Doutrina do santurio

  • View
    252

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Doutrina do santuário

Text of Doutrina do santurio

  • 1. A DOUTRINA DO SANTURIOEdlson Constantino

2. A TRANSFERNCIA DE PECADO E ACONTAMINAO DO SANTURIOEdlson Constantino 3. 1. O pecado nos separa de Deus, que Santo emoralmente perfeito.2. Deus estabeleceu o sistema de sacrifcios no ATpara pr um fim a essa separao.3. Por meio das Ofertas Sacrificais, Deus nosensina como Ele nos reconciliaria consigo mesmomediante o Sacrifcio Perfeito de Cristo. 4. Trs categorias de Pecado1. Pecado Involuntrio (ou Inadvertido);2. Pecado Deliberado (ou Intencional);3. Pecado de Rebelio (o mais hediondo).Nos dois primeiros casos, o pecador arrependido deveria levar aoSanturio uma Oferta Sacrifical. A rebelio era punida com a pena capital. 5. Categorias de Ofertas IndividuaisLEVTICO 41. Ofertas Queimadas ou Holocaustos (Consagrao);2. Ofertas de Manjares (Reconhecimento);3. Oferta Pacfica (Dedicao);4. Oferta Pelo Pecado (Expiao);5. Oferta Pela Culpa (Expiao). 6. PROCEDIMENTOS RITUAISOFERTA PELO PECADO (Lv. 4):1. RITO DE IMPOSIO DE MOS (TRANSFERNCIA DE PECADO);2. SACRIFCIO (IMOLAO DA VTIMA);3. RITO DA MANIPULAO DO SANGUE SACRIFICAL;4. A QUEIMA DA GORDURA;5. RITO DE COMER A CARNE SACRIFICAL. 7. RITO DE IMPOSIO DE MOSDOUTRINA DA TRANSFERNCIA DE PECADO 8. Aro por ambas as mos sobre a cabeado bode vivo e sobre ele confessar todas asiniquidades dos filhos de Israel, todas assuas transgresses e todos os seuspecados; e os por sobre a cabea do bode eenvi-lo- ao deserto, pela mo de umhomem disposio para isso.Levtico 16:21 9. RITO DE IMPOSIO DE MOSSituaes No-Clticas:Tira o que blasfemou para fora do arraial; e todosos que o ouviram poro as mos sobre a cabeadele, e toda a congregao o apedrejar. Dirs aosfilhos de Israel: Qualquer que amaldioar o seuDeus levar sobre si o seu pecado.Levtico 24:14-15. 10. E, quando alguma pessoa pecar, ouvindouma voz de blasfmia, de que for testemunha,seja que o viu ou que o soube, se o nodenunciar, ento, levar a sua iniquidade.Levtico 5:1 (ARC) 11. Disse o SENHOR a Moiss: Toma Josu, filho deNum, homem em quem h o Esprito, e impe-lheas mos; apresenta-o perante Eleazar, o sacerdote,e perante toda a congregao; e d-lhe, vistadeles, as tuas ordens. Pe sobre ele da tuaautoridade, para que lhe obedea toda acongregao dos filhos de Israel.Nmeros 27:18-20 (ARA). 12. Quando, pois, fizerem chegar os levitasperante o SENHOR, os filhos de Israel poro asmos sobre eles.Nmeros 8:10 (ARA). 13. AMBIGUIDADE DO SANGUE:CONTAMINAO/PURIFICAO. 14. Porque a vida da carne est no sangue. Euvo-lo tenho dado sobre o altar, para fazerexpiao pela vossa alma, porquanto osangue que far expiao em virtude da vida.Levtico 17:11 (ARA). 15. e derramaram sangue inocente, o sangue deseus filhos e filhas, que sacrificaram aos dolos deCana; e a terra foi contaminada com sangue.Salmo 106:38 (ARA) 16. Porque as vossas mos esto contaminadasde sangue, e os vossos dedos, de iniquidade;os vossos lbios falam mentiras, e a vossalngua profere maldade.Isaas 59:3 ARA) 17. Erram como cegos nas ruas, andamcontaminados de sangue, de tal sorte queningum lhes pode tocar nas roupas.Lamentaes 4:14 (ARA) 18. Assim, no profanareis a terra em que estais; porque osangue profana a terra; nenhuma expiao se far pela terrapor causa do sangue que nela for derramado, seno com osangue daquele que o derramou. No contaminareis, pois, aterra na qual vs habitais, no meio da qual eu habito; poiseu, o SENHOR, habito no meio dos filhos de Israel.Nmeros 35:33-34 (ARA) 19. CONTAMINAO DO SANTURIOPecados Perdoados ou No-Perdoados? 