Jornal Integrando _ Ed. Maio

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Institucional da Integral Engenharia Edição Maio de 2010

Text of Jornal Integrando _ Ed. Maio

  • 1Integral engenharIa Informativo IntegrandoFortaleza, maio de 2010

    Em foco

    InformatIvo | integral engenharia | ano 1 | edio 10

    Fortaleza, maio de 2010

    Integrando HomenagemA Integral parabeniza s mames. Pgina 2

    a integral engenharia ganha mais uma obra! a ampliao da fbrica da Schincariol de alagoinhas, na Bahia. a obra est locali-zada a 108 km da capital baiana, na unida-de j em funcionamento da Schincariol (ver foto). o grupo est investindo para aumen-tar a capacidade instalada da unidade, e a integral como colaboradora de outros car-navais far parte do novo empreendimen-to. o perodo da obra ser de 6 meses (incio em maio/2010) com volume de concreto estimado de 12.000,00 m, distribudos nos prdios de envase, Fabricao/ Filtrao, ade-gas, almoxarifado, Vestirios, etdi, etc. simi-lares aos prdios da unidade de horizonte, executada pela integral no ano de 2008. o gerente da obra o eng. hlio nogueira (gerente responsvel pela execuo da uni-dade da Schincariol em horizonte/Ce) e sua equipe ser composta pelos colaboradores: Pedro augusto, Waldemar, rafael, tiago, alexandre, edson entre outros.

    SUCeSSo para toda a eQUiPe.

    Schincariol: ampliao

    carreira

    H uma fase na carreira em que algo parece que vai acontecer, mas ainda no aconteceu. aquela fase em que o funcionrio no mais um iniciante, mas ainda no comeou a ser de fato respeitado. E essa uma fase vital na carreira profissional. Ela corresponde, na vida biolgica, ao processo que est entre a infncia e a adolescncia. No trabalho, um tempo em que o fun-cionrio ainda tratado como se fosse criana, mas j cobrado como se fos-se adulto. nessa fase que a empresa comea a decidir em quais funcionrios valer pena investir.

    1 Primeira dica: no faa inimizades no trabalho. o seu inimigo hoje pode ser o seu chefe amanh.

    2 Quando voc ouvir uma crtica a algum colega, nem concorde, nem discorde. apenas aponte algo positivo que o criticado tenha. empresas gostam de quem consegue enxergar o lado bom das situaes.

    3 Se voc apresentou um trabalho e ele foi elogiado, tire uma cpia e guarde numa pasta. essa pasta ser o seu melhor currculo e um dia voc precisar dele.

    4 Sempre pea conselhos ao seu chefe direto. o seu futuro na empresa comea pela aprovao dele.

    5 Concentre-se nos resultados. mesmo que voc tenha idias brilhantes para

    Seis dicas para seu sucesso profissional

    melhorar a empresa, o seu foco deve estar 100% no objetivo que lhe foi passado.

    6 Jamais questione o seu salrio. no pea mais dinheiro; pea mais oportunidades.

    Por Max Gehringer

    Material enviado por Safira Camboim Gerente de Sala Tcnica (Escritrio Central)

    Foto area da Fbrica na Bahia

  • 2 Integral engenharIa Informativo IntegrandoFortaleza, maio de 2010

    expedIente: Diretora de QSMS - ruth almeida, Setor de QSMS - iara ribeiro, ivana Carvalho e marta nascimento, Designer e Concepo Grfica - liduina Figueiredo, Imagens - arquivo da integral engenharia / www.sxc.hu

    DIrETorIa DE QSMS

    Envie fotos, sugestes e informaes de sua obra, para as prximas edies dessa publicao para o e-mail: qsms@integralengenharia.com

    Voc sabia?

