Click here to load reader

Thiago de Barros Santos

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Thiago de Barros Santos

  • Universidade de Braslia Instituto de Psicologia Departamento de Processos Psicolgicos Programa de Ps-Graduao em Cincias do Comportamento

    Estabelecimento de discriminaes simples envolvendo

    palavras em crianas no alfabetizadas e seus efeitos

    em treinos de relaes condicionais auditivo-visuais e

    de comportamento textual

    THIAGO DE BARROS SANTOS

    Braslia, Fevereiro de 2011

  • Universidade de Braslia Instituto de Psicologia Departamento de Processos Psicolgicos Programa de Ps-Graduao em Cincias do Comportamento

    Estabelecimento de discriminaes simples envolvendo

    palavras em crianas no alfabetizadas e seus efeitos

    em treinos de relaes condicionais auditivo-visuais e

    de comportamento textual

    Thiago de Barros Santos

    Orientador: Dr. Marcelo Frota Benvenuti

    Dissertao apresentada ao Programa de Ps-Graduao em Cincias do Comportamento, Instituto de Psicologia, rea de Concentrao Anlise do Comportamento como parte dos requisitos para obteno do grau de Mestre em Psicologia.

    Braslia, Fevereiro de 2011

  • i

    Banca Examinadora

    ___________________________________________________________ Prof. Dr. Marcelo Frota Benvenuti Presidente

    Universidade de Braslia

    ___________________________________________________________ Prof. Dr. Gerson Aparecido Yukio Tomanari Membro efetivo

    Universidade de So Paulo

    ___________________________________________________________ Profa. Dra. Elenice Seixas Hanna Membro efetivo

    Universidade de Braslia

    ___________________________________________________________ Prof. Dr. Carlos Eduardo Cameschi Membro suplente

    Universidade de Braslia

    Dissertao defendida e aprovada em 09/02/2011

  • ii

    Agradecimentos

    A realizao deste trabalho contou com a colaborao de diversos organismos.

    Alguns deles especiais e todos muito importantes. Com a ressalva de omitir alguem,

    inadvertidamente, agradeo de maneira geral e entusistica a todos, destacando:

    Meus pais, Lourival e Rose, por terem possibilitado as condies necessrias

    para o desenvolvimento dos meus estudos longe de casa, apoiando e incentivando-me

    em todos os momentos e meus irmos Bruno e Carla, pelo incentivo e carinho.

    Professores Dr. rik Luca de Mello e Dr.a Aline Roberta Aceituno da Costa por

    terem me apresentado a Anlise do Comportamento ainda na graduao. Professor Ms.

    Marcelo Borges Henriques por ter me presenteado com uma edio do Catania

    enquanto me incentivava a tentar a seleo para o Mestrado.

    Professor Dr. Marcelo Benvenuti pela orientao to bem conduzida; por ter

    sido um excelente modelo e modelador dos meus comportamentos de pesquisador; por

    ter valorizado ensinamentos que me fizessem refletir e entrar em contato com a

    literatura e principalmente, pela pacincia e compreenso das minhas dificuldades.

    Todos os Professores da Ps-graduao com os quais tive contato nas

    disciplinas, responsveis por uma considervel expanso dos meus conhecimentos em

    Psicologia, Psicologia Experimental e Anlise do Comportamento: Dr.a Josele Abreu-

    Rodrigues, Dr.a Larcia Vasconcelos, Dr.a Maria ngela Feitosa, Dr. Timothy

    Mulholland e Dr. Antonio Freitas Ribeiro. Professora Dr.a Elenice Seixas Hanna pela

    coordenao primoroza do grupo de pesquisa ao qual pertenci e pelos conhecimentos

  • iii

    repassados, tambm Dr.a Raquel Melo pelo apoio e parceria nos assuntos relacionados

    Casa de Ismael.

    Professores Dr. Gerson Aparecido Yukio Tomanari, Dra Elenice Seixas Hanna e

    Dr. Carlos Eduardo Cameschi por terem aceitado o convite de participao no exame de

    defesa da dissertao, pela dedicao e tempo dispensados.

