Jornal PSDB Janeiro/2013

  • View
    216

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Leia a Edição de Janeiro/2013 do Jornal do PSDB

Text of Jornal PSDB Janeiro/2013

  • 468 anos

    SANTOS VIVE

    Governador Geraldo Alckmin e o prefeito Paulo Alexandre Barbosa assinaram o contrato para incio das obras do Hospital dos Estivadores. Pginas 6 e 7

    TEMPO

    Servidores tm ateno especialPgina 9

    Segurana alvo de aes municipais

    Pgina 5

    Investimentos altos em sade

    Pgina 3

    DE AVANOS

    SantosParabns

  • Diretrio Municipal - Comisso Executiva: Presidente Juan Manuel V i l la rnobo F i lho - Mandy; V ice-presidente: Mauricio Queiroz Prado; Secretrio: Dalton Setoima Incerpi; Tesoureiro: Frederico Vendemiatti Filho; 1 Vogal: Luiz Antonio Arajo de Albuquerque; 2 Vogal: Jefferson Oliveira de Arajo; Lder da Bancada: Carlos Teixeira Filho; 1 suplente: Joo Paulo da Silva; 2 suplente: Luiz Fernando Gonalves Schiffer; 3 suplente: Renato Luiz de Jesus; 4 suplente: Valter Leite Santana; Jornalista Responsvel: Karina dos Santos| Fotos: Governo do Estado, CDHU, Sabesp, Agncia Brasil, Divulgao e Arquivo.Contato: psdb-santos@uol.com.brImpresso : G r f i ca A Tr i buna Tiragem: 31 mil exemplares (Os ar tigos assinados so de total responsabilidade de seus autores, no exp ressando a op in i o do Jornal)

    Ano de muito trabalho

    editorial

    Fechamos 2013 com saldo positivo. Em termos partidrios, promovemos seminrios e encontros para discusso de problemas e melhorias para a Cidade. Em muitas delas vimos a dedicao do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, diuturnamente, para resolv-las.

    As grandes obras de infra-estrutura para a Cidade, como os tneis Santos/Guaruj e Santos/So Vicente, entrada da Cidade, VLT, telefrico e as obras de macrodrenagem ganharam ateno especial, possuem projetos e sero retiradas do papel.

    So obras esperadas h dcadas e que precisam se tornar realidade. 2014 ser um ano de pavimentar o caminho para iniciar as obras, realizar os projetos e alcanar os resultados esperados, para elevar Santos ao melhor nvel de desenvolvimento.

    atividade

    Governador Alckmin foi o maior parceiro da Cidade

    Faltou sola de sapato para acom-panhar os passos da administrao municipal neste primeiro ano. O Prefeito e os secretrios foram a di-versos ministrios e secretarias em busca de convnios e parcerias.

    Os resultados j aparecem, como os convnios estratgicos com o Governo do Estado, para o desenvolvimento da Cidade. Foram viabilizadas as obras da Entrada da Cidade, VLT, Tnel Santos/Guaruj, telefrico e a macrodrenagem da Zona Noroeste. Ainda depende do aval do Governo Federal o tnel Santos/So Vicente.

    Muita gente j percebeu o jeito do PSDB governar. Menos crtica e mais trabalho. Menos choradeira e mais dedicao. Assim continuar.

    Janeiro/20142

    Mais estaes

    Sabesp entrega estaes de tratamento de gua

    O governo Geraldo Alckmin, por meio da Sabesp, inaugurou a Estao de Tratamento de gua Mambu-Bran-co, em Itanham. Tambm foi iniciada a operao da Estao Jurubatuba, em Guaruj, com investimentos de

    R$ 513 milhes. O diretor da Sabesp, Joo Paulo Papa, diz que o investi-mento um alento para a regio. S os prefeitos sabem o tamanho do desafio de administrar uma cidade da Baixada na temporada de vero.

    Prefeitura economiza

    R$ 56 milhesCom mais eficincia, a prefeitu-

    ra economizou R$ 56 milhes em 2013. O resultado foi possvel com o aperfeioamento dos processos de compra e controle de gastos do programa Eficincia Total, lanado no incio do ano passado.

    A maior parte desta reduo se deve aos processos licitat-rios que tiveram valor final de R$ 52,1 milhes, menor do que o estimado.

    Os valores dos materiais e ser-vios adquiridos so estimados com base em trs oramentos de fornecedores. Como as licitaes so realizadas com empresas de todo o pas, se consegue melhor preo ao final do processo.

    eficincia

    Governador Geraldo Alckmin apoiou diversos projetos na Cidade

    Papa destacou investimentos da Sabesp na Baixada Santista

  • Janeiro/2014 3

    O Prefeito Paulo Alexandre Bar-bosa, em 2013, comeou a mudar os equipamentos de sade, quase todos em pssimas condies fsicas. A prioridade a construo de trs UPAs, que vo substituir os pronto-socorros, com rotina de priorizao e humanizao da unidade.

    A UPA Central j est em obras e esto sendo concludos os projetos da UPA da Zona Noroeste, que j tem terreno para sua construo, e a da Zona Leste, que substituir o PS.

    SADE

    Investimentos trazem benefcios populao

    A rede pblica de sade do municpio est sendo reestruturada. Novas Policlnicas, com ampliao de equipes e qualidade.