20. CONTAMINAO ILEGALToda contaminao que no ocorresse por meioslegais (prescritos nas leis do sacrifcio). Algunspecados gravssimos, no confessados,contaminavam o santurio ILEGALMENTE. Nestescasos, no havia expiao substitutiva; Deus noaceitava um substituto. O transgressor deveria sermorto e seu sangue "faria expiao" pelo santurio. 21. Assim, separareis os filhos de Israel das suasimpurezas, para que no morram nelas, aocontaminarem o meu tabernculo, que estno meio deles.Levtico 15:31 (ARA). 22. Todo aquele que tocar em algum morto, cadver dealgum homem, e no se purificar, contamina otabernculo do SENHOR; essa pessoa ser eliminadade Israel; porque a gua purificadora no foiaspergida sobre ele, imundo ser; est nele ainda asua imundcia.Nmeros 19:13 (ARA). 23. Disse mais o SENHOR a Moiss: Tambm dirs aos filhos de Israel:Qualquer dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinamem Israel, que der de seus filhos a Moloque ser morto; o povo daterra o apedrejar. Voltar-me-ei contra esse homem, e o eliminareido meio do seu povo, porquanto deu de seus filhos a Moloque,contaminando, assim, o meu santurio e profanando o meu santonome. Se o povo da terra fechar os olhos para no ver esse homem,quando der de seus filhos a Moloque, e o no matar, ento, eu mevoltarei contra esse homem e contra a sua famlia e o eliminarei domeio do seu povo, com todos os que aps ele se prostituem comMoloque.Levtico 20:1-5 (ARA). 24. Porque adulteraram, e nas suas mos h culpa desangue; com seus dolos adulteraram, e at os seusfilhos, que me geraram, ofereceram a eles para seremconsumidos pelo fogo. Ainda isto me fizeram: nomesmo dia contaminaram o meu santurio eprofanaram os meus sbados. Pois, havendosacrificado seus filhos aos dolos, vieram, no mesmodia, ao meu santurio para o profanarem; e assim ofizeram no meio da minha casa.Ezequiel 23:37-39 (ARA). 25. CONTAMINAO LEGALSomente OS PECADOS CONFESSADOS, do pecadorarrependido (e para os quais se prescrevia uma ofertasacrifical) eram transferidos LEGALMENTE aosanturio, contaminando-o at o Dia da Expiao.O santurio representava o prprio Deus que assumia a responsabilidadepor nossos pecados atravs da morte de um substituto. Mas no dia daExpiao, o carter de Deus era vindicado. 26. Depois, imolar o bode da oferta pelo pecado, que ser para opovo, e trar o seu sangue para dentro do vu; e far com o seusangue como fez com o sangue do novilho; aspergi-lo- nopropiciatrio e tambm diante dele. Assim, far expiao pelosanturio por causa das impurezas dos filhos de Israel, e dassuas transgresses, e de todos os seus pecados. Da mesmasorte, far pela tenda da congregao, que est com eles nomeio das suas impurezas.Levtico 16:15-16 (ARA). 27. COMER A CARNE SACRIFICAL 28. Fala a Aro e a seus filhos, dizendo: Esta a lei daexpiao do pecado: no lugar onde se degola oholocausto, se degolar a oferta pela expiao dopecado, perante o SENHOR; coisa santssima . Osacerdote que a oferecer pelo pecado a comer; no lugarsanto se comer, no ptio da tenda da congregao.Tudo o que tocar a sua carne ser santo; se espargiralgum do seu sangue sobre a sua veste, lavars aquilosobre que caiu, no lugar santo.Levtico 6:25-27 (ARC). 