Click here to load reader

Refluxo gastroesofágico

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Refluxo gastroesofágico

www.fagron.com.br
Refluxo gastroesofágico Segurança e precisão no tratamento com SyrSpend® SF Alka Dry
Refluxo gastroesofágico
O refluxo gastroesofágico (RGE) é caracterizado pelo retorno do conteúdo gástrico para o esôfago, podendo atingir a garganta, a boca e até mesmo a nasofaringe. É comum em crianças, principalmente lactentes, sendo acompanhado de regurgitação, conhecida popularmente como “golfadas”. Quando o RGE está associado a sintomas clínicos ou complicações é caracterizado doença do refluxo gastroesofágico (DRGE).
SyrSpend® SF Pediatria
CARACTERÍSTICAS FISIOLÓGICAS Associadas à maior incidência de RGE em bebês:
• Dismotilidade esofágica
MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Associadas à DRGE em bebês:
• Apneia
• Náuseas
• Hematêmese
MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Associadas à DRGE em crianças e adolescentes:
• Apneia
• Erosões dentárias
“A incidência de DRGE em crianças <5 anos é de 0,9/1.000
pessoas/ano” 18
em crianças com obesidade,
2 meses
3 a 4 meses 7 meses 12 meses
Adaptado: Leung AK, et al., 2019 e Adamiak, T., et al., 2018.
“De acordo com as diretrizes recentes, um teste de 2 a 4 semanas de um inibidor da bomba de próton (IBP) é recomendado para bebês com
regurgitação significativa acompanhada de sintomas como problemas de alimentação inexplicáveis, comportamento problemático e baixo
ganho de peso.” 16
SyrSpend® SF Pediatria
Um dos obstáculos sugeridos nos estudos onde bebês e crianças são tratados com IBP é a dose efetiva, que precisa ser personalizada e adaptada.
As principais indicações terapêuticas para o tratamento de RGE e DRGE são os inibidores da bomba de prótons (IBP) e a mudança no estilo de vida.
19
Comparação da eficácia do Omeprazol em suspensão e em grânulos 20
A dificuldade de deglutição e o ajuste de dose para bebês e crianças, inspirou o desenvolvimento desse estudo, onde foi comparado a concentração média de Omeprazol no sangue medida por HPLC. As coletas foram realizadas a partir do terceiro dia do tratamento, uma amostra de sangue foi obtida antes do recebimento da próxima dose (amostra 1) e outra amostra (amostra 2) foi coletada 2 horas após a última dose, coletas realizadas em ambos os grupos.
Os resultados demonstram que o Omeprazol na forma farmacêutica de suspensão
é o mais indicado para administração em pacientes
pediátricos.
34 pacientes pediátricos – 50% Mulher e 50% Homem.
Grupo Omeprazol grânulos – 9,3 anos (1-17 anos). Grupo Omeprazol (pó) Suspensão – 7,3 meses (35 dias – 3 anos).
1.000 mcg/ kg/ dia.
Benefícios do Omeprazol em suspensão
De acordo com o estudo, os benefícios são: facilidade de administração, versatilidade,
precisão no ajuste posológico e superioridade ao grânulo em
pacientes pediátricos.
0,7
0,6
0,5
0,4
0,3
0,2
0,1
0
0,8
0,9
1
Amostra 1 Amostra 2
SyrSpend® SF Pediatria
• Neonatos, bebês e crianças que precisam de doses personalizadas
• Pacientes com disfagia e dificuldades para deglutir
• Pacientes hospitalizados e com sonda
• Idosos
Tecnologia e Segurança Tecnologia única de suspensão ativa com propriedades
pseudoplásticas e tixotrópicas que garantem alta exatidão e
uniformidade de doses durante todo o tratamento, conforme estudo
publicado por Visser JC e colaboradores.7
SyrSpend® SF Alka Dry é a suspensão oral adequada
para a manipulação de Omeprazol, Esomeprazol e
Pantoprazol na forma líquida.