    Todos meus colegas de Iniciao Cientfica, Mestrado e Doutorado que

    cursaram disciplinas comigo e/ou participaram do grupo de pesquisa, pelas discusses

    promovidas e principalmente pelo apoio dos veteranos na minha fase de adaptao.

    Gleiton Azevedo e Mara Matos pela ajuda indispensvel na coleta de dados,

    observao das sesses e tratamento das crianas. Destaco ainda a Mara por ter sido

    uma tima companheira de trabalhos, pelas caronas, risadas, discusses e tambm pela

    generosa monitoria oferecida no meu estgio de docncia em PGE.

    Os funcionrios do Departamento de Processos Psicolgicos Bsicos, em

    especial a Joyce, pelo pronto atendimento nas questes burocrticas e pelo carinho e

    ateno dispensados e os funcionios da Casa de Ismael por terem favorecido o

    processo de coleta de dados e acolhido de forma bastante simptica todos os envolvidos

    na pesquisa.

    Os familiares e crianas por terem cooperado voluntariamente com a pesquisa.

    Tatiane, por colorir meus dias cinzas.

    A CAPES pelo financiamento da minha bolsa de estudos.

  • iv

    ndice

    BANCA EXAMINADORA ............................................................................................ i Agradecimentos ............................................................................................................. ii Lista de Figuras ............................................................................................................. v Lista de Tabelas ............................................................................................................ vi Resumo ......................................................................................................................... vii Abstract ....................................................................................................................... viii Introduo ...................................................................................................................... 1 Mtodo .......................................................................................................................... 14

    Participantes ....................................................................................................... 14

    Local, material e equipamento ........................................................................... 15

    Estmulos ........................................................................................................... 16

    Procedimento ..................................................................................................... 16

    Resultados ..................................................................................................................... 29 Discusso ....................................................................................................................... 40 Referncias ................................................................................................................... 47 Apndices ...................................................................................................................... 54

  • v

    Lista de Figuras

    Figura 1. Fluxograma das diferentes condies experimentais. Setas contnuas indicam a progresso no procedimento. Setas descontnuas indicam falhas ao atingir o critrio e a introduo dos procedimentos corretivos ...................................................................... 18 Figura 2. Diagrama da configurao da tela na condio de discriminao simples em duas tentativas do ciclo de treino da discriminao CAJU (S+)/UACJ (S-). Asteriscos indicam o estmulo S+.................................................................................................... 23 Figura 3. Diagrama da configurao da tela durante tentativas do procedimento de introduo gradual das letras das pseudopalavras para a discriminao CAJU(S+)/UACJ (S-). Asteriscos indicam o estmulo S+.......................................................................... 24 Figura 4. Diagrama da configurao da tela durante uma tentativa do procedimento de observao (OBS) para a discriminao CAJU (S+)/UACJ (S-). Asteriscos indicam o estmulo S+..................................................................................................................... 25 Figura 5. Diagrama da configurao da tela durante tentativas iniciais (A), intermedirias (B) e finais (C), de um bloco do procedimento combinado de observao e correo (OBS+COR) para a discriminao CAJU (S+)/UACJ(S-). Asteriscos indicam o estmulo S+.................................................................................................................. 26 Figura 6. Diagrama da configurao da tela em uma tentativa final de um bloco com palavras antigas (A) e em uma tentativa inicial de um bloco com palavras novas (B) de uma sesso do procedimento de MTS. Asteriscos indicam o estmulo S+.................... 28 Figura 7. Acertos acumulados (eixos y da esquerda) por sesso experimental do treino de MTS envolvendo as palavras antigas (linhas de cor preta), novas (linhas de cor cinza) e porcentagem de acertos nas tentativas de reteno de discriminaes simples (linhas pontilhadas; eixos y da direita) para os participantes LU, JV, MO, CA e EC ........................................................................................................................................ 35 Figura 8. Acertos acumulados por sesso experimental do treino de comportamento textual para as palavras antigas (linhas de cor preta) e novas (linhas de cor cinza) para os participantes LU, JV, MO, CA e EC ........................................................................ 38

  • vi

    Lista de Tabelas

    Tabela 1. Iniciais, sexo e idade dos participantes .......................................................... 14 Tabela 2. Estmulos visuais (palavras, pseudopalavras e palavras recombinadas) e as diferentes condies experimenta

Search related