GABARITO – QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

  • View
    232

  • Download
    10

Embed Size (px)

Text of GABARITO – QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

  • Fundao Consrcio cederj

    1

    VESTIBULAR CEDERJ 2016_ 1

    GABARITO QUESTES DE MLTIPLA ESCOLHA

    LNGUA PORTUGUESA e LITERATURA BRASILEIRA 1 ALTERNATIVA (C) Narrativo, pois esto expressas aes atribudas a um personagem (sonhou, cortava as hastes, acordou) e estas progridem na linha do tempo. A predominncia do tipo narrativo observada quando o texto apresenta a finalidade de relatar aes de um personagem. As aes s podem se desenvolver de acordo com passagem do tempo e, como no texto, devem progredir e apresentar uma sequenciao, em geral, baseada na relao de causa de efeito. 2 ALTERNATIVA (D) Excluso. S uma palavra denotativa de excluso. As palavras denotativas, segundo Cunha e Cintra (2001:552-553) so enquadradas impropriamente entre os advrbios. Com a Nomenclatura Gramatical Brasileira passaram a ser denominadas palavras denotativas (incluso, excluso, designao, realce, retificao situao). 3 ALTERNATIVA (B) Comparao, pois h a equiparao explcita entre dois elementos (pssara que gorjeia e moa enamorada) por meio do nexo comparativo como. 4 ALTERNATIVA (A) Gorjeio mais bonito que canto porque nele se/ inclui a seduo. No processo de coeso lexical, o mecanismo de substituio expresso pela sinonmia revela, muitas vezes, que os sinnimos no so perfeitos. Observa-se que os pares tidos como sinnimos, na verdade, apresentam diferenas significativas construdas pelo contexto, conforme o caso de gorjeio e canto, explicado pelo prprio autor. Outras vezes, os sentidos so reconstrudos pela sobreposio de um sentido metafrico ao literal. 5 ALTERNATIVA (C) Ela se enfeita e bota novos meneios na voz. O texto trata dos gorjeios das pssaras nas rvores, assemelhados a um concerto. Isso em por isso que as rvores deliram se refere a Ela se enfeita e bota novos meneios na voz, sendo botar novos meneios na voz uma parfrase de gorjeio. A indicao de um motivo (por isso) pelo qual as rvores delirariam ratifica a resposta.

    BIOLOGIA 06 ALTERNATIVA (A) Em um paciente infectado com o vrus da dengue, ocorrem o extravasamento da parte lquida do sangue aumentando a concentrao de hemcias e o abaixamento do nmero plaquetas. Por isso, necessrio realizar a quantificao desses componentes do sangue. 07 ALTERNATIVA (B) O rgo onde ocorre a sntese da bile o fgado. 08 ALTERNATIVA (D) No existem itens com inverdades sobre os benefcios das rvores; logo, todos os itens esto corretos. 09 ALTERNATIVA (C) A letra C corresponde nica alternativa que possui funes exclusivas do retculo endoplasmtico liso. 10 ALTERNATIVA (A) O gamb e a cobra habitam o mesmo local (habitat), mas possuem hbitos alimentares e comportamentais e dinmicas diferentes (nicho ecolgico).

  • Fundao Consrcio cederj

    2

    VESTIBULAR CEDERJ 2016_ 1

    FSICA 11 ALTERNATIVA (C) Somente a proposta III permite ligar (posies A1-B1 e A2-B2 ou A1-C1 e A2-C2) e desligar (posies A1-B1 e A2-C2 ou A1-C1 e A2-B2) o circuito, em cada interruptor de maneira independente. 12 ALTERNATIVA (A) A fora resultante deve ser para cima, j que a pessoa est sendo desacelerada. 13 ALTERNATIVA (D) A velocidade somente depende do meio, sendo a mesma para as duas ondas. Como v=f, o comprimento de onda aumenta com a diminuio da frequncia. 14 ALTERNATIVA (D) A componente horizontal da velocidade sempre a mesma. J a sua componente vertical varia constantemente devido acelerao constante. 15 ALTERNATIVA (A) Para que a presso seja a mesma, as massas devem ser iguais. A temperatura aumentando, a presso constante, o volume aumenta.

    GEOGRAFIA 16 ALTERNATIVA (A) A China continental se constituiu como um Estado socialista (Repblica Popular da China) a partir da Revoluo liderada por Mao Ts-Tung, em 1949, que contrastava com o sistema poltico-econmico capitalista predominantemente praticado em Taiwan, embora, hoje, a China tenha diversificado suas prticas econmicas. 17 ALTERNATIVA (C) A ida e vinda diria de trabalhadores de uma cidade outra caracteriza o deslocamento populacional denominado movimento pendular. 18 ALTERNATIVA (B) Trata-se de uma anlise da interdependncia das economias nacionais num cenrio global. 19 ALTERNATIVA (D) Trata-se da rea do bioma denominado Mata Atlntica ou Floresta Tropical de Encosta. 20 ALTERNATIVA (A) Trata-se de uma crtica ao dficit habitacional nas cidades e excluso social de segmentos da populao urbana.

    HISTRIA 21 ALTERNATIVA (A) A letra A est correta, j que o Renascimento est assentado na viso antropocntrica e na capacidade humana, como ser transformador. 22 ALTERNATIVA (B) A letra B est correta, posto que a Revoluo de 1848 revela o descontentamento do povo. 23 ALTERNATIVA (C) A letra C est correta, uma vez que o manifesto republicano questiona a legitimidade do governo monrquico. 24 ALTERNATIVA (B) A letra B est correta, j que Vargas representou um poltico apoiado pelas camadas populares. 25 ALTERNATIVA (C) A letra C est correta, pois a represso s greves operrias foi uma das mais dramticas marcas da Ditadura.

