Click here to load reader

BRAINSTORM 4

  • View
    220

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 4 da revista Brainstorm Mag

Text of BRAINSTORM 4

  • 2

  • 3

  • 4BRAINSTORM MAG

  • 5BRAINSTORM MAG

  • 6COLABORADORES

    JONATHAN wolperteditor-chefe

    ANA CUENTROdiretora/head designer

    danilo candidoliteratura

    olga ferraztradudora

    Khalil e Aquila bersontmoda

  • 7danilo candidoliteratura

    anny stonecinema

    diogo condmsica

    vinicius gouveiaAudiovisual

    Larcio wolpertarquitetura

  • 8sumrio

    12 archigram16 future face

    22 interstella 5555 - anime of daft punk26 high tech feelings30 high tech, low life

    36 fashion technology40 we are robots

    44 editorial

  • 9Redao

    Editor-chefe Jonathan Wolpertdiretora/head designer ana cuentro

    traduo Olga ferraz

    colaboradores

    Anny StoneAquila BersontDanilo Candido

    Diogo Cond MontenegroKhalil Rodor

    Larcio Wolpertolga ferraz

    Vinicius Gouveia

    capa

    1961 por Jonathan Wolpert

    contato

    [email protected]@magbrainstorm

    A Brainstorm MAg umaRevista bimestral bilngue sobre artes digitais, arquitetura, cinema, fotografia, literatura, moda, msica e TV.

    FIca expressamente proibida a reproduo total ou parcial sem autorizao prvia do contedo editorial.

    Os artigos assinados so de exclusiva responsabilidade dos autores e no refletem a opinio da revista.

    www.magbrainstorm.com

  • 10

    carta editorial

  • 11

    Direto do ano 3.000, a nova Brainstorm chega inspirada nos anos 60, onde os que tiveram sorte de passear por Paris puderam ver as criaes futuristas do Pacco Rabanne e Andr Courrges, que desconstrumos na nossa matria de moda mostrando o trabalho na Iris van Herpen. Uma grande inspirao para essa edio o duo francs Daft Punk, que trazem um futurismo retr para o mundo da msica eletrnica, assim como o grupo musical alemo Kraftwerk. A relao futuro-passado tratada mais diretamente com uma anlise cinematogrfica do filme Eternal Sunshine of the Spotless Mind em nossa coluna de Cinema, assim como uma anlise literria do conto Minority Report. Entramos na concept art do artista Billy Nunez passando pela vertente arquitetnica-pop do archigram. O futuro se choca diretamente com o passado no nosso editorial 1961 em que contamos a histria de uma garota que vive no ano 3.000 e volta no tempo, tendo que lidar com as mudanas da moda, se adaptando e adaptando o mundo em que vive. Desejo a voc uma boa leitura e uma inesquecvel experincia visual, see you in the future!

    Jonathan Wolpert

  • 12

    Arquitetura

    Archigramnovos paradigmas na arquitetura com sabor de cultura pop

    Larcio Wolpert

    O Archigram foi formado por um grupo de arquitetos ingleses que tinham como intuito propor novos conceitos de arquitetura que atendessem s revolues na sociedade de consumo da poca. Nomes como Peter Cook e Ron Herron integraram o movimento. Com a publicao de uma revista de mesmo nome, a divulgao do trabalho do grupo tinha como objetivo: dissertar os padres da arquitetura em termos de criao, produo e representao.

    A revista compunha um universo que remetia s histrias em quadrinhos (comics), assim como possua inspirao do mundo da televiso e propaganda, compostos atravs de montagens, que davam um carter completamente pop s suas edies. Um dos propsitos era massificar a arquitetura como um assunto que pudesse ser saboreado e discutido pela sociedade leiga. E no como algo voltado apenas para o restrito movimento acadmico. Muitos dos projetos do Archigram no tinham como objetivo a sua execuo, at pelo carter utpico de suas obras quele momento. Em realidade, eles eram apresentados como uma crtica, sendo os subversivos da arquitetura, que se contrapunham com os conceitos pr-estabelecidos.

  • 13

    Os novos padres de economia, transporte, tecnologia, robtica, telecomunicaes, principalmente tecnologia voltada recm inaugurada era espacial, na segunda metade dos anos 60 do sculo XX, serviram como pano de fundo para os paradigmas propostos. O grande destaque do grupo se deu com a exposio Living City, no Instituto de Artes Contempornea, no ano de 1963 e com o projeto Walking City (cidade mvel) de Ron Henrron. Neste projeto, de uma forma encantadora, foi demonstrado um mundo dominado pela era da mquina, no qual as pessoas viveriam de forma nmade, em ambientes descartveis, em meio a estruturas inflveis, computadorizadas, que serviriam a uma sociedade completamente devotada ao consumo.

  • 14

    Uma grande cidade se locomoveria, numa estrutura que lembra um besouro com suas patas, nos quais seus braos seriam a ligao com cidades terrestres, onde seriam supridas as necessidades gerais da cidade, como o ingresso de suprimentos materiais e principalmente a informao. Inteligentemente, eles previram o mundo da atualidade, conectado atravs da internet e produtos portteis. Indepentende de ter sido um movimento de inmeras obras no realizadas, o Archigram foi um caldeiro de idias que serviu de base para muitos outros profissionais de arquitetura nas dcadas subseqentes.

