O Império Inca teve início por volta do ano 1200, e teve sua existência como um Estado-

nação até o ano 1533, quando os espanhóis comandados por Francisco

Pizarro conquistaram Cuzco, a capital, e executaram o imperador Atahualpa. A máxima

extensão do império incluiu terras onde hoje encontram-se os países do Chile, Peru, Bolívia

e Equador.

A maior contribuição dos incas foi no campo arquitetônico. Não apenas em seus grandiosos templos, mas também suas

cidades, estradas e plantações. Os degraus auxiliavam na irrigação do terreno e aproveitavam o máximo o relevo da

montanha. Machu Picchu foi construída no topo de uma montanha, e as pedras utilizadas na construção das casas e nos

degraus utilizados para o plantio foram levadas para lá lentamente, em um processo que demorou cerca de 100 anos para

ser finalizado.

Page 9: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Colonização

Europeia das

Américas em 1750

Page 10: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Em 1492, a serviço da Coroa Espanhola, Cristóvão

Colombo descobriu um continente até então

desconhecido dos europeus, o qual posteriormente

foi denominado de América. As terras encontradas

foram disputadas entre Portugal e Espanha. Para

controlar a disputa entre esses países, o papa

espanhol Alexandre VI propôs a Bula Inter

Coetera, dividindo o Oceano Atlântico por um

meridiano. Mas, com o meridiano, Portugal só teria

direito as terras africanas.

A Coroa portuguesa pressionou para mudarem o

acordo e foi assinado o Tratado de Tordesilhas,

em 1494, dividindo o continente entre os dois

países (sendo Espanha com oeste e Portugal com

leste). Mas os outros países europeus não

concordaram com isso.

A Conquista da América espanhola aconteceu de

forma exploratória, isto é, não vinham para a

América em busca de terras para povoar, eles

ocupavam o espaço, apropriando-se de suas

riquezas. Os espanhóis dizimaram as populações

indígenas, impondo sua cultura, língua e religião.

A Chegada dos

europeusEspanhóis

As colônias espanholas eram divididas emVice-Reinos e Capitanias Gerais.

Page 11: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

A Escravidão na América Espanhola

•A partir da descoberta do

continente americano pelos

europeus em 1492, o continente

foi submetido a uma exploração

brutal de seus bens. Para extrair

os recursos naturais da

natureza, os ameríndios foram

sacrificados em massa, a

exemplo nas Antilhas, onde o

extermínio foi completo. Assim, foi

iniciada a escravidão na América

latina, primeiros com os

habitantes nativos, mais

tarde, com os africanos trazidos

para o Novo Mundo.

•Com a introdução das Leis Novas de Carlos V, foi proibido o tratamento de índios como bichos

(burros de carga), pelo menos na teoria. Como já não sobraram tantos indígenas depois das

várias epidemias, começaram a importar escravos da África, já que a demanda por oferta de

trabalho ainda continuava a crescer. Inclusive o frei Bartolomé de las Casas recomendava a

escravidão dos africanos para aliviar a dura sorte dos índios.

Page 12: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Pedro Álvares Cabral desembarcou nas terras, queviriam a se chamar Brasil, no dia 22 de Abril de 1500.A expedição que ele comandava tinha como destino asÍndias Orientais, mas acabou desembarcando em novasterras que receberam o nome de Ilha de Vera Cruz.

Os índios aqui encontrados, eram , segundo o olhareuropeu, primitivos e deveriam receber a catequese.

Como não encontraram riquezas (especiarias ou metaispreciosos) foram embora , seguindo a viagem para acidade de Calicute, nas Índias Orientais.

De 1500 até 1530 o território não foi efetivamentecolonizado.

Inicialmente foram realizadas expedições dereconhecimento do território. Dessas expedições osprincipais resultados foram: a descoberta de um grandenúmero de árvores de Pau-Brasil (essa madeira eramuito valorizada na Europa) que geraram a primeirafonte de riquezas exploradas pelos portugueses e aconstatação do gigantismo do território. A divisão doBrasil em Capitanias Hereditárias foi o sistema atravésdo qual o território foi dividido em faixas invendáveis edoadas a homens de confiança do rei, denominadosdonatários.

A Chegada dos

europeusPortugueses

Page 13: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

A Escravidão na América Portuguesa

•O trabalho escravo indígena foi usadosobretudo na exploração do pau-brasil,já queo trabalho nos engenhos de açúcar era muitodiferente daquele que os indígenas estavamacostumados e ao governo portuguêsinteressava mais que os indígenascontinuassem a se dedicar à coleta dasriquezas naturais da terra, como o pau-brasil.

•No Brasil, a escravidão africana teve início com a produção canavieira na primeira metade do

século XVI como tentativa de solução à "falta de braços para a lavoura", como se dizia então.

•Ao longo de mais de trezentos anos (1559-1888), os escravos negros foramresponsáveis pela produção de boa parte dasriquezas no Brasil, no qual milhões deafricanos foram tirados de suas terras parauma viagem na qual aproximadamente ametade morria de fome, doenças e maus-tratos, ou, já em terras americanas de banzo.

Page 14: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

• França, Inglaterra e

Holanda se lançaram

tardiamente aos mares

ficando, portanto, com

áreas que Portugal e

Espanha não quiseram ou

não puderam ocupar.

• Os ingleses começaram a

migrar para a América do

Norte no início do século

XVII.

• No mesmo período

franceses e holandeses

também ocuparam regiões

na América do Norte e

Central. Os franceses

ocuparam parte do

Canadá e também parte

do atual E.U.A.

A Chegada dos europeusIngleses, Franceses e Holandeses

• Os holandeses chegaram a fundar Nova Amsterdã, em 1626, mas perderam essa colônia para

os ingleses, que rebatizaram-na de Nova Iorque.

• A Inglaterra conquistou vários territórios que haviam sido ocupados pela França.

• A França só conseguiu manter colônias nas Antilhas e na América do Sul.

Page 15: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

• Muitas famílias deixaram a Grã-Bretanha

por conta das perseguições religiosas, a

crise econômica, política daquela época e

ainda o fato de serem estimuladas por

Companhias comerciais, que tinham

interesse de explorar as riquezas do novo

continente.

• Os ingleses que vieram para a América

ocuparam o litoral norte-americano, pois

no interior havia densa vegetação, relevo

e nações indígenas que, naquele

momento, eram obstáculos para a

ocupação estrangeira. Assim, surgiram

as 13 colônias britânicas na América do

Norte.

• As colônias do Norte (Nova Inglaterra)

eram de povoamento.

• As colônias do Sul eram colônias de

exploração.

As Treze Colônias

Inglesas

Page 16: A Colonização da América + Escravidão na América Latina

Da independência à

atualidade

• O controle europeu sobre o continente

começou a declinar a partir da

independência dos Estados Unidos

frente a coroa britânica, em 4 de julho

de 1776. Por sua vez, o processo de

independência na América Latina

começou no início do século

XIX, embora já se registrassem

movimentos nativistas no século XVIII.

• Atualmente, a América é formada por 35

países.

• A delimitação do território de cada país

foi acontecendo ao longo da história a

partir de conflitos e disputas políticas.

• Os três maiores países, em

extensão, são o Canadá, Estados

Unidos e Brasil.

Page 17: A Colonização da América + Escravidão na América Latina