Ed. 856 O Regional

  • View
    224

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Jornal O Regional é um semanário que circula na Região AMSULEP do PR com as principais notícias da semana.

Text of Ed. 856 O Regional

  • Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013 Edio 856 - Ano XVIII

    Circulao: Pin, Agudos do Sul, Tijucas do Sul, Mandirituba, Quitandinha, Campo do Tenente, Contenda, Lapa, Fazenda Rio Grande, Rio Negro, Pinhais e So Bento do Sul.

    @o_regional

    redacao@oregionalpr.com.br

    facebook.com/oregionalpr

    O Jornal da Regio

    Ataques aos bancosquadruplicam na regio

    Moradores perdemacesso em CTenente

    Ex-prefeito da cidade da Lapacontinua preso

    Assomec elegeu novo presidente

    Servidores tm reajuste salarial em duas cidades

    No ano passado, o nmero de ataques a bancos no suleste paranaense foi quatro vezes maior em comparao com o de 2011. Foram 12 os casos registrados em 2012, envolvendo roubos a caixas eletrnicos em vrias cidades. PGINA 3

    Paulo Furiati, ex-prefeito da Lapa, foi preso na ltima sexta-feira na Operao Quadro Negro. Ele acusado de envolvimento em um esquema de fraude em licitaes e nesta semana foi transferido para Piraquara. PGINA 4

    O valor da comercializao da produo de tabaco para a safra 2012/2013 foi reajustado em 7,5%. A definio ocorreu em reunies entre entidades representativas dos fumicultores e as empresas fumageiras nesta semana. PGINA 11

    Preo do fumo tem nova tabela

    O prefeito de Pinhais, Luizo Goulart, o novo presidente da Assomec, que congrega as cidades da Regio Metropolitana de Curitiba. Ele foi eleito em votao equilibrada na ltima quarta-feira. PGINA 10

    A instalao de guard rail nas margens da BR 116 est dificultando o acesso a vrias casas e comrcios. Moradores de Campo do Tenente esto revoltados com a colocao das referidas barras de proteo. PGINA 19

    Duas prefeituras da regio anunciaram nesta semana novos salrios para o funcionalismo pblico municipal. Em Agudos do Sul e Campo do Tenente os servidores tero reajuste de 9%. PGINAS 6 E 8

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013

    Jornal Semanal de Pin e Regio Insc. Municipal - 0308 / 2422

    Rua Manaus, 500 Centro PinParan - Cep 83860-000

    Jornalista Responsvel:Heros Fanini DRT/PR 05111redacao@oregionalpr.com.br www.oregionalpr.com.br

    Telefone/fax: 41 3632 1256

    Editora J. O Regional LtdaCNPJ-01.276.217/0001-91T. B. R. S.CNPJ-05.526.452/0001-25

    2

    No vamos aqui emitir juzo e

    muito menos julgar a priso do

    ex-prefeito da Lapa, Paulo Furiati.

    No entanto, o fato serve para al-

    guns destaques em relao ao novo

    momento do pas em se tratando da

    sua esfera pblica e do seu meio

    poltico. Algumas mudanas e ini-

    ciativas esto sendo percebidas e

    grande parte para o bem da nao

    e da sociedade brasileira.O julgamento e as condenaes

    determinadas pelo STF em relao

    ao caso do Mensalo apontam

    que daqui por diante a m f, o

    comportamento negativo e as pr-

    ticas ilegais contra o bem pbico

    podero ter outros desfechos que

    antes no existiam. Pode ainda no

    ser tudo, mas j um alerta!O caso mais prximo da realidade

    local, ou seja, as prises no municpio

    da Lapa, servem para demonstrar

    Priso pedaggica

    que os orgos de fiscalizao do dinheiro pblico esto mais atentos

    e minuciosos. Entre outras coisas, a ao do Grupo de Atuao Es-

    pecial de Combate s Organizaes Criminosas e de Investigaes

    Criminais GAECO tem um carter pedaggico. Deixa os prefeitos,

    em incio de mandato, ainda mais alertas sobre o futuro de suas ad-

    ministraes. To importante quanto ganhar uma eleio terminar

    o mandato e poder ir para casa com possibilidade de viver tranqilo,

    sem impedimentos judiciais, condenaes ou riscos maiores.

    Na vida pblica e no mundo atual, principalmente no mundo

    poltico, o que mais existe so vendedores de facilidade e

    vantagens. Esto em todos os nveis e esferas, prontos para fazer

    negcio, computar lucro e deixar o rombo.

    Viroses: postos de sade lotados

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013 3

    A preocupao com os ndices de criminalidade cada vez maior na regio. A falta de melhor estrutura para a polcia impede um trabalho mais efe-tivo em relao segurana pblica e no faltam reivindi-caes de melhorias neste setor ao estado. Um dos indicadores que teve aumento em 2012 foi o de ataques a bancos.

    Segundo dados do Sindi-cato dos Vigilantes de Curiti-ba e Regio Sindivigilantes,

    Regio teve 12 ataques a bancos no ano passado

    Nmero quatro vezes superior a 2011. E 2013 j comeou com o registro de um banco assaltado na ltima sexta-feira em Agudos do Sul

    em todo o Paran, em 2011 haviam sido contabilizados 98 ataques. No ano passado, o nmero subiu para 208. Foram 104 exploses de cai-xas eletrnicos, 70 arromba-mentos destes terminais e 34 assaltos a banco.

