PROJETO CURRICULAR DE GRUPO - .Projeto Curricular de Grupo ... 4.1. - Objetivos da educação do

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PROJETO CURRICULAR DE GRUPO - .Projeto Curricular de Grupo ... 4.1. - Objetivos da educação do

  • Projeto Curricular de Grupo

    Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    PROJETO CURRICULAR DE GRUPO

    Resposta Social/Pedaggica: Educao Pr-Escolar Sala dos Abacaxis

    Equipa Pedaggica Educadora: Elisabete Silva

    Auxiliares: Ktia Magalhes e Rita Lourosa

    Ano Letivo 2014/2015

  • Projeto Curricular de Grupo

    Pintar o Futuro Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    Pgina 1 de 35

    ndice

    1. Definio de Projeto Curricular de Sala

    2. Projeto educativo

    2.1 Misso

    2.2 Valores

    2.3 Princpios Educativos

    3. rea de Projeto/ Tema

    4. Intenes de trabalho para o ano letivo 2012/2013

    4.1 Opes e prioridades curriculares

    4.2 Metas/ Efeitos esperados

    5. Organizao Curricular

    6. Planificaes Mensais e semanais

    7. Avaliao

    8. Apoios Educativos

  • Projeto Curricular de Grupo

    Pintar o Futuro Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    Pgina 2 de 35

    1. Definio de Projeto Curricular de Sala

    O projecto do educador um projecto educativo/pedaggico que diz respeito ao grupo e contempla as opes e intenes educativas do educador e as formas como prev orientar as oportunidades de desenvolvimento e aprendizagem de um grupo. Este projecto adapta-se s caractersticas de cada grupo, enquadra as iniciativas das crianas, os seus projectos individuais, de pequeno grupo ou de todo o grupo

    (Ministrio da Educao, 1997: p.44).

    O Projecto Curricular de Grupo um documento de gesto curricular que se assume de extrema importncia para a concretizao de uma educao pr-escolar de qualidade e por isso mesmo significativa para as Crianas. Deve ter por bases as caractersticas do grupo de Crianas, do contexto onde se insere e deve tambm ir ao encontro do Projeto Educativo de Escola e Projeto Curricular de Escola. O Projecto Curricular de Grupo representa o conjunto de objetivos a atingir, ao longo do ano letivo. A forma de alcanar estes objetivos ser atravs das rotinas dirias (refeies,

    higiene,), dos momentos de brincadeiras livres, das visitas ao exterior e das

    atividades orientadas em sala.

    Estes objetivos esto organizados em seis grandes reas de desenvolvimento,

    definidas pelas Metas de aprendizagem na Educao Pr-Escolar, e que ajudam o

    educador a orientar o seu trabalho. So elas: Formao Pessoal e Social; Expresses;

    Linguagem Oral e Abordagem escrita; Matemtica; Conhecimento do Mundo;

    Tecnologias de Informao e Comunicao.

  • Projeto Curricular de Grupo

    Pintar o Futuro Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    Pgina 3 de 35

    2. Projeto Educativo

    2.1. Misso

    Tendo conscincia e respeitando o pressuposto de que os Pais so os primeiros

    educadores, a Kriabebs e a Kriakrianas tm como grande misso A FAMLIA.

    Pretendem distinguir-se pelo profissionalismo na ao e pela qualidade da ateno, do

    afeto e da dedicao a cada Criana trabalhando diariamente numa parceria estreita

    com a Famlia.

    2.2. Valores

    A cooperao;

    A solidariedade;

    O respeito pelos outros e pelo ambiente natural e edificado;

    A cidadania e o civismo;

    Liberdade com responsabilidade;

    Justia e tolerncia;

    Comportamentos saudveis;

    A participao ativa, crtica e responsvel;

    A autonomia,

    A perseverana.

  • Projeto Curricular de Grupo

    Pintar o Futuro Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    Pgina 4 de 35

    2.3. Princpios Educativos

    Todas as perspetivas pedaggicas que se situam na famlia das pedagogias

    participativas (Oliveira-Formosinho, Kishimoto & Pinazza, 2007) analisam a questo do

    adulto de referncia, as suas qualidades, os seus papis e funes. Assim, praticamos

    uma pedagogia que assenta na interao dos aspetos mais importantes dos diferentes

    mtodos e modelos que privilegiam a APRENDIZAGEM ATIVA.

    Isto exige a definio de um tempo dirio propcio a que o adulto de referncia d

    ateno ao seu grupo, escutando cada Criana, desenvolvendo as relaes e

    interaes, sendo facilitador de atividades ldicas e interessantes, implementando

    uma pedagogia diferenciada.

