Click here to load reader

Apresentação call tiete 4 t12_pt

  • View
    58

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Apresentação call tiete 4 t12_pt

  • 1. Resultados 4T12 R lt d Fevereiro, Fevereiro 2013

2. Principais destaques de 2012Operacional Gerao de energia 27% superior garantia fsica e 3% acima da registrada em 2011 -Exposio ao mercado spot de 4,4% de setembro a dezembro de 2012 devido ao rebaixamento da garantia, acarretando maiores custos com energia Investimentos de R$ 139 milhes destinados principalmente ao programa de modernizao das usinas, comdestaque para Nova Avanhandava e Ibitinga Venda de 288 MWm de energia atravs de contratos bilaterais no mercado livre, totalizando um portflio de 320MWm Receita lquida de R$ 2 112 milhes um aumento de 12% em relao a 2011 2.112 milhes,Financeiro Aumento de 15% nos custos e despesas operacionais1 em 2012, principalmente custos com materiais e serviosde terceiros Ebitda alcanou R$ 1.542 milhes, com margem de 73% Lucro lquido de R$ 901 milhes, um aumento de 7% em relao a 2011Regulatrio Programa de Reduo do Custo de Energia regulamentado em 11 de setembro de 2012, por meio da MP 579, a qual foi convertida na Lei 12 783 em 14 de janeiro de 2013 12.783,1 Exclui custos com compra de energia e os efeitos no recorrentes relativos venda da PCH Minas e ao recebimento de sinistro de Nova Avanhandava2 3. Principais destaques de 2012 Dividendos Proposta de distribuio de dividendos complementares no valor de R$ 182 milhes, sendo R$ 0,46 por aoON e R$ 0,50 por ao PN, a ser submetida aprovao da AGOE de 2013 Ratificao de pagamento de juros sobre capital prprio no valor de R$ 26 milhes, sendo R$ 0,06 por ao ON e R$ 0 07 por ao PN a ser submetida aprovao da AGOE de 2013 0,07 PN, - Payout de 108% em 2012 Segurana: zero acidente com colaboradores prpriosSocialAmbiental- Nmero de acidentes com contratados caiu 50%, com o registro de cinco acidentes sem afastamento. Desde fevereiro de 2009 no ocorreram acidentes com a populao nos reservatrios das usinas. Desenvolvimento e Valorizao de Comunidades: investimento social privado de R$ 12,8 milhes nas reas de educao, cultura, esporte e capacitao profissional inclusiva, beneficiando cerca de 148,5 mil pessoas. Uso Eficiente dos Recursos Naturais: em 2012 o consumo de gua nas unidades da AES Tiet foi de 57,7 milm, volume 56,5% inferior ao ano anterior. P i N i Prmio Nacional d Q lid d - PNQ 2012 d F d N i l da Qualidade da Fundao Nacional d Q lid d FNQ l da QualidadeReconhecimentos Prmio As Melhores Companhias para os Acionistas de 2012 da Revista Capital Aberto Participao na carteira 2012/2013 do ISE da BM&FBovespa pelo sexto ano consecutivo Certificao Internacional PAS 55 de confiabilidade e manuteno de ativos das empresas da Society for PAS-55Maintenance & Reliability Professional Guia Exame de Sustentabilidade: o Grupo AES Brasil foi reconhecido pela revista Exame como uma das 20empresas modelo em sustentabilidade3 4. Gerao se manteve acima da garantia fsica em 2012, mesmo com a queda do nvel dos reservatrios Energia Gerada (MW mdio2)Reservatrios das principais usinas da AES Tiet1127% 124%6 62%125%39%49%3 33%48%48%67%130%1.5991.5821.629 1 629200920102011201216%1.665 1 665A. VermelhaPromisso 2011B. BonitaCaconde2012 Gerao - MW mdio1 Em 28/12/2012Gerao/Garantia fsica2 Energia gerada dividida pelo nmero de horas do perodo4 5. Exposio aos maiores preos no spot marcaram o 4T12 Alocao da garantia fsica (MW mdios)Evoluo Mensal do PLD (R$/MWh) Submercado SE/CO 45375 295318376 376 6161 897776181 181-42-32 -108janfevmarabrmaijunjulSecundriaagosetRebaixamentooutnovdez29 23 13jan51 48 14fev28 26mar 2010118 3222 12abr17mai2011183 183119125 -2126021937228032jun 2012117 7223jul1381329168232120agoset37out46nov44dezCusto spot1 (R$ milhes)1 Custo total com compra de energia no spot5 6. Investimentos em 2012 direcionados principalmente modernizao das usinas, com destaque para Nova Avanhandava e Ibitinga Investimentos em 2012Investimentos (R$ milhes) 17513989%19 3 213 15656 1365 5120112012662013 (e) ( )4T11668% 3% 4T12Equipamentos