    Material enviado por Carla alves auxiliar admi-nistrativo (obra 226 UTE do Pecm)

    a construo civil responsvel por 15 a 50% do consumo dos recursos naturais extrados. em pases como o reino Unido o consumo de materiais de construo civil de aproximadamente 6 toneladas/ano por habitante.

    o consumo de agregados naturais varia entre 1 e 8 toneladas/habitante ao ano. no Brasil o consumo de agregados naturais somente na produo de concreto e argamassas de 220 milhes de toneladas. em volta das grandes cidades areia e agregados naturais comeam a ficar escassos, inclusive graas ao crescente controle ambiental da extrao das matrias primas. em So Paulo a areia natural, em sua grande maioria viaja distncias superiores a 100 km, elevando o custo para valores em torno de r$25/m3.

    a construo civil consome cerca de 2/3 da madeira natural extrada e a maioria das florestas no manejada adequadamente.

    me cansada, que sempre dorme quando canta para o filho dormir.no tem tempo para se alimentar quan-do o filho quer mamar.me que brinca com lgrimas num rosto feliz. e sempre me, professora, amiga, aprendiz!Que no guarda o choro nem a dor quan-do o filho vai partir para bem longe vai seu corao, mundo afora! ela sabe que chegou a hora...Sua emoo vai disparar sempre que o filho voltar! e quantas horas de sono per-didas quando ele sair! Sofre calada, no reclama mas quando o filho bate porta, seu corao inflama seus olhos brilham e ento dorme seu sono de paz!e assim, toda uma vida se faz!assim, s pode ser voc, me!Feliz dia das mes!

    feliz Dia das mes

    autor: Jair Martins 1 de MaIo DIa Do TraBaLHaDor - Parabeni-zamos todos os trabalhadores, em especial aos nossos colaboradores que contribuem diaria-mente para o crescimento da nossa empresa!

    No espreguiar do amanhecer, a aurora abraa o sol, acordando homens e mu-lheres, Para os exerccios no arrebol.

    Todos correm para os campos da vida, Na diversidade de suas diferenas. Com mo no arado, pisam forte Exultando suas crenas.

    Valentes,Erguem em seus braos, Ban-deiras ferramentas, No quilate responsa-bilidade. No uso a funo que alenta.

    Seja caneta, bisturi,enxada ou mesmo um liberal, No importa o instrumento, Todos trabalham igual.

    Dignificando o tempo, Marcham ao en-contro do promissor, Prosperidade para o amanh, recompensa do labor. aben-oadas so as mos do trabalhador.

    1 DE maIo

    Dia do Trabalho

    o maior consumidor de recursos naturais

    Fonte: site www.reciclagem.pcc.usp.br/a_construo_e.htm

    aniversriosDIA 01

    atade Francisco ribeiro (obra223 taubat)

    Jorge rodrigues de Paula (obra 224 arape)

    DIA 02

    Francisco antonio da Silva (escritrio)

    DIA 03

    antonio Fbio Braga marcelino(obra 226 Pecm)

    DIA 04

    margarida maria Ferreira maia (escritrio)

    DIA 09

    gustavo Vieira Correia (obra 223 taubat)

    DIA 10

    Jos naldson Xavier da Silva(obra 226 Pecm)

    DIA 11

    giulliano de Freitas abreu (obra 228 durametal)

    DIA 12

    ana lcia moura (escritrio)

    DIA 14

    antnio edson albino alves (obra 230 alagoinhas)

    Francisco Valdisio Soares mota (obra 223 taubat)

    DIA 15

    Waldemar Barros Carneiro (obra 230 alagoinhas)

    DIA 20

    rodrigo Vairan guimares (depsito)

    marcos Flix Costa (escritrio)

    ivam ribeiro de melo marujo (obra 226 Pecm)

    DIA 23

    geraldo Viana Portella Filho (obra 226 - Pecm)

    DIA 24

    manuel nunes de Sousa (escritrio)

    DIA 25

    Sandoval renovato da Silva (obra 223 taubat)

    DIA 29

    reginaldo Ferreira de Queiroz (obra 226 Pecm)

    DIA 30

    lvia de aquino mota (escritrio Central)