    A pedagogia diferenciada uma pedagogia de processos.

    Desencadeia-se num ambiente de aprendizagem aberto, onde as aprendizagens so

    explicitadas e identificadas de modo a que os alunos aprendam segundo o seu

    prprio ritmo de apropriao dos saberes e do fazer. (Przesmychi)

    As prioridades educativas assentam no pressuposto que esta se desenvolve segundo

    processos de aprendizagem durante os quais a Criana aprende a aprender, acerca do

    seu meio e da sua pessoa.

    Considera-se assim, que o educador deve construir o currculo com a equipa

    pedaggica, escutando os saberes das Crianas e suas Famlias, os desejos da

    comunidade e, tambm, as solicitaes dos outros nveis de ensino. Prope-se desta

    forma uma ao coordenada, encadeada e em espiral, no sentido de um crescimento,

    assente numa perspetiva de diferenciao que se deseja, construtora de qualidade nos

    processos educativos desenvolvidos nos diferentes eixos de ao, estando estes

    sempre centrados naquele que educado - a Criana.

    A situao de ensino/aprendizagem entendida, como um conjunto de ajudas s

    Crianas no processo pessoal de construo de conhecimento e na elaborao do

    desenvolvimento prprio. Auxiliar a Criana, partindo dos conhecimentos, vivncias e

    experincias j adquiridos por esta, a integrar, modificar, estabelecer relaes e

    coordenar esquemas de conhecimento, tendo em vista a construo de novos saberes

    so objetivos de um docente ativo e empenhado no desenvolvimento da Criana e no

    seu prprio desenvolvimento profissional.

    Estimula-se a Criana a aprender, tendo como base os seus conhecimentos,

    experincias e vivncias que ao receber informao nova ter de a integrar, inter-

  • Projeto Curricular de Grupo

    Pintar o Futuro Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    Pgina 5 de 35

    relacionar e articular com os esquemas de conhecimento preexistentes tendo em vista

    reconstruir o seu conhecimento pessoal de forma a obter uma representao

    individual de um contedo social.

    Princpios mais relevantes a ter em conta:

    Estimular o desenvolvimento global de cada Criana, no respeito pelas suas

    caractersticas individuais, incutindo comportamentos que favoream

    aprendizagens significativas e diversificadas;

    Favorecer a autonomia da Criana e a sua socializao como processo de

    crescimento, um adequado desenvolvimento e preparao para viver num mundo

    complexo e em mutao constante;

    Promover a participao dos Pais na vida da Kriabebs e da Kriakrianas,

    numa atitude dinmica e interativa, de modo a garantir uma slida educao,

    privilegiando os valores socioculturais;

    Estimular o desenvolvimento das Crianas segundo as suas aptides e

    recursos pessoais, num ambiente alegre, criativo e responsvel, que lhes permita

    tornarem-se pessoas autnomas e criadoras;

    Proporcionar um adequado equilbrio fsico e psquico da Criana, atravs da

    prtica diversificada de atividades de carter ldico, cultural e desportivo, em

    ambiente saudvel;

    Despertar a curiosidade e o pensamento crtico;

    Desenvolver a expresso e a comunicao atravs da utilizao das

    linguagens mltiplas como meios de relao, de informao, de compreenso e de

    sensibilizao.

  • Projeto Curricular de Grupo

    Pintar o Futuro Edio n1 de 12/ 09/ 2012

    Pgina 6 de 35

    3. rea de Projeto/ Tema

    TEMA: Pintar o Futuro

    no Projeto Educativo que podemos encontrar a orientao que nos permitir

    construir o caminho para atingir de forma consciente as metas a que nos propomos. E

    desta forma que na Kriakrianas o caminho foi traado, com destino ao sucesso

    individual de cada Criana, tendo sempre presentes as atitudes e os valores que nos

    tornam seres sociais, com esprito crtico, respeitando o espao de cada um, tendo

    sempre muito presente a Entidade famlia.

    Este Projeto decorrer ao longo deste ano letivo e ser construdo e desenvolvido com

    a participao e envolvimento de todos os agentes educativos, Direo, Coordenao,

    Pessoal docente e no docente, Crianas e Pais.

    Este tema surgiu da necessidade que verificmos e temos vindo a verificar ao longo de

    todos estes anos a nvel local e nacional A transmisso de valores uma das

    preocupaes ao educar uma Criana. Como fazer isso no dia-a-dia? Quais valores

    precisam ser passados? A escola pode ajudar? natural que dvidas acabem surgindo.

    A verdade que sem transmitir os valores humanos universais, no h como form