e Manuteno InvestimentosNovas PCHs*Novas PCHs* Projetos d P j t de TI* Pequenas Centrais Hidreltricas6 7. Maior volume de energia faturada em 2012 no MRE1 e em outros contratos bilaterais, com reduo do volume de energia faturada no mercado spot Energia Faturada (GWh)11% 15.128 554 1.524 1 52416.728 16 728 615 1.141 3.8341.942-8% 4.006 11.10811.138207 3323.696AES Eletropaulo 1 - Mecanismo de Realocao de EnergiaMREMercado Spot2.5794T1120128643.063 2011403194 584T12Outros contratos bilaterais 7 8. Formao de carteira de clientes Evoluo da carteira de clientes em 2012 Objetivos 2011/ 2012: iniciativascomerciais para ampliar carteira de p p clientes no mercado livre Portflio atual composto por 320259320MWm, sendo que 288 MWm foram , q vendidos em 201284 1T122T12 143 MWm vendidos para aps 20169032 Antes dez/20113T124T12MWmd8 9. Reajuste de 5% no preo do contrato bilateral com a AES Eletropaulo e o aumento do preo no mercado spot favoreceram o crescimento da receita lquida em 2012 Receita Lquida (R$ milhes)12%1.8862.112 1435978541.773-9%5421.89149419 1519 25508 20114T112012AES EletropauloSpot/MRE449 4T12Outros bilaterais 9 10. Despesas com energia comprada para revenda pressionaram os custos em 2012 Custos e despesas operacionais (R$ milhes)1051623955561135655704202011Energia Eltrica Comprada para Revenda1 No inclui depreciao e amortizao;PCH MinasSinistro em Nova AvanhandavaProvises Operac e Outras DespPessoal, Material e Serv de TercTransmisso e Comp. Financ. conexo Utiliz. Rec.Hd.201210 11. Aumento de 5% no Ebitda, com margem de 73% devido ao reajuste do preo do contrato bilateral com a AES Eletropaulo e maiores custos com energia comprada para revenda em 2012Ebitda (R$ milhes)78%77%73% Ebitda do 4T12 influenciado pelo59%custo de energia comprada para revenda.1.466 Excluindo o efeito da exposio no1.542mercado spot, o Ebitda do 4T12 4192011 Ebitda20122924T114T12seria de R$ 336 milhes com milhes, margem de 68,1%.Margem Ebitda (%)11 12. Melhor resultado financeiro influenciado basicamente p pela q queda do CDI e menores despesas com p variao monetria em 2012 Resultado Financeiro (R$ milhes)20124T114T12(4,3)2011(4,0) 1 emisso de debntures com 1vencimento em 2015 atrelada ao CDI + -8% ( ) (47)( ) (42)1,20% Disponibilidades: operaes de curtoprazo, com rentabilidade mdia em torno de 102% do CDI em 2012 -9%12 13. Lucro lquido 7% maior em 2012, em funo do reajuste do preo do contrato bilateral com a AES Eletropaulo e melhor desempenho do resultado financeiro Lucro Lquido (R$ milhes) 110%108%108%104% 11%12%3%3%Proposta de distribuio de dividendos no valor de d R$ 182 milhes referente ao 4T12 ilh f t - R$ 0,46/ao ON - R$ 0,50/ao PN - Data proposta para pagamento: 07/05/2013845901263 201120121814T114T12Pay-out Yield PNLucro Lquido13 14. Gerao de caixa em 2012 reflete maior receita no contrato bilateral com a AES Eletropaulo e na CCEE (spot e MRE) Gerao de Caixa Operacional (R$ milhes)Saldo Final de Caixa (R$ milhes)+22%-11% -10% -7%-11% 1.3504421.643404 201120124T12201120123594T1139714 15. Dvida lquida/Ebitda estvel em 0,3 vezes Fluxo de Amortizao da Dvida (R$ milhes)Dvida lquida (R$ bilhes) 0,6x0,6x0,3x0,3x300 0,48201130020132012300201420150,52Fluxo de amortizao da d da (R$ milhes) u o a o t ao dvida ( $ es)Dvida Lquida qDvida Lquida/Ebitda Dvida Bruta/ EbitdaCovenants Dvida financeira (bruta) /Ebitda de 2,5x Ebitd /D Ebitda/Despesas Fi Financeiras d 1 75 i de 1,75xCusto da dvida20112012 Custo mdio (% CDI)1 115%128% Prazo mdio (anos)2,31,3 Taxa efetiva12,1%9,8%1 Percentual do CDI15 16. Resultados 4T12 R lt d Declaraes contidas neste documento, relativas perspectiva d ti dos negcios, projees d resultados i s j de lt d operacionais e financeiros e ao potencial de crescimento das Empresas, constituem-se em meras previses e foram baseadas nas expectativas da administrao em relao ao futuro das Empresas Essas expectativas so altamente Empresas. dependentes de mudanas no mercado, do desempenho econmico do Brasil, do setor eltrico e do mercado internacional, estando, portanto, sujeitas a mudanas.

Search related