MODELO DE PROVA: PROVA M VESTIBULAR 2015/ .nome, RG, opção do curso e modelo de prova. 2. Verifique

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of MODELO DE PROVA: PROVA M VESTIBULAR 2015/ .nome, RG, opção do curso e modelo de prova. 2....

  • VESTIBULAR 2015/2

    CADERNO DE QUESTES

    MODELO DE PROVA: PROVA M

    ATENO!Esta folha poder ser levada pelo candidato a partir das 13 horas.

    0102030405060708091011121314151617181920

    2122232425262728293031323334353637383940

    4142434445464748495051525354555657585960

    6162636465666768697071727374757677787980

  • Calendrio de Matrculas 2015-2a) Presencialmente, mediante agendamento:

    Cha-mada

    Divulgao Agendamento Vencimento do boleto

    Dias de matrcula Horrios

    1 29/6/2015 s 12h29/6 e 30 de

    junho de 20151 de julho 6, 7 e 8 de julho das 8h s 18h

    2 8/7/2015 s 18h8, 9 e 10 de ju-

    lho de 201510 de julho 14 e 15 de julho das 8h s 18h

    3 15/7/2015 s 18h17 de julho de

    201517 de julho 21 de julho de 2015 das 8h s 18h

    b) Matrcula pelo correio via SEDEX:

    Chamada Divulgao Vencimento do boleto Postagem dos documentos no correio

    1 29/6/2015 s 12h 1 de julho de 2015

    6 de julho de 2015(A confirmao da matrcula pela Secretaria ser dia 14/7, por e-mail)

    2 8/7/2015 s 18h 10 de julho de 2015

    14 de julho de 2015(A confirmao da matrcula pela Secretaria ser dia 21/7, por e-mail)

    3 15/7/2015 s 18h 17 de julho de 2015

    21 de julho de 2015(A confirmao da matrcula pela Secretaria ser dia 28/7, por e-mail)

    Documentos para matrcula (Documentos Originais*)

    Uma foto 3x4; Certificado de concluso ou diploma de Ensino Mdio ou equivalente ou curso superior, devidamente

    registrado; Histrico escolar; Certido de nascimento ou casamento; Comprovante militar; Ttulo de eleitor; Cdula de identidade; CPF prprio; Comprovante de residncia (conta de luz ou telefone fixo) Se for estrangeiro, apresentar o RNE (Registro Nacional de Estrangeiro) em substituio do RG (Registro

    Geral)

    Importante:A matrcula somente ser efetivada mediante a apresentao de todos os documentos originais. No sero aceitas cpias, ainda que autenticadas. Estudantes que concluram o ensino mdio no exterior devero apresentar a declarao de equivalncia de estudos do Ensino Mdio expedida pela Secretaria de Estado da Educao ou Delegacia de ensino da regio no Brasil.

    (*) Quando se tratar de matrcula pelo correio os documentos enviados devero ser cpias autenticadas em cartrio

  • LEIA COM ATENO AS INSTRUES ABAIXO:

    1. Verifique se os dados impressos nas folhas esto corretos, com nome, RG, opo do curso e modelo de prova.

    2. Verifique se este caderno de prova contm dois temas para Redao e um total de 80 questes, assim distribudas:

    Humanidades e Cultura Geral Contempornea de 01 a 30

    Comunicao e expresso de 31 a 50

    Matemtica de 51 a 70

    Ingls de 71 a 80

    3. Caso falte alguma folha, solicite imediatamente ao fiscal de sala um outro caderno completo. No sero aceitas reclamaes pos-teriores.

    4. No ser permitida qualquer espcie de consulta, nem uso de calculadora.

    5. Para cada questo existe apenas UMA resposta certa; a marcao de mais de uma letra implicar anulao dessa questo.

    6. A resposta deve ser marcada na folha de respostas (leitura ptica).7. A folha da capa o seu rascunho; seu preenchimento opcional.8. Administre o seu tempo! O tempo total de prova de 5 (cinco)

    horas. Este perodo inclui a redao e preenchimento da folha de respostas. No haver tempo extra para preenchimento de nenhu-ma das folhas de respostas.

    9. O candidato s poder ausentar-se da sala de prova aps 02 (duas) horas contadas do incio da aplicao.

    10. Quando terminar, entregue tudo aos fiscais de sua sala: a folha de redao, a folha de respostas (leitura ptica) preenchida e o caderno de questes.

    11. O candidato no poder levar o rascunho da redao ou qualquer outro material de rascunho, exceto a capa do caderno de ques-tes.

    12 As questes sero divulgadas posteriormente no site da ESPM: www.espm.br

    Direitos autorais reservados. Proibida a reproduo, ainda que parcial, sem autorizao prvia

    VESTIBULAR 2015/2

    MODELO DE PROVA: PROVA M

  • Escola Superior de Propaganda e Marketing

    PROVAVESTIBULAR 2015 2 4

    REDAO

    Escolha um dos temas acima e desenvolva uma dissertao com o mnimo de 20 linhas e o mximo de 30 linhas, considerando-se letra de tamanho regular.

    Assinale o tema escolhido (1 ou 2) nos quadradinhos correspondentes (prxima pgina).

    D um ttulo sugestivo e criativo sua redao.

    Defenda ou refute as ideias apresentadas atravs de uma dissertao integrada, coeren-te, organizada e estruturada. Fundamente suas ideias com argumentos, sem sair do tema. Aderncia ao tema um dos itens de avaliao.

    Importante: No h uma resposta ou alternativa certa ou errada a ser encontrada. No vamos julgar suas opinies, mas sua capacidade de anlise e argumentao.

