Click here to load reader

Erosão dentária em crianças diagnosticadas com a doença do refluxo gastroesofágico

  • View
    752

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Erosão dentária em crianças diagnosticadas com a doença do refluxo...

  • PATRICIA ALVES DRUMMOND DE OLIVEIRA

    EROSO DENTRIA EM CRIANAS DIAGNOSTICADAS

    COM A DOENA DO REFLUXO GASTROESOFGICO

    Belo Horizonte

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

    2011

  • PATRICIA ALVES DRUMMOND DE OLIVEIRA

    EROSO DENTRIA EM CRIANAS DIAGNOSTICADAS

    COM A DOENA DO REFLUXO GASTROESOFGICO

    Dissertao apresentada ao Programa de Ps-

    Graduao em Odontologia da Universidade Federal de

    Minas Gerais como requisito parcial para obteno do

    grau de Mestre em Odontologia.

    rea de concentrao: Odontopediatria

    Orientadora: Profa. Dra. Sheyla Mrcia Auad

    Co-orientador: Prof. Dr. Saul Martins Paiva

    Colaboradora: Dra. Simone Diniz Carvalho

    Belo Horizonte

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

    2011

  • Dedico este trabalho minha filha Melissa, minha fonte de inspirao.

    Ao meu marido Guilherme, meu companheiro.

    Vocs me fazem querer ser melhor.

  • Agradecimentos

    A Deus por tornar possvel a realizao deste sonho e estar sempre presente

    em minha vida.

    minha Professora Orientadora Sheyla pela sua disposio em me guiar com

    seu brilhantismo e sabedoria. Sempre te admirei como professora e hoje eu

    tenho o privilgio de ser sua orientada. Voc um modelo para mim e espero

    poder contar sempre com suas orientaes, sua calma e sua confiana.

    Ao Professor Orientador Saul por agregar sua experincia e seu exemplo

    profissional a este trabalho. Admiro muito a competncia que voc dedica ao

    desenvolvimento da pesquisa.

    Dra. Simone Diniz Carvalho pela importante colaborao para a realizao

    deste trabalho. Sua participao foi vital para este projeto. Obrigada pelas

    infindveis listas de pacientes. Serei eternamente grata sua generosidade e

    sua dedicao a este estudo desde o primeiro dia em que nos conhecemos.

    minha me, a primeira mestra. Voc abriu caminhos e mostrou que tudo

    possvel. Obrigada pelo apoio e amor incondicionais.

    Ao meu pai Ailton por toda contribuio para a minha formao.

    minha filha Melissa, obrigada por ser to generosa e compreensiva em meus

    momentos de trabalho.

    Ao meu marido Guilherme pelo exemplo de dedicao, vocao acadmica e

    de busca pela excelncia.

    minha tia Elosa por compartilhar tantos momentos comigo e pela disposio

    em sempre me ajudar. Obrigada por ser minha grande incentivadora.

    Aos meus irmos Marcelo e Fernando pelo suporte logstico e afetivo.

  • Professora Isabela Pordeus, minha primeira orientadora de iniciao

    cientfica. para mim uma honra ser novamente sua aluna, voc uma pessoa

    extraordinria.

    Professora Mriam Parreira do Vale, coordenadora da rea de concentrao

    em Odontopediatria. Voc para mim um exemplo de competncia. Obrigada

    pela convivncia, pela confiana e pelos valiosos ensinamentos.

    s Professoras da Odontopediatria, Jnia Serra-Negra e Patricia Zarzar, pelos

    incentivos e pelo entusiasmo contagiante.

    Professora Elza Maria de Arajo Conceio, do Departamento de

    Odontologia Social e Preventiva, por ser um modelo de dinamismo, tica e

    sabedoria.

    A todos os Professores do Departamento de Odontopediatria e Ortodontia pelo

    apoio.

    Aos Professores do Departamento de Odontologia Social e Preventiva, em

    especial ao Professor Mauro Henrique Abreu por todos os ensinamentos e pela

    disponibilidade em ajudar.

    Professora ngela Dalben da Faculdade de Educao, a minha Conrack!

    Mais que didtica voc nos ensinou a humanizar a educao, a enxergar alm

    de contedos. Sou privilegiada por ter sido sua aluna e muito grata aos seus

    ensinamentos, minha querida mestra!

    Ao Dr. Paulo Roberto Savassi Rocha por autorizar a realizao da pesquisa no

    Instituto Alfa de Gastroenterologia do HC-UFMG.

    Dra. Luciana do Instituto Alfa por ceder sua sala para o exame clnico. Seu

    gesto de solidariedade foi marcante.

  • Aos funcionrios do Instituto Alfa, em especial enfermeira Ktia, meu brao

    direito no HC. Sua dedicao e competncia so admirveis. Sou muito grata a

    voc pelo seu tempo e pelos cuidados que voc doou a esta pesquisa.

    Aos pequenos pacientes e suas famlias, minha eterna gratido pela

    colaborao e confiana.

    aluna de iniciao cientfica e amiga Mariana, minha cmplice nesta misso.

    No tenho palavras para descrever minha gratido por todo apoio que voc

    dedicou a este trabalho, tornando tudo mais leve e agradvel.

    Meu sincero muito obrigada!

