Click here to load reader

Gibi da Ouvidoria

  • View
    222

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Gibi da Ouvidoria do TCE

Text of Gibi da Ouvidoria

  • AOUVIDORIAA

    OUVIDORIAA

    OUVIDORIA

    OUVIDORIA.indd 1OUVIDORIA.indd 1 7/2/2012 3:19:42 PM7/2/2012 3:19:42 PM

  • 1. Criao da OuvidoriaA Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte teve sua criao

    aprovada na Sesso realizada em 18/04/2008, por meio da Resoluo n 006/2008-TCE, de 17 de abril de 2008.

    Sua criao objetivou receber sugestes de aprimoramento, reclamaes ou crticas so-bre os servios prestados, alm de auferir informaes relevantes sobre atos de gesto praticados no mbito da Administrao Direta e Indireta nas esferas estadual e municipal.

    2. Competncias

    2.1. Compete Ouvidoria1. promover a co-participao da sociedade na misso de controlar a administrao pbli-

    ca, garantindo uma maior transparncia e visibilidade das aes do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte;

    2. receber, registrar, analisar e encaminhar aos segmentos competentes sugestes de apri-moramento, crticas e reclamaes sobre os servios prestados pelo Tribunal de Contas;

    3. receber, registrar, analisar e encaminhar aos segmentos competentes do Tribunal in-formaes relevantes sobre atos de gesto praticados no mbito da administrao direta e indireta do Estado e dos Municpios, de forma a subsidiar os procedimentos de auditoria no exerccio do controle externo, sem prejuzo da garantia constitucional de formulao de processo regular de denncia junto ao Tribunal;

    4. informar ao cidado e s entidades interessadas sobre os resultados das demandas encaminhadas ao Tribunal de Contas, ressaltando as providncias adotadas pelas unidades solucionadoras, permitindo o fortalecimento da imagem institucional, a aproximao do rgo com a sociedade e o exerccio do controle social;

    5. divulgar, junto sociedade e servidores, a misso da Ouvidoria, seus servios e formas de acesso como instrumento de controle social;

    6. manter instalaes fsicas e meios de comunicao eletrnica, postal e telefnica para recebimento das demandas do cidado;

    7. manter controle, acompanhar e requisitar da unidade solucionadora do Tribunal infor-maes sobre averiguaes e providncias tomadas no que se refere s demandas registra-das na Ouvidoria;

    8. manter banco de dados informatizado contendo respostas fornecidas pelos segmentos competentes, que devero ser atualizados periodicamente, com vistas a minimizar o n-mero de solicitaes internas.

    3. Princpios da Ouvidoria Os princpios da Ouvidoria, relacionados a seguir, tm como objetivo zelar pelas atuais

    competncias e atribuies do rgo em observncia s necessidades dos cidados que demandam os seus servios:

    1. no medir esforos e pacincia para ouvir as reclamaes, crticas e sugestes dos cidados, jurisdicionados e demais interessados;

    2. defender, com determinao, equilbrio e transparncia, em harmonia com a misso constitucional do TCE, os legtimos direitos dos interessados, no importando a sua origem, hierarquia funcional ou condio scio-econmica;

    3. envidar todos os esforos para responder objetivamente s demandas dos interessados;

    4. tomar todas as medidas para que as demandas sejam respondidas no menor tempo possvel.;

    5. no deixar que a burocracia e o formalismo impeam respostas tempestivas, claras e objetivas;

    6. encaminhar para outros Poderes e rgos as demandas relacionadas s suas respectivas competncias;

    7. trabalhar continuamente pa-ra sensibilizar todos os servidores do TCE sobre a impor-tncia estratgica e social da Ouvidoria.

    OUVIDORIA.indd 2OUVIDORIA.indd 2 7/2/2012 3:19:58 PM7/2/2012 3:19:58 PM

  • 3 ISSO NO VAI DAR EM NADA... MAIS UM IMPUNE....

    EITA ROUBALHEIRA... TAMBM NINGUM FAZ NADA...

    S NO BRASIL MESMO...

    VALHA MEU PADRE JOO MARIA, QUE ESSAS CRIANAS AQUI DA CAPITAL TO TUDO MAL CRIADAS. VOLTA AQUI

    BICHO ABUSADO.

    S NA SUA CABEA, ISSO SIM!

    A

    OUVIDORIAA

    OUVIDORIAA

    OUVIDORIA

    OUVIDORIA.indd 3OUVIDORIA.indd 3 7/2/2012 3:20:05 PM7/2/2012 3:20:05 PM

  • 4 SRIO MOO. EXISTE O TRIBUNAL

    DE CONTAS!

    DESCULPA, MOO, EU S QUERIA TE ALERTAR

    QUE TEM QUEM FAZ PELO SENHOR, SIM.

    S SE FOR O SUPEROMI...