  • 15

    Se voc cansou de procurar o que lhe completa, est na hora de surpreender-se.

    WWW.OQUEFALTAVA.COWWW.OQUEFALTAVA.CO

    facebook.com/oquefaltava twitter.com/oquefaltava

  • 16

    artes digitais

    future facede Ana Cuentro

  • 17

    Daqui a pouco tempo numa galxia muito, muito distante... Penso que a sociedade vai atingir o auge da tecnologia, com milhes de gadgets mais conectado do que antes, a ausncia de objetos arcaicos e a presena de andrides. Hoje, quem tem a melhor representao visual deste futuro o ilustrador americano Billy Nunez, tambm conhecido como Biz20. A srie do artista pura ciberntica, repleta de peas mecnicas por baixo da pele dos seus personagens. Como se sabe, robs com a aparncia humana so denominados de andrides. Billy Nunez construiu seu trabalho por meio da tcnica concept art, da qual se utiliza para representar o objeto, o personagem ou o cenrio, visando seu uso em filmes e videogames, entre outros. O tema mais requerido fico cientfica.

  • 18

    Future Face o nome da srie, que mostra vrios rostos desmontados de mulheres, com interior mecnico totalmente exposto. Essa exposio pode significar a frieza da humanidade, que o interior humano esteja se tornando frio como as mquinas. H outro significado, a presena da artificialidade sobre o cotidiano com o abuso excessivo das cirurgias plsticas. preciso ser o melhor para criar essas ilustraes, pois este um trabalho que exige muito, e realmente toma tempo. No existe essa histria do processo terminar da noite para o dia. preciso treinar, treinar e treinar. E essencial ter conhecimento sobre pintura digital.Billy demonstra o maior talento para concept art. As mulheres dele conseguem ser lindas do jeito que so, com os rgos mecnicos visveis. Cada rosto da andride feminina mostra uma expresso diferente, cada nvel da emoo explicita o quanto h de nudismo. Por exemplo, a mulher furiosa apresenta uma visibilidade maior do seu interior, certamente como smbolo maior da sua raiva.

  • 19

  • 20

  • 21

  • 22

    Audiovisual

    INTERstELLA 5555: O ANIME DE DAFT PUNK

    Vinicius Gouveia

    Daft Punk uma banda que dispensa apresentaes. O duo francs um dos principais grupos do segmento de msica eletrnica. No apenas pela qualidade e inventividade musical, utilizando samples e elementos do house e synthpop, a dupla soube construir uma carreira combinando a cultura de massa, o cinema, apresentaes memorveis e apelo visual. O dbut da banda foi em 1993, com o lbum Homework.

    comum artistas contemporneos procurarem novas formas de divulgar seus trabalhos a fim de diferenci-los dos demais. A ideia de multimdia hoje bastante difundida e oferece essa diferenciao na divulgao, fortalecendo as vendas. O Daft Punk foi um dos pioneiros nessa estratgia de divulgao, decidindo elevar seus videoclipes a um status pouco comum: o filme longa-metragem. Eles se uniram ao estdio de animao japonesa Toei Animation, conhecida por animes como Digimon e Sailor Moon, e partiram para transformar as faixas do lbum Discovery (2001) em videoclipes de animao. Inicialmente, foram lanados One More Time, Aerodynamic, Digital Love e Harder, Better, Faster, Stronger. Posteriormente, esses videoclipes se uniram s outras msicas, tambm transfiguradas em animaes, a fim de construir uma narrativa. O filme Interstella 5555: The 5tory of the 5ecret 5tar 5ystem foi lanado em Dezembro de 2003, acumulando cerca de 3 anos de produo.

  • 23

    Interstella nasceu da vontade da banda de unir a fico cientfica com ideias de entretenimento e cultura. No roteiro, Cdric Hervet foi um importante colaborador, e o dolo da banda, Leiji Matsumoto, teve o importante cargo de supervisor visual. Dessa equipe, surgiu a histria de uma banda de extraterrestres que so raptados por terrqueos e tem as memrias apagadas, alm de terem suas aparncias

    humanizadas. , soa como um Avatar s avessas. Referncias poca de produo so evidentes, como a ideia do novo milnio dos anos 2000, mesmo que, a despeito disso, exista uma certa nostalgia pelos anos 1970, talvez pelas cores e figurinos, talvez pelos ares alucingenos. Interstella fala de umarealidade onde o grande vilo um ser

    humano, no a ameaa aliengena. Esse antagonismo fica cargo de um produtor musical que deseja utilizar o talento da banda extraterrestre para fazer sucesso e realizar seu plano maligno de dominar o universo, claro.Vale lembrar que o Daft Punk recusou diversos convites de gravadoras e produtores para que pudesse ter um poder maior sobre o seu prprio trabalho, recusando uma lgica de subservincia, de fantoches miditicos. Entretanto, existe outro personagem para ser contraposto a esse vilo, como se fosse uma ressalva, nem todos os poderosos do mundo fonogrfico so assim. Os msicos da ba