Click here to load reader

Mosteiro clc-prof.rute.ovídio

  • View
    330

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Mosteiro clc-prof.rute.ovídio

  • 1. inicio do Projeto PELO REI D. MANUEL I NO ANO DE 1496O MOSTEIRO FOI CONSTRUIDO EM MEADOS DO SCULO XV MEMRIA DO INFANTE DOM ENRIQUE, NO LOCAL DE BELEM

2. REFERNCIAS DO MOSTEIRO DOS JERNIMOSO MOSTEIRO UM REFERENCIAL DE ARTE MUNDIAL DA HUMANIDADEFOI DECLARADO MONUMENTO NACIONAL EM 1907. A UNESCO EM 1983CLASSIFICOU-O PATRIMNIO CULTURAL DE TODA A HUMANIDADE. Arcada do claustro do Mosteiro, Santa Maria de Belm 3. Encomendado pelo rei D.manuei i, pouco depois de vasco daGama ter regressado da sua viagem ndia, foi financiado emgrande parte pelos lucros do comrcio de especiarias.Escolhido o local, junto ao rio em santa maria de belem , em1502 iniciada a obra. 4. A ORDEM DE SO JERNIMO DEU O NOME Ao MOSTEIRODeriva o nome de ter sido entregue Ordem de So Jernimo , nele estabelecidaat1834. Sobreviveu ao sismo de 1755, mas foi danificado pelas tropas invasorasfrancesas enviadas por Napoleo Bonaparte no incio do sculo XIX. Nave, Mosteiro dos Jernimos 5. EXPOENTES MXIMOS DA NOSSA HISTRIA REPOUSAM NO MOSTEIROInclui, entre outros, os tmulos dos reis D. Manuel I e sua mulher, D. Maria , D. Joo IIIe sua mulher D. Catarina, D. Sebastio e D. Henrique e ainda os de Vasco da Gama ,de Lus Vaz de Cames, de Alexandre Herculano e de Fernando Pessoa.Tumulo de Vasco da Gama 6. O Imponente mosteiro do Jernimos Visto do lindo jardim de Belm 7. O MOSTREIRO NOITE IMPONENTEO Mosteiro um referente cultural que no escapou nem aos artistas,cronistas ou viajantes durante os seus cinco sculos de existncia. 8. Portal Sul da Igreja do MQSTEIRO DOS JERNIMOS , (c.1517) Joo de Castilho.Obra de vulto onde participaram diversos arquiteto, como Diogo Boitaca eJoo de Castilho, num estilo manuelino muito requintado. 9. SACRISTIA 10. A famosa iluminura do perodo manuelino do livro 3 msticos, da torre do tombo 11. O regime do sc. xv era constitudo por trs faes O clero, A nobreza e o povo.Cada qual ocupa uma posio numa hierarquia rgida, segundo possui ou no ttulos. Adistncia fundamental aquela que ope o povo aos clrigos e aos nobres. umasociedade juridicamente estratificada e as pessoas distinguem-se pelas formas detratamento e de vesturio, mesmo o estatuto perante a justia era diferente. Um fidalgo,por exemplo no podia ser preso. 12. SOCIEDADE PORTUGUESA NO SCULO XV 13. FontesWWW.MOSTEIROJERONIMOS.PTDOCENTES.ESGS.PT/CSH/PSI/DOCS/PT.WIKIPEDIA.ORG/WIKI/ WWW.PAROQUIA-SMBELEM.PT/SMBELEMWWW.SLIDESHARE.NET/. PORTUGAL-IMAGENS.BLOGSPOT.COMWWW.HISTORIA.UFF.BR/TEMPO/ARTIGOS_LIVRES/ARTG7-7.PDFFIM

Search related