    VOCES CRIANAS ANDAM LENDO MUITO GIBI.

    E VOCE ACHA QUE S PORQUE EU VIM DO INTERIOR EU NO

    SEI QUE TEM O TCE? MAS, T VENDO QUE ELES NUNCA

    VO ESCUTAR O POVO...

    OUVIDORIA.indd 4OUVIDORIA.indd 4 7/2/2012 3:20:12 PM7/2/2012 3:20:12 PM

  • 5A QUE VOCE SE ENGANA, NO TCE

    TEM A OUVIDORIA!

    OUVIDO DE QUEM?

    OUVIDORIA, UM LUGAR ONDE O POVO PODE

    PARTICIPAR DE TUDO. PODE OPINAR...

    PODE VERIFICAR A LEGALIDADE DAS LICITAES,

    APOSENTADORIA...

    POIS EU VIM AQUI PRA CAPITAL JUSTAMENTE

    PRA TENTAR RESOLVERA MINHA APOSENTADORIA!

    L VOC PODE AINDA VERIFICAR A APLICAO DA LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL, RECEITAS CORRENTES... ALM DE

    FAZER CONSULTAS E DENNCIAR...

    OUVIDORIA.indd 5OUVIDORIA.indd 5 7/2/2012 3:20:19 PM7/2/2012 3:20:19 PM

  • 6REDAO? MAS EU S TENHO 12 ANOS... EU T

    INDO PRA ESCOLA.

    OBRIGADO MENINO, VOU

    AGORA PRO INTERIOR CONTAR PRA TODO MUNDO QUE DE L ELES PODEM FALAR

    COM O TRIBUNAL DE CONTAS. S

    LIGAR PARA O 0800-281-1935

    OU ENVIAR UM E-MAIL... E

    BOM TRABALHO NA REDAO.

    VIXI! QUE COISA BOA.

    VOU L AGORA MESMO!

    QUE VOCE ME DEU TANTA NOTICIA BOA QUE EU ACHEI QUE VOCE FOSSE UM DESSES BACANAS QUE S ESCREVEM COISA BONITA NO JORNAL.

    KKKKKKKK!!!!!!!!

    KKKKKKKK!!!!!!!!

    OUVIDORIA.indd 6OUVIDORIA.indd 6 7/2/2012 3:20:25 PM7/2/2012 3:20:25 PM

  • CONSELHEIROSPresidente

    Maria Adlia Sales

    Vice PresidenteValrio Alfredo Mesquita

    Presidente da 1. CmaraPaulo Roberto Chaves Alves

    Presidente da 2. CmaraTarcsio Costa

    Corregedor Geral Alcimar Torquato de Almeida

    Getlio NbregaRenato Dias

    AUDITORESMarco Antnio Morais R. Montenegro

    Cludio Jos F. Emerenciano

    PROCURADORA GERALJUNTO AO TCE

    Luciana Ribeiro Campos

    PROCURADORES Carlos Roberto Galvo Barros

    Carlos Thompson da Costa FernandesLuciano Silva Costa Ramos

    Othon Moreno de Medeiros AlvesRicart Csar Coelho dos Santos

    Thiago Martins Guterres

    SECRETRIO GERALCarlos de Menezes Lira

    CONSULTOR GERALCludio Dantas MArinho

    EQUIPE DE ELABORAOZnia Maria Chaves Lopes de Alcntara

    Ana Cludia Paiva FernandesEugnio Parcelle (ACS-TCE)

    DIAGRAMAOTerceirize (www.terceirize.com)

    ILUSTRAESBrum

    3

    7

    6

    4 5

    2

    1

    10

    9

    8

    1 - Lei de Responsabilidade (...), pode ser verifi cada na Ouvidoria do TCE

    2 - Uma das esferas de atuao da Ouvidoria do TCE

    3 - Local onde fi ca o TCE

    7 - So feitas na Ouvidoria

    do TCE

    8 - Tribunal de (...) do Estado,

    o TCE

    9 - Bairro onde fi ca o TCE

    10 - Principal benefi ciado com a Ouvidoria do TCE

    4 - Pode ser verifi cada na Ouvidoria do TCE

    6 - Devem ser respondidas no menor tempo possvel

    5 - Teve sua criao aprovada em 18/04/2008

    OUVIDORIA.indd 7OUVIDORIA.indd 7 7/2/2012 3:20:32 PM7/2/2012 3:20:32 PM

  • Realizao:

    Telefone: 0800-281-1935 / 3642-7296Site: http://www.tce.rn.gov.br/Email: [email protected]

    Endereo: Av. Getlio Vargas, 690Petrpolis, Natal(RN)

    OUVIDORIA.indd 8OUVIDORIA.indd 8 7/2/2012 3:20:37 PM7/2/2012 3:20:37 PM

Search related