Ingredientes Seguros GRAS
Sistema Tamponado
Físico-química Temperatura de Armazenamento
Estudos de estabilidades de Inibidores de Bomba de Prótons e Furosemida. Adaptado: Polonini HC et al., 2016
“Estudo comprova a não obstrução
de sondas quando suspenso Omeprazol em SyrSpend® SF Alka Dry” 6
SyrSpend® SF Pediatria
Tratamento da DRGE em bebês de 5 a <10 kg com Esomeprazol Esomeprazol 1 mg
SyrSpend® SF Alka Dry 6,3%
Água purificada qsp 1 mL
Posologia: Administrar 5 mL por dia, durante 4 semanas. Mande manipular 150 mL.
Tratamento da DRGE em bebês de >10 kg com Omeprazol Omeprazol 2 mg
SyrSpend® SF Alka Dry 6,3%
Água purificada qsp 1 mL
Posologia: Administrar 5 mL por dia, durante 4 semanas. Mande manipular 150 mL.
Tratamento da DRGE em criança de 15 a <40 kg com Pantoprazol Pantoprazol 2 mg
SyrSpend® SF Alka Dry 6,3%
Água purificada qsp 1 mL
Posologia: Administrar 10 mL por dia, durante 4 semanas. Mande manipular 300 mL.
SUGESTÕES DE PROTOCOLO DE TRATAMENTO COM IBP E SYRSPEND® SF ALKA DRY
Obs.1: Depois de prontas, as formulações devem ser mantidas refrigeradas entre 2ºC a 8ºC.
Obs.2: A validade das formulações, podem chegar até 60 dias, conforme estudos de estabilidade. 1,2
TABELA DE DOSE DIÁRIA DOS IBP EM SUSPENSÃO 15
Peso Dose de Omeprazol por dia Quantidade de suspensão por dia Faixa Etária
3 a <5 kg 2,5 mg 2,5 mL 5 a <10 kg 5 mg 5 mL
Bebê
Bebê
máx. 20 kg 1 mg/kg 2,5 mL
20 a 40 mg 2,5 mL
OMEPRAZOL 1 mg/mL
Peso Dose de Esomeprazol por dia Quantidade de suspensão por dia Faixa Etária
3 a <5 kg 2,5 mg 2,5 mL 5 a <10 kg 5 mg 5 mL
Bebê
Bebê
20 a 40 mg 10 mL a 20 mL
ESOMEPRAZOL 1 mg/mL
>20 kg 10 a 20 mg 5 mL a 10 mL
Peso Dose de Pantoprazol por dia Quantidade de suspensão por dia Faixa Etária
Criança
Adulto
40 mg 20 mL
PANTOPRAZOL 2 mg/mL
Referências 1 - Whaley PA, Voudrie MA, Sorenson B. Stability of Omeprazole in SyrSpend SF Alka (Reconstituted). Int J Pharm Compd. 2012;16:164-166.
2 - Polonini HC, Silva SL, Loures S, Almy R, Balland A, Brandão MAF and Ferreira AO. Compatibility of proton pump inhibitors in a preservative-free suspending vehicle. Eur J Hosp Pharm
2016;0:1-7.
3 - Blumenstein I, Shastri YM, Stein J. Gastroenteric tube feeding: techniques, problems and solutions. World J Gastroenterol. 2014. 20:8505-24.
4 - Williams, NT. Am J Health-Syst Pharm. 2008. 65:2347-57.
5 - Wohlt PD, Zheng L, Gunderson S et al. Am J Health-Syst Pharm. 2009; 66:1458-67.