    Trs novas Policlnicas foram entre-gues pela Prefeitura, dentro do conceito de ampliao dos servios de ateno b-sica sade. Para isso, novos profissio-nais foram incorporados s Policlnicas, como educadores fsicos e nutricionis-tas, tudo para garantir um atendimento amplo e integrado.

    Com este novo padro, j esto em funcionamento a Policlnica do Gonzaga, Marap e Monte Serrat.

    Para garantir um atendi-mento completo em toda a temporada de vero, quando devero passar cinco milhes de pessoas, a Prefeitura en-tregou, no final de novembro, mais quatro ambulncias para o atendimento do SAMU.

    O SAMU realiza cerca de 4 mil atendimentos por ms e agora est com 9 ambulncias para suporte bsico e uma de suporte de apoio vida. A pre-feitura possui outras unidades para remoo de pacientes.

    Em parceria com a Fun-dao Lusada e sem custos ao municpio foi iniciada a construo da UPA Cen-tral, que vai garantir uma nova unidade dentro dos padres de qualidade e de humanizao. A previso de iniciar as atividades deste equipamento no incio de 2015.

    Novas ambulncias

    Construo da UPA Central

    Novas Policlnicas

  • Janeiro/20144

    Em 2013, a prefeitura iniciou uma grande mu-dana das atividades das secretarias de Sade e de Assistncia Social, dentro do que preconizado para humanizao do atendimento. Os idosos ga-nharam servio que permite o acompanhamento e identificao de casos de risco.

    Na rea social, foram entregues diversos equi-pamentos, que garantem atendimento para quem mais precisa. Dependentes qumicos, famlias em situao de vulnerabilidade, mulheres vtimas de violncia ou em situao de rua com filhos e defi-cientes fsicos receberam unidades especficas para acompanhamento.

    SOCIALNovos equipamentos e programas vo garantir o atendimento especializado e direcionado.

    O Centro POP, inaugurado na Rua Conse-lheiro Saraiva, realiza uma srie de atividades para permitir o resgate social de pessoas em situao de rua, com assistentes sociais, psi-clogos e agentes culturais. Em menos de seis meses, 281 pessoas foram resgatadas da rua e retornaram ao convvio social.

    Para ampliar este atendimento, o Prefeito Paulo Alexandre Barbosa deu incio s obras da nova unidade na Rua Amador Bueno, no Paquet. A previso de entrega do equipa-mento no comeo de 2015.

    Para atendimento s mulheres vtimas de violncia ou em situao de rua com ou sem filhos, a Prefeitura firmou parceria com a ONG Vidas Recicladas para criao de unidade de acolhimento, com acompanhamento de assis-tentes sociais e psiclogos.

    O local tem capacidade para receber 24 mulheres e realizar uma srie de atividades e oficinas para permitir que essas mulheres consigam autonomia, retornem ao mercado de trabalho ou para sua famlia.

    De forma pioneira na regio e em par-ceria com o Centro Esprita 30 de Julho, a prefeitura iniciou o servio de acolhimento institucional de portadores de deficincia, dentro do que preconiza a Poltica Nacional de Assistncia Social.

    A nova unidade oferece o acolhimento por tempo indeterminado para pessoas entre 18 e 59 anos, em situao de dependncia ou sem retaguarda familiar. O imvel foi todo adaptado para permitir que os deficientes tenham uma estrutura adequada.

    A Prefeitura aderiu ao Programa Recomeo do Governo do Estado, por meio de assinatura em convnio com a Secretria de Justia e Cidadania, Eloisa Arruda, que garante R$ 1.350,00 para cus-tear as despesas de internao dos dependentes qumicos. Uma unidade de atendimento para os dependentes j foi credenciada.

    Centro POPCasa das Anas

    Residncia Inclusiva

    Recomear

    Em parceria indita com a empresa Telehelp e sem custos ao municpio, a Prefeitura iniciou um servio de suporte para 50 idosos. Acionado por meio de um boto de emergncia que fica em um colar ou na pulseira, a Central faz contato com o idoso e parentes para verificar a situao.

    Programa Televida

    Humanizao:meta dos programas sociais

  • Janeiro/2014 5

    A Segurana uma preocupao de todo o cidado. A violncia est presente em todas as grandes cida-des. Para reduzir as aes criminosas, a Cidade investiu na ampliao do monitoramento por meio de cme-ras, aumento de efetivo da Guarda Municipal e a implantao da Ati-vidade Delegada, na qual policiais

    SEGURANA

    De forma estratgica, as questes relacionadas segurana ganharam destaque da Administrao Municipal

    MAIS

    Atividade delegada

    Olhares atentos

    O reforo do policiamento deve ser iniciado aps a tem-porada de vero. A Prefeitura assinou com a Secretaria de Segurana Pblica, a Atividade Delegada, que permite a atuao dos policiais militares em horrio de folga para atividades de pa-trulhamento pelo municpio.

    Desta forma, a Cidade ga-nhar pelo menos 40 policiais a mais por semana para o patru-lhamento em regies de forte atuao comercial e de grande movimentao de pessoas.

    O Prefeito Paulo Alexandre Barbosa autorizou a realizao de concur-so pblico para aumento do efetivo da Guarda Municipal. De imediato foram chamados 61 pessoas aprovadas e concurso anterior e abriu 150 novas vagas. Com isso, o efetivo que era de 341 passar para 557, garantindo cobertura maior do efetivo municipal.

    A Prefeitura inicia este ano a implantao de 238 cmeras de moni-toramento na Cidade, desta forma ser garantida a cobertura de to