    Se considerados apenas os municpios da regio su-leste paranaense, o nmero de ataques em 2011 havia sido de 3. Em 2012, porm, os casos quadruplicaram e

    totalizaram 12. Oito munic-pios foram afetados.

    Em Tijucas do Sul, houve arrombamento a um caixa eletrnico em janeiro. Em Pin, houve uma exploso de caixa em fevereiro e um arrombamento a um terminal em dezembro, no dia de natal. Outra exploso foi registrada em fevereiro em Rio Negro, onde tambm houve um ar-rombamento em setembro. Mandirituba tambm teve

    registros, com exploses a caixas eletrnicos em feve-reiro e em abril.

    J em Campo do Tenente, um caixa foi explodido em maro. Em Fazenda Rio Grande, houve exploso de caixa em junho e em outubro. Caso parecido aconteceu em julho em Quitandinha. Outro caso de exploso aconteceu em Agudos do Sul no ms de outubro e nesta cidade j houve assalto em 2013.

    AGNCIA DO BANCO Ita de Pin tambm foi alvo dosbandidos. Exploso causou grandes danos no estabelecimentoNO ANO PASSADO, em Agudos, assaltantes renderam policiais e novamente posto bancrio do Banco do Brasil foi explodido

  • O REGIONAL - Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013 4

    Politicandoredacao@oregionalpr.com.br

    Ex-prefeito da Lapa preso suspeito de fraude

    Paulo Furiati est preso em uma ala especial no Centro de Triagem II de Piraquara. Licitaes na rea de educao esto sendo investigadas

    O ex-prefeito da Lapa, Paulo Furiati, foi preso na l-tima sexta-feira na Operao Quadro Negro, coordena-da pelo Grupo de Atuaes Especial de Represso ao Crime Organizado Gaeco. Furiati, que nesta semana foi encaminhado ao presidio de Piraquara, acusado de en-volvimento em um esquema de fraude em procedimentos licitatrios relacionados rea de educao.

    O promotor e coorde-

    nador da Gaeco no Paran, Leonir Batisti, relatou que empresrios de institutos de educao aliciavam pre-feituras oferecendo ser-vios como consultoria e pesquisas e conseguiam licitaes destinadas com preos acima do praticado pelo mercado. O detalhe das investigaes que esses servios eram desneces-srios ou em muitos casos eram sequer realizados.

    O advogado de defesa de

    Furiati, Elias Mattar Assad, apresentou um pedido de ha-beas corpus, alegando que a priso foi desnecessria e h ausncia de irregularidades por parte do ex-prefeito. O pedido foi a princpio nega-do na quarta-feira.

    Alm da Lapa, onde outras cinco pessoas foram presas entre empresrios e servidores municipais, tam-bm o municpio de Saran-di, no noroeste do estado, teve a fraude descoberta.

    Leila Klenk suspende pagamentos e servios no essenciais por 90 dias

    A prefeita da Lapa, Leila Klenk, deter-minou na ltima segunda-feira a suspenso de pagamentos pelo prazo de 90 dias. Contratos de servios considerados no es-senciais, bem como a anlise aprofundada e criteriosa de contratos vigentes e anteriores, sero investigados nesse perodo.

    A medida foi tomada devido ao processo que resultou na priso do ex--prefeito Paulo Furiati (PMDB), que segundo o Ministrio Pblico, suspeito de envolvimento em fraudes em proce-dimentos licitatrios relacionados rea da educao. A suspenso temporria ser regulamentada em decreto.

    Durante reunio realizada nesta semana com todos os secretrios e os vereadores Clio Guimares e Dango Leo-nardi, tambm foi definida a criao de uma comisso que analisar os contratos e ter 100 dias para apresentar relatrio.

    Prefeita convocou reunio e definiu como funcionar o trabalho de investigao

    LEILA REALIZOU REUNIO para debater medidas que sero adotadas

    FURIATI EST PRESO em cela especial em Piraquara

    Assomec IUma disputa acirrada marcou a eleio da Associao dos

    Municpios da Regio Metropolitana de Curitiba Assomec na ltima quarta-feira. Dos 29 prefeitos que compem a entidade, 28 participaram da eleio. O resultado foi de 14 X 14 votos para Luizo Goulart (PT), de Pinhais, e Aldnei Siqueira (PSD), de Almi-rante Tamandar. A comisso responsvel pela eleio determinou vitria para Luizo por ser o com maior idade, seguindo o que consta na Constituio Federal.

    Assomec IIA eleio da Assomec ganhou dimenso estadual. Segundo

    pronunciamentos dos prefeitos no dia da votao, o governador do Estado, Beto Richa, e a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), trabalharam nos bastidores para a eleio da associao. Beto Richa defendendo o candidato do governo e a ministra apos-tando na eleio de Luizo (PT).

    LapaA prefeita da Lapa, Leila Klenk (PT), suspendeu pagamentos

    aps a operao do Gaeco que resultou na priso do ex-prefeito e ex-secretrios municipais. A priso foi resultado de investigao do superfaturamento e desvio de recursos pblicos. A nova administra-o do municpio vai abrir documentos para todas as investigaes e dar toda transparncia necessria aos rgos de investigao.

    Tribunal de ContasParte dos prefeitos da regio, presidentes de cmaras municipais

    e servidores ligados a rea de contabilidade participaram ontem da posse do novo presidente do Tribunal de Contas do Paran, Artago de Mattos Leo. Jos Loir e Luiz Barros, d