29. E Moiss diligentemente buscou o bode da expiao, e eis que jera queimado; portanto, indignou-se grandemente contra Eleazar econtra Itamar, os filhos que de Aro ficaram, dizendo: Por que nocomestes a oferta pela expiao do pecado no lugar santo? Poisuma coisa santssima e o SENHOR a deu a vs, para que levsseisa iniquidade da congregao, para fazer expiao por eles diantedo SENHOR. Eis que no se trouxe o seu sangue para dentro dosanturio; certamente haveis de com-la no santurio, como eutinha ordenado.Levtico 10:16-18 (ARC). 30. E estar sobre a testa de Aro, para que Aro leve ainiquidade concernente s coisas santas que os filhosde Israel consagrarem em todas as ofertas de suascoisas santas; sempre estar sobre a testa de Aro,para que eles sejam aceitos perante o SENHOR.xodo 28:38 (ARA). 31. O DIA DA EXPIAO 32. 1. O Dia da Expiao (Yom Kippur) ocorria no dia 10 dostimo ms judaico (Levtico 16 e 23).2. O captulo 16 ocupa posio literria central noLivro de Levtico que, por sua vez, acha-se no centrodo Pentateuco.3. Era o momento mais solene do ano litrgico hebreu.Era um smbolo do Dia do Juzo Final.4. Era considerado um dos sete "sbados" cerimoniais. 33. OS SETE "SBADOS" CERIMONIAIS1 e 7 dia - Festa dos Pes Asmos (15 e 21 Abib);Dia de Pentecostes (50 dias aps as Primcias);Festa das Trombetas (1 de Tishri);Dia da Expiao (10 de Tishri);1 e 8 dia - Festa dos Tabernculos (15 e 22 de Tishri). 34. IDEIA BSICA:Ao longo do ano, OS PECADOS DO PENITENTE esuas impurezas eram transferidos para o santuriopor meio dos sacrifcios; o Dia da Expiao era omomento para remov-los definitivamente.Lembre-se: Havia dois tipos de contaminao do santurio aolongo do ano - Legal e Ilegal. 35. O sangue de Cristo, ao mesmo tempo que livraria dacondenao da lei o pecador arrependido, NOCANCELARIA O PECADO. Este ficaria registrado nosanturio at a expiao final. Assim, no cerimonialtpico, o sangue da oferta pelo pecado removia dopenitente o pecado, mas esse PERMANECIA NOSANTURIO AT O DIA DA EXPIAOEllen White(Patriarcas e Profetas, p. 357). 36. Os Rituais do Dia da ExpiaoTrs Partes Principais:1. Oferta pelo Pecado do Sacerdcio (Novilho);2. Purificao do Santurio (Bode "para o Senhor);3. Eliminao do Pecado de Israel (Bode "para Azazel). 37. O QUE OCORRIA NO DIA DA EXPIAO?1. No Dia da Expiao, o Sumo Sacerdote agia comoMediador entre Deus e o Homem, era um tipo de Cristo.Era o nico dia no ano em que ele entrava no santssimo,diante da arca e do propiciatrio.2. No havia imposio de mos nem confisso depecados sobre o Bode "para o Senhor"; logo, seusangue no era portador de pecados. No contaminava,no transferia pecado algum para dentro do santurio;ao contrrio, o purificava da contaminao preexistente. 38. 3. O sangue do Bode "para o Senhor" fazia expiaoPELO SANTURIO. O santurio era o objeto daexpiao. O sangue purificava o altar, a tenda dacongregao (lugar santo) e o lugar santssimo. Eramos objetos que deveriam ser purificados. Mas, bvioque, no final, o prprio povo tambm era beneficiadocom a purificao, porque eram seus pecados queestavam l, contaminando o recinto sagrado. 39. O QUE SIGNIFICA EXPIAO? 40. Os adventistas so acusados de subestimar o sacrifcio expiatriode Cristo na cruz como se fosse uma expiao "incompleta eparcial". verdadeira essa acusao?RESPOSTA: NO, no verdade! Ns no cremos que a obrarealizada na cruz