6 - Fagron - Administration of example APIs through 3 commonly used nasogastric tubes in pediatric care
7 - Visser JC, Ten Seldam IEJ, van der Linden IJ, Hinrichs WLJ, Veenendaal RFH, Dijkers ECF, Woerdenbag HJ. Comparison of Rheological and Sedimentation Behavior of Commer-cially
Available Suspending Vehicles for Oral Pharmaceutical Preparations. Int J Pharm Compd. 2018 May-Jun;22(3):247-251. PMID: 29878892.
8 - Azer SA, Reddivari AKR. Reflux Esophagitis. [Updated 2020 Jun 22]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2021 Jan-.
9 - De Giacomo, Costantino; Bawa, Paola; Franceschi, Massimo; Luinetti, Ombretta*; Fiocca, Roberto* Omeprazole for Severe Reflux Esophagitis in Children, Journal of Pediatric
Gastroenterology & Nutrition: May 1997 - Volume 24 - Issue 5 - p 528-532.
10 - Ward RM, Kearns GL. Proton pump inhibitors in pediatrics : mechanism of action, pharmacokinetics, pharmacogenetics, and pharmacodynamics. Paediatr Drugs. 2013 Apr;15(2):119-
31. doi: 10.1007/s40272-013-0012-x. PMID: 23512128; PMCID: PMC3616221.
11 - Adamiak, T., & Plati, K. F. (2018). Pediatric Esophageal Disorders: Diagnosis and Treatment of Reflux and Eosinophilic Esophagitis. Pediatrics in Review, 39(8), 392–402. doi:10.1542/
pir.2017-0266
12 - Lightdale, J. R., & Gremse, D. A. (2013). Gastroesophageal Reflux: Management Guidance for the Pediatrician. PEDIATRICS, 131(5), e1684–e1695.
13 - Illueca, Marta*; Wernersson, Börje†; Henderson, Catherine‡; Lundborg, Per† Maintenance Treatment With Proton Pump Inhibitors for Reflux Esophagitis in Pediatric Patients: A
Systematic Literature Analysis, Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition: December 2010 - Volume 51 14 - Issue 6 - p 733-740 doi: 10.1097/MPG.0b013e3181e2acfd
15 - Leung AK, Hon KL. Gastroesophageal reflux in children: an updated review. Drugs Context. 2019 Jun 17;8:212591. doi: 10.7573/dic.212591. PMID: 31258618; PMCID: PMC6586172.
16 - Taheri PA, Validad E, Eftekhari K. The Safety and Efficacy of Lansoprazole plus Metoclopramide among Neonates with Gastroesophageal Reflux Disease Resistant to Conservative
Therapy and Monotherapy: A Clinical Trial. Int J Pediatr. 2021 Jan 15;2021:3208495. doi: 10.1155/2021/3208495. PMID: 33510798; PMCID: PMC7826204.
17 – Boletim da Sociedade de pediatria de São Paulo: Refluxo gastroesofágico fisiológico no
recém-nascido. Disponivel em: https://www.spsp.org.br/site/asp/boletins/AtualizeA3N6.pdf. Acesso em: 15 março 2021.
18 - Tolia, V., Youssef, N.N., Gilger, M.A. et al. Esomeprazole for the treatment of erosive esophagitis in children: an international, multicenter, randomized, parallel-group, double-blind (for
dose) study. BMC Pediatr 10, 41 (2010). https://doi.org/10.1186/1471-2431-10-41
19 - De Giacomo, Costantino; Bawa, Paola; Franceschi, Massimo; Luinetti, Ombretta; Fiocca, Roberto.
Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition24(5):528-532, May 1997.
20 - Karami, S., Dehghanzadeh, G., Haghighat, M., Mirzaei, R., & Rahimi, H. (2015). Pharmacokinetic Comparison of Omeprazole Granule and Suspension Forms in Children: A Randomized,
Parallel Pilot Trial. Drug Research, 66(03), 165–168.
Veja como a tecnologia única de suspensão ativa
estabiliza de forma eficaz e uniforme os IFAs suspensos
em SyrSpend® SF.
Contato [email protected] www.fagron.com.br