Yeshua Metalzine #2

  • View
    217

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição número 02! Entrevistas com TORMENT OF THE SEPSIA, NABHI, PURITAN. Release de eventos, matérias e muito mais!

Text of Yeshua Metalzine #2

  • yeshuametalzine@gmail.comhttp://www.facebook.com/yeshuametalzine

  • Editorial

    NUNCA DEVEMOS DESPREZAR OS PEQUENOS COMEOS...

    Era dezembro de 2009, havia alguns irmos de outros estados reunidos na cantina da Mamy, na noite ante-rior havia acontecido o primeiro dia do SABAOTH NORTH FEST 2009. Aps saborear um almoo maravilhoso feito pela Pra. Marineide (Mamy), resolvermos mostrar alguns vdeos e documentrios sobre o trabalho da Base para nos-sos irmos de outros estados, esses materiais eram (e so) a nossa histria. Enquanto conversvamos e assistamos, percebemos algumas situaes engraadas, eu mesmo, por exemplo, comecei a tirar uma onda, eram imagens dos primeiros Festivais, todos nos ramos jovens demais, alguns ainda adolescentes, e claro que seria normal olharmos para trs e nos depararmos com algumas atitudes bem inocentes, e por que no falar infantis? Muitos de ns naque-les vdeos ramos jovens dando os primeiros passos na obra, eu tenho dois filhos maravilhosos, e pela idade deles normal algumas atitudes infantis, afinal eles so crianas vivendo o tempo da inocncia, e cabe a mim ensinar a eles os primeiros passos. Porm enquanto riamos e tiramos sarro de algumas situaes, a Pra. Marineide, observadora como ela , olhava tudo de longe, analisando cada palavra, cada atitude, at que em meio a todo aquele falatrio e risos surge uma frase que silencia a todos: NUNCA DEVEMOS DESPREZAR OS PEQUENOS COMEOS!. Por uns 15 longos seg-undos, e pode ter certeza que foram os 15 segundos mais longos de minha vida (risos) todos ficamos em silncio. Eu particularmente fiquei completamente embaraado ao perceber o que eu estava fazendo, percebi que todos tambm ficaram embaraados com a situao, eu no sei o que passou pela mente de cada um ali presente, mas eu percebi algo que me fez ficar bastante envergonhado: eu estava zombando de minha prpria histria. A histria que o Senhor estava escrevendo atravs de minha vida. Talvez voc que est lendo este editorial possa pensar: Acho que essa cara est exagerando, tambm no pra tanto, mas posso lhe garantir que no estou exagerando, todos ns em nossa trajetria de vida temos nossos pequenos comeos, seja em todas as reas de nossas vidas, e so eles que mostram, ou melhor, revelam a todos ns o que somos hoje, e o que poderemos ser amanh. Olhe para trs, o que voc ver? Voc um milagre de Deus? No menospreze os pequenos comeos, o tempo da inocncia, ningum nasce sabendo, j dizia o dito popular, todos os dias h uma grande descoberta para aqueles que buscam, daqui a dez anos irei mostrar a meus filhos algumas filmagens que tenho guardadas deles, iremos sentar na frente da televiso e viajaremos no tempo em que eles eram crianas (isso se o Senhor Jesus no voltar at l). Sei que iremos sorrir bastante de algumas situ-aes, mas o riso no ser de zombaria, e sim de felicidade, afinal, a historia da minha famlia, os primeiros passos dos meus filhos. Daqui a dez anos haver muitos arquivos de nosso trabalho na BASE MISSIONRIA SABAOTH, sero as imagens que revelaro o grande milagre de Deus em nossas vidas, nos dias em que estivermos vivendo.

    NUNCA MENOSPREZE OS PEQUENOS COMEOS!

    J. M. de Souza

  • Quando brilhamos em todas as reas de nossas vidas, nossos pensamentos afloram com extrema lucidez, mas ser que as mesmas coisas acontecem quando o caos invade nossa existncia, nosso cotidiano?

    A maturidade que o homem Jesus revelou em meio s situaes conturbadas em que ele atravessou, revela para ns um homem com uma mente extraordinria, um modelo perfeito, ou por que no dizer, um viver perfeito. A maturidade de um ser humano provada e revelada nos momentos de caos, e nunca quando o sucesso brilha em todas as reas sua existncia.

    Jesus Cristo conhecia perfeitamente as limitaes humanas, ele prprio sendo humano se deparava com todas as lutas e dificuldades que um ser humano passa em sua caminhada terrestre, mas como esse ser extraordinrio con-seguiu viver de forma perfeita e serena em um mundo to conturbado e injusto?

    Na edio anterior comentamos que seria praticamente impossvel a mente humana criar um personagem to perfeito como Jesus Cristo, se ns analisarmos todos os grandes heris da historia criado pelo homem, e suas mentes forem analisadas por profissionais nas reas de Psicologia e Psiquiatria, todos eram homens frgeis que no foram capazes de administrar de forma perfeita suas mentes em momentos caticos.

    Em Mateus 6:12 Jesus nos ensinou a orarmos assim:

    Perdoai os nossos pecados, assim como perdoamos aqueles que ns temos ofendido.

    O que Jesus queria nos ensinar quando nos apresentou esse modelo de orao? Quando guardamos rancor de alguma pessoa, alimentamos dentro de ns um sentimento malfico como o cncer, um verme que se hospeda em nosso psicolgico e quanto mais tempo ele fica mais, ele vai dando vazo pra que outros vermes se instalem em nosso sistema psquico, a consequncia disso tudo, a pessoa se torna rancorosa, incapaz de perdoa a outros e a si mesma, temperamento tempestivo, no caso da ira, depresso, e outros.

