Click here to load reader

Perimetro de Consolidacao

  • View
    236

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Manual de contabilidade avançada

Text of Perimetro de Consolidacao

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    IV. Consolidao de contas

    Contabilidade II (LEC110)

    1. Permetro de consolidao 2. Mtodos de consolidao 3. Alguns ajustamentos

    III. Consolidao de Contas

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    A definio do permetro de consolidao

    Deve-se considerar apenas, no conjunto consolidado, as empresas sobre as quais a sociedade-me, exerce unicamente uma influncia forte e desempenha, portanto, um papel na sua gesto.

    Esta questo est ligada da definio de controlo. preciso determinar o grau de influncia que exerce a empresa-me sobre as empresas em causa.

    Na maioria dos casos existe a percepo que o poder de controlo depende directa e proporcionalmente da percentagem de capital detida. No entanto, convm distinguir:

    Percentagem de controlo; Percentagem de participao.

    1. Permetro de Consolidao

    Percentagem de controlo Exprime o grau de dependncia das sociedades participadas relativamente sociedade-me. Representa a % de capital que a empresa participante (sociedade-me) consegue controlar (directa ou indirectamente).

    Percentagem de participao Exprime a fraco de capital detida directa ou indirectamente na sociedade dependente. Na prtica representa a % do patrimnio da sociedade detida que pertena da sociedade-me.

    1. Permetro de Consolidao

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    Alguns exemplos Exemplo A

    B

    D

    C

    A

    60% 25%

    20%

    20%

    70%

    Percentagem de participao de A em D Directa 20% Por intermdio de B (60%x25%) 15% Por intermdio de C (70%x20%) 14% 49%

    Percentagem de controlo de A em D Directa 20% Por intermdio de B 25% Por intermdio de C 20% 65%

    1. Permetro de Consolidao

    Exemplo B

    B

    D

    C

    A

    40%

    10%

    60%

    20%

    40%

    Y

    X

    Z

    30%

    30%

    70%

    Nota: As aces de X detidas por D detm um direito de voto duplo

    Sociedade % participao em X % controlo de X

    A 70% x 40% = 28 % 40% / 130 % = 31 %

    B 20% +30% x 40% = 32 % 20% / 130 % = 15 %

    C 40% x 10% = 4 %

    D 30% + 60% x 10% = 36 % (2x30% + 10%) / 130 % = 54%

    Total 100% 100%

    1. Permetro de Consolidao

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    Por fim convm referir que:

    A determinao da percentagem de controlo deveria efectuar-se tendo em conta o grau de disperso das aces e do grau de presena, de coeso e de participao dos pequenos accionistas.

    No entanto, por uma questo de prudncia (que no deve ser aplicada sistematicamente) os clculos so efectuados supondo que as aces no detidas pela empresa-me se encontram todas reunidas numa s mo.

    A escolha do mtodo de consolidao a adoptar vai depender do tipo de controlo que se exerce sobre as entidades consolidadas.

    1. Permetro de Consolidao

    1. Per1. Per1. Permetro de consolidametro de consolidametro de consolidaooo 2. Mtodos de consolidao 3. Alguns ajustamentos3. Alguns ajustamentos3. Alguns ajustamentos

    III. Consolidao de Contas

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    A Consolidao tem por finalidade elaborar as DF de um grupo de sociedades, como se de uma nica sociedade se tratasse.

    No se pretende que as contas consolidadas venham substituir as contas individuais, mas que sejam um complemento.

    Mtodos de consolidao: Mtodo de consolidao integral utilizado para situaes em que se verifique uma relao de domnio sobre a sociedade a consolidar (normalmente participaes superiores a 50%);

    Mtodo de equivalncia patrimonial (MEP) utilizado para situaes em que exista uma influncia notvel sobre a gesto da sociedade a consolidar (por exemplo, uma participao que permita eleger 1 ou 2 administradores da sociedade);

    Mtodo de consolidao proporcional utilizado para situaes em que existe um controlo conjunto com outras sociedades (por exemplo joint-ventures).

    2. Mtodos de consolidao

    Consolidao integral

    Consiste em integrar, em substituio das participaes financeiras inscritas no balano da sociedade-me, todos os elementos dos activos e passivos das sociedades participadas, aps eventuais correces.

    Da mesma forma, a demonstrao dos resultados incluir, aps correces, o total dos encargos e proveitos das sociedades participadas.

    A consolidao integral o mtodo mais representativo da consolidao, pois permite dar uma imagem do patrimnio, da situao financeira e do resultado de um grupo de sociedades como se estas formassem uma s empresa.