    Aos meus colegas de mestrado e queridos irmos Oliveira, Maurcio Pimenta e

    Thiago Compart, pelo companheirismo e pela amizade. Passamos por muitas

    coisas juntos e sem vocs esta caminhada no seria a mesma. Ao Maurcio,

    obrigada por ser este amigo puro sentimento e sinceridade. Ao Thiago,

    obrigada pela parceria e pela tranquilidade.

    aluna de mestrado, amiga e parceira Ana Paula Hermont. um privilgio

    trabalhar com voc. Sua sinceridade e capacidade so incrveis.

    s colegas de doutorado Cristiane Bendo, Cludia Viegas, Fernanda

    Sardenberg, Camila Pazzini e Andra Costa pela convivncia e pelas valiosas

    parcerias e contribuies.

    Aos colegas da turma de Mestrado 2009-2011 e aos colegas da rea de

    concentrao em Odontopediatria pela parceria e amizade.

    Aos Professores Alexandre, Luis Cndido, Mrio Srgio, Roberval e Cludia do

    curso de especializao em Odontopediatria pela PUC-MG. Obrigada pela

    minha formao em odontopediatra e por me incentivarem a seguir a rea

    acadmica.

    Ao Grande Mestre da Odontopediatria Professor Luiz Soares Vianna.

  • Capes e Fapemig pelo apoio financeiro.

  • Comece fazendo o que necessrio, depois o que possvel,

    e de repente voc estar fazendo o impossvel.

    So Francisco de Assis

  • RESUMO

    Eroso dentria (ED) a perda progressiva e irreversvel de tecido dentrio por

    dissoluo cida no associada a bactrias. A doena do refluxo

    gastroesofgico (DRGE) considerada um dos fatores intrnsecos associados

    eroso dentria, pois o pH do cido estomacal, que retorna cavidade oral,

    bem inferior ao pH crtico para a dissoluo do esmalte. Este estudo avaliou a

    ocorrncia de eroso dentria e sua associao com dieta, higiene bucal,

    histria mdica e condies scio-econmicas de 43 crianas de 2 a 14 anos,

    pacientes do Hospital das Clnicas da UFMG em Belo Horizonte, Minas Gerais,

    diagnosticadas com a doena do refluxo gastroesofgico pela pHmetria de 24

    horas. O exame clnico foi realizado no prprio Hospital, utilizando-se o ndice

    de OSullivan. A pesquisadora foi previamente calibrada por um examinador

    experiente na utilizao do ndice (Kappa inter-examinadores: 0,90 e intra-

    examinador: 0,95). Um questionrio preenchido pelos responsveis coletou

    informaes a respeito das condies scio-demogrficas da famlia, assim

    como informaes sobre a histria mdica, hbitos dietticos e de higiene

    bucal das crianas, objetivando associar estas informaes experincia de

    eroso. Os dados foram analisados utilizando-se o programa Statistical

    Package for the Social Sciences (SPSS 17.0), atravs do teste do Qui-

    quadrado e pela Regresso de Poisson, com um nvel de significncia

    estatstica de 5%. Para a insero no modelo de regresso foram consideradas

    variveis que apresentaram valor de p< 0,20 na anlise univariada. Este estudo

    foi aprovado pelo Comit de tica em Pesquisa da Universidade Federal de

    Minas Gerais (ETIC 0117.0.203.000-10) e pela Diretoria de Ensino, Pesquisa e

    Extenso do Hospital das Clnicas da UFMG (039/10). ED foi encontrada em

    25,6% das crianas. As superfcies mais acometidas foram as palatinas e

    incisais (62,1% dos casos). Caractersticas scio-demogrficas e hbitos

    dietticos no foram associados experincia de eroso dentria. A anlise

    univariada demonstrou uma associao estatisticamente significativa entre o

    tipo de creme dental utilizado e a ocorrncia de eroso, que foi maior entre

    crianas que faziam uso de creme dental de adultos (p=0,039). Crianas que

    faziam uso de medicamento para asma apresentaram maior experincia de

    eroso. Embora esta associao no tenha sido estatisticamente significativa

  • na anlise univariada (p= 0,08), ela foi considerada para a anlise multivariada.

    No modelo de regresso, estes dois fatores permaneceram significativamente

    associados presena de eroso (RP 4,98, 1,34-18,51 e RP 3,65, 1,24-10,70,

    respectivamente). Estes resultados demonstram que uma proporo

    significativa das crianas portadoras da doena do refluxo gastroesofgico

    apresentaram eroso dentria que foi associada utilizao de creme dental

    de adultos e utilizao de medicamento para a asma.

    Descritores: eroso dentria, refluxo gastroesofgico, criana.

  • ABSTRACT

    Dental erosion (DE) is a progressive and irreversible loss of dental hard tissue

    by acid dissolution not associated with bacteria. The gastroesophageal reflux

    disease (GERD) is considered one of the intrinsic factors associated with dental

    erosion, because the stomach acid pH that returns to the oral cavity is below

    the critical pH for enamel dissolution. This study evaluated the occurrence of

    dental erosion and its association with diet, oral hygiene, medical history and

    socio-demographics characteristics of 43 pediatric patients with ages from 2 to

    14 years-old at Hospital das Clinicas, UFMG in Belo Horizonte, Minas Gerais

    who were diagnosed