Jornal Integrando _ Ed. Fevereiro page 1
Jornal Integrando _ Ed. Fevereiro page 2

Jornal Integrando _ Ed. Fevereiro

  • View
    219

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Institucional da Integral Engenharia - Ed Fevereiro de 2010

Text of Jornal Integrando _ Ed. Fevereiro

  • Integral engenharIa Informativo IntegrandoFortaleza, Fevereiro de 2010

    ISO 9001:2008

    InformatIvo | integral engenharia | ano 1 | edio 7

    Fortaleza, Fevereiro de 2010

    Integrando

    com grande satisfao que comunicamos a todos os colaboradores, que a partir de 2010, a integral engenharia est certificada nas normas iSo 9001:2008 e PBQP-h SiaC nvel a Subsetor edificaes.

    agradecemos a colaborao de todos neste processo que iniciou oficialmente em Julho de 2009 com a solicitao da propos-ta de Certificao para a BrtUv e culminou no dia 19 de Janeiro com o resultado satis-fatrio na auditoria de Certificao.

    a certificao no significa o fim de um trabalho, mas apenas o incio de uma lon-ga caminhada, pois o Sistema de gesto da Qualidade deve ser vivo e estar em cont-nuo aprimoramento para continuarmos crescendo e atendendo sempre aos nossos clientes.

    Mais uma conquista da Integral Engenharia

    ProgramaElaborao e acompanhamento do PCMAT

    Pgina 2

    Funcionrios e diretoria estiveram presente na reunio que anunciou a certificao da Integral no ISO 9001:2008

    Material enviado por Joyce Santana Encarregada Administrativo (Obra 223 - Taubat)

    DOAES

    Campanha da Obra 223 Ecomp Taubat em prol dos necessitados da cidade de So Luiz do Paraitinga.

    Responsabilidade social: um diferencial

    So luiz do Paraitinga fica a aproxima-damente 45km de taubat e tem 11 mil habitantes. Com as enchentes, aproxi-madamente 4 mil ficaram desabrigados e 5 mil foram para casa de parentes e abrigos improvisados conforme o jornal o globo do dia 02 de janeiro.

    ao saber da grande necessidade das pessoas nesta cidade, a administrao da obra promoveu uma campanha de doa-es entre os operrios a fim de arrecadar um pouco mais para aquela cidade que havia sido destruda pela chuva. a reao absorvida por todos foi extremamente

    satisfatria. em uma semana arrecada-mos aproximadamente 1 tonelada de material dentre roupas, mantimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal.

    Foi uma campanha muito bonita e recompensadora, pois pudemos sen-tir o quanto ainda temos a compai-xo pelo prximo em situaes difceis como esta.

    Equipe de coordenadores da campanha de doaes

  • Integral engenharIa Informativo IntegrandoFortaleza, Fevereiro de 2010

    DIA 02andr de Bernardi Jr. (escritrio Central)

    Jos Milton da Silva (obra 226 Pecm)

    DIA 03antonieta de Ftima lima leito (obra 226 Pecm)

    edson lima Ferreira (obra 226 Pecm)

    DIA 06valria Barros de almeida (integral incorporaes)

    Crisanto Ferreira de almeida (escritrio Central)

    DIA 08raimundo rocha Passos (obra 226 Pecm)

    DIA 09luis Carlos gomes da Silva (obra 224 arape)

    DIA 10Jos Cordeiro de Sousa (obra 226 Pecm)

    DIA 13Jos Srgio de Souza vieira (obra 226 Pecm)

    DIA 15Joo toscano Filho (obra 226 Pecm)

    DIA 16Francisca Carla alves de Souza (obra 226 Pecm)

    DIA 20reinaldo Jos veras dos Santos (obra 224 arape)

    DIA 22elisabete oliveira da Silva (escritrio)

    DIA 24Manuel da Costa Pereira (obra 223 taubat)

    Jos alexandre Maciel neto (obra 224 arape)

    Cleiton domingos Cabral ribeiro (obra 224 arape)

    DIA 27danilo nogueira neris (obra 226 Pecm)

    DIA 29Marcos vinicio vital Santos (escritrio)

    expedIente: Diretora de QSMS - ruth almeida, Setor de QSMS - Cludia vieira, iara ribeiro, ivana Carvalho e Marta nascimento, Designer e Concepo Grfica - liduina Figueiredo, Imagens - arquivo da integral engenharia / www.sxc.hu

    DIrETOrIA DE QSMS

    Envie fotos, sugestes e informaes de sua obra, para as prximas edies dessa publicao para o e-mail: qsms@integralengenharia.com

    Aniversariantes

    a nr 18 do Ministrio do trabalho e em-prego estabelece a obrigatoriedade da ela-borao e implementao de um PCMat - Programa de condies e Meio ambiente de trabalho para as empresas da indstria da construo civil nas obras com 20 traba-lhadores ou mais.

    Quais os objetivos do pCmat? garantir, por aes preventivas, a inte-gridade fsica e a sade do trabalhador da construo, funcionrios terceiriza-dos, fornecedores, contratantes, visitan-tes, etc. estabelecer um sistema de gesto em Segurana do trabalho nos servios rela-cionados construo, atravs da definio de atribuies e responsabilidades equipe que ir administrar a obra

    Implantao do programa a transformao de todo o material es-crito e detalhado no programa para as si-tuaes de campo. Vale salientar que, de nada adianta possuir um PCMAT se este servir apenas para ficar na gaveta.

    o processo de implantao do progra-ma deve contemplar: desenvolvimento/

    PCMAT (PROgRAMA DE COnDIES E MEIO AMbIEnTE DE TRAbAlhO)

    aprimoramento de projetos e implementa-o de medidas de controle; adoo de programas de treinamento de pessoal en-volvido na obra, para manter a chama da segurana sempre acesa; especificao de equipamentos de proteo individual; avaliao constante dos riscos, com o objetivo de atualizar e aprimorar sistema-ticamente o PCMat; estabelecimento de mtodos para servir como indicadores de desempenho; e, aplicao de auditorias em escritrio e em campo, de modo a veri-ficar a eficincia do gerenciamento do siste-ma de Segurana do trabalho.

    Inclui os seguintes documentos:Memorial sobre as condies e meio am-biente do trabalho; Projeto da execuo das protees coletivas; especificao tc-nica das protees coletivas; Cronograma de implantao das medidas preventivas; lay out inicial do canteiro e dimensiona-mento das reas de vivncia; e Programa educativo. Material enviado por rodrigo Costa Tcnico de Segurana do Trabalho (SESMT Escritrio Central)

    Elaborao e acompanhamento

    gesto IntegradaCom a conquista da certificao do Sis-tema de gesto da Qualidade, estamos iniciando o desenvolvimento do Sistema de gesto integrado, aliando a preocu-pao com produtos e servios de qua-lidade segurana e integridade fsica de nossos colaboradores e outras partes

    Em focointeressadas, baseando-se na ohSaS 18001, que consiste em um Sistema de gesto, assim como a iSo 9001 e iSo 14001, porm com o foco voltado para a sade e segurana ocupacional. O envolvimento e participao dos funcionrios no processo de implan-tao do Sistema de Gesto Integra-do de fundamental importncia.