    Mas quando analisamos o modelo de orao que Jesus ns ensinou, aprendemos que quando perdoamos algum, ns expulsamos esse sentimento e fechamos a porta para entrada de todos os outros que encontram na falta de perdo, uma porta para entrarem.

    Perdoar algum que ns causou um grande mal muito difcil, quantos de ns j no nos deparamos com esse dilema, perdoar ou no perdoar, mas esse enigmtico e extraordinrio homem chamado Jesus, ns deixou a sculos atrs ensinos que apesar dos sculos se mantem vivos e tem transformado a vida de milhares de pessoas por todo o mundo, princpios que esto alm de poltica, cincia, e por que no dizer at mesmo da religio.

    Perdoar para muitos uma misso quase impossvel, mas o Mestre da vida vem a ns com um convite maravilhoso:

    Segure em minhas mos, deixemos-me que eu lhe mostre em meio s tempestades da vida, que as grandes conquis-tas do homem se encontram ns versos de uma linda cano.

    Parece impossvel se ouvir uma bela cano em meio s tempestades, mas vamos refletir essas palavras acima inspiradas pelo Espirito Santo, seguremos ento em suas mos, e deixemos que ele ns leve aos vales de nossa redeno.

    Deus abenoe a todos ns!!!

    J. M. de Souza

  • Um evento de Metal e a chance de ajudar o prximo: unir o bom ao necessrio. E foi com esse objetivo que aconteceu a primeira INTERVENO UNDERGROUND de 2012 na noite de 11 de Fevereiro na BASE MISSIONRIA SABAOTH. A entrada voluntria para participar do evento foi colaborar com

    materiais de higiene pessoal para os haitianos que estavam sendo abrigados na Base.

    A primeira banda a se apresentar trouxe novidades, a SHINE IN THE DARKNESS voltou a ter dois integrantes originais em sua formao, sendo Lcio Santana (vocais) e Timmu Steves (guitarra e back vocal). Completando o grupo temos Marlon Moraes (baixo) e a participao especial de Danilo Castro (SCARLET WAR) na bateria. E assim, a banda apresenta um estilo diferente do que vinha sendo praticado na formao anterior, largando um pouco o Gothic Rock (eu suponho) e levando um ritmo mais acelerado, quase danante (risos). Iniciaram o set com Minha Criana, seguido de Socorro (minha preferida deles), I Am foi a prxima e eu at achei que era cover, mas no o caso. O primeiro cover foi da Legion do SAVIOUR MACHINE, sou suspeito para falar desta: simplesmente um clssico! Alm da Morte uma original da banda, bem como Clidas Vises que eu nunca tinha ouvido antes (ou no lembro). Finalizaram em grande estilo com o cover de One More Crucifix-ion da THE AWAKENING. Estou ansioso pela prxima apresentao, toquem cover de VIRGIN BLACK, please! (risos). S sinto falta de um tecladista na formao, mas creio que no tempo certo deve aparecer algum para somar.

  • A seguir mais novidades com a NOFACE no palco: Chrystian, o novo segundo guitarrista e a volta de Milton Frank nos vocais! Para mim foi algo inesperado quando descobri isso na internet, creio que muitos como eu espera-vam pela volta dele. E comearam a pancadaria sonora arrebentando com Poder Gritar, creio que a mais con-hecida do pblico que agitou muito! Disfarce veio a seguir, continuando com Minha Dor, Dont Fear e encer-rando com Atalaia, outra que bastante ovacionada. O pblico no parou, seja bangueando ou entrando nos moshs. O guitarrista Fbio Marques ainda deu um testemunho de como o irmo dele veio a conhecer Cristo em um dos intervalos entre as msicas e disse tambm que eles nem puderam ensaiar propriamente para a apre-sentao. Bom, se no ensaiando direito eles j agitam, podemos esperar que na prxima ser bem melhor!

    O evento chegou ao fim com a UMBRA OMNIPOTENTIS, no pude conferir a apresentao at o final, mas eles levaram todas as suas msicas prprias (Minus Abangelis, Exodus, Funeral nas Sombras, Ne-gar a F, Criao, Um Adeus sob o Luar e Rosa Negra) e tambm o cover de Fader Vaar do VAAKEVAN-DRING. Por mais que esta msica seja um clssico e eu goste, seria bom eles levarem covers de out-ras bandas, quem sabe ANTESTOR ou CRIMSON MOONLIGHT, opo o que no falta... Assim todos puderam se divertir com um bom som, mas lembre-se que a misso da SABAOTH alm de levar a men-sagem de Deus, ajudar a quem necessita de alguma forma, ento contribua do jeito que voc puder.

  • MAIS QUE MIL PALAVRAS...(Traduzido por Marcos Verssimo)

    Brian Head Welch foi gentil o bastante para compartilhar um trecho conosco de seu novo livro Stronger, disponvel para venda em lojas na internet.

    O que adianta algum ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou o que dar o homem em troca de sua alma? (Mateus 16:26).

    De volta ao ano 2000 quando eu ainda estava com o Korn, recebi algumas notcias que agitaram completa-mente meu mundo. Meu gerente ligou e me disse que o Korn iria fazer turn com o Metallica, Kid Rock e o System of a Down. Aquela turn era um sonho realizado. Para mim. Todos na comunidade metal respeitavam o Metallic