    TEMA 1

    A vida hiperconectadaNo livro 24/7: Late Capitalism and the Ends of Sleep ( Capitalismo tardio e os fins do sono), o autor

    Jonathan Crary analisa os riscos da vida hiperconectada.Segundo o autor, o sistema capitalista global mudou fundamentalmente a experincia humana, ao

    subverter todos tirania da sintonia permanente, que subverte os ritmos naturais do sono e da viglia; as pessoas esto conectadas 24/7 (24 horas por 7 dias da semana, expresso popular em ingls para sempre ligado.

    Jonathan Crary caracteriza o momento em que estamos vivendo como um tempo do qual no h refgio, no h lado de fora. Estamos sempre envolvidos em informaes. De alguma forma, somos um elo da internet como um terminal de produo e consumo de contedo, tendo como resultado final um empobrecimento e uma privao maior por causa dessas demandas.

    Capitalismo Tardio e os Fins do Sono. Jonathan Crary Ed. Cosac Naify

    PROPOSTA: Com base nas informaes do texto e em outras de seu conhecimento sobre o assunto, elabore um texto dissertativo que apresente consideraes sobre a seguinte questo:

    As pessoas se preocupam com a privacidade de suas informaes, que podem ser vistas por agncias de inteligncia, mas no tm restries nem hesitam quando expem sua vida particular no mundo digital.

    TEMA 2

    Bilionrios esto doando suas fortunas

    Um movimento tem chamado ateno no pas smbolo do capitalismo. Os maiores bilionrios americanos decidiram que a fortuna deles no vai ficar para os herdeiros e sim para a filantropia. O presidente da Apple pretende doar a maior parte para trs entidades: de combate a aids, direitos hu-manos e situao dos imigrantes.

    A notcia no chegou a causar espanto nos Estados Unidos. Waren Buffet garante que deixar 1% para a famlia, os outros 99% iro para doao. Bill Gates deixar a maior parte destinada educao de crianas pobres no mundo.

    cada vez maior o nmero de novos bilionrios que esto doando suas fortunas.

    Jornal Globo News 30/3/2015

    PROPOSTA: Com base nas informaes do texto e em outras de seu conhecimento sobre o assunto, elabore um texto dissertativo que apresente consideraes sobre a seguinte questo:

    Qual seria o principal sentido que nortearia esses bilionrios a abrir mo de suas fortunas?

  • Escola Superior de Propaganda e Marketing

    PROVAVESTIBULAR 2015 2 5

    REDAO

    FOLHA DE REDAO(MXIMO DE 30 LINHAS)

    Ttulo:

    Tema: 1 2

  • Escola Superior de Propaganda e Marketing

    PROVAVESTIBULAR 2015 2 6

    HUMANIDADES E CULTURA GERAL CONTEMPORNEA

    Questo 01

    Acolhidos com uma hospitalidade be-nevolente, no se sentem humilhados por uma discriminao injuriosa. Excludos dos direitos polticos e tambm da proprieda-de imobiliria, pagando anualmente uma taxa mdica, so eles, de fato no tocante ao resto, assimilados aos cidados sujeitos aos mesmos encargos militares e fiscais.

    Exercem as mais variadas profisses li-berais, artesanais ou mercantis. No h, por assim dizer, um artista, um homem de letras ou de cincia que, sendo grego e no ate-niense, no tenha passado uma parte mais ou menos importante de sua vida em Atenas.

    (Maurice Crouset. O Oriente e a Grcia, in: Histria Geral das Civilizaes)

    A respeito da sociedade ateniense, o texto deve ser relacionado com:

    a) euptridas;b) gergois;c) metecos;d) hilotas;e) periecos.

    Questo 02

    No dia seguinte, os poucos francos que escaparam ao massacre manquejaram at o acampamento de Carlos Magno, muitos fe-ridos, todos sujos e cobertos de sangue, os olhos expressando, eloquentes, o horror que haviam visto e suportado. Muitos tambm se mostravam envergonhados porque sobrevi-veram, enquanto seus companheiros jaziam mortos. Mas, na realidade, no tinham moti-vo para a vergonha, pois haviam lutado para sobreviver ao combate, e no fugido.

    Quando Carlos Magno soube o que su-cedera a Rolando e seus pares, a resplan-decente nata da cavalaria franca, ele chorou.

    (Allan Massie. Carlos Magno. A vida do imperador do Sacro Imprio Romano)

    O texto trata da batalha de Roncesvales, epi-sdio em que Rolando, sobrinho de Carlos Magno, morreu heroicamente. O episdio inspirou poemas intitulados "Canes de Gesta"; especialmente a "Cano de Rolando", poema que foi, para os homens da Idade Mdia, o que a "Ilada" tinha sido para os helenos.

    A derrota dos francos, em Roncesvales, deve ser relacionada:

    a) com as campanhas militares empreendidas por Carlos Magno contra os saxes;

    b) com as campanhas militares contra os sar-racenos na Espanha;

    c) com as campanhas militares promovidas por Carlos Magno, no norte da Itlia, contra os lombardos;

    d) com o conflito contra os bizantinos do Im-prio Romano do Oriente;

    e) com a campanha comandada por Carlos Magno contra a heresia dos albigenses.

    Questo 03

    As incurses dos bandeirantes paulistas s misses dos jesutas castelhanos do Guai-r multiplicaram-se a partir do sculo XVII. Paulistas e guerreiros tupiniquins envereda-vam pelo Caminho do Peabiru, velha trilha tupi, rumo ao Guair, territ