    2. Mtodos de consolidao

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    A operao de consolidao comporta, em princpio, as seguintes fases: 1. homogeneizao de critrios entre as empresas a consolidar; 2. acumulao dos valores das diferentes rubricas das DF; 3. eliminao dos reflexos de operaes recprocas; 4. repartio dos capitais prprios entre a parte detida pela sociedade-me e pelos outros accionistas (interesse minoritrios);

    5. evidncia da diferena entre o valor da participao financeira contabilizada no activo e a correspondente fraco que lhe corresponde dos capitais prprios (diferenas de consolidao);

    6. eliminao do valor da participao financeira com a eliminao simultnea da situao lquida (no momento de aquisio) da empresa consolidada.

    Consolidao integral

    2. Mtodos de consolidao

    Exemplo 1

    Balano de M

    300300

    200Reservas250Inv. Financeiros

    100Capital50Disponibilidade

    Balano de F

    250250

    150Reservas

    100Capital250Activos diversos

    b) Balanos de M e F em 1 Janeiro de 2005, aps aquisio de 100% de F por M

    Balano de M

    300300

    200Reservas

    100Capital300DisponibilidadeBalano de F

    250250

    150Reservas

    100Capital250Activos diversos

    a) Balanos de M e F em 1 de Janeiro de 2005

    Consolidao integral

    2. Mtodos de consolidao

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    (continuao)

    c) Balano consolidado em 1 de Janeiro de 2005

    1. Homogeneizao de critrios - J efectuada (pressuposto);

    3. Eliminao do reflexo das operaes recprocas Inexistentes (pressuposto);4. Repartio dos capitais prprios entre a parte detida pela sociedade-me e pelos outros accionistas - No h interesses minoritrios, aquisio a 100%;5. Evidncia das diferenas de consolidao - No existem;6. Eliminao do valor da participao financeira e da situao lquida (no momento da aquisio) da empresa consolidada.

    Balano (totais) de M + F

    550550

    100Capital-F250Activos diversos

    200Reservas-M250Inv. Financeiros

    100Capital-M50Disponibilidade

    150Reservas-F

    2. Acumulao das diferentes rubricas do Balano:

    Consolidao integral

    2. Mtodos de consolidao

    Exemplo 1

    c) Balano consolidado em 1 de Janeiro de 2005

    Balano consolidado de M e F

    300300

    200Reservas250Activos diversos

    100Capital50Disponibilidade

    Balano de M

    300300

    200Reservas250Inv. Financeiros

    100Capital50Disponibilidade

    Balano de F

    290290

    40Res Lquido

    150Reservas

    100Capital250Activos diversos

    d) Balanos de M e F em 31 de Dezembro de 2005

    Consolidao integral

    2. Mtodos de consolidao

    (continuao) Exemplo 1

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    e) Balano consolidado em 31 de Dezembro de 2005

    1. Homogeneizao de critrios - J efectuada (pressuposto);

    3. Eliminao da operaes recprocas Inexistentes (pressuposto);4. Repartio dos capitais prprios entre a parte detida pela sociedade-me e pelos outros accionistas - No h interesse minoritrios. 5. Evidncia das diferenas de consolidao - No existem;6. Eliminao do valor da participao financeira e da situao lquida (no momento de aquisio) da empresa consolidada.

    Balano (totais) de M + F

    590590

    100Capital-F290Activos diversos

    200Reservas-M250Inv. Financeiros

    100Capital-M50Disponibilidade

    40R. Lquido-F

    150Reservas-F

    2. Acumulao da diferentes rubricas do Balano:

    Consolidao integral

    2. Mtodos de consolidao

    (continuao) Exemplo 1

    f) Balano consolidado em 31 de Dezembro de 2005

    Balano consolidado de M e F

    340340

    40R. Lquido

    200Reservas290Activos diversos

    100Capital50Disponibilidade

    Balano de M

    300300

    200Reservas250Inv. Financeiros

    100Capital50Disponibilidade

    Balano de F

    335335

    45Res Lquido

    190Reservas

    100Capital335Activos diversos

    g) Balanos de M e F em 31 de Dezembro de 2006

    Consolidao integral

    2. Mtodos de consolidao

    (continuao) Exemplo 1

  • LICENCIATURA EM ECONOMIACONTABILIDADE II

    1 ANO ANO LECTIVO 2007/2008

    h) Balano consolidado em 31 de Dezembro de 2006

    1. Homogeneizao de critrios - J efectuada (pressuposto);

    6. Eliminao do valor da participao financeira e da situao lquida (no momento da aquisio) empresa consolidada.

    Balano (totais) de M + F

    635635

    100Capital-F335Activos diversos

    200Reservas-M250Inv. Financeiros

    100Capital-M50Disponibilidade

    45R. Lquido-F

    190Reservas-F

    2. Acumulao da diferentes rubricas do Balano:

    3. Eliminao da operaes recprocas Inexistentes (pressuposto);4. Repartio dos capitais prprios entre a parte detida pela sociedade-me e pelos outros accionistas - No h interesse minoritrios;5. Evidncia das diferenas de consolidao - No existem;

    Cons

Search related