    MATEMTICA 26 ALTERNATIVA (A) Todos os nmeros inteiros entre 50 e 350 que terminam em 3 formam uma PA de razo 10. O primeiro deles 53 e o ltimo 343. Calculando o nmero de termos dessa PA, tem-se:

    343 = 53 + 10(n-1) 10n = 300 n = 30

  • Fundao Consrcio cederj

    3

    VESTIBULAR CEDERJ 2016_ 1

    Logo, a soma dos 30 termos da PA dada por:

    27 ALTERNATIVA (B)

    .

    28 ALTERNATIVA (D) Verificando as afirmaes:

    I. Verdadeira:

    II. Verdadeira: O nmero x=250

    .320

    .530

    .710

    divisvel por 310

    .

    De fato, x=250

    .320

    .530

    .710

    = 310

    . (2

    50.3

    10.5

    30.7

    10)

    III. Falsa. Basta fazer x = 1 = y na expresso .

    De fato,

    Logo a resposta correta a letra (D): apenas III falsa. 29 ALTERNATIVA (D) (A) (Falsa) pois 0x1=0 e 0 no maior do que 1.

    (B) (Falsa) Faa x= -1.

    (C) (Falsa)

    (D) (Verdadeira). De fato:

    30 ALTERNATIVA (A) Ora, a medida do menor dos segmentos determinado pela altura sobre a hipotenusa dada pela projeo do menor cateto sobre a hipotenusa (veja figura a seguir).

    Usando o teorema de Pitgoras no tringulo retngulo cujos catetos medem 9 cm e 12 cm,

    tem-se: b2 = 12

    2 + 9

    2 = 144 + 81 = 225 b = 15 cm.

    QUMICA

    31 ALTERNATIVA (C) Na eletrlise gnea no pode realmente haver presena de gua. Na eletrlise aquosa h dissociao de composto inico. Na eletrlise o polo positivo o anodo onde ocorre a oxidao. Na eletrlise o polo negativo o catodo onde ocorre a reduo.

  • Fundao Consrcio cederj

    4

    VESTIBULAR CEDERJ 2016_ 1

    32 ALTERNATIVA (B) Esse o efeito da mudana de concentrao sobre o equilbrio. 33 ALTERNATIVA (A)

    O sal formado na reao entre o cido brico e o hidrxido de magnsio, possuindo frmula molecular Mg3(BO3)2 e massa molecular correspondente a 190.0 g.mol

    -1.

    Portanto, tem-se que: Mg3(BO3)2 3Mg 190.0 g 72.0 g 100.0 g x x = 37.89% Mg3(BO3)2 2B 190.0 g 22.0 g 100.0 g y y = 11.58% Mg3(BO3)2 6O 190.0 g 96.0 g 100.0 g z z = 50.53% (x + y + z) = 100.00 g 34 ALTERNATIVA (A) Em gua pura: Mg(OH)2 Mg

    +2 + 2 OH

    -

    Kps = [Mg+2

    ][OH-]2

    No equilbrio = [Mg2+

    ] = x e; [OH-] = (2x)

    2

    Kps = 4x3

    X (molL-1

    ) = (8.9x10-12

    /4)

    X = 1.3x10-4

    molL-1

    Na presena do on comum: Na soluo de pH = 13.00 a [OH

    -] 0.1 molL

    -1

    No equilbrio: [Mg2+

    ] = x e; [OH-] = (2x + 0.1)

    2 (0.01) moL

    -1

    Kps = (0.01) x Logo x = 8.9x10

    -10

    Na presena do on comum a solubilidade do eletrlito diminui. 35 ALTERNATIVA (D) a) A ligao entre um metal alcalino terroso e um halognio ser inica e todos os

    compostos inicos na temperatura ambiente so slidos.

    b) As substncias inicas no estado slido so isolantes.

    c) As substncias higroscpicas so capazes de absorver molculas de gua do ar

    atmosfrico.

    LNGUA ESPANHOLA 36 ALTERNATIVA (A) A alternativa correta A, porque o primeiro pargrafo da notcia faz uma sntese das principais informaes que contm. 37 ALTERNATIVA (D) A alternativa correta D, porque o texto afirma que as mensagens de apoio se dirigem a refugiados que fogem de guerras e da fome. 38 ALTERNATIVA (D) A alternativa correta D, porque o texto afirma que muitos refugiados perdem a vida na migrao. 39 ALTERNATIVA (A) A alternativa correta A, porque sin embargo contrape um fato a outro. Neste caso, o fato de no contar com celebridades se contrape ao fato de pretender englobar todo o mundo no protesto. 40 ALTERNATIVA (D) A alternativa correta D, porque o pronome de objeto indireto les se refere aos refugiados.

  • Fundao Consrcio cederj

    5

    VESTIBULAR CEDERJ 2016_ 1

    LNGUA INGLESA 36 ALTERNATIVA (B) A resposta correta a letra (B), pois o autor do texto afirma compreender a atitude de Melissa Dahl (I can understand), o que demonstra solidariedade. Alm disso, logo depois, o autor comenta que provavelmente a maioria de ns tambm entenderia essa atitude, pois agimos da mesma maneira. De fato, no resto do texto, o autor discute os motivos que fazem com que ele, assim como Melissa Dahl, no siga os seus prprios conselhos. As outras opes apontam para atitudes negativas que esto longe de traduzir a maneira como o autor se coloca em relao declarao de Dahl. 37 ALTERNATIVA (D) A resposta correta a opo (D), pois,